Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Boca saúda Viatri, o novo Palermo

21 de outubro de 2008 12

O atacante Lucas Viatri marcou o gol da vitória do Boca no clássico com o River e é um perigo constante na área adversária/Daniel Luna, AP
Sem Palermo, 34 anos, 12 títulos, 194 gritos de gols, o Boca se rende ao jovem Lucas Viatri, 21 anos, 12 jogos, seis gols. Foi dele o gol (de cabeça) na vitória no superclássico com o River (1 a 0), domingo. É dele os maiores espaços na mídia argentina depois do feito. Viatri e o futuro técnico da seleção argentina, ainda não definido, dominam o noticiário esportivo do nosso vizinho.

A grave lesão de Palermo, o maior goleador da história do clube, abriu uma vaga cobiçada no ataque do Boca, que perdeu ainda Palacios. Cria das categorias de base do clube, Viatri, 1m85cm de altura, se espelha em Palermo. Nas entrevistas, vê no grande atacante canhoto uma reverência, uma atacante que deve ser imitado. Viatri é alto, forte, rápido e mortal na grande área.

Mesmo com a revelação Viatri, o Boca foi buscar outro atacante no Exterior. Chamou Luciano Figueroa, que estava no Genoa, na Itália. O técnico Carlos Ischia deve escalar um time de resevas, possivelmente sem Vietri. A dúvida é se jopa com um ou dois atacantes. Riquelme está definitivamente fora. Um pena. Seria ótimo ver um jogador extraclasse deslizando na quase perfeita grama do Beira-Rio. quarta-feira, depois das 22 horas.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (12)

  • Colorado diz: 22 de outubro de 2008

    sEU jORGEeDUARDO, quem afirma isto são os próprios jogadores do futebol da primeira divisão com campeonato brasileiro, já assisti tb inúmeras partidas no Gigante e olhando me parece perfeita + oq os jogadores dizem ao disputar uma partida ali, bueno, Internacional é um time de alta grife, jogadores bons em campo bom, oq há de melhor nos pampas na atualidade,e pq não no mundo, o Zini certo q vai estar no Gigante com a camisa do Boca….

  • Ademar Lima diz: 22 de outubro de 2008

    A morte técnica de Douglas Costa.
    Um menino que empolga os brasileiros, os ingleses e os espanhóis e brevemente o mundo inteiro, pois tem talento e, apesar de Celso Roth, brevemente estará bem longe daqui, isto já está escrito. Mas eis que um treinador que ninguém sabe como conseguiu manter este time do Grêmio na posição que está hoje, pode matar este talento que surge como a nova sensação gremista. Todos sabem que o time do Grêmio é uma equipe de técnica razoável, isto é, talento quase zero

  • Bik diz: 22 de outubro de 2008

    E Aí gremistada sem bandeira pra defender…
    vão torcer hoje pro carrasco de voces vão???hahhahahahahahh

  • Maninha-Gremista diz: 22 de outubro de 2008

    Que comentário!!!! “Gremista não tem camiseta tem que vestir a do Boca.”.. a gente pode pedir emprestado para os colorados. Acho que eles têm guardadas da decisão da Libertadores Grêmio x Boca!! Gremista que se preze.. só usa o manto tricolor!!!!

  • Eduardo Oliveira dos Santos diz: 21 de outubro de 2008

    Quanta babação por causa do Boca. Credo… chega a dar nojo!

  • ivan diz: 21 de outubro de 2008

    O time argentino não é o boca… é o meia-boca.
    Na verdade tão confundindo o boca junior com os juniores do boca.
    Só o inter tá levando a sério.

  • Colorada de Alegrete diz: 21 de outubro de 2008

    Gremista não tem camiseta tem que vestir a do Boca.Da-lhe Inter

  • Gilberto Silva diz: 21 de outubro de 2008

    Zini, morro de inveja do Boca. Como Gremista sonho em ver um dia o meu time ter uma característica que é marca registrada desses castelhanos: o Boca não teme ninguém. Não se intimida com nada. Não há estádio, time ou jogador que assuste os argentinos. Joga sempre com personalidade. É o Boca sempre que toma a inicitiva de impor seu jogo, independentemente, do time que possua. Que inveja! É tudo isso que tá faltando pro Grêmio nesse momento. Com esse espírito já seríamos campeões brasileiros.

  • jose luiz gomes diz: 21 de outubro de 2008

    o boca só atingiu este estigma de religião, porque seja aonde for, não interessa o local, joga sempre buscando a vitória..tentando impor seu ritmo..por isso é respeitado e temido por onde passa….já o inter na mão do tite…é o oposto…sempre com medo…com um unico atacante..não é da grandeza do inter esse encolhimento…precisamos de um técnico ousado…fernando carvalho o tite não pode continuar…não pode continuar…..

  • JorgeEduardo diz: 21 de outubro de 2008

    O tal “colorado” que questionou sobre a grama quase perfeita, deve caminhar bom tempo nela para afirmar com tanta convicção que ela é perfeita.

  • Angelo Colorado diz: 21 de outubro de 2008

    Parece não ser o caso do Boca. Mas essa história de entrar com time misto costuma ser uma estratégia pega-ratão. Preserva o time titular do risco de insucesso; joga a responsabilidade para o adversário e, no caso de resultado favorável, sai como herói; ao mesmo tempo em que, se derrotado, não sai chamuscado. Já vimos esse filme por aqui recentemente e, na hora da verdade, o time reserva era melhor que o titular!

  • colorado diz: 21 de outubro de 2008

    Boca tomou um sacode na final do mundial, Zini q grama quase perfeita é essa q vc citou?? me aponte uma falha naquele tapete, e nem quero comparar com o bom gramado da azenha ou o resto dos gramados Brasil afora (verdadeiros campos de várzea) por favor!! Seja menos parcial seu gremista!!!!!

Envie seu Comentário