Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Dentro de casa com Ronaldinho (1)

26 de abril de 2006 5

Diogo Olivier entre os irmãos Moreira/Arquivo pessoal / clicRBS
Você já ouviu falar de Diogo Olivier. Você já leu Diogo Olivier. Ele é um dos mais qualificados repórteres de Zero Hora. Não há no Brasil, talvez no Planeta, alguém que saiba mais sobre a carreira de Ronaldinho que Diogo. Tanto que o craque o recebe em qualquer lugar. Seja em Porto Alegre em férias, no centro do país com a camisa da Seleção Brasileira ou em qualquer lugar do mundo com o Barcelona. Foi na bela cidade catalã que Diogo foi encontrar Ronaldinho, semanas atrás. O jogador abriu as portas da sua casa. Diogo entrou e encontrou o mais famoso brasileiro dos nossos dias de calção e camiseta brincando com os cães de estimação. Depois, falaram do presente, do passado e do futuro.

90 Minutos – Você conviveu com Ronaldinho em Barcelona. Conte o quanto ele é rei Espanha.
Diogo Olivier
– É Rei mesmo. Para se ter uma idéia, basta lembrar que a torcida do Real Madrid o aplaudiu de pé no Santiago Bernabeu este ano, no primeiro clássico pela Liga Espanhola. Na Catalunha é algo difícil de descrever até. O rosto dele está em todos os lugares: caneta, ovo de páscoa, toalha, bola, diariamente nos jornais mesmo quando não dá entrevista. Pelo clube, aliás, isso é algo raro. Faz um tempão que ele não aparece nas coletivas do Barcelona após os jogos. O clube procura dar chance aos outros jogadores. Se deixar os jornalistas escolherem, só ele fala.

90 Minutos – Há um cuidado especial com o supercraque, não é?
Olivier
– Mas tem também o lado de cuidar ao máximo para não estressá-lo. O Barcelona tem jogado duas vezes por semana, pela Liga e Champions League. E antes do Barça ser eliminado da Copa do Rey, chegou a três. Aliás, aí vai uma exclusiva para o Blog 90 Minutos: o Barcelona decidiu que o Ronaldinho não joga mais pela Liga Espanhola. A ordem é poupá-lo só para a Champions. Sempre vai ter uma história antes de jogos pela Liga: pancada no treino, dores musculares. Que nada: já está decidido que será poupado.

90 Minutos – Como é o dia-a-dia do craque longe do futebol, num dia de folga, por exemplo
Olivier
– Depende. Depois de jogos, a manhã é de descanso. Agora, em ano de Copa, a tarde e começo da noite termina sendo usada  para gravação de campanhas publicitárias. Como o Barcelona o trata com todo o cuidado, liberando-o de viagens pela Espanha na Liga, sobra o fim de semana para tocar estes compromissos todos.

90 minutos – Dê um exemplo.
Olivier
– No dia seguinte à vitória sobre o Benfica, pelas oitavas, quarta-feira dia 5 de abril, ele foi a Madrid gravar um comercial da Honda com o Casillas, à tarde. Voltou à noite. No dia seguinte, além de me receber, deu entrevistas para o Canal Plus, da França, e a NHK, que está fazendo um documentário sobre ele. Entre as entrevistas, de tão cansado, pediu para dormir meia hora. Mas cumpriu a agenda com disciplina, sem reclamar de nada e no maior bom humor. O fim de semana, com a folga pela Liga, foi de descanso em casa.

90 Minutos – Ronaldinho joga futebol e seu irmão Assis cuida de tudo. Qual o real poder de Assis sobre o irmão mais jovem?
Olivier
– O Assis cuida de tudo. Tem todo o poder. Tudo passa por ele. Os direitos para o documentário japonês foram negociados diretamente por ele, por exemplo. Ele filtra tudo. Quem lida com ele admite: o Assis é um duro de negociar, com uma visão incrível para negócios. Mas gostam que seja assim. Sabem que, uma vez acertado com o Assis, será cumprido com o Ronaldinho sem chance de reversão. O Ronaldinho tem o irmão como uma espécie de herói desde a morte do pai, em 1989.

Postado por Zini

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Jose antonio diz: 15 de abril de 2008

    O reporter e os moreiras são farinha do mesmo saco ….
    Fazer o quê?
    Resta apenas lamentar que ele seja considerado um dos melhores reporteres da ZH.

  • jose luiz de castro david diz: 22 de setembro de 2008

    o ronaldinho acabou.nunca mais vai voltar a jogar um futebol que o consagrou.só pensa em festa e badalação.

  • romeu a. dienstmann diz: 18 de junho de 2008

    Os gremistas se sentem traídos pelo Ronaldo. Ele não precisava ter saído do GRÊMIO daquela forma, impedindo que o Clube tivesse a recompensa pela sua formação. Por êste motivo, êle nunca mais pisará no Olímpico e continuará a vir a POA às escondidas.

  • daniel teixeira diz: 11 de setembro de 2009

    Depois que o ingrato Ronaldinho deixou o amado Grêmio – muito mal administrado por Guerreiro e Cia. – por bananas, por falta de dinheiro, caímos para a segunda, ficamos por aí peleando com times de segunda linha. O dinheiro que deixamos de receber por sua venda, fez – e faz – muita falta ao tricolor. Nós gremistas nunca te esqueceremos, Ronaldinho, nunca. A não ser que um dia resolva doar ao clube que te criou como jogador, a fortuna que deixou de receber se te tivesse vendido por quantia justa.

  • colorado diz: 15 de janeiro de 2009

    Eu imagino a preocupação dos dois com o GFPA…hein???

    HAHAHAHAHAHAHAHA

Envie seu Comentário