Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Torcida organizada: quem ainda suporta

08 de dezembro de 2011 71

Briga em estádio de futebol, dentro, fora, ao lado? Não precisa nem perguntar.

A confusão, com ou sem sague, com ou sem bombas, sempre envolve torcida organizadas (a generalização é minha). Eu sei que há gente boa, muito boa, no meio. Mas eu sei mais ainda que os marginais se espalham entre elas.

Torcida? Não os chame de torcedores.  A Justiça precisa cuidar de todos.

O Beira-Rio, quarta-feira, foi apenas o centro de mais uma briga, desta vez com faca e com sangue. Recomendo o livro Entre os Vândalos (Editora Cia das Letras), de Bill Buford, um norte-americano que frequentou os hooligans europeus nos anos 1990. Uma leitura clássica que permite entender a relação entre violência e futebol. Você não vai encontrar livro melhor.

O Beira-Rio não é palco isolado. O Olímpico é igual.

Os descerebrados frequentam os dois estádios, as duas arquibancadas. São iguais. Agem pela mesma cartilha, o que muda é a cor da bandeira. Tire a camiseta do maluco, encoste o cara numa parede e você verá a mesma pessoa. São gêmeos da violência.

A bola está com os presidentes de Grêmio e Inter. Os clubes precisam se afastar das “torcidas organizadas”. Elas não têm mais lugar no nosso futebol. Elas afastam o torcedor dos estádios. Elas significam perigo. Elas não significam nada de positivo no futebol. Elas são caso de polícia.  

Bookmark and Share

Comentários (71)

  • eduardo diz: 8 de dezembro de 2011

    errada sua opiniao, as torcidas tem papel fundamental no futebol proporcionando espetaculos, apoio ao time etc
    tem que coibir os vandalos, punir que faz baderna, cabe a POLICIA ir atras de quem faz estragos nos estadios ou fora deles e estes serem punidos, nao as torcidas. Banir as torcidas nao é soluçao pra absolutamente NADA, nao resolve o problema da violencia e tornara o futebol um evento sem sal, sem a menor graça com a ausencia do calor vindo das arquibancadas

  • Carmen diz: 8 de dezembro de 2011

    Concordo com o Eduardo,as torcidas dão o espetaculo, dão a motivação, o empurrão a mais que os jogados necessitam para desenvolver com mais motivação a sua função, a torcida é o 12º jogador sem dúvida alguma. Porem, tem os marginais, os vândalos, os idiotas que querem transformar um espetáculo, em cenas de violencia e medo, estes sim precisam ser banidos das arquibancadas, ninguem precisa deles lá dentro. Qto ao policiamento nota -0 para o dia do greNAL, foram até homenageados e qdo a confusão começou nada fizeram, simplesmente ficaram olhando enquanto dezenas de pessoas corriam tentando sair de onde estava a briga, isso realmente me decepcionou demais, estavam ao lado de onde havia a baderna e nada fizeram, isso tem que ser coisa para ação imediata, não deixar se criar, mas não, isso não foi feito no domingo infelizmente e com isso muitos torcedores acabaram saindo de onde estavam e indo para outros lugares do estadio por insegurança. Mas resumindo, não aos vândalos, bandidos, marginais, bagunçeiros e sim a torcida que apoia, que canta, e que o unico objetivo é incentivar o seu time.

  • Joao diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini!!

    Sou da social!!! Mas sem o GRITO DA GERAL, vamos houvir só os quero-queros!! Organizada não deve ser banida e sim morivada e fiscalizada!!
    Um abraço.

  • Jean diz: 8 de dezembro de 2011

    Me parece que o colunista quer fazer do nosso futebol uma Inglaterra. Tudo bem, lá eles extirparam os problemas criados pelos hooligans e tal… Mas o que ficou depois disso? Como agora é um estádio de futebol na Inglaterra? Uma torcida calada, muda, frígida… Quando acontece um gol, a torcida se levanta, aplaude e se senta de novo como se nada demais tivesse acontecido, ou como se estivessem assistindo a uma ópera ou uma formatura. É isso que o missivista quer pro nosso futebol?

  • douglas diz: 8 de dezembro de 2011

    que bom que voces da imprensa estão repercutindo o tema! espero que atitudes sejam tomadas..

  • Lucas diz: 8 de dezembro de 2011

    Que generalização hein? Tem gente dentro das torcidas organizadas que fazem pelo time muito mais que alguns dirigentes. Sou da opinião de que as torcidas “organizadas” tem que ter absoluto controle de seus membros, e num possível incidente, expulsá-los da torcida, caso contrário, punição diretamente pra torcida!

  • ricardo guedes diz: 8 de dezembro de 2011

    Eduardo, errada a “sua opinião”. Me criei indo a jogos e o que havia de “torcida organizada” eram faixas em determinados locais do estádio. Nada dessa babaquice copiada de cantinhos decorados, dancinha e outras frescuras. Quer cantar e dancar coreografia? Vai em programa infantil, show de axé e coisas do tipo.
    Essar “organizadas” são um saco! E ainda se metem a querem mandar no clube e no time. Vira conselheiro, vai nas reuniões e vota. Vai no campo é torce. O resto é palhaçada e intromissão.

