Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Beatles"

Daft Punk robô a noite do Grammy

27 de janeiro de 2014 0

daft punk-stevie wonder
Daft Punk, Pharrell, Nile Rodgers e Stevie Wonder

A dupla francesa DAFT PUNK patrolou na 56ª cerimônia de entrega do GRAMMY AWARDS no domingo: o duo robótico que não tira os capacetes nem para tomar banho levou os prêmios de Álbum do Ano pelo excelente Random Access Memories e Single do Ano pela irresistível Get Lucky — além de Melhor Álbum de Música Eletrônica e Melhor Performance Pop de Duo ou Dupla.

Os homens-robôs Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo não disseram palavra nos agradecimentos aos cinco prêmios que ganharam — quem falava por eles foi o rapper e produtor Pharrell Williams e o cantor e compositor Paul Williams, que colaboraram no premiado disco. Um dos pontos altos da festa inclusive foi a performance do Daft Punk com Pharrell, Nile Rodgers e Stevie Wonder, apresentando o hit Get Lucky — entremeada com citações a Le Freak, do Chic (antológica banda criada por Rodgers), e I Wish, de Wonder.

paul e ringo no grammy

Aliás, uma das características do Grammy, além de sua longa duração, é propiciar encontros musicais inusitados e antológicos. Pelo menos três reuniões já valiam a noite: os beatles PAUL McCARTNEY e RINGO STARR (foto), que interpretaram juntos Queenie Eye, música do disco New, de Macca; METALLICA e o pianista erudito chinês LANG LANG, em uma versão ao mesmo tempo pesada e melódica do petardo One; e a ressurreição do supergrupo country The Highway Man, que reuniu os veteranos WILLIE NELSON, KRIS KRISTOFFERSON e Merle Haggard com o novo astro do gênero Blake Shelton.

dave e trent

Já a megabanda formada para o final do show não mostrou toda a potência esperada. TRENT REZNOR, do Nine Inch Nails, e DAVE GROHL, do Foo Fighters (os dois na foto), somaram-se a Lindsey Buckingham, guitarrista do Fleetwood Mac, e à banda Queens of the Stone Age para a sonzeira de despedida.

A apresentação, porém, foi cortada na metade por anúncios dos patrocinadores e pelo final da transmissão, depois de quase quatro horas de programa. Baita bola fora — mas que não chegou a comprometer uma das edições mais memoráveis do Grammy.

MARY LAMBERT e MADONNA

Outro momento bacana foi o número com a premiada dupla Macklemore e Ryan Lewis, cantando ao lado de MARY LAMBERT e MADONNA (foto) a música pró-gay Same Love, enquanto 33 casais homossexuais e heterossexuais trocavam alianças de casamento no teatro, em Los Angeles.

Macklemore e Lewis, por sinal, saíram do Staples Center cheios de gramofones dourados: levaram os prêmios de Artista Revelação, Melhor Álbum de Rap, Melhor Canção de Rap e Melhor Performance de Rap — tudo pelo disco The Heist e pela música Thrift Shop.

Lorde

A cantora neozelandesa LORDE (foto), jovem de 17 anos que estourou no ano passado, ficou com os troféus de Canção do Ano e Melhor Apresentação Pop Solo pelo hit Royals. O ótimo grupo brasileiro de jazz e samba Trio Corrente — integrado por Fábio Torres, Paulo Paulelli e Edu Ribeiro — levou o Grammy de Melhor Álbum de Jazz Latino por Song for Maura, gravado em parceria com o grande saxofonista cubano Paquito D’Rivera.

Pink

Entre os vários momentos curiosos do Grammy, chamou atenção a animação de Yoko Ono, dançando TODAS as músicas ao lado filho Sean Lennon. Já na categoria Melhor Benzadeus, a coluna destaca a cantora PINK, que fez uma apresentação acrobática pendurada em um balanço sobre o público (foto), e as intérpretes country TAYLOR SWIFT (que parecia uma Joana d’Arc com um vestido Gucci lembrando uma cota de malha metálica) e KACEY MUSGRAVES — usando uma minissaia tão curtinha que a moça teve que segurar o paninho atrás para não revelar o forévis quando subiu no palco para receber um prêmio.

beyonce

Mas o troféu de beldade da noite ficou novamente com BEYONCÉ (foto). A desbundante cantora abriu a noite em uma interpretação caliente de Drunk in Love, ao lado do sortudo marido, o rapper Jay Z.

