Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2012

FGF e os poderosos da CBF

31 de março de 2012 23

A relação entre Francisco Novelletto, presidente da FGF, e os novos líderes do futebol brasileiro, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, estão supergeladas. Ele foi convidado, mas não estará presentes nos dois encontros programados por outras federações, neste final de semana, no Espírito Santo, e, na semana que vem, em Pernambuco. Os dois estarão presentes.

Dia 13, Marin prometeu receber as federações rebeldes no Rio. Mas nem todos acreditam que o encontro possa sair.

Com os aliados Marin e Del Nero, Ricardo Teixeira mantém sua base na CBF. Não haverá mudanças nas diretorias financeira, jurídica e de futebol. O ex-presidente pediu que Júlio Avelleda seja confirmado como secretário-geral.

Carioca, 40 anos, Avelleda entrou como estagiário da entidade em 1992. Com Teixeira, todos os pagamentos da CBF eram examinados por ele, quando atuava na área de orçamento.

Bookmark and Share

O que vender no Beira-Rio da Copa

31 de março de 2012 5

Numa área de dois quilômetros ao redor do Beira-Rio só poderão ser vendidos produtos de patrocinadores da Fifa na Copa do Mundo.

 Quem atua na região demarcada poderá continuar trabalhando, mas desde que não busque associar sua atividade econômica ao Mundial.

Bookmark and Share

O que espera o Grêmio

31 de março de 2012 2

Adversário do Grêmio, quarta, o Ipatinga contratou 14 jogadores na temporada.

Um deles é o atacante Jonatas Obina, ex-Atlético-MG.

 O clube tem duas metas em 2012: vencer o Módulo 2, a segunda divisão mineira, onde é líder, e a Série B do Brasileirão. O ex-volante gremista Leanderson é um dos líderes do time.

O Ipatingão, o terceiro maior estádio de Minas Gerais e que abriga até 24,5 mil torcedores, deve receber cerca de 10 mil no dia do jogo, às 19h30min.

Bookmark and Share

A promessa de Miralles

30 de março de 2012 18


Miralles (foto) prometeu a Vanderlei Luxemburgo que vai conquistar seu espaço nos treinos, no Olímpico.

O Grêmio só observa. Quer, deseja acreditar.

Miralles quer recomeçar. Vai ter espaço, vai depender dele.

Os que conhecem Miralles na Capital dizem que ele está motivado. Era ídolo em Santiago. Mas, em Porto Alegre, ainda não é ninguém. Vive da saudade de um golaço contra o Flamengo. Só e mais nada.

É pouco.

Bookmark and Share

O aluguel do Inter

30 de março de 2012 0

Caso o Inter ocupe o estádio do Cerâmica devido às obras do Beira-Rio, precisará pagar R$ 10 mil por jogo de aluguel ao clube de Gravataí.

O Inter gostou da estrutura do estádio.

Bookmark and Share

Odone e as urnas

30 de março de 2012 12

O grupo político do presidente Paulo Odone quer que ele concorra a reeleição.

Não vê no Olímpico ninguém capaz de tocar o seu projeto. Não há revelações.

Bookmark and Share

Inter pede ajuda externa

30 de março de 2012 22

O Inter pedirá ajuda externa para gerenciar a relação com a Andrade Gutierrez nas obras do Beira-Rio.

Mesmo que haja uma parceria sólida entre os dois lados, o clube quer ter certeza de que os materiais usados na obra sejam de primeira qualidade.

Já foi feito um cadastramento, as empresas serão chamadas e a que fizer a melhor proposta assina contrato.

Bookmark and Share

O outro destino de Gabiru

30 de março de 2012 6

O Glória, de Vacaria, que está na Divisão de Acesso, entrou na briga por Adriano Gabiru. Oferece R$ 6 mil mensais.

O Guarany, de Bagé, também tem um projeto para o ex-jogador do Inter.

 Gabiru, que foi dispensando pelo CSA, de Alagoas, mora em Curitiba.

O herói coloradodeseja voltar ao futebol gaúcho.

Bookmark and Share

Bertoglio ajuda Grêmio 100%

30 de março de 2012 13

Grêmio tombou o Avenida, fez quatro, 4 a 0. O adversário era frágil, desconte um pouco. Mas goleadas são sempre bem-vindas, a cor do adversário importa quase nada.

