Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Seleção vence e convence o fã

20 de junho de 2010 7

O Brasil não é uma Seleção. É um time. Dunga não priorizou os craques. Abraçou o coletivo.

Na vitória contra a forte e, às vezes, desleal seleção da Costa do Marfim não apareceu apenas o futebol da equipe. Nasceu, ao menos na Copa, a individualidade. Duas, por sinal.

Primeiro Luís Fabiano, autor de dois gols, um deles muito bonito, mas com a ajuda dos dois braços. Não foi um Maradona, mas bebeu na mesma fonte da esperteza, comum no futebol.

Antes e depois, o mundo observou o renascimento de Kaká. Se ele não foi brilhante, teve lampejos de craque, especialmente com dois passes para o primeiro e o terceiro gols do Brasil. Kaká fez a sua melhor partida na Copa. Foi o melhor do Brasil, mesmo com os dois gols de centroavante de Luís Fabiano.

Gostei do Brasil. Notei um time compenetrado, bem organizado, atento ao sistema defensivo, saindo e defendendo em bloco. Sofreu um pouco no primeiro tempo com a força dos africanos, se acalmou depois do gol, venceu o jogo com alguma tranquilidade depois. Não se intimidou com as pancadas do adversário. Kaká, nervoso demais, foi expulso. Logo ele, um jogador que joga em paz.

O francês Stephanne Lannoy ajudou e prejudicou. Não viu os braços de Luís Fabiano no segundo gol, nem a violência africano. Viu demais ao expulsar Kaká. Vai ver o Boeing de volta para a França. Juiz com erros tão graves não pode apitar jogos decisivos numa Copa do Mundo.

O Brasil jogou bem, afastou a má impressão da estreia, ganhou de um time forte e recuperou a confiança do torcedor. Pode melhorar mais, mesmo sem grandes craques, mesmo que a Seleção se porte mais como um time de futebol.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Adriano diz: 20 de junho de 2010

    Convence quem, o que vi foi um juiz amigo do Brasil garfando vergonhosamente a seleção Marfinense, duas mãos na bola é desaforo, deixou até mesmo o Henry com cara de honesto, emfim o que vale mesmo “é levar vantagem em tudo”, né. Esse juiz só pode se petralha.

  • elias diz: 20 de junho de 2010

    Não dá para aguentar. “Como um time de futebol…” Mas o que é uma seleção de futebol? Explique por favor, gênio!

  • Ricardo Floripa diz: 20 de junho de 2010

    O árbitro?É brincadeira escalarem um francês pro jogo que envolvia uma ex-colônia francesa!Bando de criminosos que
    bateram até na sombra dos jogadores brasileiros e nem amarelo levaram!O Fair Play nunca premiou como campeão quem apanhou e não deu o troco!Era entrar duro também, os africanos entraram na maldade, e ninguém fez nada!
    Onde está o conselho arbitral?O dito cujo “juiz” pode aproveitar e pegar uma carona com a seleção do país dele que nesta semana volta pra casa, mas se a FIFA fosse séria mesmo, mandaria o cara embora já!Deixou os caras agredirem à vontade e expulsou a vítima.Quanto ao gol com as mãos, quem são argentinos ou franceses pra falar alguma coisa?Na boa, esta seleção não me convenceu, o primeiro tempo foi parelho, só depois do segundo gol a coisa melhorou mas falta alguém que desequilibre, hoje foi o Luiz Fabiano, mas se marcarem em cima e jogarem contra times fechados e mais experientes a coisa ficará feia!Só na força do conjunto não será o suficiente para trazermos o caneco.Mal-vestido, o Dunga com um grupo fraco, não trará o caneco.Falta quem desequilibre.E o Ronaldo na balada em Floripa!Uma coisa ficou evidente, faltou inteligência em deixarem o Kaká em campo depois de levar o amarelo e apanhando feito cão-sem-dono!Continuo a achar que o árbitro da final será o Carlos Eugênio Simon!

  • Tiago Cezarino diz: 21 de junho de 2010

    Zini,o Brasil tem um bom time dentro daquilo que se propõe,futebol objetivo e de contra-ataque.Mais não tem nenhuma opção de variação tática,foi visto e revisto dentro das eliminatórias que o Brasil tinha uma dificuldade enorme para ganhar de seleções defensivas.Pode-se citar os dois jogos eliminatórios para Copa no Maracanã,campo de dimensões enormes por sinal.Zini,te pergunto onde está o plano B,um Ganso por exemplo que possa furar uma retranca?Como tenho visto muitas equipes que jogam dessa forma,estou bastante preocupado com a seleção brasileira.Porque se peguarmos uma seleção com essa proposta tática,que jogue atrás da linha da bola e de campo para a seleção brasileira, e tenha atacantes competentes,tenho medo que a nossa seleção sucumba.Que achas Zini?

