Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O que Enderson precisa fazer para superar o San Lorenzo

28 de abril de 2014 10

Dedicação o Grêmio terá, quarta-feira, a partir das 22h, na Arena. É seu motor em partidas da Libertadores, especialmente em Porto Alegre. Futebol é o problema. A falta de dele, a ausência de um bom jogo em três partidas em sequência, dois Gre-Nais e o San Lorenzo, aflige aos torcedores.

A Arena vai gritar junto, atuar junto, mas vibração não garante futebol qualificado, a bola necessária. Os argentinos estão em vantagem, fizeram 1 a 0 em casa. Serão defensivos, não têm um grande time. Adotarão o contra-ataque.

Parece mais ou menos fácil buscar o bom futebol no Grêmio de Enderson Moreira.

Nada é garantido, mas sacar um dos volantes, Ramiro, no caso, parece um começo, um primeiro passo em busca de um futebol mais ofensivo.

Sem Ramiro e com Edinho e Riveros, o meio de campo abre vaga para um meia. Entra Luan (foto abaixo, Mauro Vieiera, Agência RBS), que encostará em Dudu e Zé Roberto, com Barcos na frente. Não tem sentido colocar três volantes. O Grêmio precisa forçar, insistir, atacar. Usar as laterais, as pontas, a velocidade.  

Mas é preciso atenção com Zé Roberto. Se ele vacilar, seu lugar precisará ser ocupado por um meia mais ofensivo, Jean Deretti ou Maxi Rodríguez.

O Grêmio precisa atacar desde o primeiro segundo. 

28luan

Bookmark and Share

Comentários (10)

  • Alexis diz: 28 de abril de 2014

    Falta coragem para o Grêmio fazer algo mto importante pro time: tirar Hernán Barcos!

    Entendo q para esse próximo jogo, o time não vai mudar. Não vai ser na véspera de uma decisão q o treinador vai mexer no seu capitão, ou fazer mudanças drásticas no esquema.

    Mas se o Grêmio sair da Libertadores quarta, não pode perder a oportunidade de mexer no time e iniciar uma nova aposta de médio/longo prazo. A gurizada precisa jogar. Lucas Coelho, Ruiz, Moisés, Breno, Éverton, Saimon, etc.

    Quem garante q Lucas Coelho não é o centroavante q o time precisa? O qnt já vimos dele pra garantir q ele não serve? O problema é q o Barcos é intocável e o guri não tem oportunidades. Qnd tem, desde o ano passado, são oportunidades “pingadas”, normalmente no meio da fogueira. Fica complicado avaliar assim.

  • José Roberto Penz diz: 28 de abril de 2014

    Só precisa parar de ouvir a pilha da imprensa vermelha ( O Sr. incluso) e botar para jogar todos os que merecem.

  • Marcelo diz: 28 de abril de 2014

    Um dos problemas do Grêmio é a falta de armação de jogo. Com 3 volantes e 3 atacantes, as bolas são rifadas para o ataque e, quando precisa, não se consegue reter a bola no campo adversário, sofrendo muita pressão, sobretudo no final dos jogos, como novamente aconteceu ontem.
    Ok, tira-se um zagueiro, adiciona-se um meia (Zé Roberto). Mas ainda assim, Luan fez duas partidas horíveis desde que voltou (ontem a única coisa que fez foi tirar uma bola dos pés do Lucas Coelho na frente da área). Aí você sugere um meia-atacante – nem Jean Deretti nem Maxi Rodriguez sabem armar. Vamos voltar aos chutões?

  • Gecê diz: 28 de abril de 2014

    É fácil falar, difícil é fazer! Zini, que tal largar o blog e assumir a condição de treinador? Melhor ainda, troca de lugar com o Enderson, de modo que tu vais treinar e te sujeitar às criticas que ele, como comentarista, fará. O comentário do profissional deve se limitar à analise do fato, do acontecimento, porém, por uma questão de ética e, às vezes, de conhecimento técnico ( que não é o caso presente), o que “deveria ou deverá” ser feito não vem ao caso. Assim, um profissional competente, como o Amigo, jamais pagará um “mico”, em face do zêlo profissional que emprega no exercício de sua função. Como fazer ou deixar de fazer deve se tornar público somente quando solicitado. Abraço.

