Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O valor de uma Recopa em tempos de crise

08 de agosto de 2011 11


A Recopa é uma troféu internacional. Tem peso, representa algo, dá status, ocupa espaço nobre em memorial. Os dois jogos não podem ser desprezados.

O Inter chega aos jogos decisivos longe da sua melhor forma e com ausências significativas. A vitória sobre o Cruzeiro (3 a 2)  foi um alento, mas a derrota para o Fluminense (2 a 0) ainda pesa no currículo. O Inter 2011 não consegue fazer uma boa sequência de partidas. Não empolga, a torcida deixou o Beira-Rio, só 16,2 mil foram ao estádio domingo, dia bonito de sol.

A torcida está desconfiada com tudo, com os jogadores, D’Alessandro foi vaiado domingo passado, com o técnico que não, ainda um interino trabalha em Buenos Aires, e com os dirigentes, especialmente os que queimaram Falcão depois de rapidíssimos cem dias.

A Recopa, ao menos para o Inter, funciona como um recomeço. A vitória para ajudar a afastar o mau tempo, chamar o sol, buscar novos tempo, servir de motivação. Seria quase um presente ao novo técnico, quem quer que seja ele. Treinar um time campeão da Recopa é melhor do que pisar no terreno minado de um clube fora da zona da Copa Libertadores no Brasileirão e cm raras chances de disputar o título nacional.

A Recopa vale muito. Vale autoestima, no mínimo.

Bookmark and Share

Comentários (11)

  • Anderson diz: 8 de agosto de 2011

    O Inter fez uma sequência de bons jogos sim!
    Já esqueceu daquela sequência onde teve goleadas sobre Atlético MG e Figueirense, além da vitória sobre o Atlético PR?!
    Aquilo foi uma sequência de ótimos resultados e bom futebol!
    Nesses horas para completar um texto conforme a conveniência do assunto tratado acaba com que até a memória fica de lado!

  • leonardo diz: 8 de agosto de 2011

    O D´alessandro foi vaiado pelos FALSOS COLORADOS que frequentam o setor “Sociais” do Beira-Rio!
    Não se deixe enganar, essa turma que vai ao Gigante afogar as mágoas NÃO É COLORADA!

  • Otavio Campos diz: 8 de agosto de 2011

    Se não fosse a arbitragem no último jogo……..

  • heloisa diz: 8 de agosto de 2011

    Entra ano e sai ano e os caras não aprendem!…Todo o ano é a mesma coisa! Em pleno primeiro turno já se ouve: “…Agora não dá mais! Tá tudo errado! É sulamericana e olhe lá!”… Acho que eles aprendem essas chatices com o Guerrinha!…E para não se darem mal no final do campeonato, eles logo acrescentam: “A não ser que o time engate umas três ou quatro vitórias seguidas e então a situação muda.”…Aí, lá por dezembro, com o time numa boa posição, o cara desdenha do outro que SEMPRE acreditou na reversão, na maior cara de pau: “Eu não disse que a situação mudaria se engatasse umas três ou quatro vitórias seguidas?!”… ORA, “SUAS SUPREMAS DIVINDADES! TODOS OS VINTE CLUBES DO BRASILEIRÃO PODEM ENGATAR UMAS TRÊS OU QUATRO VITÓRIAS SEGUIDAS, MUDANDO A SUA SITUAÇÃO NA TABELA! ATÉ O AVAÍ! AINDA SE TEM JOGO PRA XUXÚ, COM CONDIÇÕES DE ENGATAR ATÉ VINTE E TRÊS VITÓRIAS SEGUIDAS, ORA BOLAS!!!…

  • SILVIO diz: 8 de agosto de 2011

    Olá Zini:….O Inter está atrás de mais um titulo INTERNACIONAL. Isto causa inveja a certas pessoas. Até parece aquela “fábula” da RAPOSA E AS UVAS…..Foi ganhando o Título da Recopa, que o meu Colorado se tornou CAMPEÃO DE TUDO.
    AH:…D’Alessandro foi aplaudido na sua substituição, pelos mesmos “corneteiros idiotas” que o vaiaram.

