Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Tremor no Chile alerta cidade que recebe Grêmio

02 de abril de 2014 4

O terremoto do norte do Chile recebeu atenção total dos países vizinhos, como Peru, Equador, Venezuela e Colômbia nas últimas horas. A mídia colombiana acompanhou os efeitos do sismo desde o início, mas logo o Observatorio Sismológico y Geofísico del Suroccidente del país (OSSO), avaliou as características do tremor e concluiu que não existe nenhum tipo de perigo para a costa colombiana.

“Susto e evacuação no Chile”, destacou o El Tiempo, um dos maiores jornais do país, Bogotá. “Não há alerta de tsunami para a costa do Pacífico colombiano” completou o periódico.

No dia 8 de fevereiro passado, Medellín, cidade na qual o Grêmio enfrenta o Atlético Nacional, às 22h desta quarta-feira pela Copa Libertadores da América, sentiu os abalos do seu mais recente terremoto, mas sem causar vítimas ou prejuízos financeiros. Quando acontece um desastre na região, todos, de alguma forma, ficam alertas e começam a acompanhar com atenção dobrada a cobertura maciça dos sites dos jornais, das rádios e das televisões.

O jornal El Colombiano, editado em Medellín, anuncia cinco mortos no desastre no Chile. Não deixa de destacar, porém, o futebol.

A decisão desta noite no Estádio Atanasio Girardot ganhou o seguinte título: “Vamos ver do que é feito o Nacional”. No texto, o lateral Farid Diaz diz que espera que o Grêmio não fique só atrás e saia para o jogo. “É um jogo de vida ou morte”, completou o atleta.

A derrota do Millonarios, equipe mais popular do país para o Independiente, pelo Campeonato Colombiano, e os empates de Barcelona e Atlético de Madrid e Manchester United e Bayern de Munique também receberam espaços nobres nos jornais locais.

Os outros assuntos do dia imprensa da Colômbia são comuns ao Brasil: problemas ambientais, corrupção na política, falhas no sistema educacional e violência urbana.

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Guilherme Quadros diz: 2 de abril de 2014

    E dai Zini ?

    Tenho o habito de ler todos os dias os teus cometarios e de outros colegas teus, justamente para ter um juizo de valor mais adequado dos mais variados assuntos do nosso dia-a-dia.
    Me chama a atenção e, quero crer que não seja por omissão nem tua e nem dos outros comentaristas, que ninguém tenha escrito um topico que seja sobre os vandalismos nos estadios.
    De que adianta alardearmos que temos duas praças esportivas de primeiro mundo se temos torcida de quinto mundo e mais alarmante ainda, imprensa esportiva omissa que não relata e, tão pouco, denuncia essas barbaries.
    Parece que, agora, basta que os gremistas vão no outro estadio e quebrem tudo e estara tudo no seu devido lugar, o que não nos parece o mais razoavel.
    Espero que um dia voce, que tem voz ativa e é um excelente formador de opinião, como os outros teus colegas, denunciem e critiquem tantas vezes quantas forem necessario pois não podemos achar que isso é normal e fazer parte do nosso cotidiano.

    Abração.

  • Gustavo diz: 2 de abril de 2014

    Terremoto foi o que aconteceu domingo na Arena da OAS!!!

  • Jesus diz: 2 de abril de 2014

    O Guilherme Quadros acima, está correto ao elevar o nível do blog sobre um tema tão pontual. Ainda ontem no Sala de Redação, foi colocado sobre soluções e alternativas para o caso de vandalismos no futebol. Certamente, estamos tratando com pessoas das cavernas e que não evoluíram do estado de primatas.

    É uma minoria? Não, não é uma minoria. Se fosse, uma maioria consciente e culta iria intervir e interromper essa onda de crimes contra a moral em ofensas que ninguém realmente pune senão apenas para constar. Baixarias e quebras de patrimônio alheio, que muitas vezes, com a única prerrogativa de chamar a atenção de um grupo e tentar, na busca vã, o codinome moral de “Alfa Destacado” na matilha.

    Isso, não se trata de uma ação de quem está constituído de sua sanidade e saúde mental dentro da normalidade. Estamos diante de uma epidemia, onde anônimos se escondem no coletivo para cometer absurdos sem qualquer punição, seja no ambiente virtual, eventos de porte ou reuniões coletivas de uma maneira geral.

    Solução para os estádios? Fábio Koff, na ocasião do Clube dos 13 já havia sugerido credenciamento e controle de maneira realmente séria para que se praticasse como objeto de lei aprovado na Assembléia e antes da própria Copa do Mundo. Não deu em nada! Atualmente, aparecem alguns entendidos que dizem que o torcedor deverá ter uma cadeira numerada ao comprar seu ingresso e se responsabilizar por ela (a cadeira)… Sim, e após o jogo o cidadão de bem vai para casa… A turma que fica começa a quebradeira sem precedentes… Nesse caso, quem pagará a conta é o torcedor que está em casa? Parabéns para estes gênios da Rádio e da TV!

    O Brasil está uma baderna como nunca esteve tanto antes! A Copa das Confederações foi uma simples faísca do todo. Petrobrás, notebooks furtados com informações sensíves e projetos, espionagem em nossos emails via EUA, imaginem até Renan Calheiros apita no Brasil, mensalão com um Supremo, onde “Supremo” é apenas um, os demais, são focas amestradas e repetidoras, coniventes e talvez, bem pagas… Isso é muito frustrante!

    Quem sou eu? Patriota, Gaúcho (antes de ser Brasileiro), Ex-Oficial do Exército, empresário e mais uma pessoa indignada com o atual Brasil. Um Brasil de bundas e de putaria em novelas como jamais foi visto antes… Tudo pela audiência! A propósito, você assiste, acompanha ou recebe alguma notícia sobre o tal de BBrother na TV?

  • augusto liesenfeld diz: 3 de abril de 2014

    Sim,o Grêmio a partir de agora,será 10.0 na escala Richter;começando com a vitória de ontem(02/04). O que é melhor ainda,com o ressurgimento do velho Bárcos,na competição.

Envie seu Comentário