  • Heloísa Pires diz: 28 de abril de 2014

    Engraçado, né?!…Parece que o Inter nem tem jogo na quinta-feira pela Copa do Brasil. Só falam do jogo do Grêmio pela Libertadores da quarta-feira. O interessante é que na década passada, quando o Inter se lavava em títulos internacionais, a imprensa valorizava bastante a Copa do Brasil que o Grêmio disputava, falando muito mais nela do que num jogo da Libertadores do Internacional. Lembro-me que a gente até comentava de como a imprensa se dedicava a dar mais valor para “uma busca de vaga na Libertadores” do que “o próprio jogo da Libertadores”. Sei que são capazes de terem a cara-de-pau para dizer que hoje se deram conta disso e resolveram dar maior valor à competição que realmente tem mais valor. Mas não valerem nada, nem um tiquinho da outra?!…

  • Sérgio LM diz: 28 de abril de 2014

    Se tem de jogar com 2 volantes por falta de armadores, que seja, mas o Grêmio tem de usar os dois armadores que dispõe, Luan e Alan Ruiz, pois, quando jogam, fazem a bola chegar com alguma qualidade nos atacantes. Com 3 volantes, o adversário só precisa marcar um armador, que fica sobrecarregado, mesmo que, normalmente, Luan consegue seguir com a jogada, mesmo marcado.
    Quanto a pôr p/ jogar ex-juniores, os dirigentes sempre acham ex-juniores de fora são melhores que os daqui, e emprestam os pratas-da-casa p/ ganharem experiência. Três jogadores experientes, em um clube com base organizada, como no Grêmio, são suficientes, desde que o treinador seja bom.

  • luiz – pra Heloisa diz: 28 de abril de 2014

    A Heloisa Pirex. voltou a tomar seus alucinógenos. Quer cobertura pra Copa do Brasil. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Só tem notícia pro Gauchão, por que a RBS gasta dinheiuro nesta porcaría criada pelo Novelletto para salvar o ano do Inter. Agora, Copa do Brasil? Só é boa qiuando entrarem os times fortes de verdade. Ai vai ter cobertura. na fase insignificante, dos clubecos, não tem notícia, nem público, nem interesse. Para Heloisa, vc tá endoidando de novo. kkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Marcio diz: 28 de abril de 2014

    Heloísa Pires… é fato que o internacional é o segundo time do estado, e portando é colocado em segundo lugar. Não são algumas conquistas oportunas que irão mudar isso. Clube se faz com história, torcida, tradição. E o inter é um São caetano da vida com alguma grife.

  • Helder H Hartmann diz: 28 de abril de 2014

    A grande sacada do Enderson deveria ser a não escalação do Barcos, pois fosse eu o treinador, no jogo da Argentina, o sacaria de campo no momento em que ele cobrou de forma ridícula, aquela falta na risca da pequena área. É inadmissível que um jogador profissional que ganha uma fortuna de salário, cobre uma falta feito aquela, daquela maneira. Está faltando uma punição ao mesmo (pegar um banco), pois até agora, só vem enganando, com a maioria de gols de pênalti e contra times fracos. Não jogar com 3 volantes e colocar o Lucas Coelho no lugar do Barcos e o Moisés no lugar do Pará, já será um passo gigante para alcançar o resultado desejado.

  • Luiz diz: 30 de abril de 2014

    Sra. HELOISA, tem no CRM (conseho regional de medicina) uma lista de psiquiatras para a sra. consultar…
    Que mundo a sra. está? já chega o noveletão em que o teu clube, com o apoio da RBS foi beneficiado, não saindo da grande POA nunca. E libertadores o teu clube ganhou duas com apito amigo, pois sem este apito amigo que a imprensa nunca falou teria que mudar de nome para SPORT CLUBE MUNICIPAL…..

Envie seu Comentário