Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Grêmio dá azar com irmão de jogador

24 de janeiro de 2011 44

O Grêmio dá azar (só azar?) com irmão de jogador que se veste de empresário.

Levou um balão histórico de Assis no recente negócio que envolvia o retorno de Ronaldinho ao Olímpico. Assis conversou, acertou, brindou o negócio, mas o craque assinou com o Flamengo.

Hoje foi a vez do irmão de Jonas, Tiago Gonçalves, driblar a direção gremista. Depois de negociar a permanência do jogador em Porto Alegre, ele avisou que o mano assinaria um contrato com o Valencia, da Espanha. E olha que o Grêmio prometeu um contrato de R$ 6 milhões ao atacante, uma fortuna digna de um craque que Jonas não é.

Não convidem jogadores que tenha irmão empresário para um encontro com a direção tricolor. Eles não serão recebidos, nem ouvidos.

Bookmark and Share

Comentários (44)

  • Roger diz: 24 de janeiro de 2011

    “JONAS BROTHERS” ah ah ah.

  • MAURO SERGIO diz: 24 de janeiro de 2011

    Incompetência mudou de nome então… fazem péssimos contratos, depois dizem que ‘foi azar’, ‘culpa do empresário’, ‘o jogador é mercenário’… Bah! O JONAS foi MESTRE, a diretoria do GRÊMIO foi APRENDIZ.

  • oldair diz: 24 de janeiro de 2011

    NÃO DA PRA ACEITAR MAIS ESSAS DIREÇÕES DO GREMIO ,FALAM EM ESTADIO NOVO,MODERNIZAÇÃO E NÃO CONSEGUEM FAZER UM CONTRATO DESCENTE É LASTIMAVEL……….
    MAS ENTRA JOGADOR ,SAI JOGADOR E A TORCIDA AUMENTA MAIS DA-LHE GREMIO RUMO AO TRI

  • Valair Ferreira diz: 24 de janeiro de 2011

    Zini, isso não é azar. É incompetência.
    É muito simples.
    Esses idiotar tipo Meira, que fez todas essas lambanças tem que aprender algo simples.
    Guri da base quer jogar?? Só entra em campo com contrato com multa impagável.
    Jonas. Quer jogar? Só com multa impagável. Depois, se tiver proposta, negocia-se.
    Deveriam ter colocado ele na geladeira até assinar um contrato decente. Ele na geladeira, sem jogar não tem vitrine pra negociar.

    O que o Duda/Meira fizeram foi estender o contrato. Na fim de 2010 vencia o contrato antigo e ele em julho poderia assinar um pre-contrato e sair de graça no fim de 2010. Aí o que o imbecil do Duda/Meira fez? Renovou, aumentando muito o salário estendendo o contrato por apenas mais 1 ano, e o pior, derrubando a multa pra essa merreca, que acho que o próprio Jonas que pagou e vai revender aos espanhóis. O Resultado dessa operação foi a mesma que não tivesse renovado o contrato, o que deixa claro que quem conduziu a renovação só queria empurrar com a barriga o problema e fragilizou demais o patrimônio do clube.

    Não creio que tenha havido má fé por parte dos empresários do Jonas tal como fez o Assis.
    Mostra competência por parte deles, que sentaram-se a mesa com negociadores neófitos, amadores que brincam de dirigir um clube por questões puramente de vaidades.

    Me assustou a proposta do Odone ao Jonas. 6 milhões + 600mil/mês, dá pra trazer gente boa pra jogar aqui. Sorte, que tal como no Caso Ronaldinho, não aceitaram. Um clube não pode ser irresponsável ao ponto de pagar tudo isso pra um jogador comum. O Jonas era o Jonas pq jogava no Grêmio. O Grêmio proporcionou isso a ele. Pode proporcionar o mesmo a outro jogador de boa técnica, mas se o fizerem, que façam um contrato decente pelo menos.

    O Duda só fez uma coisa certa em toda a sua gestão. Foi mandar o Meira embora em meio ao desespero das últimas posições no Brasileirão do ano passado.

    E esse Antônio Vicente Martins… Coitado, ainda não sei se é “azarado” como vc fala, incompetente, ou esta com o a herança maldita nas mãos e não está conseguindo administrar. Não acho que dure muito no cargo. O Discurso dele já está cansando e a torcida não vai perdoar se não contratarem ninguém…

  • laerte diz: 24 de janeiro de 2011

    Não seja ingênuo, Zini! Clube falido se dá mal com quem quer que seja, não precisa de nenhum grau de parentesco. Ou você queria que ele aceitasse 4.000.000 de luvas e mais 600.000 “Tricoletas” mensais, uma estranha moeda que só existe no imaginário da direção do Grêmio e na fila do Condomínio de Credores? Como o Jonas morou na aldeia e conheçe os caboclos, fez muito bem em cair fora!!!

  • Hamilcar Condini diz: 24 de janeiro de 2011

    Quando é que vão aprender que o futebol de hoje não é mais amador , e sim profissional , essas coisas que acontecem não podem existir hoje em dia, é ser muito amador, muito varzeano, isso não existe.

