Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Prisão de dirigentes da Conmebol afeta premiação da Libertadores

07 de dezembro de 2015 0
07liberta

Presidente da Conmebol, Napout está preso (Norberto Duarte/AFP/BD)

Com o presidente Juan Ángel Napout preso, ao lado de ex-presidentes, a Conmebol está paralisada.
A queda da cúpula afetou escalões inferiores da entidade.

Oito dos seus mais ativos dirigentes foram afastados e detidos, como o atual tesoureiro, Carlos Chávez, e o ex, Romero Osuna, também integrante do comitê de auditoria, ambos bolivianos, e os dois últimos secretários-gerais, os argentinos José Luis Meiszner e Eduardo De Luca.

O FBI, com apoio da Justiça do Paraguai, vasculhou a sede da confederação, em Luque, perto de Assunção, em busca de novas provas.

A discussão sobre as novas premiações da Libertadores está paralisada. O Corinthians é um dos que mais reclamam, ao lado dos argentinos.

O dinheiro da próxima edição, a 57ª, que começa em fevereiro, será o mesmo dos últimos três anos, mas a alta do dólar mudou o valor final, especialmente no Brasil.

O campeão da Libertadores 2016, que já conhece 29 integrantes, receberá US$ 5,35 milhões (quase R$ 20 milhões). Campeão em 2013, o San Lorenzo ganhou R$ 12 milhõe

Bookmark and Share

Envie seu Comentário