Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Inter perdeu R$ 15 milhões com Guiñazú

24 de abril de 2014 7

Quando Pablo Guiñazú, 35 anos, deixou o Inter, de graça, em janeiro 2013, depois de seis temporadas, rumo ao Paraguai, seu contrato previa uma multa de R$ 15,5 milhões (ou 5 milhões de euros), caso voltasse ao futebol brasileiro.

Sete meses depois, retornou ao Brasil e assinou com o Vasco, sem que o Inter recebesse um só centavo – e nenhuma explicação.

Nem um só centavo.

Com o dinheiro do volante, o Inter poderia adquirir os direitos federativos da revelação Aránguiz e ainda ficar com um bom troco.

Só os conselheiros do Convergência Colorada reclamaram o descaso do clube. Foram informados oficialmente que a direção decidiu não cobrar os valores conforme previa um contrato assinado pelo volante argentino.

Na prática, o acerto valia só se Guiñazú (foto Agência RBS/BD) resolvesse aceitar um convite do Grêmio, alho que nunca rolou.

23guina

 

 

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Leandro Rafael Wobeto diz: 24 de abril de 2014

    Bom dia!

    Mas que mania de time pequeno esta de colocar essa multa aí!! Esse fato já ocorreu diversas vezes, conforme o noticiário, e começou com o Gamarra.

    Será que o colorido acha que pode mandar e comandar o futuro dos seus ex-jogadores?

    Como diria o Bóris: Isso é uma vergonha!!

  • Véio Zuza diz: 24 de abril de 2014

    Não concordo com o blogueiro. Guiñazu, na prática, não tinha valor de mercado, em razão de sua idade e posição (defensor). Liberando-o, o Inter se livrou de um alto salário e de um jogar de excelente trajetória, mas já na descendente. A direção agiu certo no caso. O torcedor tem que ter senso crítico, mas não ser cri-cri. E outra: cobrar no Vasco adianta?

  • Rodrigo diz: 24 de abril de 2014

    Desculpe, Zini, mas isso é burrice ou oportunismo. O Inter não perdeu NADA por um simples motivo: NUNCA que o Vasco pagaria algo pra ter o volante. O contratou justamente por ser de graça. Ou você discorda e acha que teria ALGUMA chance de o Vasco pagar QUINZE MILHÕES pelo Guiñazu?

    A única coisa que aconteceria se o Inter cobrasse tal valor seria prejudicar o atleta, que teria a negociação barrada.

    Claro, podemos questionar e dizer que o Inter poderia ter pedido alguma graninha que fosse, ou ao menos um jogador da base. Mas dizer que o clube poderia, hoje, estar pagando o Aránguiz com o tal dinheiro é de um péssimo gosto pra um jornalista que vive futebol.

  • eric rodriguez diz: 24 de abril de 2014

    essa direçao de giovanni luigi, ja deu muitos prejuizos ao clube , este e so mais um.compra caro os jogadores e depois os doa , jo, datolo, guinazu, ricardo goulart, jaja, alguns da lista de caridade do inter.

  • tomaz klotzel diz: 25 de abril de 2014

    zini, essa manchete caracteriza o que se costuma chamar de sensacionalismo, já que, apesar de a informação estar teoricamente correta, na prática nunca aconteceria.

    a única coisa que o inter conseguiria é empacar a vida de um jogador que se doou muito ao clube. evidentemente a manchete distorceu a informação.

    francamente, me decepcionei contigo nessa.

  • Junior Gremista diz: 25 de abril de 2014

    Qualquer estudante de direito conseguiria anular essa cláusula relativa a multa. Obviamente foi por isso que o jurídico do Inter não correu atrás…

  • José Corrêa diz: 27 de abril de 2014

    Só o fato do Guiñazu ter ido embora já foi um grande ganho para o Inter, já não dava mais.E este tipo de multa todos os clubes colocam na liberação de jogadores, justamente para não irem para determinados clubes.

Envie seu Comentário