Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Holanda não tem medo do Brasil

30 de junho de 2010 10

A Holanda é sempre uma seleção mágica em todos os sentidos. Na maneira de jogar, com seus ponteiros, seus craques, sua filas de Cruyff, Gullit, Van Basten,  Berkamp, Robben e etc, seus técnicos ofensivistas, sua paixão pelo futebol.

O pragmatismo é dom dos vizinhos europeus. Nunca da Holanda.

A Holanda é uma seleção vistosa, é o Brasil da Europa, mas sem os cinco títulos mundiais.

Poderia estar exibindo três, 1974, 1978 e 1994. 1998?

A Laranja Mecânica, inventada na década de 1970, caiu em todos os Mundiais. Matou o Brasil uma vez, foi dinamitada duas vezes.


A Holanda tem até um Pelé, guardada as proporções. Cruyff revolucionou o futebol e foi um dos cinco maiores jogadores do planeta de todos os tempos. Tem time célebres, como o Ajax que mandou na Europa em diferentes temporadas.

O holandês é como o brasileiro. Gosta de futebol bem jogado, detesta retrancas, adora os craques, aplaude de pé o drible, o bom passe, o gol de letra. Ama dois ponteiros, vaia o lateral que é apenas lateral. Pega no pé direito do volante que insiste em apenas marcar.

A Holanda, ao contrário de outras seleções do mundo, não teme a Seleção Brasileira.
Joga igual, defende e ataca com o que tem. Não fica atrás, não espera. Não é como o Chile, que ataca mais ou menos e não defende nada bem.

Por ser o Brasil europeu, a Holanda acha que joga o mesmo futebol dos trópicos. Esquece que precisa gerar craques dos seus 17 milhões de habitantes com a mesma rapidez e quantidade que o adversário de sexta, que os pescam quase todos os anos em quase 200 milhões de pessoas. É pelo fato de a Holanda não temer o Brasil, independentemente do seu carregamento (ou não) de craques, que o Brasil teme a Holanda. Se a Argentina treme, a Holanda não treme. O perigo vive aí. A Holanda sabe que pode e tem seleção para vencer o Brasil.

Bookmark and Share

Comentários (10)

  • Antonio Carlos diz: 30 de junho de 2010

    Se a Holanda já não tremia antes quando a Seleção Brasileira era recheada de talentos, imagine agora se é composta de “brucutus” em quase a sua totalidade. Eles devem ter medo é de levar um pontapé de um Gilberto Silva, de um Felipe Melo ou de um Josué. No jogo entre o Brasil e a Holanda na sexta que vem, veremos jogadas de craque ou de efeito, partindo de um jogador de camisa laranja, quando históricamente se esperaria o inverso. Mas para sermos “patriotas” temos que torcer pelo sucesso do anti-talento. O Cruiff tem razão, ha pouco tempo atras, o torcedor tinha satisfação em pagar para ver um jogo da Seleção Brasileira, hoje vemos porque somos “pátriotas”. Ah! Esta girando pela internet, via Email, uma matéria que cita que o Brasil, através da CBF, vendeu para a França a Copa de 1998. O que não deixa de ter lógica, pois foi inexplicavel a apatia dos jogadores em campo, principalmente o Ronaldo Nazário, que teve uma “lesão” fantasma! Se isso for investigado e comprovado, seria caso até de cadeia para os responsaveis!!!

  • Daniel diz: 30 de junho de 2010

    Morei na Holanda nos últimos 20 meses, voltei ontem.

    Me parece que seu comentário é historicamente correto, mas está obsoleto. A Holanda de van Marwijk abandonou o futebol de qualidade tanto quanto o Brasil de Dunga. Na Holanda também há polêmica quanto a isto (uns a favor, outros contra), como no Brasil. Este tem tudo para ser o Brasil x Holanda mais feio e truncado da história, o que seria uma pena, e espero que esteja errado. Os holandeses pelo menos ainda dizem que os outros jogos foram feios porque os adversários não queriam jogar, enquanto o Brasil nem se preocupa mais em dizer isso.

    Quando à formação de jogadores, me impressionou o fato de ver mais campos de futebol na Holanda do que no Brasil, mesmo com a notória escassez de espaço por lá.

