Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Grêmio: oposições apontam erros da situação

12 de agosto de 2014 3

 

12ed

Edinho, uma das contratações equivocadas de 2014, segundo as oposições (Agência RBS/BD)

Como as eleições presidenciais gremistas foram marcadas para o dia 7 de outubro, os movimentos de oposição só vão lançar candidatos no começo do mês que vem. O momento é de articulação. Não querem ser acvusados de secadores pela situação. Nem eles sabem se Fábio Koff tentará um novo mandato ou se apoiará Romildo Bolzan Jr.

Nas reuniões da oposição, as críticas a atual gestão estão centradas em três pontos.

Quem ganha e quem perde espaço no Grêmio de Felipão

1) A falta de critérios para escolher treinadores. Em 20 meses, o atual departamento de futebol trabalhou com um técnico medalhão, Vanderlei Luxemburgo, contratou um amigo dos boleiros, Renato Portaluppi, apostou numa profissional emergente, Enderson Moreira, e voltou ao técnico famoso, Felipão.

2) Os gastos elevados com o futebol, sem que os pesados investimentos (R$ 161 milhões em 2013) tenham significados títulos ou grandes vitórias.

3) Avaliações erradas significaram a contratação de jogadores sem potencial para formar um time campeão.

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Iranio Arêde diz: 12 de agosto de 2014

    Avaliações equivocadas, principalmente. Não tem lateral esquerdo, direito ruim, sem meia esquerda bom e sem centro-avante bom. Há horas o Grêmio não tem numero 9 cabeceador. Enquanto isso, o Londrina tem um 9 cabeceador e de boa colocação (Joel). Onde está o diretor de futebol ? O três próximos jogos serão vitais.O Se forem perdidos (tudo indica), o rebaixamento será uma realidade.O Felipão está em uma fria!!

  • Gerson SSA diz: 12 de agosto de 2014

    Edinho caneleiro, foi de chorar, a pior, como conseguem trazer um cara que pisa na bola e erra todos os passes?

  • Farias diz: 13 de agosto de 2014

    Acrescento nesta conta a inabilidade do Sr. Rui Costa em contratar e dispensar jogadores. Emprestar Maxi Rodrigues ao Vasco, foi um tiro no pé, habilidoso, nunca teve sequer metade das chances dispensadas a Barcos, Pará, Ramiro, Dudu ou Edinho.

Envie seu Comentário