Hey, Julia

paul e julia

E Paul McCartney aproveitou os bastidores do Grammy, quando os artistas relaxam e confraternizam juntos, para tirar uma casquinha da atriz JULIA ROBERTS (foto). Sempre uma linda mulher, né, Sir Macca?

* Crédito das fotos: AFP

O beat de Fattoruso

03 de janeiro de 2014 0

1552291_10202068377963710_1965850332_o

Um dos maiores músicos latino-americanos da atualidade, o uruguaio HUGO FATTORUSO fez dois shows lotadaços no dia 27 de dezembro em Montevidéu. Nas apresentações no vetusto Teatro Solis, o pianista e tecladista homenageou os Beatles e relembrou seus tempos de Los Shakers — grupo pioneiro do rock uruguaio, que formou em 1963 ao lado do irmão, o genial baterista Osvaldo Fattoruso (1948-2012).

Durante o espetáculo, chamado “FattorusoBeat”, Hugo recebeu convidados especiais como o cantor JULIANO BARRETO (ambos na foto acima). A participação do intérprete gaúcho, dono de uma bela e potente voz, levantou o teatro — e foram tantos aplausos que a dupla teve que bisar a música.

Beck grava versão de John Lennon para coletânea romântica

02 de janeiro de 2014 0

beck

O cantor Beck divulgou a versão que fez para Love, de John Lennon. A música original faz parte do álbum John Lennon/Plastic Ono Band (1970), estreia solo do compositor após a separação dos Beatles. A versão de Beck, que é mais psicodélica e melancólica, está na coletânea Sweetheart 2014 — na qual nomes como Vampire Weekend, Fiona Apple e Ben Harper regravam suas canções de amor preferidas. O disco estará disponível no iTunes em fevereiro.

Confira como ficou a versão de Beck para Love:

História do quinto Beatle chega ao cinema

05 de dezembro de 2013 0

5beatle

Brian Epstein (1934-1967), produtor dos Beatles e um dos responsáveis pelo sucesso da banda, terá sua vida retratada em longa-metragem. A história de Epstein já foi contada na graphic novel The Fifth Beatle, que será adaptada ao cinema. O HQ da editora Dark Horse foi escrita por Vivek J. Tiwary, produtor da Broadway que já adaptou para os palcos o disco American Idiot, do Green Day. Tiwary cuidará do roteiro e da produção do filme. A direção ficará a cargo de Peyton Reed — responsável por filmes como Sim Senhor (2008) e Abaixo o Amor (2003).

O filme abordará a verdadeira história não contada de Epstein, que descobriu os Beatles, garantiu o primeiro contrato de gravação do grupo e foi zombado quando disse ao mundo que a banda seria maior do que Elvis Presley. Ele guiou os rapazes de Liverpool para o estrelato global sem precedentes. Apesar do sucesso de Epstein como empresário musical, o chamado “quinto beatle” morreu de overdose aos 32 anos sendo um jovem solitário e depressivo.

Segundo o Deadline, as filmagens começarão em 2014. Será o primeiro longa a garantir por contrato os direitos de usar as músicas do catálogo dos Beatles. Por enquanto, não há data de estreia definida.

Ringo Starr se reúne com fãs que fotografou há 50 anos

26 de novembro de 2013 0

RINGO-AND-THE-FRIE_2745648b

Cinco fãs americanos de Beatles, que foram fotografados por Ringo Starr durante a primeira turnê da banda nos EUA, finalmente encontraram seu ídolo quase 50 anos mais tarde.

Os amigos se reuniram no mês passado, depois de responder o apelo do baterista para obter informações sobre os adolescentes que ele capturou em uma foto, no aeroporto JFK de Nova York, em fevereiro de 1964. Ringo registrou a imagem pela janela de sua limusine na ponte George Washington.

