Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Andrade Gutierrez, as reformas e o Beira-Rio

21 de agosto de 2011 11

Quando botar a mão no Beira-Rio, nas reformas de R$ 290 milhões, em setembro, a Andrade Gutierrez promete atacar as arquibancadas com um exército de mais de 3 mil operários.

Como tem cerca de 7 a 8 mil homens em Novo Hamburgo, na expansão do Trensurb, a construtora vai apenas mudar seus trabalhadores de cidade.

Não buscará mão de obra fora do Estado.

Bookmark and Share

Comentários (11)

  • Pedro Luis Dreher Toniolo diz: 22 de agosto de 2011

    Zini, em respeito ao teu leitor, favor aceitar os comentários…
    Vários amigos meus estão reclamando de que comentaram alguns equívocos no blog, e não foi feita nenhuma correção. Para agravar, os comentários não foram publicados…

    espero que seja um problema técnico, né?!

  • Eduardo diz: 22 de agosto de 2011

    E os comentários?? onde estão??

  • Eduardo diz: 22 de agosto de 2011

    Pra criticar a Arena tu libera rapidinho os comentário, pra criticar o Beira Rio é um século né??

  • Fabricio Sica da Fonte diz: 22 de agosto de 2011

    É impressionante a complacencia da imprensa gaúcha com a falta de capacidade do Inter em administrar as obras do seu estadio. Enquanto na beira da free-way temos um estadio 30% pronto (o estadio com as obras mais avançadas do Brasil), no outro lado da cidade temos um estádio desfigurado, sem uma de suas arquibancadas, e com as obras absolutamente PARADAS. No dia em que os funcionarios da arena gremista entraram em greve foi um estardalhaço, os sabidos da RBS diziam “e agora poderão cumprir o prazo de entrega?” QUE PRAZO DE ENTREGA?? pergunto eu. Nós nao temos prazos, nós temos que fazer um estadio para o torcedor Gremista, leve o tempo que levar. Mas quando as obras da beira do rio ficam paradas DOIS MESES(!!!!), ninguém levanta a voz para falar nada. Mas eles tem um prazo… Sim eles tem, era de 20 meses, mas agora já prometem cumprir em 15! Enquanto isso comentaristas ficam criando funcionarios que não existem (na obra do trensurb em NH tem 1.2mil funcionarios e não 7 mil como foi informado pelo colunista), e exaltando o maravilhoso modelo de parceria. Modelo esse que o Grêmio estava usando, mas foi sempre criticado pelos experts em gestão de estádios da RBS. E mais, exaltando um contrato que nunca foi visto por ninguém, e que vai ser analizado por uma semana pelo conselho do Inter.. Uma semana para decidir 20 anos, quando da assinatura do contrato Gremista foram mais de 2 meses e 7 comissões para analizar o contrato. E mesmo assim fomos criticados por “assinar sem ler”… É amigo colunista, assim fica dificil acreditar que a imprensa gaúcha não tem interesses excusos nesse caso.

  • Felipe Gomes diz: 22 de agosto de 2011

    Moro em Novo Hamburgo, e trabalho na Avenida Nações Unidas, onde esta concentrada a maior parte dos trabalhos do trensurb na cidade, e digo que, com certeza, NÃO existem tantos funcionários trabalhando. Sendo que parte destes são terceirizados e não contratados diretos do CONSÓRCIO NOVA VIA (formado pelas empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo/Busnello, Bombardier, Baulfor Beautty e T’Trans).Porque quando a bronca eh do lado vermelho a imprensa esconde tanto a realidade??? E quando eh do lado azul o alarde eh tão grande e exagerado???

  • Ismael diz: 22 de agosto de 2011

    Bronca no “lado vermelho”, nems e compara ao que tem acontecido no bairro Azenha. Lá sim, a coisa ta preta…mas graças a Deus (pois sou Colorado), tem mais gremistas se importando com a “arena” (e pior): COM O “BEIRA RIO”.
    Enquanto isto o gremio lá embaixo, sem previsão ou esperança de reverter as coisas. Mas o “site” ta uma beleza!

