Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Futebol do jovem Valdívia encobre os milionários do Inter

22 de abril de 2015 1

Com dois times na mão, descansados, sem gastar suor de graça nas maratonas do Gauchão e da Copa Libertadores da América, o Inter tem um jogador capaz de encaixar-se em qualquer uma das formações no Gre-Nal. Basta Diego Aguirre chamar Valdívia. Ele vai bem nas duas equipes.

Um dos 11 na turma regional, exibe desempenho de titular absoluto na equipe do Exterior. Quando fica no banco, como nesta quarta-feira, entra e resolve. Faz gol e ganha o protagonismo, como no jogo contra o The Strongest, no Beira-Rio. Seu pé direito garantiu o primeiro lugar do Grupo 4 do torneio, apesar do sufoco que o time passou no final

Em 2015, Valdívia, 20 anos, que se chama Wanderson, marcou sete gols. Antes, entre setembro de 2013, quando estreou, e dezembro de 2014, ele havia festejado três gols. Sua evolução pode ser observada no número de gols que marcou nos últimos quatro meses.

No clube, fez 59 partidas, com 10 gols em menos de dois anos. É pródigo número de meia-atacante que não teme grande área. Na terra dos zagueiros sem lei, marca até gols de cabeça com o seu 1m74cm. O gol o define, mas não oculta outros pontos fortes: a velocidade, o passe, o gosto por ocupar as laterais em busca de espaço e criação.

Mesmo com o apelido errado – o Valdívia colorado merecia nome próprio e não tentar se aproximar do palmeirense –, o garoto de Jaciara (MT) será um dos nomes do Gre-Nal. Pode cobrar.

Valdívia garante vitórias e encobre o pobre futebol de estrelas como D’Alessandro e os sete contratados no começo do ano. 

23valdivia

O meia-atacante Valdívia entra na área do The Strongest como centroavante e marca o 10º com a camisa colorada (Agência RBS)

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Dilson diz: 23 de abril de 2015

    Mérito ao Aguirre, que colocou para jogar e está orientando o jogador. Outro mérito que tem é o de expor o jogador até que seja consenso sua titularidade. Aí poderá retirar um medalhão que não está bem e deixar o Valdívia. Aguirre certamente tem defeitos, mas burro não é.

Envie seu Comentário