RINGO-FANS_2714508b

Suzanne Rayot, Gary Van Deursen, Robert Tot, Arlene Norbe — os quatro com 66 anos — e Charlie Schwartz, 67, recriaram a foto com o beatle. Matt Blender, que está escondido nas sombras do canto superior direito da imagem original, faleceu em 2011. Eles eram estudantes de Nova Jersey em 64 e mataram aula para assistir um show dos Beatles em Las Vegas.

beatles-fans_2716313b

O registro está na página central do livro Photograph, antologia fotográfica de Ringo lançada este mês.

Império da Lã reinaugura tradição de Domingo no Parque

29 de outubro de 2013 0
Império da Lã - crédito: Christian Jung

Império da Lã – crédito: Christian Jung

O Império da Lã teve a honra de ser convidado para estrear o projeto Domingo no Parque, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura em parceria com várias produtoras, instituições, associações e artistas gaúchos. O objetivo é apresentar espetáculos de qualidade, com entrada franca e que ajudem no desenvolvimento da nossa produção artística local. Além disso, a ação ainda visa resgatar e celebrar a tradição domingueira de espetáculos à tarde no Auditório Araújo Vianna.

Para esta domingueira, a formação escalada é Pedro Petracco (dos Cartolas) na bateria; Chico Bretanha (da Groove James) na guitarra; Jojô (Lunes) no contrabaixo; Chico Paixão (da Funkalister) na guitarra e Carlinhos Carneiro (Bidê ou Balde) nos vocais e mestre de cerimônias. Ainda estarão acompanhados de um naipe de metais formado por Anjinho do Trompete e Serginho do Trombone (ambos da The Brothers Orchestra).

A empreitada terá a participação dos grandes parceiros e cavaleiros imperiais Luis Henrique “Tchê” Gomes (TNT), Frank Jorge, Hermes Aquino, Duda Calvin (Tequila Baby), Adriana Deffenti, Fabrício Beck (Vera Loca), Luciano Albo, Dingo Bells, Rafael Malenotti (Acústicos & Valvulados) e Gustavo Telles. No repertório do espetáculo estarão músicas das carreiras dos convidados e um imenso passeio por canções que já foram defendidas por nomes como Beatles, Frank Sinatra, Roberto e Erasmo Carlos, Queen, Ramones, Stevie Wonder e muitos outros.

SERVIÇO:

Dia 03/11
No Auditório Araújo Vianna
às 18h (abertura dos portões às 17h)
Entrada Franca – Distribuição de ingressos na bilheteria do Auditório a partir das 14h

Abraço Exagerado

26 de outubro de 2013 0
Leoni e Maria Gadí - crédito: Diego Marcel

Leoni e Maria Gadí – crédito: Diego Marcel

Uma das características do BANCO DO BRASIL COVERS é promover encontros bacanas como o da foto ao lado: LEONI abraçando MARIA GADÚ nos bastidores do show da cantora em Natal, em setembro. O ex-Kid Abelha é parceiro de Cazuza em Exagerado – uma das canções mais conhecidas do artista e que faz parte do repertório do show que Gadú vem apresentando pelo país em homenagem ao cantor e compositor.

Já Leoni participa do projeto com a trupe que interpreta canções dos Beatles – ao lado dos amigos Dado Villa-Lobos, Liminha, Toni Platão e João Barone. O Banco do Brasil Covers, que reúne apresentações de grandes artistas em homenagem aos seus ídolos, conta ainda com shows em que Zeca Baleiro celebra a obra de Zé Ramalho.

Aqui em Porto Alegre, os shows vão rolar de 6 a 8 de novembro, no Teatro do Sesi, sempre às 21h.