  • Roberto diz: 30 de junho de 2010

    Vai ser 3×1 pro Brasil. Esse time que o Dunga armou só deu mole pros EUA na final da Copa das Confederações do ano passado, e mesmo assim conseguiu a virada. Nossa seleção, quando precisa, se defende com unhas e dentes, e quando sai pro ataque é letal. Azar do Cruyff e seu apego ao passado. Se fosse a Holanda de 74 até acho que ganhava do Brasil de 2010, mas não esta Holanda atual.

  • Daniel diz: 30 de junho de 2010

    Complementando: acho que depois de 74-78 seria 1990 o ano para a Holanda ser campeã, com o time de van Basten, Gullit, Rijkard que havia ganho a Eurocopa dois anos antes.

  • sergio acosta diz: 30 de junho de 2010

    Não concordo com você quando dizes que holanda tem time pra ganhar do Brasil, temos a melhor zaga do mundo, nosso meio campo é compacto e se o kaká resolver jogar então não tem pra ninguém, aposto todas as fichas no Brasil e não tenho medo de errar, e o nosso ataque se chegar a bola lá matamos sempre.

  • Anônimo diz: 30 de junho de 2010

    1974 com certeza não seria absurdo dizer que foi uma enorme ZEBRA perder para Alemanha , pois era muito mais “time” era completo.

  • Eugenia diz: 1 de julho de 2010

    Hola, soy de Nicaragua y considero que la mejor selección de Futbol del mundo es la verdeamarela. Animo, adelante, el hexa les espera!

  • Anderson R.S.B diz: 1 de julho de 2010

    Chegou o dia Hoje 1 de Julho de 2010 Vai começar a ser erguido o maior e melhor estádio da Ameria a ARENA DO GREMIO.
    Estou de saco cheio dessa LENGA,LENGA de darem praso e não executarem, de um lado o Grêmio que já éra para ter começado a construção em Janeiro e ficou para Julho de 2010 e tenho certeza absoluta que vão deixar para a segunda quinzena de julho depois vão passar para agosto e assim vai, só na esperança.
    Esperança que o INTER também tem em recauchutar o Beira-rio, mas o que que aconteceu no dia do aniversário do Inter 4 de Abril 2009″ Vamos comemorar o nosso aniversário com a cobertura do Beira-rio,BLÁ!BLÁ!BLÁ…
    Quando que esses dirigentes vão tomar vergonha na cara e tratar com mais seriedade os compromissos, Nosso Rio Grande é tão Lindo de um povo de atitude que não se equivale a estes falastrões, será que vamos deixar tudo para a ultima hora que nem outros estados 2014 chega rápido e nós gaúchos e brasileiros sertamente não queremos passar vergonha com estádios mal acabados, estradas congestionadas e o setor hoteleiro ultrapassado.
    Não moro em porto alegre, sou do interior, mas concerteza terei orgulho de Porto Alegre Representar a Gauchada.AGRADESSO POR QUEM LEU ESTE TEXTO E ME AJUDE A ACORDAR NOSSO BRASIL A COMEÇAR POR ESTE NOSSO LINDO RIO GRANDE DO SUL, MANDE QUALQUER MENSAGEM CRITICANDO A LERDESA, PORQUE É BEM ASSIM, CRITICANDO E COBRANDO É QUE SE CONSTRÓI ALGUMA COISA. RBS CONTO COM VOCÊ

  • Amanda Abreu diz: 1 de julho de 2010

    Caro Luiz, sou gaúcha residente na Holanda desde 2007. Apesar de todos os adjetivos que escreveste sobre a seleção holandesa os holandeses não tem esse sentimento que tem uma “seleção”, eles sabem que têm bons jogadores. Alguns até me disseram que na hora ‘H’ eles perdem o foco (e o título).
    Se temem a seleção brasileira não divulgam, não comentam, guardam para si até porque carregam aquele orgulho (quase arrogante) europeu que o que é daqui é sempre melhor, mas não no futebol, não no futebol. A brincadeira entre os holandeses e brasileiros que trabalham/vivem aqu,i como eu, é que os LARANJAS vão prender os canários na gaiola!!!Além de dizer que o suco dos laranjas será bem azedo para os brasileiros. Um abraço a toda equipe da RBS e torcendo pela seleção brasileira no território inimigo e repleto de laranja por todos os lados!
    Amanda

  • gustavo Zambiazi diz: 1 de julho de 2010

    Zini
    Quem fala que não treme, é por que treme, tenho certeza que eles temem a amarelinha….

Envie seu Comentário