Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Inter procura a receita da vitória no Beira-Rio

20 de agosto de 2008 9

Provocador, habilidoso, polêmico, bom de bola, mesmo caindo mais do que o normal, Valdívia, pelo menos, está fora do jogo entre Inter e Palmeiras. Ele decidiu enriquecer no Oriente (nada contra), esconder-se, sumir por uns tempos no futebol árabe.

Vanderlei Luxemburgo, que tem um aproveitamento de apenas 30% fora do Parque Antártica, nem lamentou a partida do seu melhor jogador. Passou imediatamente o cetro de estrela ao ex-gremista Diego Souza, outro tipo de jogador, menos hábil, com mais força, um meia-atacante com corpo de zagueiro.

Diego Souza foi anunciado como o grande reforço de 2008 e o drible no Grêmio, na hora da contratação, foi festejado como gol em São Paulo.

 

Com a dupla, nem sempre lado a lado, o Palmeiras escalou tabela e olha todos os outros 19 em terceiro lugar, ao contrário do distante 12º do Colorado. Os paulistas são inimigos do Grêmio pela ponta (sete pontos de distância), sim senhor, mas também não deixam de ser adversários do Inter por uma vaga na Copa Libertadores da América, distante, mas ainda possível de ser alcançada.

Distante oito pontos do G-4, (três vitórias e mais algumas doses de sorte), o Inter troca de time pela enésima vez, motivado por lesões, suspensões e jogadores fora de forma.

Para alívio da nação vermelha, volta Alex, seu melhor jogador da temporada. Para a curiosidade, Tite escala quatro jogadores entre 11, Gustavo Nery, Guiñazu, Alex e D`Alessandro, de pé esquerdo. Promove a volta de Magrão, deixa Nilmar mais uma vez como um ente isolado no ataque.

O Inter espera um D`Alessandro mais adaptado e mais jogador, o que ele pode ser, fácil, um Alex renovado, um Nilmar calibrado, um Bolivar mais seguro (será que pode?) e uma torcida paciente, sem tocar nos 4 a 0 do último domingo.

A vitória é o único elixir capaz de revigorar os fãs no Estádio Beira-Rio. Qualquer outro resultado provoca ira coletiva. O tamanho da fúria, em caso de mau resultado, é que é imprevisível.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • colorada diz: 20 de agosto de 2008

    os azul bebe estao muito faceiros o gremio é cavalo paraguaio que nem o flamengo .. ta mas pra santos (peixe) que nada nada e morre na praia.

  • Cesar diz: 20 de agosto de 2008

    Zini, o que você acha da campanha para o Dunga treinar o Inter no ano do centenário???
    Seria muito legal para os moranguinhos a campanha “fica Clemer” e “vem Dunga”.
    Um abraço.

  • João Umberto diz: 20 de agosto de 2008

    Hoje a casa cai…

  • tricolor diz: 20 de agosto de 2008

    O mau resultado é previsivel sim, eles apenas continuarão caindo na tabela e arrumando desculpas de que “o campo é grande”…

  • Toninho diz: 20 de agosto de 2008

    Impressão minha ou só mambira gremista é que se manifesta nesse blog?

    A pergunta que não quer calar é cadê a taça do primeiro turno????

    Sim! Porque em 2008 o único caneco da dupla é o do Inter.

  • Marcos Engler diz: 20 de agosto de 2008

    EM 100 DIAS OS VENTOS MUDAM, O FRIO SE VAI, O CALOR CHEGA, E AS PERNAS FICAM FRACAS E QUEM TEM PERNAS DA MESMA QUALIDADE PARA REPOR? E QUE Ô TIVER SIM, ESTE SIM, SOBREVIVERA! VAMOS DEIXAR O CAMPEONATO ANDAR…

  • evandro diz: 24 de agosto de 2008

    Zini! Voltei neste post para seguir minha opinião: Apesar do Tite estar no Beira-Rio desde 14/junho, hoje, contra o FLamengo, ao tirar Alex, colocou Adriano, já que ele (Tite), acha que os dois são atacantes. Sigo achando q Tite não conhece as características do seu plantel e, conseqüentemente, dificilmente conseguirá implantar um esquema.

  • Chora Inter diz: 20 de agosto de 2008

    Zini,

    tô procurando o CARROSSEL do Inter?? Cadê?

    Isso pra mim é CALHAMBEQUE!!

    e o que dizer do Centenário deles??
    vai ser CENTENADA 2007 né?! só pode…

    e manda um abraço pra Cassi Eller..digo..digo D Alessandro!

    um abraço Zini

  • evandro diz: 20 de agosto de 2008

    Sobre o título de teu post… Imagina-te numa civilização desconhecida: Presumes que é a hora da comida pois todos sentam numa roda e põem-se, com os dedos, a cavarem a terra e dela extraírem algo q levam à boca. A fome te faz repetir o gesto dos teus anfitriões, mas cavas, cavas, cavas, e só encontra insetos que, por desábito, rejeita. A mim, parece que Tite não reconhece o sabor, cheiro, viscosidade ou, enfim, a característica, dos ingredientes – como, então, ele encontrará a receita???

Envie seu Comentário