João Barone em versão Ringo Starr

25 de outubro de 2013 0
João Barone - crédito: Helder Tavares

João Barone – crédito: Helder Tavares

Baterista do Paralamas do Sucesso, João Barone está tão empolgado com os shows do Banco do Brasil Covers, em que interpreta o repertório dos Beatles ao lados dos amigos Dado Villa-Lobos, Toni Platão, Leoni e Liminha, que resolveu soltar a voz e cantar pela primeira vez em público. A música escolhida não poderia ser outra: “Octopus’s Garden”, escrita e imortalizada por Ringo Starr no álbum Abbey Road.

O projeto, que reúne apresentações de grandes artistas em homenagem aos seus ídolos, conta ainda com Zeca Baleiro celebrando Zé Ramalho e Maria Gadu interpretando Cazuza. Em Porto Alegre, os shows acontecem de 6 a 8 de novembro, no Teatro do Sesi.

Paul McCartney lança clipe com Johnny Depp e outras estrelas do cinema

24 de outubro de 2013 0
Paul McCartney - crédito: Justin Talles

Paul McCartney – crédito: Justin Talles

Jude Law, Meryl Streep, Kate Moss, Johnny Depp, Jeremy Irons e James Corden estão no clipe de “Queenie Eye“, música do álbum mais recente de Paul McCartney, intitulado New. Com produção de Mark Ronson, o disco conta ainda com a participação de Giles Martin, Paul Epworth e Ethan Johns – da banda Kings of Leon. Mas vamos ao que interessa. Confira o novo clipe do eterno Beatle:

Festa de Dia das Crianças no Clube Silêncio

08 de outubro de 2013 0
Liege Massi e Mariana Kircher - crédito Gil / Clube Silêncio

Liege Massi e Mariana Kircher – crédito Gil / Clube Silêncio

12 de outubro é Dia da Criança, e como não poderia deixar de ser, tem festa NO HAY BANDA no Clube Silêncio (João Alfredo, 449). Celebrando a data, rodadas de docinhos são garantidas para repor as energias. Bandas como The Kills, Rolling Stones, Blur, Black Keys, Supergrass, Beatles, Rita Lee, Mutantes, Happy Mondays, Cure, Clash, Blondie, Ramones, Marvin Gaye, Pink Floyd, David Bowie, Two Doors Cinema Club e muitas outras animam a noite da “criançada”.

No line up: Mariana Kircher, Liege Massi, Jade Primavera e Eduardo Normann. Os ingressos custam R$25. E para que ninguém fique desidratado, cerveja em dobro até a 1h.

Vai Cantar o Que, Meu Filho?

04 de setembro de 2013 0

Foto Divulgação Internacional - Maria Gadú

Está aberta até sexta-feira a pré-venda de ingressos para o projeto Banco do Brasil Covers – que levará a cinco capitais uma série de shows em que Maria Gadú interpreta Cazuza, Zeca Baleiro canta Zé Ramalho e uma superbanda formada por Dado Villa-Lobos, João Barone, Leoni e Toni Platão reverencia o repertório dos Beatles. A venda exclusiva para clientes Ourocard rola no site www.ingressorapido.com.br – a partir do dia 9, as entradas serão disponibilizadas para o público em geral, neste mesmo endereço na internet.

Zeca Baleiro _crédito foto Gal Oppido

Em Porto Alegre, as apresentações serão no Teatro do Sesi, entre os dias 6 e 8 de novembro. A Contracapa adianta em primeira mão três músicas que estarão nos repertórios de Maria Gadú e Zeca Baleiro: de Cazuza, ela cantará O Tempo Não Para, Eu Queria Ter uma Bomba e Quando Eu Estiver Cantando; de Zé Ramalho, ele vai interpretar Vila do Sossego, Rei do Rock e A Terceira Lâmina.

Serviço

Porto Alegre (RS) _ Teatro Sesi
06/11 (qua), 21h _ Dado Villa-Lobos, João Barone, Leoni e Toni Platão cantam e tocam Beatles
Convidados especiais: André Frateschi, Marjorie Estiano, Paulo Miklos e Sandra de Sá
Direção musical e baixo: Liminha

07/11 (qui), 21h _ Zeca Baleiro canta Zé Ramalho

08/11 (sex), 21h _ Maria Gadú canta Cazuza

Eles Vão Na Cover

16 de agosto de 2013 1

Leoni, Toni Platão, Dado Villa-Lobos, João Barone e Liminha - crédito Daryan Dornelles

A turma da pesada aí da foto reuniu-se para homenagear a melhor banda de rock de todos os tempos. LEONI, TONI PLATÃO, DADO VILLA-LOBOS e JOÃO BARONE, acompanhados do baixista e diretor musical LIMINHA, vão tocar os sucessos dos BEATLES em um espetáculo que vem a Porto Alegre em novembro.

