Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Grêmio usará números fixos em 2012

23 de janeiro de 2012 7

O Grêmio mudou de ideia em duas semanas.

Decidiu jogar a temporada 2012 com números fixos.

Cada jogador terá o seu.

Kleber, apresentando com o número 7, em dezembro passado, estreou, sábado, com a camisa 30.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • lory borges diz: 23 de janeiro de 2012

    É por estas bobagens que o torcedor à cada dia que passa mais se decepciona com o futebol..cadê o “numero 9″
    o “8 e meio” que era como jogavam o Neca, o Iura, o Jonas ultimamente, e tantos outros referencias do futebol..??!!
    Ora bolas…camisa 30 camisa 99 e outras palhaçadas…p. que p…!!!!
    Vou dizer uma coisa…pelo que vi do Gremio contra o Lajeadense, o Caio não vai emplaca 45 dias, pois se não conseguiu nem de perto mostrar um padrão de jogo, tudo bem, é cedo ainda, pode ser, mas se um time não tem confiança no ataque a prudencia manda que jogue com inteligencia, só vá na boa, como fez o Lajeadense..!!!!
    Parecia o meeeesmo Gremio do ano passado….faceiro e incompetente !!!

  • mauricio cabral diz: 23 de janeiro de 2012

    gostei muito de ter uma numeraçao fixa , isso devia ser em todo o mundo , imagina , ter dois craques um titular e outro reserva , e os dois usando a 10 quando o titular nao joga? , isso é bom , alguma coisa a direçao faz certa , por que ja passou vergonha , na contrataçao de sorondo , e agora de giuliano que nao vem mais .

  • Leo Rommel diz: 23 de janeiro de 2012

    Semana passada adquiri a camisa número 7 em virtude da apresentação de Kleber utilizando a mesma.
    Não poderia ser definido de forma menos truncada o número do jogador já na sua chegada ao novo clube, assim como no molde dos clubes europeus que alavancam campanhas de marketing trabalhando dessa forma.
    Demonstra falta de organização adentrar a nova temporada com esta indefinição, tendo em vista as ambições de marketing envolvendo o Gladiador e a Arena.

  • JéfersonGG diz: 23 de janeiro de 2012

    Que mer.., já é a segunda vez que o Vontobel está envolvido em negociação de jogador para o Grêmio que não dá certo, acho que o pé frio é ele. kkkkk. Se tinha tanto dinheiro para investir no Giuliano, tentem achar outro que possa ser o cara no time do Grêmio sem esquecer que o zagueiro experiente ainda não chegou e é temerário enfrentar mais um ano sem esse jogador que dê segurança na zaga. O passeio do Trio a espanha será bancado por quem, afinal de contas já não era sabido que seria uma contratação difícil e não havia nenhuma sinalização de aceitação de proposta do Dnipro. Tão se especializando em pagar mico para os cholorados. Qual será o novo mico que teremos que aturar desta direção amadora que se instalou no clube. Se fosse na iniciativa privada com certeza este diretor já teria sido demitido, por total incompetência de avaliar os riscos de um negócio desta envergadura dar errado.

  • Laércio diz: 23 de janeiro de 2012

    Sou a favor da numeração fixa, identifica o torcedor com o seu jogador preferido, bobagem e deixar de seguir uma tendencia do futebol mundial e seguir os velhos conceitos amadores que já estão ultrapassado! No ano passado a numeração fixa não deu certo por quê o time foi medíocre! Numeração fixa é uma bela ação de marketing.

  • paulo diz: 24 de janeiro de 2012

    Isso da titulos????????

  • Regis diz: 24 de janeiro de 2012

    Concordo com a direção. Muitas vezes já quis comprar camisa, e me recusei pois a numeração era fixa e não queria me identificar com um perna de pau que toda vez entrava no time quando o titular saía.
    E quanto ao comentário de Maurício Cabral, tambem sou contrário. A negociação do Giuliano não é vergonhosa. O Grêmio tentou contratá-lo pela desvalorização de mercado. Os Ucranianos estão fora da realidade. Querem o mesmo preço que pagaram por ele. Quem consegue vender um carro pelo mesmo preço que pagou? Giuliano é reserva lá. A direção agiu certo.
    Não gosto desta gestão, sr. Paulo Odone tem errado muito e sou um crítico nato ao trabalho dele como gestor do Grêmio, por sua vez, nestas duas situações, acredito que tenham agido bem.

Envie seu Comentário