Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Maconha vence hooligans nos estádios gaúchos

14 de julho de 2012 27

Nos últimos seis meses, o Juizado Especial Criminal (Jecrim), que atua dentro dos estádios, registrou 127 ocorrências no Olímpico (65), Beira-Rio (52) e Centenário (10). A posse de drogas ganha longe da violência. A maconha venceu o hooligan.

Um total de 56 pessoas foram flagradas com maconha, 37 no estádio gremista e 19 na casa colorada. No estádio do Caxias, que chegou nas finais do Gauchão, não houve problemas com drogas.

No Beira-Rio foram registradas 14 brigas e três desentendimentos: 17.

No Olímpico, seis brigas, duas lesões corporais graves, um desentendimento e uma incitação à violência: 10

No Centenário houve três incitações à violência: três.

As brigas são entre torcedores da mesma equipe, contra adversários, seguranças e também policiais.

Bookmark and Share

Comentários (27)

  • Eduardo diz: 14 de julho de 2012

    Estas brigas em estádios ditos seguros, que não estão em obras, há casos de maior gravidade do que no Beira Rio.
    O Ministério Público, para isto, fecha os olhos.

  • Guilherme Menzes diz: 14 de julho de 2012

    posse de drogas (no plural) ou somente de maconha? aliás, a “vitória” da “maconha”, na comparação realizada deve ser enaltecida… e que inclusive sirva para reflexão: o consumo de maconha não produz violência!

  • gilson diz: 14 de julho de 2012

    entao liberem a maconha! ta mais que provado que a os usuarios e a maioria da populaçao é a favor, ! sempre existiu e sempre vai ter!

  • Jonathan Rocha diz: 14 de julho de 2012

    Gostaria de saber qual a motivação do Zini em militar tanto contra a maconha nos Estádios de futebol. Em algum momento já fizeste a reflexão do que isso causa, realmente, de dano ao espetáculo, ou as pessoas que ali estão?
    Entendo o puritanismo, os bons costumes e o que a legislação diz, é claro. Mas me parece haver algo além disso.
    Cada um faz a leitura que quiser, proponho essa:
    Como tu destaca, o consumo de maconha aumentou e a violência diminuiu. Posso então afirmar que o uso da maconha fez com que houvesse um recuo da violência nos Estádios.
    Quero dizer com isso, que não vejo o grande problema que tu vê nesses dados. Pessoas estão fumando maconha dentro dos Estádios, sim, e qual o problema? Fumam fora também, e embora sejam detidas ou não, fumam igual.
    Não podemos colocar a maconha no patamar que tu está colocando, distorcendo os dados. Apontado usuários de maconha como agressores, bandidos, fazedores de caos, etc…
    A maconha é tão perigosa, que nossos vizinhos uruguayos já liberaram o seu uso.

    Abraço.

  • Adriano diz: 14 de julho de 2012

    É isso ai vamo lá maconha!!! Dá-lhe maconhe querida! Maconha imortal! Estaremos sempre contigo

  • Renato diz: 14 de julho de 2012

    moral da história: onde há mais maconha, há menos brigas.

  • edivores luiz diz: 14 de julho de 2012

    E DEPOIS EXISTEM SOCIOLOGOS VAGABUNDOS QUERENDO LEGALIZAR ESTE TIPO DE DROGA, E AINDA UM APOSENTADO E GAGÁ FHC.ACHANDO QUE É NORMAL………….VAO CUIDAR DOS FILHOS SEUS SOCIOLOGOS E EX. E DEPOIS FALAR BOBAGEM

  • Tiago Schlüter diz: 14 de julho de 2012

    E vai ficar pior, se nas proximas eleiçoes ganhar quem eu to pensando, vai ficar bem pior e ainda vai ter “fumodromos” pro pessoal do cigarrinho do capeta.

  • Borracho diz: 14 de julho de 2012

    Está aí uma boa idéia de projeto de lei! Cada torcedor que comprar ingresso para o jogo,ganha um baseado na entrada do estádio! As brigas acabarão! A propósito, porque ninguém propõe proibir a bebida nas casas noturnas? Rola muito mais brigas em bares, do que nos estádios,isso sem contar os acidentes de trânsito! Fica a reflexão!

  • marcos diz: 15 de julho de 2012

    como houve mais posse de maconha no olímpico, o pessoal ficou mais calmo do que nos outros estádios, comparativamente. isso nos mostra que…

    p.s.: o centenário é a exceção que comprova a regra.

  • Marley da Azenha diz: 15 de julho de 2012

    Vitória tricolor, os números estão aí: no Olímpico mais maconha e menos brigas. Já lá na casa colorada, menos erva e mais peleias. Os números provam o que é fácil perceber…

  • Ismael diz: 15 de julho de 2012

    Pior que “sociologos”, é estes IGNORANTES, TURRÕES que não tem a mínima idéia do que estão falando. Tem mais é que liberar a maconha mesmo. Não conheço NINGUÉM (só nas histórias dos nossos avós), que fuma maconha e brigue, ou assalte, ou (principalmente) mate alguém. É EXTREMAMENTE O CONTRÁRIO DISSO QUE CITEI. Só ignorante que chama maconha de “droga”, por que definitivamente, ta longe de ser mais prejudicial que cerveja e cigarro (verdadeiras DROGAS LEGALIZADAS). Cada um faz aquilo que bem entender com seu corpo, o que não pode é marginalizar pessoas, por elas utilizarem uma planta. Não faço isto, mas estou longe de julgar errado quem o faz.

