Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O que Argel deu ao Inter em uma semana

24 de agosto de 2015 2
25dourado

Rodrigo Dourado, uma das revelações do Inter na temporada (Agência RBS)

Técnico não é mágico. Não faz milagres em sete dias. Mas Argel Fucks acelerou pequenas mudanças no time do Inter.

Garantiu Paulão e Ernando na zaga. Uniu Nilton e Rodrigo Dourado no meio-campo. Definiu Vitinho como titular.

Argel não é apenas motivador. Tem algo mais. As mudanças mexeram com a estrutura do time.

Paulão melhorou a defesa. Nilton e Dourado reforçaram o meio-campo. Vitinho ofereceu velocidade e gols ao ataque. Nos últimos três jogos, o Inter venceu duas vezes em casa e empatou uma vez em Minas Gerias, contra o Cruzeiro.

Em sete dias, Argel já fez muito, mais do que se esperava dele, um treinador emergente. Pode fazer muito mais. Argel recém chegou ao Beira-Rio.

Os jogadores ainda estão sob os impactos das mudanças. Agora é a vez do dirigente colorado entrar em ação. Ajudar o treinador. Proteger o vestiário. Mostrar aos atletas, novos ou rodados, que o treinador não está só.

Motivação passa. Trabalho, não.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Luiz diz: 24 de agosto de 2015

    Desta vez vc pegou na veia, Zini . REALMENTE, o Argel, por tudo que está mostrando nesses poucos dias MERECE a proteção da direção. A diretoria tem a OBRIGAÇÃO de fechar com o Treinador Argel . É o mínimo que a torcida Colorada espera dessa direção .

  • Dorian R. Bueno diz: 25 de agosto de 2015

    RECEITA PARA CHEGAR AO BOLO !!!

    Desejo que o nosso INTERNACIONAL reverta os resultados dos jogos do 1º turno radicalmente.

    Que vença o que perdeu, que vença o que empatou, e no mínino empate o que perdeu.

    Receita ideal: 3+3+1= 7

    Lógico que teríamos que combinar com os outros times estes milagres.

    Deixando de lado este meu delírio, eu sei que somente com muito trabalho e um desempenho muito superior em relação aos clubes que estão na frente, poderemos conseguir muitas vitórias em séries, empates e poucas derrotas até o final do campeonato.

    Como tudo é possível, quem sabe a galera que está lá no topo também comece a relaxar, faltar ingredientes de reposição no elenco, venda de jogadores nesta janela que ainda está aberta para o exterior, perderem o foco por causa de lesões, cartões, desmotivação por falta de pagamento de direito de imagem, salário, dorzinha aqui e ali, etc…

    Tudo pode acontecer a favor do INTERNACIONAL, mas não se esqueçam que não somos o time preferido da mídia nacional.

    A receita para chegar ao BOLO, concluir esta delícia de sonhar em poder se lambuzar com uma fatia de um prêmio maior nesta altura do campeonato é simples, ganhar, ganhar, ganhar, empatar e não perder muito, principalmente com um escore além do normal para não desandar o lado emocional dos jogadores COLORADOS.

    A bola está com os boleiros para acertar o ponto certo das jogadas, e reverter esta situação.

    Abs. Dorian R. Bueno – POA – 25.08.2015

Envie seu Comentário