  • Vicente diz: 8 de dezembro de 2011

    Mas tem marginal em tudo que é lugar, até na televisão! Não da pra ser tão extremista assim. O Brasil construindo varios estadios e voce querendo esvaziá-los? O caminho é: regras, leis – identificação, punição.

  • Douglas Huff diz: 8 de dezembro de 2011

    No Olímpico houve um incidente que não teve relação com a torcida e mesmo assim a proibiram de dar sua festa no estádio. Meses depois é que se verificou a verdade e a torcida pode voltar.

    No Beira-Rio duvido que vá existir qualquer proibição ou apuração da verdade!

  • Cacá,o colorado indignado. diz: 8 de dezembro de 2011

    Errada é a sua ideia Sr.Eduardo de manter viva essa corja de marginais disfarçados de torcedores,com a vil finalidade de promover anarquia,bagunça e arruaça e quase sempre culminando com pessoas feridas e ou mortas,com o causador(es)impunes e felizes e rindo dos atingidos.Fim das organizadas e para sempre,fim!

  • Matheus Grigoletti diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini,

    As torcidas organizadas ainda acho eu que são faceis de controlar, pois todos que fazem parte da torcida são inscritos e registrados. Minha pergunta como faremos com a GERAL DO GREMIO E A POPULAR DO INTER que sem duvida nenhuma são as torcidas não organizadas que mais apoiam e que também mais geram confusão para os clubes, Acho que de nenhuma forma elas precisam acabar, mas alguma atitude tem que ser tornada devido a guerra que as duas torcidas geram.

    Zini parabens pelo blog.

  • Roger diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini, não generalize! Estás comentendo um grande erro! Qual seria a emoção de frequentar os estádios sem a presenças das torcidas organizas com seu cânticos de alento? O que deve ser combatido são os deliquentes que se infiltram nelas! abraço

  • Juliano diz: 8 de dezembro de 2011

    a argentinificação das torcidas da capital é uma lástima para o futebol brasileiro… a torcida aqui perdeu a sua essência.. hoje em dia a torcida que canta os 90 minutos tem incentivos $ das direções, o clube paga viagens para que estes torcedores viagem para apoiar o time. Torcer também é negócio! A direção paga o torcedor vai la e apoia o dirigente… ainda mais agora que os times grandes modernizaram seus estatutos para dar direito de voto aos sócios… ae virou política…

    Por essas e por outras que as médias de publico na capital nao passam de 20mil pessoas, o que convenhamos e lamentável … onde estão os 100mil socios de inter e gremio?

  • Adornes diz: 8 de dezembro de 2011

    Deveriam falar menos das torcidas e mais dos jornalistas que cobram dos jogadores para fazeram materias no globo esporte… ou então dos politicos que não param de roubar… EU SUPORTO AS ORGANIZADAS…..

  • Fabiano diz: 8 de dezembro de 2011

    Muito errado ,sem as torcidas organizadas Gremio e Inter não teriam metade dos titulos que hoje tem , a torcida mas a verdadeira torcida não os vandalos que se infiltram em qualquer meio da sociedade , sou Gremista e em muitos jogos que estava dificil a vitória vir , a Geral deu um show estremeceu o estadio inpulsionou o jogadores dentro de campo que responderam com raça e levou o Gremio a vitória . Generalizar , isso também é uma forma de VIOLENCIA só que moral as pessoas de bem que pagam suas mensalidades para cantar os 90min para seu time de coração.

  • enio diz: 8 de dezembro de 2011

    valeu a dica do livro, vou fazer um TCC sobre violência das torcidas e tava precisando de referência.

  • enio diz: 8 de dezembro de 2011

    Se puderes me indicar um livro que trata do assunto aqui no Brasil, agradeço.

  • Leandro diz: 8 de dezembro de 2011

    Concordo plenamente com sua colocação. Torcidas organizadas, para não ser tão generalista, na maiorias são gangues que usam a desculpa de torcidas para arrumar briga.

  • Daniel diz: 8 de dezembro de 2011

    Disseste bem: a GENERALIZAÇÃO é tua. A torcida da social, a turma do amendoim só apoia nas boas. Sem generalizar, deste setor partem as vaias e a marcação a certos jogadores. Torcedor de verdade, que joga junto com o time, vai a qualquer lugar, nas boas e nas ruins, que apoia INCONDICIONALMENTE, normalmente são aqueles vinculados ou que se identificam com as torcidas. Os clubes não podem abrir mão deste apoio. O clube tem que afastar os maus elementos junto com a própria torcida. Os casos graves tem que ser cuidados pela polícia e justiça. Esse discurso de acabar com as torcidas, proibir a venda de cerveja nos Estádios, etc. é uma filosofia hipócrita que desconhece a realidade. Ponto final!!!