  • Bob diz: 15 de julho de 2012

    Ou seja a MACONHA não causa violência e sim ao contrario.

    VIVA A MACONHA!!!!

  • Paulo Juliano diz: 15 de julho de 2012

    mais de 10.000 anos de uso e nunca existiu um óbito causado por cannabis !

  • Rodrigo diz: 15 de julho de 2012

    Fantastico ler os “advogados” da maconha! Parece brincadeira, mas nao e’! Eles sao os maconheiros. Que traste!

  • Adriano diz: 15 de julho de 2012

    Antes maconha do que violência. Que continue a maconha vencendo os hooligans, apesar desta comparação ser preconceituosa e ir contra a tendência atual, de descriminalização do uso. Abraço.

  • edi diz: 15 de julho de 2012

    antes de falarem bobagens do tipo cigarrinho do capeta, ou achar anormal fumar maconha, vão estudar e saber a verdadeira história da proibição da maconha, de cunho politico e econômico, sem nenhuma pesquisa realizada para saber os danos, digo NENHUMA PESQUISA. Tanto é que o uruguay que tem uma educação 500 anos há nossa frente, está legalizando, para combater o uma calamidade social chamada crack

    Parabéns pelo comentário do jonanthan rocha, assino embaixo

  • Eleuterio diz: 15 de julho de 2012

    mas como tem ignorante falando aqui, vah ver se as brigas foram por causa da maconha ou pq os caras estavam embriagados com a droga legal chamada ALCOOL….bando de hipocrita. Fumam os seus cigarros, bebem seus vinhos, mas falam mal da maconha. HIPOCRITAS.

  • TheGodfather diz: 15 de julho de 2012

    Pelo menos nisso o grêmio do Inter.

  • Marco diz: 16 de julho de 2012

    A unica droga no Centenario eh o time do Caxias…..

  • Jolly Rogers diz: 16 de julho de 2012

    Tem gente que prefere briga do que maconha.

    Vamos MACONHA!!!

  • GJ diz: 16 de julho de 2012

    Rapaz, eu testei a tal da Maconha num cofee shop em Amsterdam (devidamente legalizado, claro). Não fico dando grana para traficante… mas vou dizer. Não tem como o cara fumar maconha e puxar briga com nada… se o cara fumar um bong daqueles ele vai rindo até de penalti contra o próprio time.
    Enfim, uma pena não ser legal no Brasil, pq o negócio é bem legal e te deixa mais “rápido” que o salsicha do scooby-doo.

  • eduardo diz: 16 de julho de 2012

    edivores e Tiago, quando vcs leram o post do Zini estavam sob efeito de algum psicotrópico? Pois eu não vi nada no texto associando o uso da maconha com a violência…

  • Cristiano diz: 16 de julho de 2012

    Olha, se fossem fazer direito, iriam encontrar no mínimo uns 200 portadores em APENAS UM JOGO !!!!!
    Se é liberado ou não, só digo uma coisa, o uso de maconha ou cigarro, INCOMODA QUEM ESTÁ DO LADO ! Gente mal educada ! Lugares com cobertura não pode ser utilizado nem um tipo de tabaco ! Isso só acontece nessa porcaria de provincia do RS ! Em SP em qualquer estabelecimento é proibido o uso do tabaco, e as pessoas respeitam, nessa porcaria de estado ninguem respeita NADA !!!

  • Adriano diz: 16 de julho de 2012

    Prefiro sentir cheiro de maconha do que tomar um bordoada de graça

  • Renato diz: 16 de julho de 2012

    vale lembrar que as seis brigas do Olímpico aconteceram num Grenal, no setor da torcida do Inter, pois os colorados não levaram maconha e chegaram bêbados de cerveja e cachaça. bêbados briguentos inconsequentes e hipócritas.

  • Lucas Ruan diz: 23 de julho de 2012

    Com tanta experiência Zini, muito me admira o senhor. Um homem público associar um fato à outro dessa maneira displicente. Sociólogos à parte, o fato é que, o ato de fumar ou não em vias públicas ou em locais fechados não altera teu comportamento a tal ponto ou sequer te torna mais violento ou não.
    Em todos estes casos, o problema não é propriamente a maconha. O problema real é a educação. Quando me refiro em educação questiono o uso de bebidas alcólicas não somente em estádios mas por todo canto matando meio mundo hoje em dia. Questiono a formação familiar de vândalos que NÃO FUMAM E TAMBÉM BRIGAM. Questiono por fim o governo republicano e ‘democrata’ brasileiro. Beber e dirigir matar ou morrer PODE. Fumar cigarros licítos, se intoxicar com o câncer e morrer TAMBÉM PODE. Maconha não. Maconha não pode, pois esta além de ser fora da lei por ser um fumo oriundo de classes mais baixas, te deixa ‘locão’ e ‘tu perde o controle’ gerando violência nos estádios da sociedade.
    Um homem público também se equivoca. Perdoe-mos.

Envie seu Comentário