Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Gre-Nal 405: quem sentirá mais a derrota

21 de abril de 2015 2

Os Gre-Nais de outono se repetem. Sempre um gaúcho desfila na Copa Libertadores da América, raramente ganha – quatro títulos em meio século –, mas sempre desdenha o Gauchão. Entende, cada um no seu ano premiado, que o Regional faz mal aos que se digladiam com os estrangeiros – e até brasileiros. Disputar o maçante regional é cansar-se à toa.

O que chega a cavalo no torneio latino ameaça usar um mistão, reservas, base, sempre que o clássico se aproxima. Penando num Estado absurdamente grenalizado, os times do Interior rumam à extinção caso não encontrem gestões apuradas, capazes de fazer com que a comunidade guarde a camisa da Dupla, ao menos no começo do ano, e apoie o time da região. Sem poder, deixam as decisão com os dois grandes da Capital. Nada muda, o campeão veste vermelho ou azul.

O Gre-Nal 405 – e o 406 também – vale meio ano ao Grêmio. Ao Inter, o peso é menor. A Libertadores hipnotiza a todos.
O Tricolor tem tudo a perder. Investiu o que tinha e o que não tinha (Cristian Rodríguez). Conta com Felipão, o técnico de quase todos os gremistas, que buscou a solução nos garotos, não encontrou e chamou atletas mais experientes, mas sem grife.

O gremista sentirá mais a derrota.

O colorado tem a Libertadores no horizonte, um paraíso quase sempre utópico.

21felipe

Felipão comandará o Grêmio nos dois clássicos decisivos do Campeonato Gaúcho (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Luiz Paulo – Londrina diz: 21 de abril de 2015

    É BOM GANHAR O GAUCHÃO, É UM QUEBRA GALHO, A LIBERTADORES E A COPA DO BRASIL, SEM CHANCES PARA OS DOIS.

  • dr_inter diz: 21 de abril de 2015

    Meio século de Libertadores???
    Mas que bobagem. O Inter, em 40 anos (1a em 1976) jogou 11.
    Consolo utópico?
    Outra bobagem. Foram 4 semi-finais (>35%), 3 finais (>25%) e 2 Títulos.
    Melhor que isso, talvez o ínvios do Brasileirão lá na década de 71 a 1980 com 6 presenças em fases semi-finais, 5x na final e 3 títulos.

    Ah mas aí é outra estatística… Que escancara a grandeza.

Envie seu Comentário