Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Quanto a Arena e o Beira-Rio faturaram no Brasileirão

28 de outubro de 2014 1

No Brasileirão 2014, em 16 jogos, o Estádio Beira-Rio gerou R$ 12,312 milhões, com 333.314 torcedores nas cadeiras numeradas, segundo números da footstats.com.br

A Arena gremista, em 15 partidas, produziu R$ 8.873 milhões, com 284.416 fãs.

Os dois grandes estádios gaúchos receberam 617.730 torcedores em 31 jogos.

28beira

O Gre-Nal do Brasileirão 2014, primeiro turno, no Estádio Beira-Rio (Lucas Uebel/Grêmio FBPA, Divulgação)

 

Mas os melhores números da temporada em bilheteria não estão em nome de gaúchos, paulistas, cariocas ou mineiros.

No empate com o Macaé, sábado, na Arena Castelão, a torcida do Fortaleza, que disputará a Série C pela sexta vez seguida, bateu o recorde brasileiro de público do ano: 63.254, com 62.525 pagantes. A renda chegou aos R$ 1.981.117.

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • EDUARDO PASSOS diz: 28 de outubro de 2014

    Zini.

    Com esse futebol de fazenda que o Grêmio está mostrando, a média de público deve estar muito acima do projetado pelos gênios da direção, que são os verdadeiros responsáveis por esse extraordinário elenco. Jogadores aos montes, salários fora da realidade econômica brasileira e um futebol pavoroso, lamentável. E sabe o que ainda deixa mais triste, o comandante técnico chegou como ZEUS ao Olimpo (digamos: Olímpico), e a qualidade do futebol tornou-se ainda mais desesperadora.

    Vamos falar sério: – Tanto média de público como posição na tabela, nosso Imortal está muito acima das expectativas. Nada a lamentar sobre o assunto!

    E para 2015 as esperanças são muito fortes. Veja, a direção será a mesma, venceu as eleições a situação. O comandante técnico, já avisou que tem palavra e veio para estar ao lado de Fábio Koff. Portanto, a retranca e a falta de gols estará garantida no próximo ano.

    Tá complicado ser gremista. Mas a gente tem que encarar, um dia está turma bota a violinha na sacola e o pé na estrada. Ser gremista é ato de heroísmo e brasileirismo, não desistimos nunca.

    Até a pé nós iremos, tchê, mas já faz mais de dez anos que a gente vai, vai, vai e não chega. Barbaridade!!!!!!!!

Envie seu Comentário