O espetáculo integra o projeto Banco do Brasil Covers, em que grandes nomes da música brasileira interpretam o repertório de seus compositores prediletos. São três shows inéditos, idealizados e dirigidos pela produtora e cineasta Monique Gardenberg, que serão apresentados em cinco cidades brasileiras até o final do ano.

A capital gaúcha receberá a turnê de 6 a 8 de novembro, no Teatro do Sesi. A primeira apresentação por aqui será desse time de nomes emblemáticos do rock brasileiro, acompanhado ainda de convidados tri especiais: André Frateschi, Marjorie Estiano, Paulo Miklos e Sandra de Sá.

Os outros dois shows da função também promovem casamentos musicais bacanas: Zeca Baleiro canta Zé Ramalho no dia 7 de novembro, enquanto Maria Gadú interpreta Cazuza no dia 8. As vendas regulares de ingressos começam no dia 9 de setembro, ok?

Agenda do projeto:

06/11 (quarta), 21h – Dado Villa-Lobos, João Barone, Leoni e Toni Platão cantam Beatles
Convidados especiais: André Frateschi, Marjorie Estiano, Paulo Miklos e Sandra de Sá

07/11 (quinta), 21h – Zeca Baleiro canta Zé Ramalho

08/11 (sexta), 21h – Maria Gadú canta Cazuza

Nada além do álbum Branco dos Beatles

01 de agosto de 2013 1

Rutherford Chang é um colecionador, um tanto quanto, peculiar. Fã dos Beatles, o cara faz coleção exclusivamente do álbum White (Branco), em vinil. Detalhe: tem de ser da primeira prensagem.

Rutherford ostenta sua coleção na Recess gallery (New York), com a exposição “Nós compramos os álbuns Branco“.

“Minha coleção de álbuns Branco está em exibição na Recess, um espaço de arte-loja no SoHo. É configurado como uma loja de discos com os álbuns organizados em caixas por número de série, e os visitantes são convidados a procurar e ouvir os registros. Só que, ao invés de vender os álbuns, estou comprando mais. Eu tenho atualmente 693 cópias”, afirma o colecionador.

Derico toca Beatles

30 de julho de 2013 0

O “assessor para assuntos aleatórios” do entrevistador Jô Soares virá a Porto Alegre agora em agosto. O saxofonista DERICO SCIOTTI (foto) vai se apresentar no próximo dia 8/8, às 21h, no Sgt. Peppers (Rua Quintino Bocaiúva, 256).

O integrante da banda do Programa do Jô traz o show Derico Sciotti e Corações Solitários – Beatles Instrumental. O repertório é composto de clássicos dos quatro cabeludos de Liverpool em versões originais e de jazzistas como Eric Marienthal, Warren Hill e Sonny Rollins.

Álbum Marrom para download

05 de junho de 2013 0

Os Torto lançaram novo disco, batizado de “Álbum Marrom” em referência ao álbum branco dos Beatles. Segundo a banda, a diferença é que este CD é originado de uma verdadeira cagada. Para escutar e baixar o novo som dos caras, acesse o site d’Os Torto.

O trabalho traduz um quê de sem noção dos rapazes, convertido em uma “punkadaria” feita para balançar o esqueleto e desmanchar o cabelo moicano durante o pogo. São 12 faixas que agradarão aos fãs do punk rock da velha escola – com influências de Toy Dolls e Ramones.

O Álbum Marrom foi gravado nos estúdios Hill Valley, Music Box e Marquise 51 em abril de 2010. Mixado e masterizado no estúdio por Davi Pacote. O disco ainda conta a participação especial dos músicos convidados: Azzolini no trompete e Roni Cash no saxofone.

