Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O sonho de Costa era voltar ao Inter

25 de janeiro de 2015 3

Luiz Fernando Costa estava otimista nos últimos dias. O infarto, no dia 10 deste mês de janeiro, na Serra, o havia assustado um pouco. Mas, na semana passada, ele parecia bem melhor. Sorria. Mostrava bom humor. Imaginava que iria se recuperar totalmente, buscar uma vida normal outra vez. Os seus médicos também exibiam otimismo.

Costa queria voltar ao Inter o mais breve possível, reassumir a cadeira de vice-presidente de futebol. A família era contra, assim como os amigos mais chegados.

Na quinta-feira, Francisco Novelletto, presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), falou com Luiz Fernando Costa por celular. Novelletto estava de férias, em Jurerê, em Florianópolis.

Depois da ligação, Novelletto me disse que Costa queria voltar ao Inter e ao trabalho, assim que fosse liberado pelos médicos. Mas Novelletto não achava uma boa ideia. Queria que, antes, ele se preocupasse com a sua saúde.

Na mesma quinta-feira, Costa recebeu amigos no hospital em que estava internado na Capital. Estava disposto. Brincou. Riu. Os amigos saíram tranquilos. Imaginaram que o veriam em breve no Estádio Beira-Rio, outra vez como VP do Inter.

Seu começo no clube foi o melhor possível. Acertou em três contratações. Ousou ao trazer um técnico estrangeiro. Era um dirigente com ideias novas.

Sábado passado, um 24 de janeiro, Costa sofreu outra infarto.  Morreu. Seu sonho era voltar ao amado Inter.

 

 

 

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Adriana Cunha diz: 25 de janeiro de 2015

    O primeiro infarto do Luiz Fernando foi dia 16 e não dia 10.

  • Jose Luis diz: 26 de janeiro de 2015

    Não adianta, tem coisas que fogem do nosso controle.
    Ele ainda foi dirigindo até o hospital.
    Espero que a família esteja consolada, já que viram que ele estava feliz e disposto a voltar ao Inter.

  • COLORADO diz: 26 de janeiro de 2015

    LUCIO FERNANDO DA COSTA…
    LUIZ FERNANDO COSTA…

Envie seu Comentário