Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Pé esquerdo de Alex vale sua força em ouro

23 de outubro de 2008 16

Duas bombas noturnas de Alex desnortearam o Boca no Beira-Rio e ofereceram ao Inter a tranqüilidade para jogar em La Bombonera/Nabor Goulart, AP

Um é bom, dois é muito melhor, especialmente se o 2 a 0 encontrou o lendário Boca do outro lado do gramado. Pouco importa se o Boca do Beira-Rio foi um adversário recheado de jovens e reservas. Azar de quem resolveu deixar os titulares, Riquelme e cia., em Buenos Aires.

Os argentinos terão de jogar dobrado na sua casa (6 de novembro), minar a rica poupança do Inter, fazer três gols de diferença. Mesmo em La Bombonera, construir 3 a 0, ou placar semelhante, é trabalho de gigante. É tarefa que não se vê em todas as quintas-feiras de futebol

O Inter deve a vitória, o sorriso escancarado, a festa, as cervejas triplicadas, ao soberbo pé canhoto de Alex, o melhor jogador do futebol gaúcho, destaque brasileiro, atleta de Seleção. Em duas jogadas pessoais, em dois tiros mágicos de fora da grande área, ele resolveu o jogo, estufou as redes. A diferença de Alex está no seu chute, que não mede distância, acerta sempre com freqüência.

Alex é o nome próprio do Inter, que depende ainda de outros dois coadjuvantes, Nilmar e D’Alessandro. O futebol de Alex é tão superior, que a dupla se contenta em jogar ao seu lado. O Inter depende demais destes três jogadores. Quando os três estão bem, cuidado, o Inter dificilmente é sufocado.

O 2 a 0 nasceu naturalmente pela qualidade individual superior do time gaúcho. O segundo gol nasceu depois que o Boca se movimentava com 10. Noir foi expulso. O Boca desembarcou com a idéia fixa de se manter na defesa, perder de pouco, empatar talvez, ganhar num milagre. Faltou-lhe qualidade. Aptidão ofensiva. O Inter foi sempre superior.

O Inter só não fez mais porque o técnico Tite foi conservador demais na orgfanização do seus 11. Trocou um volante por outro no meio do jogo, optou por Daniel Carvalho depois dos 40 minutos do segundo tempo. Fosse mais ousado, Tite poderia ter garantido a classificação na própria quarta-feira. Preferiu deixar para depois, correr novos riscos, porém mínimos desta vez.

Vai ser difícil o Inter perder o controle barco da Copa Sul-Americana. O time é experiente e terá a volta de Guiñazu. Pode até mirar o título inédito, faltam apenas cinco jogos, um pouco mais de 450 minutos. Sonhar com o melhor futuro não faz mal para ninguém, especialmente depois de vencer o Boca, time que os argentinos classificam como os Estados Unidos do futebol, fazer 2 a 0 e viajar com um ótimo saldo no bolso.

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (16)

  • Pensar Grande diz: 23 de outubro de 2008

    E bom ganhar do Boca, principalmente pensando grande com vontade e acreditandando.
    O Inter nao tem mais aquela historia de coitadinho, e um time que se acha bom mesmo que nao ganhe nada. Diferente de algus times, que procuram na frase de operiarios, trabalhador e pobre. Operario e trabalhador no Brasil ta cheio, estamos por ai sem chegar a lugar alugum.
    Dirceu

  • roberto schmitt diz: 23 de outubro de 2008

    CONCORDO CONTIGO ZINI, MAS O INTER NÃO PODE RELAXAR. ATENÇÃO,MARCAÇÃO E CONTRA-ATAQUE NA MENTE DOS JOGADORES, PARA TRAZER DA BOMBONERA A CLASSIFICAÇÃO. E COM O “CHOLO” FICARÁ MELHOR, ABRAÇO!!!!

  • Abreu Martins da Silva diz: 23 de outubro de 2008

    Penso tbm que se o Tite fosse + ousado,sempre teriamos resultados correspondentes a essa ousadia.A mto venho perguntando:”Prq.fazemos um gol,e o time recua,ñ marca + a saida de bola do adversário” Acho q.o impeto deveria ser sempre o mesmo,marcação encima,agil no ataque e contra ataque,enfim…mas estamos bem na foto,como se diz,é o q.importa.(por enquanto).Finalmente o Tite acordou!Vai dar uma oportunidade p/o Bustus.Aplausos p/ele!Estamos a merecer um bom lateral,o Angelo está bem até aqui!

  • Nilton Wurfel diz: 24 de outubro de 2008

    Concordo plenamente c/ o Roberto Schimitt… se o INTER tiver MUITA ATENÇÃO na marcação(principalmente saída de bola) e aproveitar o ENTUSIASMO que o Boca-Juniors terá com o apoio da sua torcida…ficará MUITO BOM p/ jogarmos no CONTRA-ATAQUE!!!!!Diria mais,de preferência jogando c/Danni Moraes no LUGAR do Edinho,pois este só sabe dar TROMBADA na frente da área,não sabe SAIR JOGANDO E ACERTAR UM PASSE á 10mts.ADIOS GREMISTAS SECADORES…CUIDADO c/ o EDIGLÊ hahahahaha.Abraço de SÃO BORJA TCHÊ!!!