Objetos de Amy Winehouse, Lady Gaga e Elvis Presley foram leiloados

25 de junho de 2012 0

Quase mil artigos de nomes da música e do esporte foram leiloados pela casa Julien’s Auction, em Los Angeles. Objetos pertencentes a nomes como Amy Winehouse, Lady Gaga e Elvis Presley e também dos Beatles estavam entre os vendidos.

No caso de Amy Winehouse, o vestido usado no clipe Rehab , o famoso quimono laranja foi vendido por mais de US$ 34 mil.

O conjunto preto e branco que Lady Gaga usou para um ensaio para a revista Vogue de março 2011, foi negociado por mais de US$ 28 mil.

Quando a casa anunciou o leilão, entre os objetos que constavam na lista estava a cripta e o direito de ser enterrado no mesmo local que Elvis Presley, no cemitério Forest Hills. No entanto, a venda foi suspensa até que o cemitério tenha um plano que atenda melhor os interesses dos fãs e que respeite a memória do rei do rock.

Elvis foi sepultado no Forest Hills, ao lado de sua mãe e dois meses depois foi transferido para Graceland, a mansão do cantor em Memphis. Desde então, a cripta está vazia.

Mas, mais de 40 objetos foram leiloados, como o seu telefone pessoal e um colar de ouro de 14 quilates com as suas iniciais.

Um par de sapato de Michael Jackson e calçados usados pelo astro do basquete Michael Jordan também estavam entre os itens vendidos.

A roupa usada por John Lennon no filme A Hard Day’s Night, assim como outros objetos dos Beatles.


Muppets in concert

04 de julho de 2011 0

Os fantoches carismáticos do Muppets Show aparecem agora em versão musical.
Com o lançamento do filme Os Muppets, previsto para novembro nos Estados Unidos, foi anunciada uma coletânea com vários artistas bacanas homenageando músicas antigas dos bonecos, batizada de The Green Album.
O título, uma brincadeira com o The White Album dos Beatles, conta com participações da banda Weezer e Hayley Williams (vocalista do Paramore), que cantam juntos na canção The Rainbow Connection.

The Green deve chegar às lojas em 23 de agosto. Confira a tracklist:

1 – OK Go – The Muppet Show Theme
2 - Weezer e Hayley Williams (Paramore) – The Rainbow Connection
3 - The Fray – Mahna Mahna
4 – Aklaline Trio – Movin’ Right Along
5 – My Morning Jacket – Our World
6 – Amy Lee – Halfway Down the Stairs
7 – Sondre Lerche – Mr. Bassman
8 – The Airborne Toxic Event – Wishing Song
9 – Brandon Saller (Atreyu) e Billy Martin – Night Life
10 – Andrew Bird – Bein’ Green
11 – Matt Nathanson – I Hope That Somethin’ Better Comes Along
12 - Rachael Yamagata – I’m Going to Go Back There Someday

Ringo Starr em Porto Alegre

28 de junho de 2011 0

Depois de receber Sir Paul McCartney, quem desembarca em Porto Alegre é Ringo Starr e a sua All Starr Band.
A passagem pelo Brasil terá sete apresentações do ex-beatle, começando pela Capital
(Gigantinho, no dia 10 de novembro), São Paulo (Credicard Hall, 12 e 13 de novembro), Rio de Janeiro (15/11, no Citibank Hall), Belo Horizonte (16/11, em Chevrolet Hall), Brasília (18/11, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães) e, para encerrar, Recife (20/11, Chevrolet Hall).

Então se liga: a pré-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners começa em 11 de julho e vai até o dia 17 do mesmo mês. A partir de 18 de julhio o restante do público poderá comprar ingressos pelo telefone 4003-5588, pelo site www.ticketsforfun.com.br e em pontos de venda. As informações referentes aos valores e locais para aquisição das entradas serão anunciadas em breve.

