Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Grêmio busca futebol de uma noite carioca

08 de abril de 2013 6

A vitória sobre o Fluminense no Rio, com sabor de Jack Daniel’s (goles de pura história), embriagou jogadores, treinador, comissão técnica, dirigentes e torcedores gremistas. Nos seus melhores 90 minutos em 2013, menos de três meses de vida na época, o novo time do Grêmio parecia com a chave do sucesso ao alcance da mão. Nada mais parecia impossível depois daquela grande exibição no Engenhão e de um clássico 3 a 0.

O futebol qualificado, competitivo, porém, sumiu como chegou, assim, de repente, sem avisar, sem explicação natural. Depois da partida excepcional no Engenhão, o rendimento caiu, voltou ao normal, beirou o anormal, começou a incomodar quem segue o Grêmio de muito perto.

A passagem antecipada ao terceiro turno da Libertadores, em Caracas, foi jogada fora. O Grêmio caiu para o Cruzeiro na Arena, fora outros tombos.

O certo é que o Grêmio hoje preocupa tanto quanto preocupava logo depois da derrota para o Huachipato na abertura do torneio sul-americano. Os temores estão em todas as linhas do time, do goleiro Dida ao centroavante Barcos, passando por Cris, Marco Antonio e Vargas. Bons jogadores, quase todos, mas ainda em bucsa de um time, de uma formação, de uma ideia de futebol

Os problemas começaram na não repetição do time, na troca de esquemas táticos, na sucessão de maus resultados, nas más jornadas individuais dos principais astros do time.

A equipe, cara, caríssima para os padrões financeiros do Brasil, deve grandes partidas ao torcedor, aqueles jogos capazes de semear esperanças.

O Fluminense, último campeão brasileiro, é o novo teste. Uma boa vitória dá esperança. Um resultado ruim fará o contrário, chamará uma crise. Desta vez não há meio termo, a Copa Libertadores da América não permite.

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Marco diz: 8 de abril de 2013

    O Grêmio só teve , nessa temporada, dois bons jogos , um contra o próprio Fluminense e outro contra o Caracas ; o resto foi quase que um desastre .O
    tamanho do time construído nos deixava pensar em coisas melhores. Não aconteceu.
    Falta muito ao Grêmio , embora repetidamente o Luxemburgo diga que o time
    está em formação ,não serve como desculpa quando se perde para o glorioso Cruzeiro – podem se espantar , pois é Cruzeiro RS , em plena Arena. É de dar calafrios!! Menos mal que a chave gremista é uma baba só .Talvez passe , daí veremos até quando a desculpa da formação de time será usada quando de possíveis derrotas , a fase vindoura é derradeira ; perder é quase que uma tragédia.
    Oremos!

  • Eron diz: 8 de abril de 2013

    Parabéns!
    Excelente, como pouco que tenho lido!
    Parabéns novamente!

  • filomena carranta diz: 8 de abril de 2013

    tomar como base jogos do campeonato gaucho, pra avaliaçao de jogadores , e uma temeridade, visto que os atletas do interior contra a dupla fazem sempre o jogo da vida, sem contar com a retranca que e imposta, assim como e uma temeridade exigir que jogadores da dupla mostrem empenho, numa partida que nao vale nada, e terminem ficando fora de um campeonato, como o caso de kleber fora do campeonato nacional ano passado, sem citar nomes o mesmo se aplica ao inter…

  • LAERT diz: 8 de abril de 2013

    Você está enganado Zini. Se o Grêmio for desclassificado da Libertadores, a vida do clube continua. O seu Inter caiu fora da Libertadores, no ano passado e entrou em crise? Nao! Porque o Grêmio teria que entrar em parafuso entao? Deixe de ser uma ave agourenta e vá comentar a derrota do inter contra o Veranópolis. Por exemplo, a atuaçao ridícula do Dalessandro ou do Forlan. Nao encha a paciência dos gremistas.

  • Jefferson diz: 8 de abril de 2013

    Não há padrão de jogo, não há técnico e não há zaga. A eliminação é algo muito mais do que provável. Pelos resultados e pelo que o time vem jogando, diria que é até o mais lógico. Que isso sirva para que o Koff veja o erro cometido na renovação com o Luxemburgo e troque de técnico.

  • LUIS MARIANO MAZZINI NIEDERAUER diz: 8 de abril de 2013

    PREZADA JORNALISTA
    LUIZ ZINI PIRES

    Exato o Gremio, busca mesmo algo diferente como uma noite carioca, se jogar como esta no momento atual, não ganha nada este ano de 2013, se não voltar o futebol, coletivo, força, marcação e tatico, não vai longe o problema são alguns jogadores que não tem este estilo que é proprio do Gremio, começando pelo treinador,mas confio no Fernando, Souza, Barcos, Para e no talento e seriedade do Ze Roberto, para superar não só o Flu, mas os Chilenos porque se perder nos Andes esta fora.

    Um Abraço

    LUIS MARIANO

Envie seu Comentário