  • joao carlos diz: 24 de janeiro de 2011

    Minha gente, claro que houve incompentencia da diretoria passada e da atual. Por outro lado o Jonas no ultimo jogo realmente não estava jogando nada, tomou vaia fez dois gols. Ele é masoquista mesmo, vai ser dar bem lá na Espanha. Pois foi lá que o Jornal O Mundo dos Esportes, elegeu ele o pior atacante do mundo.
    Agora é hora de dar força para a prata da casa, Pessali, Mythuê, Dener que juntamente com Lins, jogou bem neste ultimo jogo. Gente, vamos voltar os olhos para os jogadores que fazem parte do elenco. Daqui a pouco eles também vão perder o animo. Vamos parar de falar de Ronaldinho, de Jonas, de milhões de Euros, de milhoes de dolares e etc.
    O Renato com pouquissima grana trouxe alguns jogadores que nos classificaram para a libertadores, vamos cair na real. É hora de dizer Adeu$ Ronaldinho, Adeu$ Jona$ que $ejam felize$

  • Marcelo diz: 24 de janeiro de 2011

    Por isso essa direção queria tanto o Rodrigo Caetano. Humilde reconhecimento de sua incompetência administrativa… Agora, convenhamos, R$ 6 mi + R$ 600 mil/mês para o Jonas não dá, né?!

  • Eduardo Lima Braga diz: 24 de janeiro de 2011

    Incompetência, agora, virou sinônimo de azar. É sempre assim, quando se trata de analisar as mazelas do Grêmio. As causas são sempre externas. A culpa é sempre do árbitro, da Federação, do raio que o parta. Menos do Grêmio. Mas lindo mesmo foi ter lido o Renato dizer que a questão Jonas estava sob controle. Sob controle do Valência, por suposto. Pobre Grêmio!

  • Roberto diz: 24 de janeiro de 2011

    Independente da falha da diretoria passada, caberia ao Jonas um reconhecimento do clube que o projetou no futebol.
    Percebe-se uma ingratidão e desrepeito ao profissionalismo, de parte do irmão do Jonas, a este sobrou comportamento mercenário. Não se enganem os mais otimistas, pois Jonas aprendeu a jogar futebol somente no Gremio. Se tivesse renovado, e desse continuidade a boa fase, com certeza no final da temporada, os lucros de uma transferencia, poderiam ser maiores e a compensação ao clube em uma negociação realista, iria deixar todos satisfeitos. Mas, infelizmente, o grande Jonas manchou sua reputação, deixando sua índole por conta dos euros que irá receber. É uma pena que este profissional, em menos de 24 horas consiga se deixar ofuscar pelo dinheiro e deixar sua índole de profissional, honra e caráter de homem ser levada pela ganância.
    Parabéns Jonas, como gremista agradeço pelo belo gesto de ingratidão que vc teve para com a nação tricolor.
    Está na hora da diretoria parar de se deixar levar por usurpadores travestidos de profissionais, que se preocupam em vestir a camisa do Grêmio, pensando em utilizar o clube apenas como vitrine e passaporte para o futebol europeu.
    Exemplos não nos faltam no passado recente, Ronaldo mercenário gaúcho e Maxi côrno Lopes.

  • Guto diz: 24 de janeiro de 2011

    Tchê, vendo dizendo desde 1997: cada direção que entra, a primeira coisa que faz é provar que nada é tão ruim que não possa piorar. Duda e Meira eram um fiasco? Odone e Martins são UMA CATÁSTROFE! Três meses negociando com Ronalducho para ficar sem Jonas. Isso é o mesmo que eu passar três meses tentando comprar picanha, não conseguir, e aí não conseguir mais comprar nem uma costela. Não que Ronalducho seja uma picanha, mas tá lôco!

    Apaixonado como esse infeliz é pelo Tcheco, só falta me anunciar essa naba como reforço para a Libertadores. Aí é para dar um tiro na cabeça!

    Se for verdadeira a história da multa que Koff impôs ao Renato em 1983, dois meses antes do Mundial (e não há porque não ser, se os dois lados contam o mesmo “causo”), isso mostra bem que, sem preconceito algum, cachorro com pedigree não tem que estar junto com vira-lata pulguento, mesmo. Uns não ficam reféns do Renato Portaluppi em vésperas de Mundial. Outros ficam reféns do Jonas em vésperas de Gauchão. Tô lôco, eu!

    -x-x-x-x-

    Zini, com todo o respeito, sabes que, via de regra, concordo com tuas opiniões e elogio teus comentários. Essa, no entanto, é uma das poucas vezes em que discordo do que dizes. Estás errado ao dizer que de dois em dois anos as coisas mudam no Grêmio. Desde 1997, só muda o nível da incompetência. Do descaso. Da falta de respeito pelo clube e pelo torcedor. O NÍVEL! A incompetência, o descaso e a falta de respeito são as mesmas. Não há uma só coisa que preste no Grêmio de 1997 para cá. UMA SÓ!

    Ah! Ganhou duas Copas do Brasil. Sim. Com um time que vinha embalado, Campeão da Recopa e Brasileiro, conseguimos ganhar a Copa do Brasil em 1997 no gol qualificado. Depois, quase o fiasco da Série B. E em 2001 ganhamos a Copa do Brasil, depois de perder o Gauchão para o glorioso Caxias. Nos dois episódios, uma no cravo, outra na ferradura. O que foi bem melhor, ao menos, que aquilo que vemos hoje, quando é só na ferradura!

