Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Boca testa o Maracanã de Renato Portaluppi

29 de maio de 2008 16

Gigante em Avelladena, Fernando Henrique jogou a melhor partida da sua carreira/Natacha Pisarenko, AP
Depois do Botafogo dos anos 60, do Flamengo do anos 80, do Vasco dos 90, o Maracanã volta ao centro das decisões da América que chuta a bola com os pés ao lado do Fluminense. O ex-maior estádio do mundo, ícone planetário, referência do futebol brasileiro, recebe sua maior decisão em anos quarta-feira. O tricolor carioca encontra o Boca, o grande time de futebol do continente, numa decisão que está completamente aberta depois dos 2 a 2 em Buenos Aires.

 

O jogo na Argentina mostrou que o Flu teve futebol, coragem e sorte para arrancar um empate em Avellaneda – a Bombonera, elixir do Boca está interditada. Seu grande jogador foi o goleiro Fernando Henrique, além de uma zaga alta,forte, viril e competente. O time de Renato Gaúcho nunca desistiu de buscar o gol. O empate foi seu prêmio.

Mesmo que Riquelme tenha jogado uma grande partida, marcado duas vezes e realizados jogadas possíveis e impossíveis, o Boca abriu a guarda e mostrou sua defesa irregular. No segundo gol do Fluminense, o goleiro Migliori sofreu um frango histórico. A fragilidade defensiva dos argentinos anima os cariocas, que se classificam com 0 a 0 e 1 a 1. Dois a dois dá pênati como bem informam os atentos leitores.

O Boca teve as melhores chances de gol, podia ter vencido a partida, mas a noite foi do goleiro adversário. Segundo os cariocas, Fernando Henrique teve a melhor atuação da sua irregular carreira. O Boca só não ganhou com folga pela competência de FH.

Raros apostam num favorito no jogo de volta. Todos conhecem o Boca. Ele ganha superpoderes em casa, na fortaleza da Bombonera, mas joga no Exterior com absoluta tranqüilidade. Seu contra-ataque é mortal.

Vitória no Maracanã será um troféu que os argentinos exibirão por décadas em qualquer discussão sobre futebol. Prepara-se. O encontro nasce no horizonte como uma das partidas no ano no continente.

Renato Portaluppi conhece bem a Libertadores, sabe como vencê-la, entende o jogo argentino. Como jogador, seja por Fluminense, Botafogo ou Flamengo, o Maracanã foi seu. Ele foi coroado Rei do Rio nos anos 90 com jogador. Quer agora o título como técnico. Não só do Rio, mas de todo o continente. Deseja também um nome próprio como técnico de futebol.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (16)

  • Fabio diz: 30 de maio de 2008

    Essa hoistória recorrente de campeão mundial de verdade ja está ficando patética. Só uma torcida em toda a América do Sul vem com este papinho furado. Pena. Fica chato para nós gaúchos em geral, que vamos ser techados de privincianos aqui em sp e no resto do país. Pior, com uma certa razão. E eu quero deixar claro que fica pior ainda pq esta foi posição oficial do clube, com anúncio em jornal e tudo.

  • TSalvatore diz: 29 de maio de 2008

    O Boca costuma jogar melhor fora de casa. Para quem não é torcedor de nenhum dois times, valeu pelo jogo em si, que foi emocionante – como jogo de Libertadores precisa ser. Abs!

  • Mateus Fera diz: 29 de maio de 2008

    2×2 não Zini, esse resultado dá penaltis…

  • INTER GRANDE DO SUL diz: 29 de maio de 2008

    POR ISSO QUE ELE GOSTA DE SER CHAMADO RENATO CARIOCA…

  • Marcelo Caju diz: 30 de maio de 2008

    Como bom secador,quero que Renato tome um tombo quarta que vem e que o Boca ganhe.Não precisa ser de tres,so de um golzinho já está bom,e mandar toda aqueles pó de arroz para casa.Até agora a sorte é o decimo segundo jogador do Flu,no jogo do SP e nas semi.