  • Lucas diz: 21 de junho de 2010

    Continuem achando que o futebolzinho do Brasil é um maravilha! Mediocridade é o que merecem mesmo. Melhor jogador do mundo só tem um, e não joga no timinho do Brasil.

  • Alan diz: 21 de junho de 2010

    Olá! A mim, o Brasil não convenceu nada. Se não fosse a ajuda do juiz o resultado poderia ser outro. No primeiro tempo só fizemos o gol e nada a mais. No segundo, quando os Marfinenses começaram a gostar do jogo, o Juizão conseguiu minimizar a situação. Vergonhosa a imagem do Juiz conversando com Luis Fabiano. O Brasil não preciso disso. Tem os melhores jogadores, porém o matungo teimoso do Dunga prefere não levá-los e aí nos limitamos a ganhar jogo com mãozinha amiga. Começou a pesar a camisa. Assim o Brasil vai longe e teremos que aguentar o Dunga descontando nos reporteres. É DURA A VIDA DE BRASILEIRO.

  • Carlos diz: 23 de junho de 2010

    Falando de treinadores, não sei como alguém consegue achar o Parreira bom técnico, não é possível. Um cara que diz que diz: que culpa tem o treinador se o jogador chega com peso acima…. O Ronaldo tem que ir pegando ritimo de jogo (copa de 2006 numa competição que só tem 7 jogos para que chega a final e é nada mais do que uma copa do mundo). O mais incrível nisso é que manteve o cara como titular e poderia te-lo cortado e nào o fez entre outros. O Próprio Joel Santana levou melhor a Seleção sulafricana.
    Quanto a seleção, comecei a ver a partir de 1974 e nunca, repito nunca vi uma Seleção Brasileira ser tão superior assim, pensava que éramos imbatíveis pelo que eu ouvia (até hoje falam assim), mas isso nunca se concretizou. Em 1982 (se puderem assistam o VT do jogo Brasil X Itália) os Italianos jogaram muito bem, não foram defensivos como comentam e mais, o Zico e o Sócrates desapareceram naquele jogo só o Falcão e o Cereso jogaram, além que na primeira faze o Brasil encantou ganhando da temida Nova zelandia (que até hoje nem campeonato tem) e da Escócia (nem figura nas escolas média do futebol) e contra a Rússia o juiz nos deu uma forcinha. Falar que somos penta não me adianta pois a própria Itália tem 4 títulos jogando aquele futebolzinho. O Dunga quer ganhar e precisa de um time, mas como seleção nunca tem os melhores nào adianta reclamar, pois cada um tem uma opinião e o Dunga tem uma idéia de futebol queiram ou não.
    Agora uma coisa é verdade qualquer time que resolver atacar o Brasil perde e perde mesmo, nisso o Futebol Brasileiro é superior. No nosso imaginário parece sempre que nossa seleçào masacrará o adversário, mas nunca será assim. O Felipão antes da copa de 2002 sendo pressionado (prá variar) pela imprensa que tem uma grande utopia com o futebol brasileiro, disse algo que eu sempre achei: “O Brasil não tem o melhor futebol do mundo, nós não somos os melhores, isso acabou faz tempo.”
    Também temos que entender que futebol é um jogo, não é um esporte, exige uma tática, precisa defender e atacar, alguns não podem fazer tudo bem então óptam pela melhora maneira de parar o adversário. E qualquer time que ataca muito sempre desprotegerá a sua defesa, pois nào é possível atacar e defender tão bem. Alguns até conseguem um certo equilíbrio. falam que a defesa da Argentina é ruim, ora parece ruim porque o time se joga pra frente como tem feito o Chile e isso sempre provocará risco defensivos. Na verdade o Futebol é um dos jogos mais chatos de se acompanhar, pois é truncado, não há muito brilho (hoje basicamente pelo alto preparo físico e esplosão muscular dos atletas) e o objetivo (o gol) é raro na maioria das vezes, mas tem uma popularidade e um interesse íncríveis.

Envie seu Comentário