  • Diego MD diz: 8 de dezembro de 2011

    Tocaste na ferida, Zini. Por gremista, falo do meu time. Em tempos de geral, cujos torcedores se acham mais gremistas do que os outros, é complicado criticar (des)organizadas. Não vejo onde está o gremismo de ser doutrinado a ficar debaixo de uma bandeira, berrando o tempo todo porque “aqui é a geral”. Vou ao estádio pra ver meu time, apoiar quando ele vai pra cima do adversário, vibrar com os gols, xingar sim, se vai mal e até ficar quieto se o time não empolga em campo. Isso me faz menos torcedor? Não, me faz humano. Se torcer é vibrar, mas dar porrada se preciso, então, sou menos gremista mesmo. E fico na minha casa torcendo pela TV. Dou até mais lucro do que aqueles que vão ao estádio sempre (com subsídio fica fácil) e, muitas vezes, “cobram um preço” muito alto por isso.

  • Fabio diz: 8 de dezembro de 2011

    Torcida Organizada é: Famílias + amigos sentado em um estádio de futebol torcendo para seu time do coração!

    O que tem hoje nos estádios da dupla são milícias armadas querendo poder!

    Solução: todos associados param de pagar mensalidade enquanto os clubes continuarem mantendo essas torcidas com dinheiro dos associados.

    Pago para o INTER e não para meia dúzia de marginal controlar uma massa de colorados/gremistas com objetivo de ter poder!!

  • F diz: 8 de dezembro de 2011

    Não se trata de esvaziar estadios, pois a imensa maioria da torcida n faz parte da mafia organizada, nem de silenciar o jogo, pois todos sabem e podem cantar e comemorar durante as partidas; o que não deve ser permitido é que essa marginalia se aproprie dos espaços dos torcedores de verdade, instigando tumultos, vandalismo, agressões e tentativas de homicidio como ocorrida ontem (em um jogo FESTIVO, SEM ADVERSARIOS).

  • Arthur diz: 8 de dezembro de 2011

    Ta certo o Zini, e no Beira-rio o problema tem nome e se chama Hierro, todos sabem, mas a direção não toma nenhuma atitude, parece que tem medo de expulsar esse câncer do estádio porque tem medo de perder votos, acho que pelo contrario, vai ganhar votos.

  • Daniel S diz: 8 de dezembro de 2011

    Realmente, a violência é com as duas torcidas. mas vamos combinar que ultimamente só a do inter vem fazendo fiasco.

    Quem é esse tal de Hierro? O cara tem uma torcida nas mãos, chega a fazer uma baita faixa com o nome dele, queima toda a torcida colorada, e ninguém faz nada? Porque os torcedores colorados não o expulsam da torcida?? Vai deixar uma pessoa estragar a grande torcida colorada?

    Tem que execrar esse cara dos estádios!! Mas ele tá conseguindo o que quer: ibope!! Falam bem, falam mal, mas falam de mim.

    Que decadência!

  • Alexandre diz: 8 de dezembro de 2011

    Concordo plenamente!
    Chega de mamata pras organizadas. No Grêmio, havia uma máfia de venda de ingressos que eram doados às organizadas, que terminou até em morte! Por quê alguns torcedores tem direito a ingresso grátis e outros não?
    Se alguns torcedores quiserem torcer juntos, inventar cânticos e tal, tudo bem, o errado é o clube dar regalias a algumas pessoas em detrimento de outras. Mas estamos no bra$il, onde todo mundo quer ganhar um benefício…

  • Paulo A. diz: 8 de dezembro de 2011

    Particularmente sou contra as generalizações. Uns não sabem beber, por isso, proíbe-se a bebida, uns não sabem torcer, por isso, proíbe-se a torcida. Isso é apenas prova de ineficiência de quem tem que fiscalizar. Mais fácil proibir do que educar. Por outro lado, vândalos, maloqueiros e marginais em geral infiltram-se nas torcidas organizadas, desde sempre. Na minha opinião, cabe ao clube fiscalizar a atuação da organizada e à torcida fiscalizar a atuação dos seus membros. Deu algo errado, a torcida, com sua liderança aponta os culpados e os expulsa, caso contrário, é punida com suspensão e posterior expulsão em caso de reincidência. É simples. Só não podem os dirigentes de clubes ficar na mão das torcidas, assim como não podem os demais torcedores (não pertencentes a organizadas) ter restrições para ir ao estádio. Hoje acordei dando graças a Deus em não ter levado meu filho no Remendão ontem para ver a velharada jogando bola. Não deveria ter que pensar assim, né? Abraços!

  • Guilherme Canavese diz: 8 de dezembro de 2011

    PARABÉNS ZINI!! tocaste no assunto que mais está me indignando no Beira-Rio.

    A questão para mim é única. SEGURANÇA e está evidente que pelos últimos episódios no Beira-Rio as T.Os estão afugentando a verdadeira TORCIDA, Pais, Mães, Filhos e etc. Essas T.Os são a minoria, retirem as famílias e deixem somente as T.OS, dos 30 mil só restam 500 a 800 gatos pingados.

