Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Argentina dá banho no Brasil em final de Libertadores

27 de junho de 2012 2

Os brasileiros adoram Buenos Aires, a Patagônia é outro mundo, os argentinos se esparramam nas areias brasileiras, o Nordeste é quase um paraíso. Em campo, gramados nunca iguais, os times dos dois desiguais países vivem combates histórias. Não fazem “guerra” porque “guerra” não é palavra que define um jogo de futebol. Bola e militarismo não combinam. Competitividade é a palavra.

Boca e Corinthians fazem a partida de ida numa capital argentina atravessada por uma greve geral. O jogo será o 13º encontro entre Argentina e Brasil na história das finais da Copa Libertadores da América. Os vizinhos goleiam: nove vitória, só três derrotas. Nem duas décadas poderão reverter o número.

Há 20 anos o São Paulo venceu o Newell’s Old Boys nos pênaltis. Desde então, em cinco decisões, a Argentina venceu todas. “Pentacampeão invicto?”

Não vejo favoritos hoje em La Bombonera. Os dois times são parecidos. Não há craques, com exceção do grande Riquelme – e em dia de Riquelme o Boca é mais, assim como o Santos com Neymar. Tudo se transforma.

O Boca tem a mística, La Bombonera concentra a fé, mas os jogadores corintianos são experientes. Conseguem se concentrar no jogo sem se importar com o endeusado estádio e com o barulho.

O Corinthians de Tite não é um time de estrelas, mas é o melhor e o mais organizado e compacto do país. O mesmo vale para o Boca.

Brasil e Argentina não vivem fases exuberantes, nem suas seleções. A Argentina tem um gênio chamado Messi, o Brasil, quando muito, o coadjuvante Neymar. Mas, hoje à noite, eles serão só espectadores. O melhor não estará em campo. Será o jogo da superação. Os craques sumiram. Onde estão os craques?

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Topo Gigio colorado! diz: 27 de junho de 2012

    El Boca va salir campeón,el Boca va salir campeón…dá-lhe Boca e atropela os gambás do Ita-chiquerão. Boca Juniors 3 x 0 Curintia-vice .

  • carlos diz: 27 de junho de 2012

    O crack e o Riquelme, sem duvidas

Envie seu Comentário