Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Terceiro candidato na eleição gremista

05 de setembro de 2012 8

Desconfortável no processo político do clube, o Movimento Grêmio Independente (MGI), o mais forte no Conselho, pode lançar candidato próprio nas eleições presidenciais do Grêmio, dia 25.

O nome será definido nos próximos dias. As eleições teriam três candidatos, o que dividiria mais ainda o clube, marcado por brigas políticas históricas nos últimos anos.

Com 57 votos no Conselho, integrantes do MGI entendem que um candidato ligado ao grupo retiraria mais votos de Fábio Koff do que de Paulo Odone entre os conselheiros. Odone tem maioria folgada no Conselho.

O movimento começa a contatar outros grupos insatisfeitos com o processo em busca de um nome forte e de mais votos. Pretende construir uma chapa e apresentá-la nos próximos 10 dias. A vitória é muito difícil. Mas o MGI marcaria uma posição de independência.

O MGI tentou aproximar Koff e Odone nas últimas semanas. Não conseguiu. Entende que os dois líderes não estão dispostos ao diálogo, que a briga é pessoal e que não haverá acordo. Integrantes do grupo fazem duas críticas aos posicionamentos dois presidentes históricos do clube.

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Junior Brasília diz: 5 de setembro de 2012

    Putz, o momento que vive o futebol do GRE é excelente, não pode a política botar tudo a perder por questões pessoais e/ou políticas … vcs “pessoas” passam rápidos, a Instituição GRêmio é eterna, pensem nisso … não botem o ano a perder ta indo tão bem, estamos com reais chances de titulos no brasilierão … Grêmio acima de tudo!!!!

  • marcelo monteiro diz: 5 de setembro de 2012

    Quando leio matérias como este tenho nausea, o GRÊMIO, não esta acima da vaidade destas pessoas? Fabio Koff só surgiu porque perdeu a teta de R$ 150,000,00 mês no clube dos treze, agora que o clube está no caminho de voltar a ter condições de disputar títulos importantes aparece novamente para tumultuar, o sócio deve expurgar esta gente do clube, chega desta politica nojenta, nociva pro clube….

  • Jordan diz: 5 de setembro de 2012

    Nunca gostei de pessoas oportunistas, se bem Odone não é o presidente dos meus sonhos, ele foi quem abraçou o Grémio quando ninguém quería.Agora é muito fácil ser presidente do Grémio ,VIÚ KOFF? .Lembrem ele foi procurado e se negou a servir o clube.Com Grémio en la Libertadores , Arena y la posibilidade de grandes negócios ELE APARECE.TORCEDOR GREMISTA NÃO QUER FABIO KOFF E AINDA MAIS SE TRAZ AQUELA PEREBA DO FELIPÃO.Esse tempo ja passou, por sorte.Precisamos de renovação

  • Ernesto J Miola diz: 5 de setembro de 2012

    Bom dia Srs.

    Infelizmente vamos ter racha, isso era o que não poderiamos ter agora, mas as vaidades prevaleceram…

    Abs.

  • Rodrigo Santos – Gremista – sócio desde 2007. diz: 5 de setembro de 2012

    Já fui fã do Odone. Hoje sei que ele é um politiqueiro que fez da Arena seu palanque. Fábio Koff passou anos ausente do Grêmio. Na pior das situações, ele não se apresentou para sacar o tricolor de um abismo financeiro e futebolístico. Agora ele aparece, com um estádio novo a ser inaugurado e quase livre das dívidas. Assim fica fácil, né presidente?

  • Rodrigo R. diz: 6 de setembro de 2012

    Koff é um oportunista, viúva das tetas do Clube dos Treze onde, sem fazer nada de útil, mamou por anos, abraçado a Eurico Miranda, ambos lambuzados e faceiros nas suas condições de “donos” de Grêmio e Vasco. Koff está apavorado com a idéia do Grêmio ser grande sem ele ou um dos seus aspones perdedores, políticos denunciados, traíras como Krieger (sabotador da campanha no Brasileirão de 2008), e diversos outros incompetentes (que só são admitidos no séquito de bajuladores se no caso de fazerem milagrosamente algo que preste atribuir o sucesso ao velho coronel manda-chuva do qual puxam o saco 24 horas por dia e no caso de perderem absorverem a responsabilidade do coronel mor, mantendo seu prestígio).