    Em minha opinião…

    ACABEM COM ESTES MARGINAIS ENRUSTIDOS!!! ou infelizmente eu e minha família não pisaremos novamente no Beira-Rio

  • Marcelo diz: 8 de dezembro de 2011

    O que precisa acabar são os chefões das torcidas que agem como verdadeiros mafiosos. Sempre que há confusão no Beira-Rio surge o nome desse Hierro, que se diz perseguido, ameaçado e anda rodeado de seguranças. Deve ser por que ele é muito boa gente. Freqüento o Gigante há mais de 20 anos e nunca vi o nome do Marcelo Kripka relacionado com bandidagem nem metido em confusão.

  • luiz roberto vicente diz: 8 de dezembro de 2011

    Pessoal não sou advogado do jornalista que escreveu o texto acima, mas ele só quise dizer que esses marginais travestidos de torcedores , de torcidas organizadas ou não, tem q ser banido , foi só o que ele disse , e tem q serem banidos , sofrerem penas , e pediu que as direções os identifique e tire eles fora, ou seja ta correto, não fique enxergando pelo em ovo q não existe , se faltaram as aulas de interpretação de textos, por favor metam a viola no saco.

  • MARCIO WILK diz: 8 de dezembro de 2011

    E quando a policia baixa o cacetete nesses bandidos a orda de comentaristas esportivos da RBS critica a truculência da Brigad Militar, e os comentaristas de política chamam o Governador de irresponsável,e os de econômia dizem que tudovai mal no Goverdo de Tarso Genro…enfim, vocês agem como um partido político!

  • Denis Axelrud Saffer diz: 8 de dezembro de 2011

    Sim, a solução, presumo senhor Zini, é aumentar os preços para que esses vandalos pobres marginais saiam dos estádios, para que os civilizados torcedores de classe média alta com suas famílias possam vaiar livremente?

  • Rafael diz: 8 de dezembro de 2011

    Torcidas são formadas sim por torcedores… o resto são espectadores, vão ao estádio pra analisar futebol e discutir com os do lado, chingar a mãe do juiz e vaiar certos jogadores.

    Torcida vai pra apoiar, cantar e empurrar o time pra frente, independente do resultado ou momento do clube. Sem a Popular, não sei se o Inter estaria onde está hoje. Torcida ganha jogo sim, e isso já foi afirmado por muitos jogadores.

    Claro que tem que coibir os baderneiros e acho também que a direção tem que tomar providencias, agora acabar com as organizadas jamais.

  • O Equilibrado diz: 8 de dezembro de 2011

    Arthur, acertaste, os presidentes da dupla grenal devem ter muito medo destes marginais, imagine um presidente sendo peitado na rua por meia duzia ou mais destes bandidos ameaçando-os de morte se tirarem algum benefício das suas organizadas.
    Ninguém vai proteger um presidente de clube, a polícia não tem gente para isto, em São Paulo ou no Rio de Janeiro a coisa deve ser pior ainda pois as torcidas organizadas devem ter benefícios do tráfico de drogas, não é só os presidentes que tem receio de enfrentar estes marginais, assim é também com os jornalistas, os jogadores, os funcionários dos clubes, algumas pessoas da polícia, este pessoal das organizadas faz parte de uma gangue de desocupados, de marginais, que podem também se planejar para qualquer ação criminosa.
    Também penso que não é necessário um bando de loucos pulando e correndo nas arquibancadas para motivar o time, a torcida pode ser ordeira como na Europa, se dependesse de cantoria e cambalhotas o Barcelona e o Real Madrid não ganhariam um campeonato. Quem tem que dar o show é o time dentro de campo.
    Se liberarem a bebida a nos estádios a coisa vai piorar.

  • Denais diz: 8 de dezembro de 2011

    Não acho que banir as torcidas seja a melhor solução, mas providencias dentro do estádio Beira Rio deverão ser tomadas. A polícia tem de intervir nos atos deste bandido chamado Hierro Martins.

  • Fabio diz: 8 de dezembro de 2011

    E ainda tem pessoas que acham que os títulos da dupla são devido a torcida organizada, se ganha campeonato com time bom…a parte da torcida é “torcer” e comemorar…mas não me venham com essa que torcida ganha jogo…ou a china teria o melhor futebol do mundo!!….

  • Fabiano diz: 8 de dezembro de 2011

    Diego MD fica em ksa então não faz falta alguma para o Gremio …e come bastante amendoim.

