Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O treinador Tite deu a palavra ao presidente Koff

21 de abril de 2014 3

Numa conversa recente, no começo da temporada, o técnico Tite deu a palavra ao presidente Fábio Koff que não treinará time brasileiro antes da Copa do Mundo. E, talvez, nem depois.

O gaúcho pode dirigir a seleção japonesa a partir de agosto. Ele também está cotado para ser o substituto de Felipão no comando da Seleção Brasileira depois do Mundial do Brasil. É o atual favorito da CBF.

Tite gosta muito de Koff, que estava no vestiário gremista, no velho Olímpico, quando ele foi apresentado como treinador do Grêmio, no início dos anos 2000. Mas não voltará a trabalhar no clube, se convidado (o que ainda não aconteceu nesta fase crítica de Enderson Moreira). Não agora. Seus atuais planos não incluem o futebol do Rio Grande do Sul.

No final do ano passado, Tite não aceitou um convite para voltar ao Inter, antes do acerto com Abel Braga.

Tite, que mora em São Paulo, aproveitará os próximos 90 dias para viajar e observar times europeus e seleções – estará atento ao Brasileirão também. Será um dos espectadores privilegiados da final da Liga dos Campeões, em Lisboa, no dia 24 de maio, e ainda pretende acompanhar os treinamentos de algumas seleções de ponta.

Depois, vai rodar o Brasil, entre junho e julho, atrás de seleções, que observar ao vivo Alemanha, Itália, Espanha, Holanda, Inglaterra, Brasil e Colômbia, entre outras candidatos ao título.

Novo trabalho no Brasil ou no Exterior?

Tite (foto abaixo, Agência RBS/BD) só volta no segundo semestre.

21tite

 

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • AZ diz: 22 de abril de 2014

    Sr. blogueiro, até o respeito.
    Mas é muito oportunismo e até má fé a manchete de tua matéria.
    Só quem a lê percebe que foi uma conversa ‘recente’.
    Recente quando?
    Ontem, semana passada, mês passado?
    Começo da temporada?
    O senhor não esclarece.
    Prefere se aproveitar do momento de turbulência para sei lá com que propósito.
    Cordiais saudações,
    AZ

  • Clovis Barbosa diz: 22 de abril de 2014

    Tite vai viajar, aproveitar a vida, ta com o bolso cheio da grana, ele quer o cargo do Felipão, pois sempre teve inveja da trajetória do Felipão, o Tite sempre pensou grande, ele é bastante ambisioso, o RS é café pequeno pra ele agora, já foi importante, não é mais.

  • Farias diz: 23 de abril de 2014

    Pode vir o Guardiola que não adianta, primeiro o Grêmio tem de parar de fazer dispensa e contratações sem consultar a comissão técnica vigente. Diretor com mania de técnico, mas sem querer correr riscos não dá. Cada macaco em seu galho.

Envie seu Comentário