Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Quanto vale o grupo de jogadores do Inter

28 de março de 2015 0

Estudo da Pluri Consultoria avaliou o elenco do Inter em R$ 135,8 milhões ou o sétimo mais caro da Copa Libertadores da América, edição 2015.

Perde para as outras quatro equipes brasileiras da competição, Cruzeiro – o melhor avaliado –, R$ 197,4 milhões, São Paulo, R$ 181 milhões, Atlético-MG, R$ 158,6 milhões, e Corinthians, R$ 142,2 milhões, e para os mexicanos do Tigres, R$ 139,8 milhões, e os argentino do River Plate, R$ 136,9 milhões.

Mas ficou na frente do Boca, R$ 127,1 milhões.

Entre as 10 equipes mais valiosas do toneio sul-americano, há cinco brasileiras, quatro argentinas e uma mexicana.

O Zamora, da Venezuela, é o de menor custo no torneio. Todo o grupo de jogadores sairia por R$ 19,4 milhões.

Só unidos os três times do Grupo 4 conseguem superar o Inter. Em 13º, o chilenos de La U valem R$ 73,7 milhões. Como 15º, os equatorianos do Emelec custam R$ 69,6 milhões. Em 34º, o preço dos bolivianos do The Strongest é de R$ 21,5 milhões.

28inter

Jogadores festam gol contra o Emelec, no Beira-Rio (Jefferson Bernardes, AFP/BD)

Bookmark and Share

Cebolla Rodríguez dá sinais de quem quer ficar no Grêmio

27 de março de 2015 1

Cristian Rodríguez pediu para ficar no Grêmio. Falou com os dirigentes.

Gostou do clube, da animação da torcida e do grupo. Curtiu a cidade, próxima a sua Montevidéu.

Perto dos 30 anos, acha que pode vestir a camisa gremista durante alguns anos. Fazer uma carreira em azul, preto e branco.
Ainda é cedo para qualquer decisão, mas os dirigentes gostaram do que ouviram do meia uruguaio de pé esquerdo.

Na Europa, o Atlético de Madrid não conta mais com o atleta da seleção do Uruguai, especialmente depois da renovação do contrato de Diego Simeone. O técnico argentino não quer Cebolla Rodríguez.

O clube vai facilitar a sua saída. Pode até liberar o jogador na janela de agosto, que assim ficaria livre para negociar seu futuro.
O único problema é que Cebolla é um jogador caro e tem mercado.

27cebola

Cristian Rodríguez gostou do Grêmio (Agência RBS/BD)

 

Bookmark and Share

Inter lançará duas camisas em 30 dias

26 de março de 2015 3

O Inter apresentará duas camisas no mês que vem.

A data ainda não está 100% definida, mas a tendência é que os novos uniformes sejam exibidos ao torcedor no dia 22 de abril.

Neste dia, às 17h30min, o Inter receberá o The Strongest, da Bolívia, no Estádio Beira-Rio. O jogo decisivo vale pela última rodada do Grupo 4 da Copa Libertadores da América.

É provável que o time entre em campo com a nova camisa vermelha. A número 2 será branca, como de costume.
A Nike ainda não informou os preços das camisas oficiais.

Ao contrário da grande maioria dos clubes brasileiros, que mostram seus novos uniformes no começo de cada temporada, entre janeiro e fevereiro, os parceiros da Nike ganham seus novos fardamentos um pouco depois. 

26beira

O Beira-Rio conhecerá a nova camisa colorada no mês que vem, antes de Inter e The Strongest, pela Libertadores (Agência RBS/BD)

 

 

 

Bookmark and Share

Bancos vetam acordo entre Grêmio e OAS

26 de março de 2015 12

A OAS aceitou a proposta do Grêmio pela compra da gestão da Arena. Receberia cerca de R$ 24 milhões anuais durante oito anos. O acordo parecia bom para os dois negociadores.

Mas os bancos que financiaram a construção da casa gremista, Banco do Brasil, Santander e Banrisul, vetaram o negócio. Temem não receber o dinheiro que investiram no estádio padrão Fifa entre 2010 e 2012.