    Nesse caso, juntou-se a incompetência da antiga direção, que prorrogou o contrato, com a inabilidade da nova direção, que passou três meses em uma aventura insana de CEM MILHÕES! Se a primeira não podia, de forma alguma, ficar refém do Jonas (pelamor! Refém do Jonas! Mas era tirar do time e mandar se virar. Queria ver contrato milionário com a reportagem d’”O pior atacante do mundo!”), a segunda foi de uma estupidez bovina quando deixou que se montasse esse circo dos Assis Moreira. Porque era conselheiro arrumando dois milhões hoje, e conselheiro arrumando mais dois milhões amanhã, e OAS dando aval, e não sei mais o quê! Aí está o resultado. Como eu já disse DIVERSAS VEZES, em DIVERSOS BLOGS, não é o primeiro prejuízo que esse porcaria deu, SEM TER VINDO, e não será o último. Do caso Ronalducho para cá, foi-se a Traffic, foi-se o Coates e, agora, foi-se o Jonas. É muito foi-se. Precisava era alguém botar uma foiCE na mão dessas nulidades para tomarem uma atitude de homem de vergonha na cara!

    É por isso que digo, desde 1997: infelizmente, DESDE 1997!, o Grêmio não é dirigido por gremistas. Cacalo, Guerreiro, Obino, Odone, Meira, Antônio Vicente Martins, Duda Kroeff, André Krieger… TUDO COLORADO! Fossem gremistas e já teriam ido para casa para, ao menos, não atrapalhar!

  • Juan diz: 24 de janeiro de 2011

    CANCELAMENTO DE MENSALIDADE JÁ! É UMA VERGONHA ESSA DIREÇÃO! E E MAIS 9 PESSOAS , AMIGOS, FAMILIARES CANCELAMOS TUDO ! ENQUANTO O ODONE MENTIROSO NAO SAIR , TODO MUNDO VAI PARAR DE PAGAR MENSALIDADE! E ESPERO QUE TU NÃO APAGUE MEU POST , ZINI POIS FAREI RECLAMAÇÕES COM TEUS CHEFES!

  • João Mario diz: 24 de janeiro de 2011

    …AZAR, TENS MEDO DE DIZER BEM ALTO :”INCOMPETENCIA” EXPLICITA,ELES SÓ SABEM É TER BRIGAS DE EGOS DENTRO DO GRÊMIO, CREIO QUE OS COMPETENTES ESTÃO AFASTADOS OU PRESOS NA POLITICAGEM INTERNA DO CLUBE, ESTAMOS NA LIBERTADORES E ELES DEPEDRAM A ESTIMA DOS TORCEDORES, VERGONHA É SÓ FALACIA DE POLITCOS, SÓ FALTA METEREM A MÃO, MAMAR NAS TETAS COMO TODO BOM POLITICO….

  • Jonas diz: 24 de janeiro de 2011

    E não acaba aí. A bagunça se estende por todos os lados. Tu viu a lista da Libertadores, Zini?!? Wesley não jogou uma única partida e foi relacionado! Roberson começou todas e foi cortado. E William Magrão? Ele colocou Fernando ao invés disso. Ele não vai ficar bom tempo ainda com a seleção? Será que até o Renato embureceu?

  • Carlos Yomuri diz: 24 de janeiro de 2011

    Turma tricolor
    A coisa ta tao feia, deixo como sugestao…, que tal tentar recuperar o proscrito Leandro?
    Depois do que o Renato fez com o Douglas nao deve ser uma tarefa tao dificil.
    Acho que, se ele jogar bola, resolve boa parte dos nossos problemas.

  • MAURICIO diz: 24 de janeiro de 2011

    AZAR NÃO … É MUITA INCOMPETÊNCIA MESMO !!!

    Até quando não conseguem o que querem são incompetentes…
    R$ 6.000.000,00 + R$ 600.000,00 mensais por 3 anos !!! Já pensou se o cara aceita !?!?!

  • Angela C. diz: 24 de janeiro de 2011

    Por acaso o Odone disse quando foi feita esta proposta “milionária”, no final do Brasileirão ou por acaso foi ontem depois de tudo sacramentado? Depois de mandar o procurador do Jonas esperar porque estavam fazendo “a maior contração do futebol brasileiro”?

  • Angela C. diz: 24 de janeiro de 2011

    O Odoni disse quando fez a tal proposta milionária para o Jonas? Foi no final do brasileirão ou foi ontem depois de tudo sacramentado, depois deles terem dito para o procurador do Jonas esperar por que estavam negociando a “maior contratação do futebol brasileiro”?
    Acho que 6 milhões é muito para o Jonas, mas se ofereceram 100 milhões para o ronaldinho (segundo eles a maior proposta feita foi a do Grêmio) é claro que o Jonas ia achar que 6 milhões era pouco.

