Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 21 outubro 2010

Carlos Simon ofusca estrelas do Gre-Nal

21 de outubro de 2010 26

Gre-Nal é jogo único. Tão especial que um juiz de três Copas do Mundo é colocado em dúvida, pesado, questionado – se tem ou não condições de apitar o clássico gaúcho. Pura bobagem!

Se alguém contar a história fora do Rio Grande, vai receber risadas. Simon seria bem-vindo em qualquer clássico do país, da América, do mundo. Ainda mais se ao seu lado forem alinhados os  bandeirinhas, Altemir Hausenann e Roberto Braatz, que também estiveram no Mundial da África do Sul. O trio é garantia de segurança.

Claro, o erro faz parte do futebol, como diz Joseph Blatter, ninguém está livre, nem o goleador na hora do pênalti.

A escolha de Simon tem mais de 24 horas e ninguém fala mais nas estrelas do Gre-Nal. O árbitro é sempre um coadjuvante, não pode ser a estrela. Os craques é que precisam brilhar. Vamos falar deles. Deixar que a arbitragem passe pelo clássico sem que o mundo a veja. Quando mais invisível for o árbitro, melhor

Mas a polêmica Simon é tão gigantesca nas nossas terras que o árbitro é o centro das atenções, ao contrário de Jonas e D’Alessandro, Victor e Guiñazu.

Bookmark and Share

Confira o debate com Fernando Becker e Luciano Calheiros

21 de outubro de 2010 0

Nesta quinta-feira, Luiz Zini Pires recebeu os repórteres da RBS TV Fernando Becker e Luciano Calheiros para debater sobre o Gre-Nal 383.

Confira clicando aqui.

Bookmark and Share

Inter preocupa e procura ritmo da Libertadores

21 de outubro de 2010 16

O Campeão da América perdeu o ritmo no Brasileirão. O Inter não se achou mais depois de agosto. Teve um lampejo contra o São Paulo no Morumbi, ganhou do Corinthians num jogo apertado em Porto Alegre. Fica difícil encontrar outras atuações de destaque.

O Inter perdeu jogadores, foi atacado por lesões, chamado pela Seleção. Não são desculpas, outras equipes sofreram o mesmo impacto. A exigência da torcida é enorme. A atual campanha não agrada.

A real é que Celso Roth não encontrou mais o time ideal. Mexeu, mudou, trocou, usou quase 40 jogadores e os resultados não foram os esperados. Claro que o Inter está entre os melhores da competição, mas todos esperavam mais, muito mais do campeão continental. O título nacional era uma meta, ainda é, mas se perde aos poucos com atuações ruins, como a do final de semana passado.

Dois meses antes do Mundial de Clubes, o Inter já precisava estar com a cara de um time mais competitivo. Não está. Precisa buscar uma sequência de partidas de alto nível. Tem potencial. O Gre-Nal pode ser um começo. Mas nem todos acreditam. Você crê?

Bookmark and Share