Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O pior domingo de Felipão em Londres

26 de outubro de 2008 5

O Liverpool derrotou o Chelsea (1 a 0) de Felipão, o clube não perdia jogos no seu estádio desde 2004/Sang Tan, AP
O dia escuro, a queda da temperatura no final da tarde, a garoa fina e irregular fazem parte do cenário na capital inglesa no outono, as vezes no verão também. O novo, o inusitado, o extraordinário, ao menos nos últimos quatro anos, foi a derrota do Chelsea em Stanford Bridge. Jogo bom, corrido, pegado que a tevê mostrou inteiro. Perfeito espetáculo antes do almoço dominical (para quem pode), entre uma dúzia de mates.

O agitado e determinado Felipão assistiu da beira do gramado a primeira derrota do Chelsea na sua fortaleza em 86 jogos consecutivos, um número extraordinário. Esbravejou como sempre., gritou, gesticulou, mas suas alternativas táticas não mudaram o placar. Seu domingo foi o pior desde o seu desembarque em Londres em julho. Foi também a sua primeira derrota como comandante de campo do Chelsea, nove vitórias, três empates. zero gols sofridos nas últimas seis partidas.

O carrasco do Chelsea foi o popular Liverpool, que venceu por 1 a 0, gol do espanhol Xavi Alonso aos nove minutos de jogo. A derrota chegou com outra notícia igualmente ruim. O Liverpool, o único invicto, é o novo líder da Premier League com 23 pontos, contra 20 dos azuis londrinos, após nove rodadas.  

Fazia tempo que os vermelhos do interior inglês  não começavam tão bem um campeonato de pontos corridos. O Liverpool é candidato ao título, certo, ao lado do Chelsea e do Manchester United, que empatou sábado ( 1 a 1) com o Everton.

Não seria um injustiça, um pecado mortal, se a partida terminasse em 1 a 1. O Chelsea brigou muito, sentiu falta de Drogba, Ballack e Cole, mas o Liverpool estava mais organizado em campo. Depois de estufar as redes no começo da partida, se encolheu um pouco e passou a explorar os contra-ataques em alta velocidade. Sentiu falta do seu máximo goleador Fernando Torres.

O ex-gremista Lucas entrou no final da partida e pouco apareceu. O Liverpool não o campeonato inglês desde 1990.

 

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Imortal Tricolor diz: 27 de outubro de 2008

    Fazem mais de 10 anos que o Felipão saiu do Grêmio e ainda tem recalcados colorados corneteando o trabalho dele. Bom deve ser o Abelão. Se liguem !!!

  • ROBSON DE CASTRO LEMES diz: 26 de outubro de 2008

    PAOLA NÃO FALA BESTEIRA, TODOS NÓS SABEMOS QUE O FELIPÃO FEZ DAQUELE TIME MÉDIO DO GREMIO UMM SUPER CAMPEÃO, E FOI ASSIM COM TODAS AS EQUIPES QUE TREINOU!!!ZINI, NÃO ACHAS QUE A EQUIPE DO CHELSIA DEVE SE REFORÇAR???

    Robson: Equipes como o Chelsea se reforçam continuamente. No clássico, como eu escrevi, o Felipão ficou sem Ballack, Cole e Drogba. Seu time sentiu.

  • Paola Klein diz: 26 de outubro de 2008

    é uma grande prova para o felipão, que talvez pela primeira vez está competindo com times de iguais categorias…

  • ROBSON DE CASTRO LEMES diz: 27 de outubro de 2008

    TUDO BEM ZINI, MAS O BALLACK EU NUNCA VI ELE DECIDIR JOGO, TALVES FALTE UM MEIO CAMPO DE PEGADA COMO O EMERSON NOS BONS TEMPOS

  • Vítor diz: 27 de outubro de 2008

    Esse é o Felipão!! Só ganha com time Bão
    Treinar a Seleção Brasileira e a Portuguesa é fácil, só tem craque. Nem preciso falar do Chelsea, porém sem os craques não é bem assim, ele não faz milagre!! no Palmeiras e no Grêmio, bater, pegar, chutar o adversário sempre foram as palavras do mestre!!! VIVA os técnicos “retrancadores”…VIVA o TITE …VIVA o ROTH e CIA
    Me perdoem os amantes do Felipão, mas esse daí só treina BOCA-BOA, manda ele treinar o Bahia, Barueri ou Ipatinga.

Envie seu Comentário