  • FABIO LUIS diz: 24 de janeiro de 2011

    300 mil mensais pro Ronaldinho…
    6 milhões de luvas e 600 mil por mês para o Jonas…
    200 mil do Souza…

    Soma-se tudo isso dá prá contratar vários jogadores de qualidade…
    O que me preocupa mesmo é que só podemos inscrever 3 jogadores se passarmos de fase na Libertadores…

    Dou no máximo 1 ano e meio prá ele voltar ao Brasil.. talvez pro Palmeiras, Flamengo, Fluminense, São Paulo, porque não tem tanto futebol prá ser titular na Europa.

    A direção do Grêmio tem que parar de acreditar em “papai-noel”.. somente o torcedor tem amor pelo clube, qualquer um vai trabalhar no lugar em que a proposta é melhor!!!

  • Ronaldo diz: 24 de janeiro de 2011

    Zini, deixando de lado toda a incompetência que caracterizou a gestão Duda Kroeff e está caracterizando esse início de gestão Odone, acho que há uma difernça em negociar com tendo o irmão do jogador como “empresário”. Diferentemente dos empresários de futebol em geral, que tem isso como profissão e que alguns chegam a representar dezenas de jogadores diferentes e que tem necessidade de manter uma boa relação com os clubes sob pena de perder mercado, o irmão do jogador, não está preocupado com a visão que os clubes, que o mercado do futebol, passa a ter dele. Como ele é empresário de um único jogador, ele não está preocupado com sua posição no mercado, está apenas preocupado em obter o melhor contrato possível para seu irmão. Empresários de futebol em geral não agem assim, tendem a ser mais flexíveis a cada negociação de contrato, afinal eles representam outros jogadores também e não podem correr o risco de fechar portas.

  • Ronaldo diz: 24 de janeiro de 2011

    Zini, incompetências à parte acho que negocianar com irmão de jogador é mais complicado mesmo. Não sendo empresário de futebol (é empresário de um jogador só), ele não se preocupa como vai ser visto pelo mercado, com a relação com os clubes. Se preocupa apenas em obter o máximo de dinheiro para seu irmão representado. Diferente de um empresário que, por representar dezenas de jogadores, não pode tirar o máximo em cada contrato, sem transigir, sem fazer algumas concessões aos clubes, sob pena de acabar sendo mal visto pelos clubes e perder mercado para seus jogadores representados.

  • Marcelo diz: 24 de janeiro de 2011

    Não vale 6 milhões, e se quer ir embora, que vá. Não dou 1 ano e meio que já vai estar voltando para algum clube brasileiro. Não vai jogar nada lá. Já vai tarde Jonas.

  • Marcos diz: 24 de janeiro de 2011

    Valair,
    Este Vicente Martins é o mesmo que estava no futebol com o Guerreiro na época da ISL e foi responsável pela contratação do Astrada, Amato, Paulo Nunes indo pra aposentadoria etc por um caminhão de dinheiro e perdeu o Ronaldinho pela primeira vez. História se repete???

  • Sérgio diz: 24 de janeiro de 2011

    Com uma Lei Fiscal para os dirigentes de futebol (LC 101/2000) nenhum deles se atreveria a pagar os R$ 600.000,00 mensais a um jogador, que a diretoria teria oferecido ao Jonas. E com outra de Responsabilidade administrativa (LF 8429/1992) dificilmente ocorreriam gravíssimas “falhas administrativas” do tipo que o Grêmio foi vítima em diferentes gestões como por exemplo: a perda do Grafite, porque ficou sem receber no clube para o qual foi emprestado; do Tinga, que recebeu a liberação pela falta de recolhimento do FGTS; e agora o Jonas com essa multa rescisória vexatória.
    O futebol tem que ser controlado, pelo menos o dinheiro e o patrimônio para que não sejam dilapidados por dirigentes ineficientes, para não dizer outra coisa.

  • antônio diz: 24 de janeiro de 2011

    ZINI: Isso não é azar, é incompetência. Está na cara, falta, a essa direção, capacidade de negociação. Ou está de férias enquanto todo o resto trabalha (caso Ronaldinho), ou é negligente, pois, sequer, leram o contrato do Jonas e a multa lá estabelecida. Agora, vejam só, novamente procuram responsabilizar outrem pelo seu insucesso. Será que será sempre assim, e faltam ainda mais 23 meses para essa direção sair. Ninguém é bobo, Senhor Presidente. Discursos vazios e candentes outrora fizeram sucesso. Agora, na era da internet, ou tem farinha no saco, ou, então, dê o lugar a outro, com mais tempo para se dedicar aos interesses do Grêmio. Do contrário, o Presidente, sempre ausente, em razão da condição de legislador, ou em virtudes de merecidas férias, vai se limitar, apenas, a dar explicações vazias. Agora, estão querendo trazer o ABREU, aquele mesmo que não serviu ao Grêmio em uma libertadores da América, há quinze anos. Será que vão insistir no mesmo erro??????

  • antônio diz: 24 de janeiro de 2011

    Estou com o JUAN, aqui em casa, são três cadeiras (R$ 390,00). Cancelamento já. Fora descaso e incompetência.

  • Alvaro diz: 24 de janeiro de 2011

    Parabens Guto, há anos que venho dizendo isto mesmo.

  • João Carlos diz: 24 de janeiro de 2011

    Não se pode esquecer que o futebol é profissional e que nem sempre os clubes dispensam aos seus melhores jogadores o tratamento que alguns torcedores exigem dos jogadores.