Mais ainda. Querem que a dívida seja paga pelo Grêmio com as receitas dos jogos. Toda a renda das partidas do Gauchão, da Copa do Brasil e do Brasileirão, depois das despesas, seria embolsada pelos agentes financeiros e não mais pela Arena Porto-Alegrense. O clube não receberia nada.

Aliás, com prejuízo de cerca de R$ 40 milhões na temporada passada, a Arena Porto-Alegrense quase não tem mais dinheiro em caixa para abrir as portas em dias de jogos. Precisa do auxílio do clube ou de outros agentes externos. A fonte da OAS secou depois do escândalo das propinas detonado na Operação Lava-Jato.

O mercado financeiro aguarda um pedido de recuperação judicial da empresa nos próximos dias. Inadimplente, a OAS não consegue pagar suas dívidas, que somam R$ 8 bilhões. O veto dos bancos abalou a direção gremista, que imaginava ficar com a gestão ainda neste primeiro semestre.

26arena

O tricolor Giuliano em ação na Arena em jogo do Gauchão (Agência RBS/BD)

 

Bookmark and Share

Grêmio do Gauchão vive a melhor fase da temporada 2015

26 de março de 2015 0

A vitória nunca chega sozinha no futebol. Sempre oferece algo mais, bom, motivador, como uma classificação antecipada.

Nesta quarta-feira noturna, ao superar o Nova Hamburgo, no Vale do Sinos, o Grêmio alcançou uma vaga na próxima fase do Gauchão, duas rodadas antes do encerramento da etapa dos pontos corridos.

Com a ajuda de Luan e Giuliano, o gol de Ramiro, ainda no primeiro tempo, depois de um bom chute de fora da grande área, definiu o jogo. O volante foi um dos nomes da partida.

Não há grandes motivos para elogiar as equipes que se enfrentaram em Novo Hamburgo. O futebol foi chato, arrastado, trancado no meio de campo e ralo em emoções.

O time da casa, recheado de veteranos, tentou se defender durante quase todos os 90 minutos. O Grêmio, lento e pouco criativo, aceitou a marcação, especialmente depois do gol de abertura.

O Grêmio não repetiu as últimas boas atuações, mas vive o melhor momento nestes três primeiros meses da temporada 2015. Garante o resultado. Ganhou por 1 a 0, não fez grande esforço para marcar mais, porém, ao mesmo tempo, fechou a defesa. Mas Felipão tem um sistema tático mais ou menos definido, 11 titulares na ponta da língua e a tendência é melhorar na seqüência do Campeonato Regional. Vai melhorar, disputar o título, porém necessitará de três ou quatro bons reforços se quiser enfrentar o Brasileirão com cara de time grande.

Geromel voltou bem, mas precisa de uma seqüência de partidas.

Luan precisa melhorar com urgências os chutes de média e curta distância. Sua titularidade depende da média de gols que conseguir. A atual é baixa.

Mamute dá outra vida ao ataque. Tem mais mobilidade do que Braian Rodríguez, chuta mais e incomoda mais ainda.

Maicon dá mais qualidade ao meio-campo. Oferece o passe, marca bem, vê o jogo.

Douglas, discreto, levou o terceiro cartão amarelo. Não enfrenta domingo o São Paulo-RG.

Cebolla Rodríguez só volta na semana que vem. Sem ele, o Grêmio não estará completo no primeiro semestre.

 

Bookmark and Share

Volta de zagueiro de seleção anima adversário do Inter na Libertadores

25 de março de 2015 1

A Universidade de Chile, adversária do Inter no dia 16, uma quinta-feira, em Santiago, teve uma grande notícia no final de semana: à volta e a boa partida de Waldo Ponce depois grave lesão no tendão de Aquiles da perna direita.

Com passagens por Alemanha, Espanha e Argentina, o zagueiro de 32 anos ficou sete meses longe do futebol e perdeu a Copa do Mundo de 2014.

