Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Treinador com currículo e em busca de um time

26 de março de 2012 9



Foto Andrea Graiz/Agência RBS



O Grêmio faz um time por ano, às vezes dois, na última década conheceu bem mais do que 20. A torcida não tem paciência, os dirigentes se movem pela impaciência dos fãs e os treinadores caem como zagueiros em goleadas. Agora, pela primeira vez em muito tempo, com Vanderlei Luxemburgo, chega um técnico vencedor, de currículo e há raras discussões quando ao saber de um “professor”. O time tem técnico. Soma seis vitórias em sete jogos.

O treinador, porém, ainda não tem uma grande equipe ao seu alcance. Todos sentem, da arquibancada ao banco de reservas, passando pelos adversários. Futebol é continuidade. Ao vencer o bom Cruzeiro (2 a 1), ontem, num gramado ruim, em Novo Hamburgo, graças a um gol de Marcelo Moreno, depois de um polêmico pênalti aos 53 minutos de jogo – onde até a BM entrou em ação, radical, pois usou até gás de pimenta contra os jogadores –, o Grêmio exibiu problemas antigos, de outros tempos com outros treinadores. O empate seria o resultado justo. A vitória mantém o 100% no Gauchão.

Leandro Vuaden conseguiu desagradar os dois lados, especialmente por permitir jogadas violentas. Não lembra o árbitro Fifa de outras temporadas. A defesa gremista continua inconsistente (Victor fez duas grandes defesas no Vale dos Sinos), os zagueiros sofrem com a bola pelo alto (de onde nasceu o gol de empate de Davidson) e os laterais não conseguem bom acabamento nas jogadas ofensivas (Gabriel não reencontra a forma perdida ainda em 2010). O meio-campo se move, marca, mas não cria (Léo Gago ainda não se encontrou e a lentidão de Marquinhos atrasa tudo) e o ataque, dependente de Kleber (o melhor jogador da temporada gremista), perde força com a má fase de Marcelo Moreno.

O Grêmio começou com um losango, com Fernando, autor do gol e o melhor em campo, como volante, ao lado de Souza e Léo Gago e com três atacantes, Bertoglio, Kleber e Moreno. Perdeu Kleber no segundo tempo, depois de uma entrada dura do zagueiro Léo Carioca. Sem o atacante, o argentino encostou em Moreno. O resultado foi nulo. A entrada de Leandro não mudou nada, nem a de André Lima.

O Grêmio não rendeu bem, foi dominado pelo Cruzeiro em boa parte do segundo tempo. As carências são as mesmas de 2011 e 2010: dois zagueiros e uma meia capaz de pensar o time e organizá-lo. A base existe, falta qualidade. A boa notícia é que Paulo Pelaipe sabe onde vivem as carências. A má é que a janela da Europa só abre em agosto. Luxemburgo precisa acertar o time com o grupo disponível, não há reforços à vista e um Gre-Nal deverá definir a Copa Farroupilha. Campeão do primeiro turno, o Caxias espera o vencedor do returno.

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • Rama diz: 26 de março de 2012

    Depois que o açogueiro do Damião foi inocentado pelo tribunalo, ta liberado até entra armado em campo, ainda mais com esse preidente suspeito da FGF, tem que abandonar o campeonato imediatamente e não esperar 2013, abandona agora mesmo cai não cai mais, então que abandone agora, e só volte quando o noveletto sair!!!
    FORA NOVELETTO!!!

  • PEDRO GAUCHO diz: 26 de março de 2012

    A zaga nem merece comentários. O Gabriel, é gozação. Léo Gago, que não é horrível, não tem nenhuma utilidade com mais 2 volantes. O Marquinhos como armador, só se for de barraca, na beira da Lagoa dos Patos. Marco Antonio? tem us 5 iguais a ele no grupo, mas todos muito ruins, diga-se de passagem. Moreno? Esvoaça tanto aquele cabelinho que chega a pisar na bola toda hora. E o Luxa? este ainda está com algum crédito, mas gasta quase todas as fichas a cada jogo. É o inferno que o ODONE nos meteu.

  • edson diz: 26 de março de 2012

    O Pelaipe sabe o que o Gremio precisa? Mas ele ja não contratou uns 20 jogadores? Outra coisa, alem de dirigentes burros, eles pensam que sao malandros. Ameaçam nao participar do proximo gauchao. Os malandros estao querendo condicionar a arbritagem e justificar os fracassos. Por isto o Gremio vai continuar sem ganhar nada, usam a mesma tecnica ultrapassada de decadas passadas. Segundona à vista.

  • Gilberto Rossa diz: 26 de março de 2012

    Eu sinceramente, nao sei se vale continuar o gauchão desse jeito. O Gauchão só trouxe desgraças esse ano pro gremio, e em outros também. Até agora só serviu para perdermos 2 dos nossos melhores jogadores (Mario e agora Kleber).
    Mario ainda volta (eu acho) la pelas semifinais da copa do Brasil (se chegarmos a tanto).