  • Dirceu diz: 29 de maio de 2008

    Que troço chato esta historia de torcer pra outros times. Agente tem que torcer pro time do coração

  • Gilberto Silva diz: 29 de maio de 2008

    Bah Zini tu viu outro jogo! Na real, o Boca deu um banho de bola no Flu. Por uns 20 min. no segundo tempo, em especial, foi um verdadeiro massacre. Todos os jogadores do Flu, sem exceção, davam bico pra onde o nariz apontava. O Flu parecia time de várzea. Teve é muita sorte. No Rio terá que jogar muito (mas muuuito) mais ou torcer pra sorte não lhe abandonar! O que é possível, pois futebol tem disso tbém.

    Gilberto: Não vi outro jogo, não. Você é que anda lendo mal. Escrevi que o Boca só não ganhou com folga pela fantástica atuação do seu goleiro.

  • Daison diz: 29 de maio de 2008

    Deseja e merece né !! o Renato é um símbolo, uma motivação para qualquer jogador, não é nenhuma novidade que todos se impressionam por ele ser tão bem lembrado nos clubes onde passou, especialmente no Grêmio !! Da-lhe Portalupi, estamos do teu lado !!

  • PAULO PORTO diz: 29 de maio de 2008

    TOMARA QUE O RENATO GANHE A AMÉRICA, POIS AQUELE TORNEIO FURADO, SÍMBOLO DE AMISTOSO QUE ELE VENCEU NO JAPÃO “TOYOTA MONTADORA DE VEÍCULOS INTERCLUBES” É PIADA. MUNDIAL É FIFA, O RESTO É PIRATARIA !

  • otavio diz: 30 de maio de 2008

    A coisa anda pela hora da morte por certa banda. Anderson saiu do banco prá jogar a melhor partida já vista nos últimos anos, e que só poderia ser de ex-gremista. Mas, gozando com o equipamento alheio, agora é a vez do RENATO CARIOCA, campeão da taça toyota laranjinha turbinada. A miss Brasil é o maior título gremista deste ano.A Secco, sem conotação, é a midiática inauguradora de pijama. Tudo é Grêmio, tudo passa pelo Grêmio. Onipresente. Nada pode ser maior (mentira).ROTH NÓS TE AMAMOS!

  • Gauchinho diz: 29 de maio de 2008

    Renato Portaluppi, gaúcho e PRIMEIRO Campeão do Mundo no Sul? Tem futuro como técnico esse guri. Mas quem tem um Gabiru como ídolo e ganhou mundialito copiado pela Pifa, 98 anos depois da fundação do clube, resta torcer pelo Boca. E pelo meia boca. Abraço!

  • marco sirtori diz: 31 de maio de 2008

    2 x 2 não dá flu nada, o espertão. dá decisão nos penaltis.

  • rezende diz: 29 de maio de 2008

    Vai nessa Xuxa! Força Renato Carioca

  • Felipe diz: 29 de maio de 2008

    Vamo Renato!
    A torcida gremista esta contigo eternamente!

  • Jonathan Colla diz: 29 de maio de 2008

    Renato foi coroado rei do RJ nos anos 90 e não 80, após azer gol de barriga na decisão contra o Fla…

  • Romualdo diz: 30 de maio de 2008

    Ao Paulo Porto lá de baixo, que chamou o Mundial de Clubes do Grêmio de pirataria: Meu amigo, as CÓPIAS copiam (o nome já diz) o ORIGINAL, e não o contrário. QUEM VEIO PRIMEIRO É O ORIGINAL, QUEM VEIO DEPOIS É CÓPIA! CAMPEÃO PIRATA SÃO VOCÊS, TANTO QUE A FIFA, ENVERGONHADA, MANDOU TIRAR O NOME DELA DO BEIRA-Rio

Envie seu Comentário