  • Pedro Luis Dreher Toniolo diz: 23 de agosto de 2011

    Ismael

    O Grêmio está trabalhando no projeto arena desde 2007, e ainda assim estão ocorrendo ajustes no decorrer da obra, devido a novas exigências e oportunidades que estão surgindo. Existe um aditivo que será votado, mas mesmo que não seja aprovado a Arena ainda será um ótimo estádio de futebol. E mesmo que o Grêmio atrase a obra, não haverá problema, pois não temos prazos a curto prazo para cumprir, nem pederemos incentivos se isto ocorrer. Já o teu inter, está reformulando todo um projeto nas pressas, tendo que compartilhar o patrimônio sob pressão da FIFA e da própria torcida para não pagar um mico GIGANTE. Você realmente acha que o silêncio da direção colorada e as sucessivas prorrogações da entrega do contrato estão acontecendo pelo bom andamento das negociações? Tu realmente acredita que tudo correrá 100% certo na reforma do Beira Rio?
    Infelizmente, quem sairá perdendo será Porto Alegre, que perderá a Copa das Confederações (quem sabe até a copa).
    Não existem 7.000 funcionários nas obras trensurb. São uns 1.200 funcionários da AG, e como o ZINI já publicou hoje, só poderão ser liberados no segundo semestre de 2012.
    Luigi e Fortunati estão no mundo da fantasia se acreditam que o Beira Rio ficará pronto a tempo da Copa das Confederações, assim como todos que ainda acreditam nisso!!!
    Embora o Grêmio esteja lamentável dentro de campo, em termos de obra e planejamento do futuro, tá dando de 10 a 0 no colorado. O inter não tem planejamento para a reforma do estádio. A direção colorada está correndo atrás de cada nova exigência da FIFA de forma desesperada. Agora o problema é o gramado!!!

    Boa sorte para Porto Alegre, pois vai precisar para sediar a Copa das Confederações!!!

  • Ismael diz: 23 de agosto de 2011

    Pedro, respeito tua opinião. E acho que tens razão que estes “atrasos” refletem “problemas” na assinatura de contrato. Porém tu citas que o gremio esta dando de 10 x 0 no Inter em “planejamento”. Pedro, me desculpe…mas isto na minha opinião é uma atrocidade (que estas citando). Um clube que sabe se planejar para o futuro, não pode se focar em algo especifico (Arena). É um todo. É o futuro do clube TODO. Enquanto o Inter tem na base revelações, no time principal (Damião’s & Oscar), e na diretoria CAUTELA para assinar algo que envolverá 20 anos seguintes do respectivo estádio, não acho que o gremio esteja dando um banho de “planejamento”. O reflexo da competencia destes dirigentes gremistas (que tu cita tão eficientes para o futuro), é o lugar que o gremio ocupa na campeonato Brasileiro e os dez anos que se passaram no limbo do futebol. Me desculpe, mas NESTE aspecto de “FUTURO”, to levando muito mais fé no Colorado (e na direção Colorada), do que na gremista. E sobre a assinatura de contrato em si, acredito que exista ao mesmo tempo uma cautela referente aos problemas de contrato. Mas te lembra Pedro, que o Beira-rio, ja esta de pé. E digop mais, embora o contrato lembre o da Arena (OAS), não é igual não (nem perto). Mas deixa assim, no FUTURO entenderás melhor o que estou falando. Sobre as reformas do Trensurb, não sei de nada disso, porém…contratação de funcionaríos ou tranferencia de funcionarios, é o de menos nesta história.