Bertoglio, o substituto de Kleber, fez um bom jogo. Marcou um gol, passou, criou, buscou a tabela, se movimentou como um atacante real, se aproximou de Marcelo Moreno. Ofereceu esperança aos tricolores. É bom jogador tem potencial, pode crescer na sequência. Foi o nome do jogo no Olímpico de pouco menos de 7 mil almas.

Marcelo Moreno marcou duas vezes, Léo Gago e Bertoglio completaram o quarteto de gols. Gilberto Silva fraturou o nariz. O Grêmio não consegue mesma o arrumar a sua defesa.

Com a vitória no Olímpico, o Grêmio encostou nos 100% de aproveitamento na Taça Farroupilha. Há um esboço de time. Há carências também. Ninguém se ilude mais com goleadas em jogos do Gauchão. Mas o torcedor gosta.

Bookmark and Share

Luxa testa primeiro substituto de Kleber

29 de março de 2012 7

Bertoglio vai jogar no lugar dele, ao lado de Marcelo Moreno, como um atacante de movimentação, que chega por trás e pelos lados, que se aproxima do centroavante, que gosta da tabela, do passe e que funciona como garçom.

Ele pode cumprir as tarefas. Tem potencial.

Suas características não permitem que ele seja um jogador de meio-campo, quando muito um quarto homem.

Ele joga mais quando está livre das funções do setor.

Bertoglio fez algumas boas partidas no Grêmio quando entrou no segundo tempo. Não foi tão bem assim quando começou os jogos. Hoje, contra o modesto Avenida, o argentino terá outra oportunidade. O Olímpico estará atento.

Ele é o primeiro substituto de Kleber que será testado. Não será o último.

Bookmark and Share

Bagé monta a Operação Gabiru

29 de março de 2012 20

Onze clubes em 15 anos de carreira, Adriano Gabiru, 34, está com um pé em Bagé.

Já acertou luvas e salários com o Guarany.

 A prefeitura ficou com uma cota, faltam ainda dois patrocinadores.

Mas a mobilização é tamanha na cidade que o clube de 105 anos pode bancar todo o projeto, segundo o vice-presidente, Cléo Coelho. Junto, chegariam outros ex-colorados, Barão e Ediglê.

Coelho diz que o time tem mais de 50 mil torcedores em Bagé e que Gabiru será a grande atração da Série C do Gauchão, que se inicia em julho.

O jogador seria apresentado dia 19 de abril, chegaria no estádio no helicóptero do presidente da FGF, Francisco Novelletto, e usaria a camisa 16, o número que o fez ídolo histórico do Inter.

Bookmark and Share

Noite opaca em Lajeado

29 de março de 2012 7

Sem sete titulares, Dorival Junior testou alguns reservas contra o Lajeadense (0 a 0), ontem, como Elton, Bolatti, Fabrício, Jajá, João Paulo, Gilberto, entre outros. Não deve ter gostado do que viu. O coletivo não funcionou. As individualidades não apareceram.

O torcedor local ficou decepcionado com a apresentação dos seus ídolos.

Dos titulares em ação, Dagoberto ficou devendo outra vez. Por questões táticas, ele está longe da grande área, distante de Leandro Damião. Joga numa zona morta. Ele é atacante, precisa jogar como tal.

Bookmark and Share

Milan e Barça: 0 a 0 também dá jogão

28 de março de 2012 9

Milan e Barça provaram que zero a zero dá jogo, jogão. O empate em Milão, partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, teve sabor de goleada para que viu o jogo de longe pela TV, como eu.

O resultado seguramente frustrou as duas torcidas. Mas elas ainda têm 90 minutos, uma delas será mais feliz, e eu aposto nos fãs da Catalunha.

A partida foi disputada em ritmo forte, teve dribles, passes, lançamentos, ótimas jogadas, lances individuais de alta qualidade e os gols só não saíram porque os dois goleiros fizeram ótimas defesas. O do Milan, Abiatti, foi o melhor jogador do seu time. Ganhará prêmio em dobro, abraços e apertos de mão no vestiário.