    GERAL DO GREMIO NA BOA E NA RUIM

  • Lucas diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini! Concordo totalmente contigo… Sou sócio e vou a todos os jogos. E o problema é sempre o mesmo. Os marginais infiltrados nas organizadas. Eu sempre frequentei a Superior, mas em 2006 decidi frequentar a Popular, para apoiar e deixar apenas de “acompanhar” os jogos de uma forma mais distante… Mas ledo engano. Sempre tem uma confusão, e não é de agora, vem se arrastando há anos… Cansei de mandar emails para a Ouvidoria do Internacional. Eles sempre respondem a mesma coisa, que estão “apurando” os fatos, quando na verdade, estão é varrendo tudo para debaixo do tapete. O que é lastimável… Realmente a Direção omissa tem que fazer algo de uma vez por todas. E tem outra… A Popular não apoia tanto quanto diz apoiar… Este ano ela foi uma vergonha em se tratando de “apoio” durante os jogos… Cansei de ir a jogos que ela estava muda… Muito triste isso!! Jogos como contra o Flamengo e Corinthians foi de dar pena…

    Saudações Coloradas de um sócio desde 1996!!

  • fabiano diz: 8 de dezembro de 2011

    Perguntem as crianças das instituições que a Geral faz campanha para ajudar se ELAS SUPORTAM AS ORGANIZADAS.

  • Felipe diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini escreve muitas bobagens aqui… e essa é só mais uma delas. Publiquem se quiserem. Obrigado.

  • anonimous diz: 8 de dezembro de 2011

    Como escrevem baboseiras, o gremio foi punido qdo torcedores brigaram no estádio, vai acontecer o mesmo com o inter??? sou gremista da geral, tenho vários amigos da popular do inter (p4), torcida q teve alguns integrantes esfaqueados ontem e os caras tão indignados com o Hierro da guarda popular (p7) q foi o responsável pelas agressões e facadas junto com seus seguranças lutadores de muay thai… pq os torcedores de paz das organizadas devem ser punidos???… o cara de FACADAS… hooligan de verdade não usa arma… quer brigar??? então saiam no soco fora do estádio!!! cancha de jogo não é lugar pra isso… o cara entrou com uma faca no beira rio, cade a BM??? e depois do ocorrido foi embora de taxi pra fugir do flagrante… agora está ameaçando integrantes do p4 q entregaram ele… tudo isso é uma disputa por poder, e pela impunidade nesses casos do hierro sabemos quem a diretoria apoia… um criminoso metido a gangster… como tem gente escrevendo bobagem sem saber do q fala…

  • paulo diz: 8 de dezembro de 2011

    Tem e que punir os baderneiros, proibilos de frequentar os jogos, não extinguir as torcidas, se não desta forma chegaremos a conclusão que devemos extinguir tudo aquilo que tem problemas e não solucionarmos os mesmos. Um exemplo é o transito, morrem varias pessoas todos os dias, vamos agora proibir que o cidadão ande de automovel.

  • ruy diz: 8 de dezembro de 2011

    Ai esta a opiniao de quem vai come pipoca e bate palma no estadio.
    Nao gosta do grito da torcida entao vai pro teatro.
    A geral nao é torcida organizada e nao existe quem vai dar fim no nosso amor pelo time, tu pode ir ao beira rio olhar os jogos la se ouve o eco do estadio.

  • Jorge diz: 8 de dezembro de 2011

    Se tá maluco,torcida organizada é o tempero que da gosto de ir para estadio,torcida que não para de apoiar,leva faixas,bandeiras.Voce deve rever esse teu conceito de torcidas organizadas,mas eu concordo que eles devem ser cadastradas etc. LADO B,GERAL DO GREMIO

  • Fabio diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini…
    As autoridades (MP, BM, PCivil) e os presidentes e diretores sabem quem são os marginais infiltrados que comandam essas torcidas = guangues = milícias, como queiram. Não tomam atitudes pq não querem!!!

  • ROGERIO diz: 8 de dezembro de 2011

    torcida organizada é um cançer que vai acabar com o futebol e os clubes, lugar de crime organizado é na cadeia.

  • Marcelo diz: 8 de dezembro de 2011

    Zini,

    Preste atenção quantos comentários estão aí falando que o Hierro fez isso ontem, isso são testemunhas, alguém tem que fazer alguma coisa.
    Eu tenho tatuagem do Inter, sou torcedor fanático e parei de frequentar a Popular por causa desse cara. Levei meu irmão pela primeira vez no Beira Rio e ele quis muito ir na Popular, como frequentava la, levei ele para assistir a um jogo Inter e São Paulo.
    Pois bem, a tal da “banda” tava subindo e começaram a empurrar todo mundo que estava onde ia ficar essa “banda”. Empurraram meu irmão até ele cair, NUNCA MAIS botei meus pés na Popular depois disso.
    E adivinhem quem fez isto? Hierro e seus puxa-sacos que estão sempre envolta babando nele.
    Parabéns ao P4 que faz a festa pelo INTER! Aquela faixa domingo “A BARRA DO HIERRO” foi o fim da Guarda Popular, isso não existe em torcida nenhuma, a Geral se separou no Olímpico e ninguém botou o nome da torcida ou uma faixa com o nome de uma pessoa. Isso tem que ter fim no Beira Rio, eu fui em 2006 a todos os jogos da Libertadores e a Guarda Popular era demais, levou o Inter ao título da Libertadores.
    Tirem esse Hierro do estádio, esse cara ta aprontando desde 2006 ou antes até dentro do Beira Rio.
    O BEIRA RIO E A POPULAR SÃO DO INTER! FORA HIERRO E SEUS PUXA SACOS E SEGURANÇAS!
    MAIS UMA VEZ PARABÉNS P4 VOCÊS ESTÃO TRAZENDO A VELHA POPULAR DE VOLTA!