Paul McCartney piadista

17 de junho de 2011 0

Muito descontraído este Paul McCartney. Em entrevista à rádio britânica Absolute Radio, o cantor e compositor foi questionado por que Ringo Starr ainda não ter o título de “Sir”. Olha a resposta:

Bom, não olhe pra mim. A última vez que fui visitar a rainha ela não estava. Senão eu teria aparecido e dito: ‘veja bem, meu amor, que tal Sir Richard Starkey (nome verdadeiro de Ringo)?’”, disse.

Macca ainda aproveitou para cutucar o apresentador Bruce Forsyth (foto acima), que recebeu a honraria recentemente.
“Acho que já está na hora (de Ringo ganhar o título de ‘Sir’), mas a rainha provavelmente estava ocupado com o Sir Brucie”, afirmando que ninguém esperava ver Forsyth virar Sir antes de Ringo.

Mas o encontro não foi só descontração. Na mesma entrevista, Paul comentou sobre os Beatles e afirmou que seu fim foi um desejo de John Lennon.

Eu, George e Ringo basicamente dissemos: ‘tem que ser mesmo o fim? Não podemos fazer alguns shows e pensar nisso depois?’ Mas John estava indo embora com Yoko e dizendo: ‘não, não, isso é ótimo. Me sinto livre’. Então esse foi o fim”. afirmou o músico.

Feliz dia dos namorados!

12 de junho de 2011 0

12 de junho, dia dos namorados no Brasil. Para comemorar esta data tão bonitinha vamos compartilhar a história de amor de vários casais rock´n´roll. Entre um vício em drogas aqui, um soco na cara ali, veja a porção de Romeu e Julieta dos pombinhos abaixo:


Johnny e June
É proibido falar em histórias de amor sem citar Johnny Cash e June Carter, provavelmente uma das maiores epopéias romântica do rock. Já famoso e viciado em drogas, Johnny se apaixona por June Carter, a maior estrela country dos EUA, na época. June também se apaixona por Johnny, mas a primeira mulher do cantor, Vivian (Ginnifer Goodwin), o segundo casamento de June e a crescente dependência de Johnny a drogas e bebida os mantêm afastados por muitos anos.
Em turnês com Elvis Presley e Jerry Lee Lewis, a paixão de Johnny e June Carter resiste por quase uma década, mesmo depois do divórcio de June. Quando June decide finalmente ficar com Johnny, a vida de Mr. Cash chega ao fundo do poço com problemas financeiros de saúde e sua prisão. Mesmo assim, ficaram juntos por 35 anos.



Paul e Linda
Em 67, Paul McCartney conheceu  a fotógrafa Linda Eastman, numa festinha em Londres. Não demorou muito para os dois começarem um relacionamento e se casarem. Após a separação dos Beatles, Linda não quis saber de ficar em casa, e se tornou parte da carreira de McCartney. Participou dos Wings e tocou piano em shows e discos solos de Paul. Ficaram juntos e felizes até a morte de Linda, vítima de câncer.



Sid e Nancy
O casal é uma versão punk de Romeu e Julieta. Sid Vicious já era baixista dos Sex Pistols quando conheceu Nancy Spungen, que era groupie de bandas como Aerosmith, The New York Dolls e Ramones. O namoro durou só 11 meses, mas foi o suficiente pra devastar a vida de ambos. Além do abuso de heroína, Sid deixou a banda para viver em Nova York com a amada. Em 1978, aos 20 anos, Nancy foi encontrada morta a facadas no banheiro do quarto de hotel em que moravam. No ano seguinte, Sid morre de overdose de heroína, aos 21 anos de idade.


John e Yoko
John Lennon conheceu a artista plástica japonesa Yoko Ono em 68, e em 20 de março de 1969 já se casaram. A relação, segundo a lenda, foi a responsável por acabar com os Beatles.  Verdade ou não,  eles permaneceram inseparáveise em campanhas pela paz, contra a guerra do Vietnã e por mudanças sociais que ganharam notoriedade e divulgaram os ideais da contracultura hippie até a morte do músico, em 8 de dezembro de 1980.