Ele é o melhor zagueiro de La U.

Sua escalação contra o Inter ainda não foi anunciada. Antes, ele disputará jogos pelo Campeonato Chileno. Enfrenta a Universidade Católica no clássico local, no dia 5 de abril, e o Cobreloa, no dia 11. 

25ponce

Waldo Ponce, zagueiro de la U e da seleção do Chile (Francois-Xavier Marit, AFP/BD)

Bookmark and Share

Taiberson não tem medo do goleiro na hora do gol

24 de março de 2015 4

A lesão de Lisandro López abriu espaço no ataque colorado. A de Nilmar, que ainda busca o seu melhor futebol esquecido em algum ponto distante do Oriente Médio, dobrou.

Vitinho, que todos esperavam tanto, exibiu uma irregularidade que preocupa até a direção.

Quase esquecido, o garoto Taiberson atuou duas vezes no Gauchão. Marcou dois gols em uma semana. Não seria uma má ideia oferecer uma sequência de jogos ao lado de Sasha, o mais titular dos atacantes. A dupla formaria um ataque rápido, veloz e de alta movimentação.

No fim da lista dos atacantes, Taiberson, 21 anos, mostrou que conhece o caminho gol, que tem o mapa das redes. O que mais se vê em Taiberson é a facilidade na hora da conclusão na grande área. Não teme o goleiro. Não treme. Sabe concluir com aquele toque sutil, capaz de enganar o goleiro, clássica jogada dos goleadores.

Entre tantos atacantes com salários milionários, o emergente Taiberson, gaúcho de Alegrete, é a surpresa de 2015. Merece mais. 

Taiberson é uma das apostas felizes de Diego Aguirre.

25ta

O jovem Taiberson abre espaço no Inter com gols (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Quanto a dupla Gre-Nal ganhou da Fifa em 2014

21 de março de 2015 1

A Fifa promete dividir quase R$ 700 milhões entre os clubes que emprestarem jogadores para as 32 seleções da Copa do Mundo da Rússia de 2018.

O torneio seguinte, quatro anos depois, no Catar, envolverá quantia semelhante.

No Mundial de 2014, no Brasil, foram pagos R$ 190 milhões.

O Inter recebeu R$ 239,45 mil.

O Grêmio ganhou R$ 79,82 mil.

21ara

Aránguiz (C), da seleção chilena, rendeu dinheiro ao Inter depois de jogar a Copa do Mundo de 2014 (Gabriel Bouys/AFP/BD)

Bookmark and Share

Grêmio busca mais um nome para o futebol

21 de março de 2015 0

Contatos com diferentes movimentos da oposição estão na agenda do presidente Romildo Bolzan Jr.. Um dos próximos encontros será com o Grêmio Vencedor que abriga, entre outros, dois ex-integrantes do departamento de futebol do clube, Renato Moreira e Marcos Chitolina, e cerca de 30 conselheiros.

O grupo ofereceu um discretíssimo apoio a Romildo nas eleições e não parece disposto a participar da atual gestão. Não estava nada confortável no final da gestão Fábio Koff, mesmo com Moreira com assento no Conselho de Administração. O ex-dirigente é um nome lembrado para disputar a presidência do Grêmio no ano que vem.

Romildo procura mais um dirigente político para o futebol do clube.

O nome será escolhido pelo presidente.

Antes vai passar pelo crivo do seu Conselho de Administração.