Eu eu me pergunto, questiono você, o que Robinho faz no Milan? Ele pode se dar bem no Brasil. Quando o futebol troca de categoria, ele some, como desapareceu no Real Madrid.

Messi fez um bom jogo. Não de gênio, que é, o primeiro do futebol do novo século.

O Barcelona continua o melhor time do mundo. Hoje, em Milão, não teve a sabedoria e a qualidade do número 1. Terá no jogo da volta, na Espanha. O Barça não falha duas vezes contra o mesmo time.

O vencedor enfrentará Chelsea ou Benfica nas semifinais do torneio. Os ingleses venceram o primeiro jogo, 1 a 0.

Bookmark and Share

Goleiro de Santa Maria na Liga dos Campeões

28 de março de 2012 0

Gaúcho de Santa Maria, formando no CFZ de Zico, ex-Flamengo e Fluminense, desde 2007 na Europa, Elinton Andrade, 32 anos, é o goleiro do Olympique que enfrenta hoje o Bayern de Munique pela Liga dos Campeões, em Marselha.

È uma atração do jogo, que exibirá ainda o time que deve inaugurar a Arena, dia 8 de dezembro.

Os alemães são favoritos, mesmo que o jogo seja na França.

Bookmark and Share

O Santos de Muricy Ramalho

28 de março de 2012 19

Muricy Ramalho está sob pressão. O Santos não exibe o futebol que dirigentes e torcedores esperavam. Campeão da Libertadores 2011, o técnico ficou com Neymar e Ganso e ainda recebeu Ibson, Borges, Henrique, Juan, Fucile, Gerson Magrão, Bernardo e Renteria. Ganhou qualidade e experiência.

A direção exige o tri paulista, outra Libertadores e o Brasileirão. No Paulistão, o Santos é quarto atrás de Corinthians, Palmeiras e São Paulo. Amanhã enfrenta o Guaratinguetá. Não vai poder escalar os reservas, sob pena de cair na tabela. Muricy está pressionado.

Domingo, o Santos joga com a Portuguesa. Quarta, encara o Inter. Os paulistas terão três jogos decisivos em sete dias. Os jogadores folgaram segunda, treinaram ontem de manhã, trabalham hoje à tarde e jogam. O técnico acha que os atletas estão cansados.

Bookmark and Share

Novos endereços do Inter

28 de março de 2012 17

O Inter, que jogou na Ulbra e testa domingo o Vieirão, do Cerâmica, em Gravataí, gosta da estrutura do estádio do Novo Hamburgo. O clube busca uma praça na Região Metropolitana para mandar jogos em 2013, quando o Beira-Rio estiver fechado em nome das reformas.

O estádio do Vale do Sinos, 12 mil lugares, é ficha 1.

Os dirigentes gostaram da estrutura do local.

Outra ideia é fazer um agrado aos sócios do Interior, marcar jogos em Caxias, Erechim, Livramento etc.

Bookmark and Share

Miralles X Celso Roth

28 de março de 2012 1

De volta aos treinos após duas semanas, Miralles disse ontem que o técnico Celso Roth não falou a verdade quando disse que ele estava “preso” em campo.

- É mentira, foi uma desculpa para não me colocar em campo – afirmou.

Em uma conversa “cara a cara” com Vanderlei Luxemburgo, o argentino prometeu esforçar-se para receber uma nova chance.

- Quero voltar a ter essa gana, essa vontade de estar no ambiente, integrado com o grupo na concentração.Tive problemas particulares. Aconteceram também muitas coisas que vocês não sabem – relatou.

Bookmark and Share

FGF espera Leandro Vuaden

28 de março de 2012 14

Luiz Moreira, que comanda a arbitragem na FGF, aguarda hoje à tarde a visita de Leandro Vuaden, que apitou, ontem, Universidad e Peñarol, no Chile, pela Libertadores. Vão conversar sobre Cruzeiro-POA e Grêmio (1 a 2), no qual o juiz local da Fifa não foi bem.

Uma das ideias é examinar o DVD do jogo do Gauchão.

Moreira disse que “sente no ar uma tentativa de condicionar a arbitragem gaúcha” .