    Koff, secador, e sua turma de puxa-sacos reaparece sem saber o que fazer, a não ser que deve afastar desafetos antes que eles acertem e cometam o “crime” de desmistificar a pequena e vergonhosa condição do Grêmio (mas boa para seu próprio ego de mais de 80 anos-toneladas) de que o Grêmio só é grandioso com ele, nenhum outro mais, que o Grêmio é “na melhor das hipóteses” o Fabio Koff – no que os secadores (não colorados), apavorados com a campanha do Grêmio, apoiam em segredo (além de secarem em segredo); segredo de tietes de Koff e não de torcedores do Grêmio que deveriam ser. Koff Secador é o Hélio Dourado caduco, patético e anacrônico de 2004, e não tem nada a oferecer ao Grêmio por suas mãos nem (se der uma de rainha da Inglaterra e não meter os bedelhos) pelas mãos dos seus aspones, muito menos.

    Ah sim! Koff tem a oferecer a ideia de fazer um novo desmanche e um novo recomeço do zero com o rabugento e incompetente Felipão, provável rebaixador do Palmeiras, apenas um idiota com sorte, como já disseram numa Copa, treinador medíocre que atualmente treina menos que Roth, mas é outra solução mágica, tão a gosto de torcedores atirados ao “quanto pior melhor” e que acreditam em imortalidade tricolor, alma castelhana, volta de Jardel, etc. Koff tem a ideia, também, de mentir sobre 100 milhões num ano ao futebol vindos de empresários “rasgadores de dinheiro por gremismo”(futebol que gasta quase a mesma coisa só com a folha salarial em um ano).

    Antes de vir com lorotas, Koff(-Krieger-Duda-Cacalo-Moreira-Preiss-Meira-Krebs-Saul-Hermann-Abraão-Obino etc) deveria pagar do próprio bolso os 600 mil que mamou no Clube dos Treze e que devia ao Grêmio quando o seu confortável e lucrativo Clube das Tetas fechou – por nenhum outro motivo a não ser crise de identidade, canalhice dos cartolas da corte de Koff e incompetência geral vindas de sua cúpula mamadora liderada por Koff, que não soube distribuir “o leite” com toda a cartolagem em eterna fome de grana suja que o cercava e bajulava e agora, rico mas de mãos abanando, quer voltar aos holofotes na hora do filé – nem esconde que quer pegar o Grêmio na Libertadores. Se isso for verdade, como deve ser duro para ele e seus eleitores adeptos do passado como solução para o futuro torcer e secar ao mesmo tempo, torcer de freio de mão puxado.

  • Maurício Todeschini diz: 6 de setembro de 2012

    Quen nao votar no KOFF nao quer o bem do Grêmio. O homem ganhou os 3 campeonatos mais importantes do clube (2 Libertadores e 1 Mundial), além de ter sido responsável pela revelacao de RENATO GAÚCHO, PAULO NUNES, JARDEL, LUIZ FELIPE SCOLARI, ARCE etc. O ODONE teve mais gestoes e menos resultados. Ano passado o Gremio foi o 3o clube que mais gastou em contratacao para ficar sem nenhum título e em 12o lugar no Brasileiro. Como diria Gérson, é brincadeira?!

  • Luiz Gustavo de Souza diz: 6 de setembro de 2012

    Não considero o momento adequado, mas como legalmente as coisas estão assim que se providenciem mudanças para o próximo pleito.
    MAs uma coisa que fique bem clara: só não inventem ANTONIO VICENTE MARTINS, p ara qualquer cargo no futebol, pois ele é muito fraco e nos brindou com um ataqaue para jogar a libertadores que jamais esqueceremos: LINS E ANDRÉ LIMA.
    Não esqueçamos isto nunca caros associados. ANTONIO VICENTE MARTINS NÃO, NUNCA, JAMAIS…

Envie seu Comentário