Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Argentina com Maradona é o Brasil de Dunga

28 de outubro de 2008 8

O futebol é bom porque todos os dias apresenta uma surpresa no campo de jogou ou fora dele. A da terça-feira foi uma das maiores da década. Fiquei chocado quando recebei a informação que Maradona seria o técnico da seleção argentina. Imaginei uma piada, uma brincadeira. Esperei a segunda parte da piada. Não veio. Era verdade.

Maradona não pode ser técnico nem do time de futebol da rua onde foi construída a sua mansão. Ele não tem o mínimo preparo intelectual e psicológico para o cargo. Não conhece questões táticas, não entende, não sabe verbalizar, não sabe trabalhar em grupo, não é um agregador.

Maradona é o Dunga argentino na beira do gramado. É experiência semelhante. Dentro foi mágico, fora será trágico, com tem sido desde que deixou a bola de lado.

 

A inacreditável decisão da AFA, a CBF dos vizinhos, é, por outro lado, apenas 80% destemperada. Pois, ao lado de Maradona vai trabalhar Carlos Bilardo, campeão mundial no México 1996. Homem competente e experimentado, Bilardo é o verdadeiro treinador. Maradona será figurante. Vai falar muito, trabalhar pouco e abandonar a seleção em poucos meses.

A AFA ofereceu um presente espetacular ao melhor jogador da história da Argentina. Imagina um milagre. Uma “Mão de Deus” no banco de reservas. Maradona sempre namorou o cargo. Pediu, insistiu. Levou.

A experiência não vai dar certo, apesar de toda a reverência que devemos ao supercraque Maradona, um dos cinco melhores jogadores dos últimos 50 anos. Tomara que ele acerte e se encamineh na vida outra vez, mas eu divido muito. Não creio em técnicos de ocasião, como não acredito em Dunga. Treinador de futebol precisa ter estrada longa e sinuosa em clubes. Só depois estará pronto para trabalhar numa seleção

Postado por Zini, Porto Alegre

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • luís diz: 29 de outubro de 2008

    Zini,não achas que o maradona leva vantagem em relação ao Dunga, pois tem para auxiliá-lo um profissional experiente (Billardo), enquanto que o Dunga tem o Jorginho que é inexperiente? Nao estaria aí a diferença?

    Luís: Sim, concordo, a Comissão Técnica do Maradona ajuda, mas não sei se ele está disposto a trabalhar em grupo, ouvir Carlos Bilardo, por exemplo.

  • Aloir Almeida diz: 29 de outubro de 2008

    Se ele der uma Copa América pra a AFA e mantiver a seleção na segunda colocação das eliminatórias creio fortemente que será elevado ao olimpo pelos hermanos. No Brasil, técnico de seleção é Geni, a figura pública mais execrada, independente dos resultados.

  • Rogério Sanchotene diz: 29 de outubro de 2008

    Zini.O Dunga não é um incoerentente na sua imagem pessoal e nas atitudes como comandante da seleção.O outro para dizer pouco e suave é um maluco. O nosso é melhor. Minha curiosidade e pauta para futuro comentário teu é comparar Lauro e Clemer.Qual é mais útil neste momento.Abraço

    Rogério: Dunga e Maradona são pessoas distintas nas suas atitudes. O que os iguala é a inexperiência como técnico de futebol. Quanto ao Lauro e o Clemer, a minha leitura é que o última é passado, sua vida útil entre os titulares do Inter terminou. Lauro ainda precisa mostrar quem é ou será apenas um goleiro de passagem enquanto o clube procura o seu número 1 definitivo para os próximos anos. .

  • Gabriel Mantuella diz: 29 de outubro de 2008

    Maradona, um dos cinco maiores dos últimos 50 anos? Você só pode estar brincando, Zini! Sou brasileiro, mas não sou cego. Ele foi o maior de todos, depois de Pelé. E te dou aqui, de lambuja, a lista dos cinco maiores de todos os tempos: Pelé, Maradona, Cryff, Di Stéfano e Puskas.

    Gabriel: Boa lista, só trocaria o Puskas pelo Zidane. Que assim se transformaria na mesma lista da maioria dos especialistas da Europa.

  • Atlus_ diz: 29 de outubro de 2008

    Eu eu que pensava que este tipo de amadorismo só acontecia no Brasil.

    Que nada! É impressionante como futebol é, acima de tudo, política.

  • CESAR MELLO diz: 29 de outubro de 2008

    ZINI, Pega leve, vai que dá certo? com que cara tu fica?

    César: Quem dá opinião corre riscos. Eu acho que ele é incapaz de treinar a Argentina. Se ele acertar, pronto, errei e troco de opinião. Não tenho medo de rever conceitos..

  • Luis Fernando Rodrigues diz: 29 de outubro de 2008

    Zini, sou gremista e por agora estou vivendo em Santa Fe na Argentina.
    Por aqui pelo menos nao foi impactante a escolha do gordo Diego. Já vinha de uma semana o namoro entre a AFA e o Maradona. Porém na jogada ainda tinha o Miguel Russo, ex-Boca e atualmente no San Lorenzo e também o Carlos Bianchi que figurava bem nas apostas.
    A escolha do Maradona, do Billardo e do Goycochea (treinador de arqueiros) incrívelmente está dividindo a imprensa por aqui! tem gente que acredita que vai dar certo…

  • fabio diz: 20 de fevereiro de 2010

    A IMPRENSA ESPORTIVA BRASILEIRA DÁ MUITO ESPAÇO PARA O FUTEBOL ARGENTINO, AO CONTRÁRIO DO QUE ACONTECE NO PAÍS VIZINHO.
    LÁ , DIFICILMENTE SE NOTICIA ALGO SOBRE O FUTEBOL NACIONAL DO BRASIL.
    NÓS, DEVEMOS FAZER A MESMA COISA. TEMOS QUE NOS ORGULHAR EM TER O MELHOR FUTEBOL DO MUNDO, E CONSEQUENTEMENTE FALAR DO NOSSO FUTEBOL.
    NÃO ME INTERESSA NADA SOBRE O FUTEBOL ARGENTINO, MUITO MENOS MARADONA, BOCA , ETC…
    PRA MIM, SÓ EXISTE O FUTEBOL CANARINHO, O RESTO É O RESTO.

Envie seu Comentário