Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Champions League: 180 minutos, dois gols

23 de abril de 2008 3

Cristiano Ronaldo tira do goleiro e da goleira a bola do pênalti perdido/Manu Fernandez, AP
O melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo, perdeu um pênalti logo aos três minutos de jogo e mudou a história de Barcelona e Manchester United. O 0 a 0 ficou bem, justo, assim como o 1 a 1 entre Liverpool e Chelsea, 24 horas atrás na Inglaterra.

Nos jogos da volta, semana que vem, tudo será diferente. Não será permitido errar duas vezes, perder um pênalti ou marcar um gol contra (pró-Chelsea) nos descontos. Ainda fico com uma final inglesa na Champions League, Manchester United e Liverpool, sua terceira decisão em três anos na competição continental.

O Barcelona dominou o jogo. Teve mais posse de bola, mas bola nó pé não significa chance de gol. Viva, viva não teve uma só em 90 minutos.

Messi voltou ainda fora de forma (jogou 61 minutos), Deco também e Eto%27o não tem mais o supergarçom Ronaldinho nas proximidades. Iniesta fez um bom jogo, mas é pequeno demais para envolver o United.

Os ingleses fizeram uma das suas piores partidas dos últimos meses. Erraram quase todos os passes e lançamentos. Todas as suas individualidades estiveram abaixo da média, apenas a marcação firme funcionou.

Em Old Trafford, a história será outra, o United será mais ofensivo, com um time mais hábil no toque de bola e deve ganhar o jogo – se a lógica pisar na grama.

Vi Thierry Henry entrar no segundo tempo e assisti um jogador decadente, que não consegue fazer uma só grande jogada, lance, partida com a camisa do Barcelona.

Parece que ele murchou, se transformou num jogador comum, apenas num bom chutador que joga de lado para o gol. Não é mais aquele exuberante homem de frente do Arsenal. Ah, não é mesmo.

Sua última chance será terça-feira que vem em Manchester. Só o título da Champions salva o Barcelona. No Campeonato Espanhol seu time já foi enterrado. Perdeu a temporada, boa parte graças ao desiteresse de Ronaldinho, que ganhou salário em dia, mas não trabalhou.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Jonas Rafael diz: 24 de abril de 2008

    A idade vem pra todos. Chegou pra Henry também. Sempre fui fã do cara, mas tá na cara que ele não volta mais aos melhores dias. Falando em ex-es, Crespo é outro que já foi e não volta mais.

  • Francisco diz: 23 de abril de 2008

    Que joguinho tico tico este de Barcelona x Manchester United. O “puto d’oudo” Cristiano Ronaldo joga como uma mula de marcha picada. Tem habilidade, mas só em tiro curto. Perdeu todos os piques médios e longos.

  • RAFAEL NEVES diz: 24 de abril de 2008

    Zini, quando vemos um Barcelona x Manchester, mesmo 0 x 0, vemos um espetáculo de toques de bola, jogadas, trocas de passes, giro e etc, e craques mundiais. Nessa hora bate uma tristeza em voltarmos a realidade brasileira, com um futebol enfadonho, sem criatividade. O Inter e o São Paulo podem até ganhar dos europeus vez por outra, levando até 3 bolas na trave, apertado lá atrás como ratos, mas assim mesmo nem sempre o resultado prevalece como mais bonito, lembremos a seleção de 82.

Envie seu Comentário