Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Uruguaio promete desenhar mapa da corrupção no futebol sul-americano

26 de dezembro de 2015 2
25fig

Eugenio Figueredo disse que os 10 presidentes das confederações nacionais que sustentam a Conmebol, entre elas a CBF, receberam dinheiro ilegal (Juan Mabromata/AFP/BD)

Com 83 anos, Eugenio Figueredo passou o Natal preso em Montevidéu.

Vivia atrás das grandes desde maio passado, alcançado pelo Fifagate, na Suíça. Durante quase quatro décadas, ele foi um dos príncipes do futebol sul-americano.

Foi próximo – muito próximo – de João Havelange, Julio Grondona, Nicolas Leoz e Ricardo Teixeira. A velha guarda da Fifa e da Conmebol está toda enrolada com a Justiça.

Ex-Fifa, Figueredo declarou que os 10 presidentes das federações nacionais que sustentam a Conmebol receberam dinheiro ilegal – entre eles Marco Polo Del Nero. Prometeu desenhar o mapa da corrupção no futebol na América do Sul desde 1980.

Ele será julgado por crimes de fraude e lavagem de dinheiro no Uruguai.

Deve cumprir prisão domiciliar por ter mais de 70 anos, como determina a legislação uruguaia.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Benedito diz: 26 de dezembro de 2015

    Muito provalmente também havia jornalistas na máfia, principlmente aqueles que elaboraram a Lei Pelé.
    Não é possivel que tanta roubalheira nunca foi veiculada por nenhum órgão da imprensa. Os caras da Lei Pelé latiam que nem vira latas e só conseguiram aniquilar com os clubes e favorecer empresários. O Eurico Miranda botava todos os cronistas no bolso (Juca Kfouri, Flavio Prado, Trajano e outros )
    Precisou a justiça americana fazer o serviço.

  • João Carlos diz: 26 de dezembro de 2015

    Ele não é amigão do Noveletto também?

Envie seu Comentário