Bookmark and Share

A nova Arena dentro de casa

28 de março de 2012 20

A Fama Licenciamento apresenta em junho a Arena em miniatura.

A réplica do estádio gremista, que será inaugurado em dezembro, custará R$ 119.

Mede 18cmx6cm.

A expectativa de venda é a melhor possível.

Bookmark and Share

Violência: FGF chama árbitros gaúchos

27 de março de 2012 26

Federação Gaúcha de Futebol (FGF) vai reunir, terça-feira que vem, todos os árbitros e assistentes do Gauchão na sede da entidade, no centro da Capital.

Quer discutir a atuação dos árbitros nos jogos do campeonato regional, que se iniciou em janeiro

Vai ouvir, saber o que os árbitros pensam, argumentar, sugerir.

A FGF não observa o Gauchão como uma competição violenta. Mas concorda que há lances violentos, violência pontual em determinadas partidas. Tentará zerar as jogadas violentas, punir como mais rigor os jogadores que adotam a violência nos gramados e preservar ainda mais o futebol bem jogado.

Bookmark and Share

O futebol gaúcho e a violência

27 de março de 2012 11

Juiz brasileiro na Copa de 1994, mas moldado no Gauchão, Renato Marsiglia, 60 anos, acha que a violência nos gramados do Rio Grande do Sul não é generalizada: “É pontual”, diz. Ele não vê grandes diferenças entre o nosso regional e o do Rio e o de São Paulo.

Garante, por outro lado, que o futebol gaúcho já foi mais violento nos anos 1980 e 1990, quando apitou. “Naquela época valia até carrinho. Hoje, o arsenal disponível para o árbitro combater jogadas desleais é muito maior. Basta usá-lo. Em campo, o árbitro pode tudo”, explica.

A saída de Carlos Simon e Leonardo Gaciba forçou a FGF a promover uma nova geração de árbitros: “Foi criado um fosso na arbitragem local. Os mais experientes saíram. Não se faz um árbitro em menos de cinco anos. Os bons, claro. Caso contrário leva ainda mais tempo”, explica.

Bookmark and Share

Grêmio olha atacante paulista

27 de março de 2012 13

Grêmio mira Henrique, 25 anos, do Mogi Mirim, goleador do Paulistão.

Mas precisa de investidores.

Bookmark and Share

O ex-técnico colorado que faz sucesso em São Paulo

27 de março de 2012 4

Ex-técnico do Inter, Guto Ferreira faz sucesso em São Paulo. A campanha do seu Mogi Mirim é acima da média, tem os mesmos 67% de aproveitamento do Santos e a segundo defesa menos vazada do Paulistão, só atrás do líder Corinthians.

O time está em quinto lugar, atrás apenas dos quatro grandes do Estado.

Bookmark and Share

Inter, São Paulo e o alvo Oscar

27 de março de 2012 4

O São Paulo não quer Oscar.

Faz cena, joga para a torcida, pois deseja ganhar dinheiro com o jogador.

Os dirigentes acham que Oscar não teria bom ambiente no Morumbi, que a torcida pegaria no pé logo no primeiro insucesso.

Com fez em outros momentos com seus jovens jogadores, sonha com um negócio rentável. O clube entende que a base pode fornecer outro jovem parecido.

Bookmark and Share

Paulistas e cariocas fecham com Marin

26 de março de 2012 10

José Maria Marin, novo presidente da CBF, chamou os clubes de Rio de Janeiro e São Paulo para um encontro nesta segunda-feira, no Rio.

Na conversa, ficou claro que a criação de uma liga entre os clubes que disputam o Brasileirão está fora de todas as pautas e discussões, ao menos agora.

A dupla Gre-Nal gostaria  de ver uma liga administrando o Campeonato Brasileiro, de mudar os rumos do nosso futebol.

 Mas, assim, a CBF perderia força, o controle, se enfraqueceria, teria apenas a Seleção como maior tarefa.

Os clubes do Rio e de São Paulo parece unidos, coesos, em torno de Marin.

Depois do encontro, eles ofereceram um voto de confiança a Marin.

Marin está sólido na CBF. Tem os escudos de paulistas e cariocas como maior proteção.

Bookmark and Share