    Daí, não há como se aceitar o rótulo de mercenário, ingrato ou traira ao jogador que no regime profissional deixa o Grêmio em troca de uma proposta mais vantajosa.

    O futebol não é mais romântico como alguns desejam.

    Se o jogador obteve de dirigentes amadores e, talvez, românticos uma multa incompatível com a realidade, nada mais justo do que, no momento oportuno, se valha da vantagem que lhe foi concedida.

    Não há, repito, RG10 à parte, jogador ingrato ou traira, quando procura a melhor vantagem.

    Os mais velhos recordam do tratamento que o Grêmio dispensou ao grande goleiro Alberto. E os mais jovens sabem que Dinho foi dispensado por telefone.

    A grande verdade é que no cotejo jogador profissional x dirigentes amadores vencerá sempre o mais preparado.

  • Negrito diz: 25 de janeiro de 2011

    O Gremio só tem a agradecer ao Jonas e o Jonas MUITO MAIS A AGRADECER AO GREMIO. O que Jonas fez pelo Gremio é obrigação de atleta nada mais e por isso era pago e MUITO BEM PAGO. Em outro time Jonas não teria recebido as oportunidades que recebeu no Gremio e das quais se destacou. E o gremio e a Torcida teve paciencia com Jonas e o apoiou. Então tudo certo. Certo ? não ! Jonas ABANDONOU o Gremio na hora que o Gremio mais precisava dele. Traiu o Gremio. Poderia ter jogado esses dois jogos da pre-libertadores e se despediria depois com uma linda festa e deixarai acertado o ambiente para um dia retornar ao Sul, mas não saiu pelo RALO, as pressas, as escondidas, como pessoas erradas fazem.Lembre-se: se retornares ao Brasil irás parar na segundona, como jogador reserva, como voce merece.O Gremio já decidiu jogos com sete jogadores e venceu.Com o nosso plantel, venceremos.Parabens ao Luxemburgo e ao Galvão Bueno no Bem Amigos, foram os unicos que reconheceram que o Gremio entra para valer em todas as competiçoes e é candidato ao título na Libertadores.Jonas já deve estar arrependido !!!!!

  • RODRIGO diz: 25 de janeiro de 2011

    Zini,
    Incompetência e amadorismo são as únicas palavras que definem a direçao gremista (ex e atual) nesse momento. É o caos! O que essas pessoas pretendem fazer com o nosso Grêmio?
    É preciso que se atente a um nome: Sr. Antonio Vicente Martins. Toda vez que esse sujeito entra no Estádio Olímpico como dirigente de futebol, desastres retumbantes acontecem. Será só coincidência? Ou alguém aqui já esqueceu que era ele o todo-poderoso vice de futebol da famigerada parceria com a ISL? Alguém já esqueceu que esse fantástico negócio da ISL, arquitetado por Vicente Martins e o ex-presidente Guerreiro, quase levou a instituição Grêmio à bancarrota? Alguém já esqueceu que foi ele, Martins, o responsável pelas brilhantes contratações dos argentinos Amato e Astrada e o fracassado retorno do Paulo Nunes em fim de carreira?
    Agora, alguns anos depois, sob as bênçãos de Odone, o sr. Martins volta a comandar o futebol gremista como se nada tivesse acontecido. E, em pouco tempo, consegue a proeza de “perder” o principal jogador do time às vésperas de uma estreia em Libertadores. Os reforços pífios que chegaram nem podem ser chamados de reforços. Isso sem mencionar o verdadeiro fiasco de ter envolvido o Grêmio naquela novela-leilão que terminou na Gávea.
    E ANOTEM AÍ: O PRÓXIMO ALVO DO SR. VICENTE MARTINS ATENDE PELO NOME DE RENATO PORTALUPPI!!!!!!!
    Preocupante, muito preocupante. Temo pelo futuro do Grêmio, já nem falo do time, mas do clube, da instituição Grêmio.
    URGE uma campanha SÉRIA para que se tire o sr. Vicente Martins do Estádio Olímpico! Sant’Ana, presidente Odone, o Grêmio é muito grande para estar nas mãos de amadores incompetentes e que, talvez, estejam agindo de má-fé.
    Profissionalismo JÁ!

  • Marco diz: 25 de janeiro de 2011

    Uma coisa que se nota nos bastidores do Grêmio é que existe uma guerra de facções políticas e que é histórica no clube. A politicagem só deu trégua – uma exceção – nos anos do Fábio Koff, devido aos resultados de campo, pois ninguém era louco de contestar o Grêmio naqueles anos do Koff. Mas isto não significa mérito do Koff, pois como se viu mais tarde, ele também se envolveu nas politicagens internas do clube, ou seja, não quis ficar acima da politicagem (ou não pode).

    Com isso também não estou elogiando indiretamente o Inter, visto que o Inter pós-2002 passou por algo semelhante ao Grêmio dos anos 90: o resultado do campo acabou abafando a politicagem iterna. Mas não seria estranho, caso os resultados do campo não venham a acontecer – o que é muito natural na vida, pois se ganha e se perde – que aqueles anos de “Império Otomano”, mandato para pagar títulos e não ganhar títulos, etc., voltem a frequentar as manchetes do Beira-Rio.