20morteira

Renato Moreira é um dos nomes mais fortes da oposição do Grêmio (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

O sábado do futebol no cardápio da TV

20 de março de 2015 0

A TV exibe uma série de jogos de diferentes campeonatos nacionais neste sábado, dia 21 de março: 

9h15 – Campeonato Inglês (2ª Divisão): Bournemouth x Middlesbrough; ESPN Internacional

9h45 – Campeonato Inglês: Manchester City x West Bromwich; ESPN Brasil

12 horas – Campeonato Inglês: Newcastle x Arsenal; FOX Sports

12 horas – Campeonato Espanhol: Atlético de Madrid x Getafe; ESPN Brasil

12 horas – Campeonato Inglês: Southampton x Burnley; FOX Sports 2

12 horas – Campeonato Inglês: Tottenham X Leicester; ESPN Internacional

12 horas – Campeonato Francês: Lyon x Nice; SporTV 2

14 horas – Campeonato Italiano: Chievo x Palermo; FOX Sports 2

14 horas – Copa do Brasil Sub-17: Coritiba x Flamengo; ESPN Brasil

14h30 – Campeonato Inglês: West Ham x Sunderland; FOX Sports

14h30 – Campeonato Alemão: Schalke 04 x Bayer Leverkusen; ESPN Internacional

15 horas – Campeonato Português: Rio Ave x Benfica; SporTV 3

15 horas – Copa Verde: Remo x Princesa de Solimões; Esporte Interativo

16 horas – Paulistão: Santos x Audax; Pay-per-view

16 horas – Paulistão: Mogi Mirim x Portuguesa; Pay-per-view

16h45 – Campeonato Italiano: Milan x Cagliari; ESPN Brasil

17h15 – Campeonato Português: Nacional x Porto; ESPN Internacional e SporTV 3

18h30 – Paulistão: Bragantino x Ponte Preta; SporTV

18h30 – Paulistão: XV de Piracicaba x São Bento; Pay-per-view

20h30 – Campeonato Argentino: Huracán x Argentinos Juniors; FOX Sports 2

21 horas – Copa do Brasil Sub-17: Figueirense x Corinthians; ESPN Brasil

21ar

Arsène Wenger, técnico do Arsenal (Adrian Dennis/AFP/BD)

 

Bookmark and Share

Conheça a capa do livro Fernandão Eterno

20 de março de 2015 0

O livro Fernandão Eterno será lançado no final do primeiro semestre.

Marcelo Campos, que coordena o projeto, está no final do processo de seleção de imagens, algumas inéditas, que ilustrarão a obra.

Familiares, amigos, jogadores e dirigentes, pessoas próximas ao ex-capitão colorado, morto em 2014, foram ouvidas.

A ideia é exibir o lado do atleta que o fã desconhecia.

Os depoimentos vão ajudar a mostrar também o Fernandão fora de campo. 

Ainda sem preço definido, o livro virá acondicionado numa caixa vermelha, com sacola e camiseta.

20fernandao

Um esboço do projeto gráfico da capa do livro sobre a vida de Fernandão, morto no ano passado (Agência RBS/Divulgação)

 

 

Bookmark and Share

Conselheiro do Inter teme pela memória do histórico Eucaliptos

20 de março de 2015 1

Conselheiros colorados, como o ex-vice-presidente Marcelo Medeiros, estão preocupados com o desaparecimento do nome do Estádio dos Eucaliptos (1931/2012).

A histórica casa colorada foi demolida e deu lugar a um empreendimento imobiliário no bairro Menino Deus, na Capital.

Como o nome Eucaliptos foi vetado como rua, Medeiros buscará no Conselho Deliberativo apoio para erguer ao lado do Beira-Rio um monumento em homenagem ao histórico estádio, que não pode desaparecer da memória do torcedor.

20euca

O Estádio dos Eucaliptos, que foi demolido em 2012, recebe um Gre-Nal, em 1964 (Agência RBS/BD)

 

Bookmark and Share

TJD gaúcho teme punir Dunga e Felipão

19 de março de 2015 7

Felipão chamou Francisco Neto de “Chico Colorado” no meio de uma partida do Gauchão, em Erechim. Desrespeitou o árbitro publicamente. Foi o mesmo que classificá-lo como “um juiz que apita em nome do Inter”. Foi grosseiro e agressivo.

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul foi dócil com o treinador gremista nesta quinta-feira. Aceitou uma transação disciplinar desportiva. Felipão nem foi julgado. É do Grêmio, nem precisa.