Kurt Cobain e Courtney Love
A versão grunge do casal Sid e Nancy.  Esta é mais ou menos uma definição para o caso de amor entre Kurt Cobain, guitarrista, vocalista do Nirvana, e Courtney Love, do Hole. Eles se conheceram quando Courtney ainda namorava o vocalista dos Smashing Pumpkins, Billy Corgan. Após um namorico, Kurt e Courtney casaram-se em 92 e naquele mesmo ano nasceu a filha, Frances Bean Cobain. Afundados pelo uso de heroína e empilhando overdoses, o casal estava afastado quando Kurt suicidou-se com um tiro na cabeça, em 1994. Há teorias que afirmam que a morte foi homicídio, e apontam Courtney como responsável.

Pattie Boyd e George Harrison/ Eric Clapton
Pattie conheceu George durante as gravações de A Hard Day’s Night, dos Beatles. Apenas dois anos depois, em 66, eles se casaram. Porém, a vida de Pattie também se cruzou com a de Eric Clapton. Eric e George eram amigos íntimos, e é assim que começa uma das histórias de amor mais conturbadas da história do rock and roll. Pattie deixou George por Clapton, com quem se casou em 27 de Março de 1979, e se divorciou em 88.

Brody Dalle e Josh Homme
Um dos casais mais legais e rock´n roll. Eles se conheceram em 2003, pouco tempo depois de Brody ter se divorciado de Tim Armstrong, do Rancid. Em 2004 já namoravam quando Homme expulsou do Queens Of The Stone Age Nick Oliveri depois que ele “foi fisicamente abusivo à sua namorada”. Eles oficializaram a união em 2007, hoje estão felizes, e grávidos da segunda filha.
CURIOSIDADE: Certa feita, em uma entrevista para Conan O’Brien, Daniel Redcliff, o eterno Harry Potter, revelou que já ficou sem dormir por causa da musa do Distillers. Falou também que não devia ter se expressado dessa forma, porque agora vai ficar com medo do Josh Homme. “Soube que ele atacou um cara num pub só porque chegou para conversar com ela. Ele é grandão.”

Jack e Meg White
A intimidade da dupla que formou o White Stripes sempre foi um mistério. Quando surgiram, se chamavam de irmãos, depois foi noticiado que eles haviam sido casados. No filme Under Great White Northern, de 2010 (abaixo),  mostra que, apesar de sempre afirmar que eles são irmãos, eles foram casados no passado e que, ao que parece, a meg ainda não conseguiu superar isso.

Mick Jagger e Marianne Faithfull
Marianne era a gata do momento, e ele o príncipe da efervecente cena londrina nos anos 60. Conheceram-se numa festa e decidiram abandonar seus respectivos parceiros para irem morar juntos.
Marianne experimentou todas as drogas disponíveis enquanto acompanhava Rolling Stones, até eles adarem aquela mãozinha e a transformarem numa cantora. Quando o amor do casal Jagger-Faithfull terminou, ela não abandonou os Stones e começou um relacionamento com Keith Richards.

Nico e: Lou Reed, Jim Morrison, Brian Jones, Iggy Pop, Alain Delon e Bob Dylan e etc.
Ninguém pode dizer que a Nico não se divertiu nesta vida. A modelo, atriz e cantora alemã acabou mais famosa pelos casos que teve com músicos e artistas famosos do que pelos discos e filmes que lançaria.
Um dos mais antigos romances foi o ator Alain Delon, com quem ela teve seu Filho. A criança foi criada a maior parte do tempo por vovô e vovó Delon, já que o pai insistiu em negar sua paternidade.
Enquanto estava assinada com o selo inglês Immediate Records, ela se relacionou com Brian Jones, do Rolling Stones. Assim que se mudou para Nova York e se associou ao Velvet Underground, deu uns pegas no Lou Reed (que lhe expulsou da banda posteriormente).
Mas outros affairs aconteceram com a passagem de Nico pelos Estados Unidos, como Bob Dylan, John Cale, Jim Morrison, Iggy Pop, tudo regado a muito rock e heroína.
Nico faleceu em 88, em Ibiza, vítima de uma hemorragia cerebral.