Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Os medos de Ronaldo e Adriano

10 de abril de 2006 2

A rotina de lesões de Ronaldo/Bernat Armangue, AP
Ainda faltam dois meses para a Copa do Mundo da Alemanha, o Brasil não perdeu um milímetro do seu favoritismo, mas Carlos Alberto Parreira pode estar encurtando seu sono – e nós, brevemente, o nosso. Os dois responsáveis pelos gols da Seleção Brasileira estão encrencados. Ronaldo e Adriano não andam atuando como exemplares raros da raça dos goleadores brasileiros:

1) Ronaldo fica fora de ação por três semanas. Sofreu sua terceira lesão muscular em meio ano. Quarta, se contar também um problema sério no tornozelo que o deixou quase 30 dias fora.

 2) Adriano não ficou nem no banco da Inter na mais recente rodada do Campeonato Italiano, sábado e domingo. No quarto mês do ano, Adriano continua sem uma seqüência ideal de jogo, longe da sua melhor forma.

Parreira deve estar pensando, somando opções. Em 30 dias alguns jogadores não conseguem encontrar seu melhor futebol, mesmo com todo o aparato da Seleção Brasileira disponível.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Luis Augusto Lemos diz: 11 de abril de 2006

    Ótimo!!! Tal qual na Copa passada, o Fenômeno está desacreditado por muitos. É justamente isso que ele precisa. Não há no Mundo jogador como ele. Será hexacampeão, chuteira de ouro e condecorado como o maior artilheiro da história dos mundiais (para tanto basta marcar apenas 3 gols para superar o alemão Gerd Müller). O Fenômeno vem aí!!!

  • Rodrigo Roses diz: 11 de abril de 2006

    Parreira ja tem a equipe montada na sua cabeca, o ataque e Adriano e Ronaldo salvo alguma lesao, ate porque, nao existe ma fase que va fazer o treinador trocar de ideia. Talvez seja uma das muitas conviccoes de nosso comandante, que apoio 100%. Chego a ter pesadelo de imaginar iniciar uma copa do mundo com Robinho e Nilmar no ataque por exemplo. Bato na madeira so de pensar.

Envie seu Comentário