Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Gauchão: vitória do dirigente não remunerado no futebol

16 de abril de 2014 2

A direção colorada vibrou com escolha de Marcelo Medeiros como o dirigente do ano do Gauchão.

Sinal de que um responsável não remunerado pelo departamento de futebol – dirigente político como nos velhos tempos – continua dando certo.

O presidente do Inter, Giovanni Luigi, era um dos mais felizes.

Luigi (foto abaixo, Agência RBS, BD) é defensor do dirigente amador, ligado ao clube, no comando do futebol. Prefere um colorado puro do que contratar alguém de fora, sem vínculo com o clube, um profissional do mercado. 

15luigi

 

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Luiz Fernando diz: 16 de abril de 2014

    Que leitura equivocada do presidente Giovani, aliás mais uma! É por isso que apesar do momento financeiro do país ser positivo, continuamos a anos-luz da Europa.
    Que o clube tenha um vice-presidente de futebol oriundo do clube, ok, mas não possuir um Ximenes da vida do depto. de futebol, é um absurdo. E mesmo esse abnegado dirigente, terá pelo menos que dedicar 10 a 12 horas diárias para desempenhar a contendo essa missão!! Como pergunto eu, sem ser remunerado?? Amadores!!!!!

  • CELSO ROTH NÃOOOO diz: 17 de abril de 2014

    HEHEHE E EU VOU ACREDITAR QUE DIRIGENTE NÃO GANHA NADA TRABALHANDO 10/12 HORAS HEHEHE “Coelinho da páscoa…”

Envie seu Comentário