Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A OAS entra em campo

12 de abril de 2013 4

Parceiros na Fonte Nova, Odebrecht e OAS negociaram o naming rights do estádio recém-inaugurado, com forte apoio do governo baiano.

Preocupada com a Arena, a empreiteira OAS decidiu tentar negociar ela mesma o nome do estádio gremista. Vai escalar os seus mais altos executivos em busca de interessados.

Mas a Arena Porto-alegrense não saiu do processo. Busca de parceiros agora com um forte aliado.

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Eduardo diz: 12 de abril de 2013

    Se a OAS não sair atrás do comprador do naming rights vai ter mais um prejuízo, o Grêmio não está muito interessado na venda, pois não ficará com um centavo desta grana.
    Só quero ver se a OAS vende para um comprador que tenha as cores vermelhas no seu logotipo, vai ter mais confusão entre OAS e Grêmio.

  • Charles diz: 12 de abril de 2013

    A inoperancia da ArenaPOA é constrangedora! Os Naming rights sao o mais uma das coisas que nao se esta fazendo ditreito! O marketing e ZERO! O que o Gremio esta vendendo? Nao se consegue comprar cadeira superior (mesmo socio), nao existe loja na Arena a nao ser uma enjambrada, os bares sao iguais (ou piores) que os do olimpico, ninguem aceita cartao, nao tem TV nos corredores da Arena, nao se faz mais nem as promocaozinhas de intervalo que existiam no olimpico, o site arenapoa.com.br nao informa nada de diferente… uma empresa, exclusiva para gerenciar este colosso que e a Arena, nao poderia ser tao incompetemte!

  • Ângelo diz: 12 de abril de 2013

    Só não podem ser os mesmos executivos que negociaram
    com a Adidas, né Zini!

  • Gilmar diz: 13 de abril de 2013

    A OAS vai entrar em campo para cobrar os aluguéis atrazados, isso sim.

Envie seu Comentário