    Em suma, falta aos nossos clubes varrer o amadorismo que nossos clubes amam de paixão! Falta coragem para implementar gestões empresariais em nossos clubes de futebol ao invés de ainda serem associações consagradas como feudo de uma meia dúzia de famílias (com seus conselhos impregnados de nepotismo) com suas ligações políticas.

  • edson pastorini diz: 25 de janeiro de 2011

    o gremio virou o q o inter foi por mais de duas decadas,somento um coadjuvante. soh espero q nao dure tanto tempo assim esse momento q vivemos. o gremio virou piada nacional por causa da incompetencia desses dirigentes atuais.

  • Gerson diz: 25 de janeiro de 2011

    Zini, sera que um clube que nao consegue negociar com irmao/empresario de jogador de futebol conseguira negociar com uma empreiteira internacional a construcao de seu estadio ???

    gostaria de uma resposta sua…
    abrazo

  • MAURO SERGIO diz: 25 de janeiro de 2011

    Vou repetir o que um amigo meu escreveu em outro blog:

    Quando escrevem manchetes aqui no ClicRBS, tipo ‘Confiança Inabalada’, citando que o ‘Inter conta como certa a contratação de Cavenaghi’… e citam um ou outro diretor, por que não colocam claramente a frase do suposto contratante? Até agora, nem na rádio, nem na TV, nem por escrito, eu vi ou ouvi algum dirigente COLORADO confirmando especificamente a contratação do Cavenaghi? Seria uma forma de noticiar um ‘furo’ sem correr novos riscos de cometer gafes semelhantes a ocorrida nos lados da Azenha? Daí, se o tal atacante não vem, a RBS culpa que a informação é da diretoria do Inter? Mas quem foi que confirmou essa contratação??? Onde está a frase do dirigente dizendo claramente: NÓS ESTAMOS FECHADOS COM O BORDEAUX, O MALLORCA E O CAVENAGHI. ELE JÁ É NOSSO ATACANTE! —- Onde está essa afirmação que não vi???

    Quanto ao Jonas, apenas mais um baita negócio do Grêmio. Amadorismo puro.

  • Jonas diz: 25 de janeiro de 2011

    O Grêmio tem azar é com seus dirigentes. Aliás não é só azar, porque eles são eleitos. No caso atual, num acesso de burrice coletiva, os sócios deram totais poderes a esses caras, com maioria absoluta no Conselho Deliberativo. Aviso não faltou…

  • Bernardo diz: 25 de janeiro de 2011

    Que RIDÍCULO!!! Agora estão todos os jornalistas da RBS TV c síndrome de mulher traída!!

    Os únicos culpados pela saída de Jonas foram os seus grandes torcedores, que na primeira partida do cara na volta das férias, o VAIARAM!! Esperavam o que?? O cara é artilheiro do Brasileirão… n precisa ficar num time q já o quis trocar por um lateral ridículo e q seus torcedores o vaiam na primeira partida do ano…

    Gremista é tudo ridículo

  • Evandro diz: 25 de janeiro de 2011

    Não tem nada a ver com incompetência da direção. Segundo o Duda Kroeff, esta multa rescisória foi uma imposição do Jonas. q falou na época da renovação, q se o Grêmio colocasse uma multa alta, ele não assinaria a renovação, claro, já com más intenções para com o Grêmio.

    Então, não venham falar em incompetência sem antes saberem da real situação.

  • Diogo diz: 25 de janeiro de 2011

    Estou lançando chapa para 2013:
    Presidente : Danrley
    Diretor de esporte: Dinho
    Técnico: Renato

  • Marco Antônio diz: 25 de janeiro de 2011

    O Renato exige que os jogadores contratados sejam brasileiros. Eu acho que devem, além disso, ser filhos únicos.

    O Grêmio precisa de um atacante filho único ou órfão. hehehehehehe

  • ricardofloripagaucho diz: 25 de janeiro de 2011

    Nada haver!

    Tem um monte de casos que estão se esquecendo, Paulo Nunes, Arce, Jardel etc., nunca conseguiram manter craques,
    e ainda por cima, não lucraram nada com os seus jogadores campeões.

    A incompetência vem desde o século passado, mas leiam o que escrevi antes da deserção no Blog Tricolor.

    # ricardofloripagaucho diz:
    24 de janeiro de 2011 às 3:33 pm

    Cantei a bolinha ontem no sub-tópico “Muito cedo pra ser categórico”, no Blog Tricolor, os que achavam que eu estava errado aí vai, tem a data e hora, podem verificar.

    Ricardo Floripa diz:
    23 de janeiro de 2011 às 2:12 pm

    Bah! Conseguí enviar uma mensagem!

    Aqui vai minha idéia sobre o assunto e um PROTESTO CONTRA A MANIPULAÇÃO DO BLOGS.

    O time parece que sentiu a novela e as coisas não estão como deveriam, estou começando a desconfiar que tem muita coisa $$$ nas cabeças deles!

    Viram o que deu o caso do traira, a falta de perspicácia dos dirigentes?

    Proposta milionária nas cabeças deles, a torcida está preparada pra perder pro Liverpool?