  • Lucius diz: 8 de dezembro de 2011

    O problema é que os tais “marginais” das torcidas são geralmente os filhos ou parentes dos “peixes grandes”como conselheiros e etc .E tomar alguma atitude com eles é coisa pra macho meu e será que tem gente para afrontá-los?

  • Fábio diz: 8 de dezembro de 2011

    Fiz parte de torcida organizada por 4 anos, no início dos anos 90 e é impressionante como de lá pra cá a coisa mudou pra (muito) pior. Frequentei estádios do Brasil e exterior durante esse tempo, e o máximo q se via era um ou dois mais “calibrados” de verveja trocarem empurrões e serem logo contidos pela turma do deixa disso. Mas as pessoas q faziam parte tinham vida fora do clube, trabalho, escola, etc, e nos dias de jogos iam ao estádio apoiar o time. Violência desmedida e mortes eram coisas q viámos pela Tv acontecendo nas torcidas de SP e RJ e q abominávamos e dávamos graças por não ter aqui. Com o passar do tempo a coisa foi mudando, os pequenos desentendimentos viraram briga de faca ou atentados com arma de fogo, e surgiram os “torcedores profissionais”, gente q nada mais faz da vida a não ser gravitar em torno do clube, preenchendo seu tempo com as coisas do clube, se achando donos do clube, e perfazendo lucro com ingressos dados por dirigentes amadores. São essas benesses q eles protegem com unhas e dentes (e até revólveres se for necessário), disputando a liderança das facções pra proseguirem lucrando. É uma pena q tenham transformado uma coisa legal em faxada pra organização criminosa. E um recado especial aos pessoal da Geral q se acham donos do clube. Eu já ia ao estádio muito antes da esmagadora maioria de vcs. Voces não são mais gremistas do q ninguém só pq queimam erva e bebem cachaça na arquibancada enquanto gritam!!

  • luiz diz: 8 de dezembro de 2011

    Isso tudo é por dinheiro> No Grêmio é a mesma coisa. Esses ditos “torcedores” são bancados pelos dirigentes e vivem as custas de viagens e tudo mais. Ganham muito mais do que qualquer trabalhador honestos. O nilson, antigo presidente da Jovem é o maior baba ovo do Odone. Esse ano quem fez o papel dele foram os “Lideres” da geral. Tudo em troca de ingressos grátis para serem revendidos depois

  • Fernando Soares diz: 8 de dezembro de 2011

    CONCORDO EM NÚMERO, GÊNERO E GRAU!!! DEPOIS DO RICARDO TEIXEIRA, TORCIDA ORGANIZADA É O MAIOR CÂNCER DO NOSSO FUTEBOL!!! PARABÉNS PELO COMENTÁRIO!!!

  • Lucas Gutierrez diz: 8 de dezembro de 2011

    Não tem que afastar as torcidas… tem que abraçá-las para acabar com a violência.

    O problema da violência das torcidas é que quem as coordena não tem qualquer vinculação com o clube. O clube não tem poder algum sobre as torcidas. Mas se ou invés de afastar a torcida (o que não resolve NADA NADA NADA) os clubes as institucionalizarem, aí a fiscalização poderá ser efetiva.

    O clube tem que ter o seu dirigente de torcida organizada, todos os integrantes devidamente cadastrados e registrados sob pena de não adentrarem no espaço destinado a ela e a torcida organizada institucional deve ser a ÚNICA permitida.

    Aí sim teremos o espetáculo da torcida organizada sem a violência de vândalos covardes que se escondem no anonimato.

  • João Carlos Paz de Oliveira diz: 8 de dezembro de 2011

    Torcidas organizadas tem a sua importância como qualquer torcedor no estádio, ela nunca deve se achar o artista principal do espetáculo, nunca esqueçam o artista é o jogador, se a bola estiver na marca da cal num penalty podem gritar com todas as forças do pulmão, se não tiver um jogador para chutar a bola ela não vai entrar. Os caras que se impõem nos grupos devem ser denunciados de imediatos porque serão eles que acabarão com as torcidas organizadas, as direções até protegem em demasia, os motivos nem sempre dos de campo.Mas que não é caso de ser debatido neste momento.