 Ao contrário de punir o treinador exemplarmente, aplicou uma simples e mínima multa. Quem vai pagar os R$ 3 mil em cestas básicas é o clube. Felipão saiu livre. Francisco Neto não merecia uma explicação. 

Do TJD gaúcho espera-se tudo. Contra a dupla Gre-Nal não passa nada.

Em março de 2013, num caso ainda mais grave, Dunga, treinador do Inter, foi expulso numa partida da semifinal do Gauchão, contra o Esportivo. Ao deixar seu espaço ao lado do gramado, garantiu em diferentes microfones ser vítima de um complô dos árbitros do Rio Grande do Sul.

O que o TJD fez? Fechou um acordo com o clube.

Dunga saiu livre. Nunca explicou o plano sinistro da arbitragem. O TJD não quis perguntar. Não tentou saber.

Sabe que expulsou Dunga?. O árbitro que Felipão chama de “Chico Colorado”.

20dunga

Dunga foi expulso em 2013, disse que havia um complô na arbitragem, mas saiu livre do TJD (Agência RBS/BD)

 

 

Bookmark and Share

Ex-diretor do Grêmio reforça o Flamengo

19 de março de 2015 1

Cristiano Koehler, ex-CEO do Grêmio, foi contratado pelo Flamengo.

Segundo fontes do clube carioca, que na noite de quarta-feira, no Maracanã, eliminou o Brasil-Pel (2 a 0), da Copa do Brasil, Koehler “fará parte do projeto de gestão do clube com foco na implantação da qualidade total e na alavancagem das receitas, além do apoio em projetos especiais estratégicos”. Será um dos líderes do novo processo.

O executivo é um profissional experiente e com nome no futebol brasileiro. Estava na mira de outros clubes de São Paulo. Passou pelas gestões do Grêmio e do Vasco. Aos poucos, o Flamengo começa a profissionalizar a sua gestão que deseja cada vez mais promover o futebol com austeridade financeira, sem esquecer de procurar a redução do passivo e a busca do superávit,

Como clube mais popular do país, o Flamengo dá sinais de que o futebol brasileiro pode e deve ser gerido através de um claro modelo de gestão profissional com foco em resultados esportivos, sem descuidar da saúde financeira.

No final do ano passado, o Flamengo contratou o gaúcho Rodrigo Caetano como diretor executivo de futebol. Outro conterrâneo de Caetano e Koehler, Paulo Pelaipe, entre 2013 e 2014, liderou o futebol do clube nas conquistas da Copa do Brasil e do Campeonato Carioca.

20cristiano

Ex-CEO do Grêmio, Koheler vai trabalhar na gestão do Flamengo (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Conheça o novo gestor da Arena do Grêmio

19 de março de 2015 2

Natural de Porto Alegre, o advogado Eduardo Peña, 38 anos, é o novo diretor-presidente da Arena Porto-Alegrense. Ele substituiu o executivo Geraldo Corrêa, que deixou o posto dias atrás.

Peña, que elogiou o trabalho de Corrêa, explica como será o seu trabalho, mesmo que esteja interino no cargo. 

Conversei com ele nesta quarta-feira. Um resumo da entrevista você lê a seguir:

Como será a sua gestão, que começou na semana passada?

Bom, eu trabalho na Arena Porto-Alegrense há um ano e meio. Conheço todo o processo. Neste momento, o nosso foco está todo no equipamento, na Arena, um dos grandes estádios do Brasil. Queremos qualificá-lo cada vez mais. Prezamos o conforto e a segurança. Vamos tentar aumentar a média de público nos jogos do Grêmio, atuando ao lado do clube. A Arena também está cada vez mais aberta a eventos, festas e atrações, até mesmo em dias de jogos. Um grande show do Pearl Jam vem aí (dia 11 de novembro). Estamos negociando outros, mas ainda não posso revelar nomes.