  • marco diz: 23 de outubro de 2008

    porque os gremistas, muitos deles, falam que o inter só teve UM ano, 2006? o gremio fechou em 1983?

  • Toninho diz: 24 de outubro de 2008

    Sport Club 2006 versus 2005 Futebol Porto-Alegrense.
    Ou melhor: Mundial Fifa versus Segundona.

  • Rodrigo diz: 23 de outubro de 2008

    Pois eu achei muito pouco. E se o Guiñazu não jogar na Bombonera, não sei não. Se tivermos que depender de Edinho, Ângelo, Andrezinho e os seus semelhantes estaremos lascados. Quanto ao Alex: imaginem se ele fosse um pouco mais participativo e se movimentasse um pouquinho, mas só um pouquinho mais? No mais, fazer gol no Boca é algo que só o Internacional sabe e consegue fazer, enquanto o segundino football porto-alegrense nem querendo!

  • RODRIGO HANDAL diz: 24 de outubro de 2008

    Rodrigo, não vou repetir a tua ação.

  • thomas diz: 23 de outubro de 2008

    Parece que o jogo não vai ser na Bombonera, e sim no campo de treinos do Boca, onde joga o expresso. Mas isso não invalida a vitória colorada, o Boca, mesmo reserva, provavelmente é melhor que a Portuguesa.

  • jose luiz gomes diz: 23 de outubro de 2008

    zini, me responde por favor, porque o inter ´e obrigado a se acovardar, a ter medo de atacar com essa caricatura de treinador chamado tite…tenho reiterado é covarde demais…porque nilmar não ganha um companheiro , um nove, dá pena ve-lo jogar sempre tendo pela frente um volante e tres zagueiros..a principal mudança para 2009, começa pela troca deste treinador de araque…medroso…retranqueiro..é devido a ele que o inter não chegará a libertadores….porque tem medo de ganhar…

  • Simone Mello dos Santos diz: 23 de outubro de 2008

    Com certeza foi uma vitória maravilhosa que enche de orgulho todos os colorados. O Inter jogou muitíssimo bem, com competência, segurança e responsabilidade. Os jogadores estão de parabéns e merecem serem aplaudidos sobretudo o canhoto Aléx, que com a força de seu chute e sua paixão por futebol devastou o grande Boca. porém, grande foi mesmo o nosso gaúcho Inter!
    Parabéns! Que essa vitória se repita em 6 de novembro!!

  • GERSON FONTOURA diz: 23 de outubro de 2008

    2X0 CONTRA O TIME TITULAR DO BOCA NA BOMBONERA É MUITO POUCA VANTAGEM.
    TEM QUE JOGAR LÁ COMO SE ESTIVESSE PERDENDO DE 3X0.
    SE ENTRAR PARA SEGURAR O RESULTADO VAI TOMAR UM SACO.

  • Renato Maia diz: 24 de outubro de 2008

    Caro Zini, o Inter não tem só os citados, tem o Indio, o Sorondo que está lesionado. o Guinazu o mais regular do time e o Magrão. O Inter tem vários jogadores médios o Andrezinho é um que evolui muito, tem também o Sandro, o Tales, o Guto e o Walter,pena o Daniel Carvalho não ter acertado ainda. Dois laterais de qualidade nem a Seleção têm. Não adianta chorar, mas os pontos de Ipatinga, Nautico, Vasco, Santos e Sport mataram o sonho de ser tetra brasileiro. Faltou planejamento e respeito.

  • ROBSON diz: 23 de outubro de 2008

    TOMAS CONCERTEZA É MELHOR ATÉ QUE O IPATINGA, LEMBRA??? ZINI SE O INTER DIFICILMENTE LEVA SUFOCA QUANDO ALEX NILMAR E DALESSANDRO ESTÃO BEM FAZ TEMPO QUE ESTES NÃO ESTÃO BEM POIS O TEU INTER É SÓ O SÉTIMO

  • juliano diz: 23 de outubro de 2008

    Vc está certo. O Tite não tem coragem. Joga só com o Nilmar isolado no ataque. Não é por nada que o Inter é apenas o 17 em conclusões a gol no campeonato e o desempenho de seu ataque é dos piores. Ontém perdeu-se a oportunidade de liquidar a fatura. Depois do primeiro gol, chegou a dar raiva. Se não fossem os chutes de fora da área… Ah, o Daniel só entrou pq o Magrão PEDIU PARA SAIR! É de mais o medo de Tite. Outra coisa é a mania de recuar depois de fazer um gol. Atraiu mui empates e viradas.

  • João da Silva diz: 23 de outubro de 2008

    Sport Club 2006 2 x 0 Juniors do Boca. Só assim mesmo…

Envie seu Comentário