  • Paulo A. diz: 8 de dezembro de 2011

    Matéria quentinha, saiu agora. Será o fim das chinelagens?

    http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/esportes/inter/noticia/2011/12/inter-anuncia-exclusao-das-torcidas-guarda-e-popular-3590161.html

    “O Inter tomou uma medida enérgica em relação as disputas entre as torcidas organizadas Guarda Popular e a Popular. No fim da tarde desta quinta, o diretor geral de torcidas organizadas, Luis Fernando Martins Oliveira, anunciou a extinção de ambas:

    — A partir de hoje as duas estão excluídas do cadastro do clube e não são mais reconhecidas como organizadas. Elas terão até a próxima semana para retirarem os objetos aqui do estádio.

    Tanto a Guarda, como a Popular, gozavam de privilégios como ter salas no complexo Beira-Rio para guardar equipamentos e instrumentos e podiam ingressar no estádio em dias de jogos antes da abertura dos portões, por exemplo. A desocupação terá de ser feita até as 18h da próxima segunda.

    Durante uma reunião ao longo da tarde, a direção considerou que a situação chegou ao limite. Na noite de ontem, após o jogo festivo de despedida do ex-jogador Fabiano Souza, uma briga entre integrantes dessas torcidas deixou um saldo de quatro feridos – sendo três a faca.

    Oliveira também contou que o sistema de câmeras do Beira-Rio será utilizado na tentativa de identificar os envolvidos.

    — Vamos ver as imagens das câmeras. Dependendo da participação nos atos, e sendo sócio, a exclusão será proposta à direção e ao departamento jurídico — completou o diretor de torcidas organizadas.”

  • Claudio diz: 8 de dezembro de 2011

    É, mas tem deputado que se elege com os votos deste marginais. por isto eles estão lá.

  • carla colorada cxs diz: 8 de dezembro de 2011

    Sem torcida organizada o estadio fica um cemitéiro, sem elas o resto dos torcedores vão la só para sentar, assistir ao jogo e corneterar o time, se não fossem as organizadas os estádios não teriam a beleza e festa, se depender de torcedores avulsos o time nunca terá apoio, e o jogo vira um jogo frio, sem as organizadas eu não vou mais ao estádio, tem que tirar os vandalos que se infiltram nelas e não tirar as organizadas, se tirarem as organizadas, hoje mesmo cancelarei minha carteira de sócia junto com mais 6 amigas, ir para o estádio para ficar calado e sentado então prefiro ficar em casa olhando pela tv, as organizadas são a alma do clube e as que apoiam e cantam para empurrar o time, se ficarmos sem organizadas o futebol vira um cemitério a onde ninguém levanta e canta o jogo inteiro, que adianta estádio cheio e ninguém cantando?? vem uma torcida de fora com 300 pessoas são capazes de cantar e fazer mais barulho do que um estádio cheio e sem torcida organizada, tem que tirar é os baderneiros e os que vão no estádio só para ficar sentadinho e sem apoiar e cantar de pé. se for assim pra mim eu não vou mais a estadio e muita gente deixará de ir, ORGANIZADAS É A BELEZA NO FUTEBOL.

  • marcio caxias do sul interr diz: 8 de dezembro de 2011

    Se tirarem as torcidas organizadas eu deixarei de ir a estádio, o estadio tem que ter vibração e ter o brilho das organizadas, elas sim fazem a diferença, um estádio calado e mudo apesar de cheio não é a mesma coisa, de que adianta um estádio cheio e calado????? eu sou a favor das torcidas, claro tem que tirar os marginais de dentro, de resto tem que ter, se não tiver o futebol pra mim perde a graça.

  • diego diz: 8 de dezembro de 2011

    Sabe como acabar com um time? ?Acabem com suas torcidas organizadas. Fiz parte da Camisa 12 por um tempo e sei que sem torcida organizada não existe que emperre o time. Acabar com o vandalismo e com os marginais. identificar essas pessoas e SIM banilos não todo o grupo.

  • eleandro .b. diz: 8 de dezembro de 2011

    muita gente que está colocando essas mensagens só podem ser das organizadas.
    sou socio a mais de 6 anos (carteira vermelha)frequentava a popular.
    não da mais pra aquentar mais esse hierro acha que é o dono da quela parte atras do gol.
    o que que era aqa faixa domingo no grenal;escrita que era a torcida do hierro.
    total falta de respeito.
    tem que acabar mesmo.
    e o club fiscalizar mais.
    nos dar segurança.

  • Antonio diz: 8 de dezembro de 2011

    Excelente a atitude da direção do inter!

    A torcida do Inter precisa criar um jeito seu de torcer. Sempre achei muito chato ouvir pela tv e ter aquela sensação: “O que é isso? A Geral do Grêmio cantando músicas do inter?”