  • Pedro Luis Dreher Toniolo diz: 24 de agosto de 2011

    Ismael, tens razão… me expressei muito mal ao dizer: “em termos de obra e planejamento do futuro”. Planejamento do futuro é algo muito abrangente. Na realidade, você resumiu muito bem meu sentimento: para o Grêmio está faltando o essencial, o futebol!!!
    O que eu queria dizer e não disse (e talvez até alguns tenham entendido) foi: em termos de planejamento e execução de obra, o grêmio já deu um banho de bola no inter.
    O inter se concentrou em se promover com um discurso de autofinanciamento, com comemorações pela escolha do estádio para a copa, com festa para a chegada das primeiras arquibancadas, e até com aviãozinho para tocar flauta na parceria gremista.
    Se existe atraso na assinatura do contrato de vocês, não é “cautela”, é falta de planejamento nos últimos 4 anos (no que se refere à reforma do Beira Rio).
    O que o Grêmio demorou uns 3 anos para fazer (determinar a parceira e assinar o contrato), vocês decidiram fazer em 3 meses. A decisão pelo modelo de parceria ocorreu em janeiro, e a previsão de escolha da empresa parceira era para março, com assinatura do contrato em abril (para oferecer as devidas garantias à FIFA). Acabou que só decidiram a parceira em maio, e até agora nada de assinatura!!! Se houvesse planejamento de verdade na reforma de vocês, sobraria tempo, e este contrato estaria assinado há mais de ano. Infelizmente, a utopia de reformar com dinheiro próprio cegou vocês, e Porto Alegre é que pagará o pato!!!
    O que vai acontecer? Terão que fechar o beira rio, o time do inter não poderá treinar lá, muitos jogos serão realizados fora do Beira Rio. Vocês terão de fazer tudo o que a AG determinar para poderem concluir a obra em tempo!! Vão ter que rezar para São Pedrão que faça a maior estiagem que POA já viu. E terão que rebolar para adequar alguma eventual “sugestão” da FIFA dentro do prazo estipulado. E não adianta botar a culpa na FIFA, pois ela está sendo muito boazinha com vocês, até porque, não foi apresentada nenhuma garantia que a reforma sairá. A garantia só vem com o contrato assinado, e o prazo era março de 2011!! Cadê o contrato???
    Calma, ainda não acabou… e se o escritório de advocacia sugerir alguma alteração no contrato? Quantas semanas esta alteração levará até ser acordada com a AG?
    E se o conselho não achar o contrato maravilhoso, e a discussão se estender por mais de 1 semana? Poderá ser feita alguma outra alteração no contrato? E quanto tempo vai levar?
    E se o Luigi decidir assinar o contrato mesmo sem a aprovação do conselho? O que acontecerá com o inter?

    Gostei muito do seu post, pena que ele tenha se concentrado na frase “planejamento futuro”, e levado a discussão para o futebol (jogado), sendo que desde o início eu já havia dito não estar insatisfeito com o meu time. Os pontos relevantes do texto do Zini você quase não se manifestou.
    Não acho que mão de obra seja um problema simples de resolver, mas realmente é o de menos. O que me preocupa mais é que esta informação mentirosa sobre os funcionários do trensurb tenha vindo do Inter/AG. Mas não dá nada, é só mais uma mentirinha (entre tantas) que a população de Porto Alegre finge que não vê!!! E Porto Alegre cada vez mais distante da copa das confederações!!!

    Sobre o contrato inter e AG, soube que a receita dos acentos será 100% para o clube e das novas estruturas será 100% da empresa. Tu saberia me dizer o quanto os camarotes e novas estruturas representarão na receita total do beira rio por ano?

  • Pedro Luis Dreher Toniolo diz: 24 de agosto de 2011

    Onde escrevi: “sendo que desde o início eu já havia dito não estar insatisfeito com o meu time.”
    Leia-se: sendo que desde o início eu já havia dito estar insatisfeito com o meu time.

  • Fernando diz: 10 de maio de 2012

    cade os 3 mil homens?

Envie seu Comentário