    Kleber só volta la no segundo turno do Brasileirão, quando provavelmente a gnt não tem mais volta, vamos tar la no meio da tabela, ha uns 15 pontos do líder.
    Mesmo indo pra frente no gaúcho, não sei se passamos denovo pelo inter, provavelmente no beira rio novamente. Da ultima vez se viu muita garra, disposição, mas não se consegue isso dos jogadores sempre.

    Só sei que do jeito que ta o gauchão, com açougueiros jogando, não da pra ficar botando elenco de 6 milhoes pra fraturar osso.

  • Beto diz: 26 de março de 2012

    Como assim polêmico pênalti, se todos no estádio viram que foi e até seus colegas comentaram que foi?
    As vezes é bom ser imparcial um pouquinho!

  • Borges diz: 26 de março de 2012

    Gabriel tem técnica, mas e daí? O cara marca e posiciona mal. Ataca sempre pelo MEIO, NÃO CHEGA PELO LADO, NÃO CRUZA, SE EMBOLA ENTRE OS ATACANTES, E ALGUÉM SEMPRE PRECISA FAZER O QUE ELE NÃO FAZ.

    Gilberto Silva vive pelo que fez, não pelo que faz. É triste ver um cara como ele perder na velocidade pra jogadores medianos (no máximo). Não tem condições de ser titular, mas continuará sendo. Infelizmente, e aí um dos motivos de mais um ano sem nada.

    Werley é o Werley, e isso diz tudo pra quem acompanha futebol.

    Souza é um jogador que tem grande potencial, só precisa acertar metade dos passes que tenta dar.

    Moreno é um baita jogador, mas não está bem.

    O meu time seria: 1. Victor, 2. Pará ou Edilson, 3. Vilson, 4. Pablo, 5. Fernando, 6. Júlio César, 7. Bertoglio, 8. Léo Gago, 9. Moreno, 10. Marco Antonio, 11. Souza…

  • Rodrigo Lauck diz: 26 de março de 2012

    Olha Zini, você afirma que o Marcelo Moreno está em má fase. Você, como profissional, deveria ser o primeiro a perceber que o problema, nem de longe, é o M. Moreno. Surpreende-me muito ver jornalistas afirmando isso.
    É óbvio e claro, qualquer um percebe, que o Grêmio não tem um jogador com vocação de armador, que receba a bola da defesa e faça-a chegar “redonda” ao ataque. Ora, de que vive um centroavante senão bola que chega para ele finalizar? E não é isso que acontece com o ataque do Grêmio. Kléber, que por infelicidade, lesionou-se ontem, é atacante, com características diferentes das do M. Moreno, e por esse motivo, está tendo melhor aproveitamento, pois tem mais facilidade que o homem de área, para buscar a bola no meio campo e levá-la ao ataque. Já o boliviano, que é centroavante, homem da pequena área, depende da bola que chega até ele, que é alçada à área, especialmente, a aérea, onde está seu forte, no entanto, nada disso acontece no time do Grêmio. Além de não ter um armador, possui um lateral (Júlio César) que precisa aprimorar, e muito, seus cruzamentos, e outro, que pensa ser Daniel Alves, do Barcelona, pois NUNCA, repito, NUNCA, cruza uma bola para a área. Em todas as jogadas, insiste em entrar diagonalmente em direção a linha do penalti, e em 100% delas, termina em perder a bola, resultando sempre no mesmo: nada. Enquanto isso, nosso centroavante morre de fome. Então Zini, espero que me respondas se realmente achas que o Marcelo Moreno vive uma má fase, porque já ouvi comentaristas por aí dizerem que o André Lima seria melhor opção para esse momento. Acho que alguém que entendo o mínimo de futebol sabe o quao absurda é essa afirmação.
    Atenciosamente,
    Rodrigo Lauck

  • Paulo diz: 26 de março de 2012

    Não seria interessante punir o zagueiro Léo Carioca com sua
    contratação pelo Grêmio?
    Assim teríamos um bom acerto de contas.

  • Guto Bender diz: 26 de março de 2012

    Pois é, Zini. Mas como condenar o Vuaden, quando dizes em um tópico que ele deixou de marcar um pênalti CLARO e no outro que o Grêmio ganhou “graças a um gol de Marcelo Moreno, depois de um polêmico pênalti aos 53 minutos de jogo”.

    Ou é CLARO ou é POLÊMICO. Poderia ser os dois, mas não com a conotação que destes ao “polêmico”.

    -x-x-x-x-

    Eu entendo tudo isso que dizem na defesa de Luxemburgo e de seu currículo. E até acredito que o time vem melhorando sob sua orientação.

    Mas não é possível que se esqueça que a zaga é fraca, desde o ano passado, e que Luxemburgo indicou Werley para sanar o problema. Nem eu, que não tenho o currículo dele, pediria Werley, que é uma íngua!

    Isso para não citar a segunda indicação: Pará, que é lateral direito e não serve NEM PARA LATERAL DIREITO, quanto mais para jogar improvisado como volante ou lateral esquerdo.

    Isso tem que ir na conta do Sr. Luxemburgo, Zini…

Envie seu Comentário