  • Marcio diz: 8 de agosto de 2011

    Fecho com o Leonardo, esses colorados nao lembram dos anos 90 que o camisa 10 do inter era o Le, o Gil Baiano, ou outro cururu qualquer, essa galera tem que ficar em casa e parar de ir pro beira rio encher o s…. Onde achar um 10 como dalessandro?
    Montillo? jogou bem ontem mas e ai decidiu? R10 fala serio. O cara noa pode pode jogar todas muito bem, e ontem ele perdeu uma bola no meio de 2 tempo quando tava tentando tirar o time de tras. Bh tah fioda os corneteiros. abs

  • ZÉ diz: 8 de agosto de 2011

    Não estava lá, e não vaio jogadores do MEU TIME por princípio, mas tenho certeza de que o D’ALESSANDRO foi vaiado por VERDADEIROS COLORADOS, que se cansam de ver este mala chiliquento que joga quando quer e contamina o ambiente com seu temperamento de mimadinho. Assim como ele, está mais que na hora de mandar embora BOLÍVAR, KLÉBER e outros come-e-dorme que atrapalham o bom funcionamento do TIME DO INTERNACIONAL.

    Nem falo do sr. ‘Espetacular’, mais um equívoco do sr. Sabe Tudo Fernando Carvalho, que andava totalmente descartado com o FALCÃO, e depois que a direção cometeu aquela trairagem com o FALCÃO e o SIEGMANN voltou, imposto pelo cidadão que diz que não tá de volta, mas todo o mundo sabe que é quem dá as cartas no BEIRA-RIO.

    Mas não adianta falar mal do Carvalho, a sua claque é forte, as tietes sem senso crítico não percebem que com ele e seu império o INTER ruma para o mesmo caminho que o Vasco com Euricão, o Palmeiras com Mustafá e o Corinthians com Dualib – todos dirigentes vencedores que acabaram levando seus clubes para o brejo o coirmão conhece bem. Não estranhem depois.

  • Gabriel diz: 8 de agosto de 2011

    D’alessandro jogou muito bem ontem sim,e vamos ganhar essa recopa de qualquer jeito,mais um título internacional para o nosso internacional! ah que seja o Dorival junior nosso tecnico.

  • Gabriel diz: 8 de agosto de 2011

    Dalhe coloradooo!

  • josimar feijo de souza diz: 8 de agosto de 2011

    Pelo jeito todos que escrevem aqui estavam sócios naqueles anos 90, duvido….a maioria chegou bem depois disso…os tempos sao outros ….e a vida evolui em todos os sentidos , achar que ficariamos naquela é achar que algo poderia ser pior que aquilo, quase cair e sabemos porque nao caimos, depois disso muita coisa melhorou porque pior nao podia tb ficar, mas nao sou daqueles que vou endeusar as pessoas que estavam na direçao naquele momento, fizeram sua parte, como muitos antes disso tb tiveram em momentos dificies e superaram tudo, olho o momento e o futuro, nao fizeram nada mais que sua obrigaçao e porque quiseram estar naquele momento, e depois muitos interesses acontecem em torno de uma dedicaçao toda por um clube, vejamos por exemplo o corintians , onde um dirigente que se acha muito e se diz fazer tudo por amor, ser noticioado que seu apelido é TAXINHA…nada acontece por a anos com toda sua dedicaçao sem que receba uma porcentagem em compra e venda de jogadores..

  • Ismael diz: 9 de agosto de 2011

    Realmente Leonardo, eu vivi os anos 90 e a coisa era complicada. Se olhasse pra frente e pudesse prever que o Inter teria um “dalessandro” naquela época, iria chorar de felicidade. O cara joga, e jogou bem Domingo, as vezes tem dias ruins…mas até ai normal. Tem muita gente “mal acostumada” (que não sei exatamente o tamanho da noção quem tem da realidade ou se tornaram COLORADAÇOS apartir de 2006), que acha que venceremos TUDO todos os anos. Esta RECOPA, vamo levar o caneco sim! Pode anotar e me cobrar depois, e vai ser mais um ano com titulo Internacional. TODO ANO! Isto é ruim né?? Se eu enchergasse isso nos anos 90, nossa…iria me emocionar. Não nos esqueçamos do passado, pois ficar com amargura por não estarmos vencendo TUDO, é coisa de lunatico. Acho que o Colorado tem que jogar mais bola, sim…mas ficar vaiando o cara NO MEIO DO JOGO (com ele jogando bem), é coisa de corneteiro e de Colorado de araque. Eu defendo sempre este time, mesmo quando ele não joga um ovo…pois são os caras que estão nos representado. PONTO! É o que temos “agora”. Não vamos fazer como outros clubes da capital, que quando tem crise, querem trocar tudo e todos. Tira o D’ale e poe quem? Esta é a minha pergunta pros corneteiros?

Envie seu Comentário