    No caso do Jonas por exemplo, de duas uma ou as duas:

    1- Ele quer um avião de dim-dim $$$ pra ficar, aumentou o olho depois da novela.

    2- Já está acertado com algum clube $$$ pra sair sem custos do Grêmio e não venham com esta conversa de participar na histório do clube que não cola, os boleiros são iguais!$$$!

    Até agora os reforços anunciados de expressão e de experiência nada, na verdade não tem mais nenhum, o clube está sem dinheiro mesmo, e a imprensa que é na maioria colorada fica jogando fogo no tricolor.

    Enquanto isto os cholorados negociam às sombras com a cobertura da citada imprensa!

    Não é paranóia, é a realidade, depois do FIASCO PFIFA eles sairam do ar, nem tocar flauta deu, de tanta sacanagem, os blogs cholorados saíram do ar, isto se pode chamar de imprensa tendenciosa, a RBS está cheia destes, por que não dá mais pra comentar sem ficar um tempão nos códigos que nunca dão acesso? Seria muita ingenuidade achar que é mera coincidência! É sacanagem mesmo!

    Até quando teremos que aguentar tanta falta de tino e malandragem? Ou queriam mesmo era dinheiro dos associados?

    Muitos tiros nos pés destes dirigentes gremistas que não aprendem a comportar-se como profissionais, amadores, não passam de torcedores passionais!

    O problema é que no Olímpico sempre reinou, ainda reina e pelo jeito ainda reinará a maior ingenuidade amadorística que se tem notícia há mais de 10 anos, estava na cara que ele estava aprontando pelas costas, o caso do traira tirou o foco da necessidade preemente de renovação com o cara que foi e todos ficaram sabendo durante as férias, assediado pelos clubes estrangeiros e o que fizeram os dirigentes? Nada! Com esta foi-se a Libertadores, o clima no vestiário deve ser o pior possível, quanta incompetência junta, bah e eu cantei a bola, pena que os que administram o clube da Azenha não lêem os coentários de blogs como este aqui.

    Quanto ao jogador. é como todos os boleiros, a novidade seria ficar, mais um mercenário que deixa o Olímpico pelas portas dos fundos, se é assim já vai tarde!

    O ano que tinha tudo pra ser O ANO, azedou, foi pro vinagre, além de não contratarem ninguém ainda deixam o goleador sair de graça, mais uma do Babão Odone, e olhem que metiam o pau no antecesso dele, incompetência!

  • Fabio Mallmann diz: 25 de janeiro de 2011

    A culpa não é de empresários, irmãos e cia ltda…O problema é torcermos para um time que não tem gente competente para administrar…Acho que vamos ter que colocar um anuncio na ZH Classissificados para buscarmos uma pessoa capas de dirigir um clube do tamanho do Gremio.

  • Vitor diz: 25 de janeiro de 2011

    Olha Zini, tenho acompanhado o “afair” Jonas/Grêmio desde o início e lido todas as notícias, blogs e comentários de internautas a respeito, e acho que está havendo muita confusão e muita bobagem por aí. Vamos aos fatos: 1. Não dá para comparar o caso Ronaldinho com o de Jonas. O gaúcho foi criado no Grêmio, teve raízes no Grêmio e saiu pela porta dos fundos, enganando direção e torcida. Na sua volta ao Brasil, enganou de novo. Jonas, não. Veio adulto para o Grêmio e não se pode exigir dele qualquer coisa no sentido de “afeição” ou “amor” pela camisa que vestiu. Apenas profissionalismo. E isto ele teve de sobra.
    2. Quem perdeu Jonas foi a direção passada, do sr. Duda, ao concordar em estipular importância de indenização ridícula em caso de quebra de contrato. A desculpa dada, foi a mais esfarrapada que já li de dirigente de clube. Ao concordar com essa exigência do Jonas, Duda e seus parceiros de direção dilapidaram um precioso patrimònio do clube, só isso.
    3. Paulo Odone fez o que podia para reter o atacante, inclusive com uma proposta milionária até para os padrões europeus, talvez um pouco tarde demais, é verdade.

  • ricardofloripagaucho diz: 25 de janeiro de 2011

    Pros gremistas esta história amadoristica não cola mais, clube que não sabe redigir um contrato que não permita a saída de jogadores diferenciados e que vira uma novela.

    Os dirigentes jogam a torcida contra os jogadores, fazem média pra ficarem numa boa, mas será quem não ficam com
    uns trocados por baixo do pano?

    Muito estranho a história se repetir tantas vezes, estes dois não são os primeiros a sairem sem dar lucro.

    Pra refrescar a memória, lembram da tal arrecadação do fica Jardel, lembram-se no que deu? Foi um pouquinho mais tarde e não deu o lucro como deveria ter acontecido.

    Ah! O clube estava endividado! Mas quando o Grêmio deixou de estar nesta situação?

    Outros que sairam quase de graça: o próprio técnico, o Renato talvez tenha sido um dos primeiros, tem o Paulo Nunes,
    Arce, Adilson Batista, Rivarola, o Dinho dispensado do jeito que todos souberam via fone, ainda tem o Tinga, Anderson Polga, Marcelinho Paraíba, Hugo que veio pela segunda vez, depois foi sem dar um lucro, o tal Leandro que seria A CONTRATAÇÃO, nem está mais treinando com o grupo, mas todos os meses recebe em dia, pra que jogar? Está ótimo assim, vou à festa da torcida do São Paulo e aí quem vai ligar?

