Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Edinho fica no banco, Tite quer Magrão, bom passe

23 de agosto de 2008 9

Edinho, o nome causa desconforto de um lado, elogios no outro extremo. Edinho é o nome em questão no Beira-Rio do final de agosto. Ele vive entre os aplausos e as vaias. Parece que os problemas do Inter começaram com um dos seus guerreiros, o que é um exagero, uma inverdade.

 

Contra o Flamengo, depois de muito tempo, o volante de extrema contenção vai assistir a grande partida dominical acomodado no sempre desconfortável banco de reservas. Magrão ocupa seu posto. Edinho era titular desde 2004. É um dos líderes do grupo, dos que ficaram, dos que chegaram.

Tite ouviu os críticos, fechou os ouvidos aos defensores. Edinho foi seu primeiro capitão, depois a braçadeira foi estendida ao sempre criticado goleiro Clemer.

Pergunte aos homens de defesa que eles querem como guarda-costas? Eles vão dizer em coro: “Edinho”.

Repita a questão aos homens de ataque e talvez a resposta rápida não seja a mesma.

Edinho se completa como homem defensivo. Na armação, ele falha. Edinho é atleta de uma função só, a defensiva, na qual molha a camiseta como ninguém, correndo por todos os lados, não escolhendo bola, não vendo jogada ruim ou perdida.

Certos técnicos, como Abel Braga, o colocam nas nuvens. Outros, como Tite, preferem um volante que saiba jogar, homem de múltiplas funções, como Magrão, que dá o carrinho, mas passa bem e até penetra na área adversária com alguma facilidade.

Edinho está longe, distante, de ser um volante desprezível, que só chega junto, às vezes forte demais. Não, pelo contrário. É um jogador útil. Mas é menos jogador do que Magrão, em forma, e muito menos do que Guinãzu.

Jogar com Edinho, Magrão e Guiñazu é um desperdício, quando se tem Alex, D’Alessandro e Daniel Carvalho, magro, mais três zagueiros, apesar da má fase de Bolivar, ao alcance da mão.

Pela primeira vez em meses, desde que Tite passou a usar abrigo vermelho, o Inter repete seu time. O que é a melhor notícia desde os 4 a 1 contra o badalado Palmeiras do abalado Diego Souza. Ao escalar seus 11 favoritos, Tite mandou Edinho ao banco. Sinal de que ele quer um meio-campo capaz de jogar uma bola mais fina, acertar mais os passes, capaz de alcançar o pedaço de gramado adversário com mais qualidade.

Magrão e Guiñazu avançam naturalmente e deixam os zagueiros mais vulneráveis, menos protegidos. É o preço de um esquema mais ofensivo, destinado a usar D’Alessandro, Alex e Nilmar juntos.

Mas tenha certeza, se a defesa sentir os dribles dos velozes atacantes adversários, Edinho será chamado outra vez. Ele é o melhor caçador de atacantes adversários que o Inter dispõe no momento. A bola sofre, mas o cara com a outra camisa respeita.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • Rafael diz: 24 de agosto de 2008

    Caro Zini, E o Roseinei? Ele não é volante também? Tudo bem, está sendo escalado na ala, porém, não sabe jogar por ali e acaba caindo para o meio e fazendo uma função quase que de volante. O time fica torto (como se viu contra o Palmeiras), mas nunca frágil na defesa. O Palmeiras teve pouquíssimas chances de arramatar contra o gol colorado. Já o Inter, teve um mar de oportunidades. Será que com o Edinho em campo teríamos tantas chances? Será que a bola chegaria no ataque? Ou seriam chutões????

  • Derli Moreira da Silva diz: 25 de agosto de 2008

    Eu disse dia 21. Timinho x timeco = empate

  • Idelmo diz: 24 de agosto de 2008

    Foram-se alguns e ficaram outras figuras ultrapassadas! Clemer continua das suas digna do Exercito Brancaleone…
    Ate quando ficaremos a merce desse mediocre goleiro e dos mercadores=dirigentes do Inter venderam o Renan e o Iarley — que inteligencia!!!!!!!!!!

  • laert diz: 24 de agosto de 2008

    As botinadas ficaram APENAS por conta do argentino Guiñazu, que as distribuiu a vontade contra o Palmeiras. Tem jogador confundindo raça e aplicação em campo, com pancada. Se os juízes fossem mais atentos, jogadores com Edinho e Guiñazu, não estariam desfilando suas bordoadas em campo, com tanta disposição. Mesma coisa vale para aquele Kleber, do Palmeiras, que tem demonstrado coisa pior, ou seja , mau carater e deslealdade com seus companheiros de profissão…engraçado que a imprensa apoia.

  • Maravalha diz: 23 de agosto de 2008

    Vamos lá Zini. Força. O Grêmio precisa de novo do teu time. Se desdobrem e dêem uma seguradinha no Flamengo, ok? Grato!

  • Idelmo diz: 24 de agosto de 2008

    Foram-se alguns e ficaram outras figuras ultrapassadas! Clemer continua das suas digna do Exercito Brancaleone…
    Ate quando ficaremos a merce desse mediocre goleiro e dos mercadores=dirigentes do Inter que venderam o Renan e o Iarley — que inteligencia!!!!!!!!!!

  • Dirceu diz: 23 de agosto de 2008

    Tambem acho que nao pode ser titular, cairia bem no imortal dando aquela chegadinha junto.
    Alias no melhor estilo do meio de campo do imortal, mas as vitorias nao deixam as pessoas enxergarem.

  • laert diz: 24 de agosto de 2008

    Se o Grêmio quiser sonhar com uma vaga na Libertadores, precisará qualificar urgentemente seu elenco. Está no seu limite de rendimento.Não tem reservas à altura. Isso ficou demonstrado no Maracanã. Será que os dirigentes não vão se mexer? Time fora da Libertadores é um PREJUÍZO certo. Ou reforçam agora, na tal janela, ou se arrependerão amargamente depois. Pelo menos mais dois jogadores para serem TITULARES e o clube GANHARÁ dinheiro depois da classificação. Chega de burrice…

  • silvio jaime fernandes diz: 23 de agosto de 2008

    Olá Zini:..A repetição nos leva à acertos e à erros. Mas um trabalho bem planejado está fadado ao sucesso.Não estou ainda “empolgado” com os 4 x 1 e a escalação
    do Inter contra o Palmeiras.Mas também é verdade que o rendimento geral dos atletas melhorou.Ainda vale o ditado:…”a melhor defesa é um bom ataque”…deixa os adversários preocupados e passam a pensar duas vezes antes de atacarem.

Envie seu Comentário