  • ALBERTO TRICOLOR diz: 8 de dezembro de 2011

    Concordo que deve haver a identificação e rigorosa punição aos vândalos e marginais, tanto no lado vermelho quando no lado azul. Acho também que não deve haver regalias, como fornecimento de ingressos, ônibus, lugar reservado na apresentação de jogadores, etc… É muito importante o apoio da torcida, mas o tal “apoio incondicional” cego, que não consegue ver os problemas do clube não leva a lugar nenhum. A prova está aí, em 10 anos de geral, 10 anos sem um título de expressão. Torcida sozinha não ganha jogo se não houver competência administrativa no clube. Acho que muitos torcedores destas torcidas se calam em troca de benefícios. Tem que haver a cobrança nos momentos ruins !! É só ver, aqueles que há pouco tempo mandavam o presidente tomar “naquele lugar”, na apresentação do Kleber já o chamavam de “querido”… São esses privilégios que acabam causando as brigas por dinheiro, status e poder… E ninguém é mais Gremista dos que os outros só pela sua localização no estádio. Vivam PELO GRÊMIO e não DO GRÊMIO !!!

  • JAGutierrez diz: 8 de dezembro de 2011

    Torcida organizada, e Social não se coadunam, pois os 1ºs só se beneficiam do que os sócios injetam de grana no clube. Portanto o Sócio paga para torcer já a torcida organizada recebe para torcer. Normalmente os dirigentes não se importam de perder sócios pois saem uns vem outros, mas pagam torcedores profissionais para fazer o que quiserem dentro dos estádios não importa se em POA ou qualquer outra praça. Vejam os acontecimentos com torcidas organizadas na Libertadores da América deste ano, onde iam Grêmio ou Inter os mesmos “torcedores” criavam confusão. ODONE é um que se beneficia descaradamente de usar a Geral do Grêmio para suas atitudes arrogantes e prepotentes, mesmo sabendo que está fazendo o mal para o clube.

  • Pedro Paulo diz: 8 de dezembro de 2011

    A pouco tempo o bode expiatório era a cerveja. Tá feliz Deputado Miki Breier? Tá resolvido?

    Agora o problerma são bumbos e faixas (por que só isso é que será impedido de entrar no estádio). Não os marginais.

    Qual será o próximo bode expiatório, a camisa do clube, a voz do torcedor?

  • Roberson diz: 8 de dezembro de 2011

    O pivô de tudo tem nome, RG, CPF e ficha na polícia, tem imagem na TV em grenal no olimpico espancando um desafeto com um bumbo, teve entrevista sua na zero hora e agora uma faixa com o seu nome. Será que o inter não sabe ou faz que não sabe quem é essa pessoa? Quais os interesses que existem de verdade em tudo isso, ser que é somente amor pelo inter? tem alguma cheirando mau em tudo isso. Ninguém luta pelo poder aonde não tem dinheiro envolvido.

  • paulo diz: 9 de dezembro de 2011

    Torcida organizada não ganha jogo, quem ganha é o time…. Se acabarmos com a violencia o estadio sempre vai lotar e os tercedores de verdade vão apoiar…

  • Alceu Paranaguá diz: 9 de dezembro de 2011

    Uma coisa é certa: alguma providência tinha que ser tomada. A solução foi dura? Foi, mas agora quem sabe os torcedores das organizadas repensem o seu modo de agir. Torcer não está proibido. Os marginais que forem reconhecidos devem ser proibidos de entrar ao Gigante.

  • Remo diz: 9 de dezembro de 2011

    Vendo certos comentários temos a impressão que Grêmio e Inter não existiam antes da “Geral” e da “Popular”. Esses cânceres financiados com dinheiro dos sócios tinham que ser extirpados o quanto antes…

  • Geber Ataia diz: 9 de dezembro de 2011

    Bem se é para generalizar vamos generalizar “todo reporter da gaucha é colorado”. Ontem no seu horario pela manha perguntado sobre o que tinha acontecido no Beira Rio a noite o Pedro Ernesto disse que não sabia da briga e depois baixou o pau direto na Geral do Gremio. Mas a briga foi no Beira Rio não foi??????? O que a geral do gremio tem com isto ??????? Mas são muito cara de paus! Chegam a ser doentes! NÃO SOU A FAVOR DE VIOLENCIAS DAS TORCIDAS ! SOU CONTRA A TORCEDORES REPORTES QUE SEMPRE APROVEITAM OPORTUNIDADES PARA FALAR DO ADVERSARIO – MESMO QUANDO A BRIGA ACONTECE NO BEIRA RIO!

  • Franklin Hundertmarck diz: 9 de dezembro de 2011

    Agora LUIZ ZINI PIRES é a voz do povo???? É só uma pessoa normal q tem a opinião dele. E só!!! Mais nada. EU gostaria que os vagabundos fossem monitorados e expulsos dos estádios, mas acabar com torcidas q cantam e apoiam NUNCA.

  • JINIS diz: 16 de dezembro de 2011

    Pra começo de historia a Guarda Popular do Inter ea Geral do Grêmio não são torcidas organizadas. Acabou por ai o sentido da ideia do colunista, recomendo estudo antes de postar qualquer coisa. Abraço!

  • anderson diz: 20 de setembro de 2012

    docaprio e edu chegam a ter exercitos de baderneros e arruaceros nao ve quem nao quer

  • anderson diz: 20 de setembro de 2012

    quando a popular fez algo de tao grave perto dos baderneros da geral?

Envie seu Comentário