    Se parar aqui à relacionar as mancadas de trazerem jogadores quase no fim da temporada e depois dispensados sem nenhum retorno, tem o Ortermann, Rick Morales, sem falar nos que deixaram o Olímpico por outro clube da Europa, o
    Roger, Maxi Lopez, Rever, etc.

    Será que não aprenderam com o Inter, falta quem administre de forma profissional, contrato, no mínimo quatro anos com renovação automática já prevista em cláusulas especiais, e com uma multa grande, mas bem grande, para que qualquer clube da Europa caso deseje leva-lo tenha que negociar com a direção e não com irmão, empresário ou procurador.

    Está ficando nojento falar das mancadas dos dirigentes gremistas, e todos sabem, não é de agora, por isto que o clube está sempre à perigo de cair pra segunda divisão, o ano passado devria ter servido de aviso, parece que não adianta, pau que nasce torto, morre torto, quanta incompetência, demolirão o Olímpico pra erguerem um novo estádio que não será do clube por um bom tempo.

    O problema é que a marca GRÊMIO vende, aí porque todos tiram um pedacinho da verdadeira mãe brasileira.

    A incompetêcia estitucionalizada na Azenha garante; qualquer cabeça de bagre que vire goleador saia sem dar lucros aos cofres da instituição que serviu de vitrine pros boleiros que cá pra nós são todos dinheiristas!

    Que liderança o Odone tem? É um perdedor! Digam-me quando foi o título de importância que ele levantou? Nenhum!

    Não me venham com a tal “Batalha”, aquilo foi um aborto que só um Náutico da vida, freguês de carteirinha podia proporcionar, título B não conta.

    Fazem quase 16 anos que o tricolor foi campeão brasileiro em cima da Portugues, copas do Brasil não dão pra contar também, tem que ser no mínimo um brasileiro! A não ser que a CBF homologue estes títulos no mesmo nível das Taças
    do Brasil!? Aí seria muita coisa, porém o Grêmio não está no Rio ou em São Paulo, e não é um Fluminense, Santos ou Palmeiras.

    Assim como está este ano poderemos cair, o ano passado foi aquele sufoco, se não fosse o Renato e o artilheiro que saiu sem dar um lucro sequer aos cofres, assim é a vida de gremista, enquanto isto o co-irmão do aterro sanitário dá aula de como administrar! Ninguém merece! Larguei!

  • Guto diz: 25 de janeiro de 2011

    A coisa é tão medonha, que nem isso são capazes de prever. Mas acreditaram, realmente, que a divulgação dessa proposta faria com que o torcedor os visse como “coitadinhos que fizeram o que podiam”?

    A divulgação dessa suposta proposta, ao contrário, é a prova de que o Conselho Deliberativo deveria decretar o impeachment do Conselho Diretivo, a começar por Odone, cuja maior preocupação no dia de hoje foi quantos votos terá perdido na próxima, mas pensando que ainda dá tempo de recuperar. Não levo mais ninguém para compadre, amigo! É muita incompetência de 1997 para cá! Começou com esse incompetente do Cacalo!

    Mas vem cá, tchê! 6 milhões de luvas, mais 600 mil/mês, LIVRES DE IMPOSTOS, POR JONAS! Mas isso é brincadeira de mau gosto! Se ganharmos a Libertadores desse ano, e o André Lima for o goleador, vão oferecer quanto para ele ficar no próximo ano?

    Que título Jonas tem no currículo? Jogou QUATRO campeonatos no ano passado para ser goleador de um. E, assim mesmo, quando foi para fazer gol no Fluminense, no Rio, fez quantos, mesmo? Quando ganhamos do Corínthians, em São Paulo, quantos gols Jonas fez? Na semi da Copa do Brasil, contra o Santos, lá, quantos gols o Santos precisou fazer para superar os feitos por Jonas? Em todos os Gre-Nais do ano passado, quantos gols Jonas fez? Gol no Votoraty eu também faço, amigo, com todo o respeito!

    6 milhões de luvas, mais 600 mil por mês, não é a prova de que fizeram tudo que podiam. É a prova de que Deus é que é um grande gremista. Se Jonas aceita, estamos fuzilados! Estão brincando com coisa séria. Depois o torcedor perde as estribeiras e é marginal, é delinquente. Delinquente são semelhantes asnos, fazendo essas sandices que estão fazendo.

    Kroeff, que deixou o Grêmio sem técnico por dois meses, não deixa suas fazendas sem agrônomo ou veterinário por dois dias. Odone, com essas palhaçadas que está fazendo, nunca tentou ser Senador ou dizer que estava pensando em ser Governador do Estado. É naquela coisinha de Deputado Estadual, que é o que está garantido com o aval do Grêmio.

    Olha, meu: não é possível que não se arrume coisa melhor para dirigir o Grêmio. Se isso aí é o melhor que pode ser oferecido pelo Conselho Deliberativo, acabe-se com o Conselho! Coisa muito melhor que isso sai das arquibancadas do Olímpico, sem procurar muito!

Envie seu Comentário