Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O cachorro engarrafado

21 de agosto de 2015 0

DJH_6776

Quem foi ao Teatro do Bourbon Country na noite de quinta-feira assistiu a uma bela homenagem a VINICIUS DE MORAES (1913 – 1980) prestada por dois de seus mais talentosos amigos: TOQUINHO MARIA CREUZA. Acompanhado de um baixista e um baterista – que ajudaram a dar um tom jazzístico à apresentação -, o cantor, compositor e violonista relembrou sucessos de sua longa carreira, tanto ao lado do Poetinha quanto com outros parceiros, como Tarde em ItapuãTestamentoA CasaSamba de OrlyQue MaravilhaO Caderno e Aquarela.

Na segunda parte do show, Toquinho recebeu a cantora Maria Creuza, revivendo a arte do encontro que gerou um dos discos ao vivo mais marcantes da música brasileira: Vinicius de Moraes en La Fusa, gravado em Buenos Aires, em 1970. Juntos, cantaram clássicos tipo Chega de SaudadeBerimbauVocê Abusou A Tonga da Mironga do Kabuletê e, no bis, a sensacional Regra Três.

Leia também
Santander Cultural comemora 14 anos com postais para colorir
HQ “Far South” será lançada no ComicCON RS
Gerson King Combo se apresenta neste sábado na Capital

Baita contador de histórias, Toquinho narrou episódios divertidos com Vinicius, Tom Jobim e Antônio Maria. Entre um causo e outro, Maria Creuza foi ao camarim e voltou à cena trazendo um copo cheio de uísque (fotos).

Comentando o clima de boate, o músico confessou que era a primeira vez em 50 anos de carreira que bebia no palco. Uma concessão à memória do parceirinho Vinicius, que dizia que o uísque era o melhor amigo do homem – o “cachorro engarrafado”.

Crédito: Fotos Dulce Helfer/Divulgação

Envie seu Comentário