Quantas pessoas trabalham ao seu lado na gestão?
São cerca de 70 pessoas no dia a dia. Me parece que encontramos o número ideal depois de meses, anos de trabalho, desde a inauguração do equipamento, em dezembro de 2012. Mas nos dias de grandes jogos, por exemplo, necessitamos de 200 pessoas para que o espetáculo saia perfeito.

A relação com o Grêmio é sempre cíclica? Vai bem neste início de temporada?
Tranquila. Há um diálogo permanente entre todas as partes. Há um entendimento. Somos parceiros.

Como anda a negociação entre Grêmio e OAS pela compra da gestão da Arena? O assunto se arrasta desde o ano passado. O próprio Grêmio já deu a compra como certa recentemente.
A negociação não passa por mim ou por pessoas que atuam na gestão da Arena Porto-Alegrense. Todo o négocio é tratado diretamente com os executivos da holding do Grupo OAS e os atuais dirigentes do Grêmio.

A Operação Lava-Jato, que prendeu executivos da OAS recentemente, entre outras pessoas envolvidas no escândalo da Petrobras, prejudica de alguma forma o trabalho da Arena Porto-Alegrense?
Não, de forma alguma. Não nos atinge, não nos afeta. A operação em Porto Alegre segue o seu trabalho, sem problemas.

19pena

Eduardo Pena, novo gestor da Arena Porto-Alegrense (Banco de Dados)

Bookmark and Share

Faltou futebol no Equador, mas Inter saudou empate

18 de março de 2015 4

No primeiro tempo, o cronômetro jogou contra o Inter. O time perdia por 1 a 0, o Emelec controlava a partida e buscava o segundo gol, que não chegou por detalhe. O tempo estava congelado nos erros do time visitante.
O estádio inteiro da cidade de Manta, no litoral do Equador, encarava os gaúchos. Jogava ao lado dos seus. Gritava sem parar. O Inter sentiu a pressão. O gramado ruim ajudou os donos da casa, que conhecem o terreno.

No segundo tempo, o cenário mudou 100%. Um lance foi decisivo. Aos nove minutos, Lastra agrediu Réver. Foi expulso. Um minuto depois, Alex cobrou o escanteio pelo lado esquerdo de ataque. O oportunista Vitinho aproveitou e acertou as redes na única finalização. Empatou. Encontrar um ponto fora em determinados partidas da Libertadores, especialmente em noites de má atuação, tem sabor de vitória.

Com o empate na mão, com um jogador a mais, os três pontos pareciam à vista. Diego Aguirre trocou Alex por Anderson. Mas o time caiu, passou a ser dominado, não atacou. Sofreu da defesa. Mena comandava as ações no meio-campo. O novo esquema de Aguirre, talvez mais defensivo que o necessário, precisa de mais treino, sequência de jogos. Ninguém muda um sistema em 10 dias.

Narvaez e Miller Bolaños, duas vezes, perderam gols na grande área, na frente de Alison. Furiosa, a torcida local jogou garrafas no gramado e não ajudou os equatorianos a recuperar os três pontos que haviam perdido no Beira-Rio. O empate não mostrou o que foi o jogo, aguerrido, pegado, típico do torneio. A vitória seria a recompensa ao melhor. O Emelec correu mais e jogou mais.

Com sete pontos, Inter pode alcançar a classificação no dia 16, quando enfrenta a La U, no Chile. Uma vitória garante tudo.

19emelec

Guagua (E) e Sasha disputam a bola. Alex observa. O Inter gostou do empate (Rodrigo Buendia/AFP)

Bookmark and Share

As três novas ruas coloradas de Porto Alegre

18 de março de 2015 6

No entorno do Estádio Beira-Rio, três ruas vão receber novos nomes.

Nas proximidades do Gigantinho, a Rua A será chamada de Fernandão (1978/2014), ex-capitão do Inter.

A B, nas proximidades da estátua do ex-jogador, levará o nome do ex-dirigente colorado Nestor Ludwig (1920/2013).

A C, onde ficará o Complexo Cultural do Samba, será batizada como Rua Carlos Medina (1947/2011), figura histórica do nosso Carnaval.

O acordo foi fechado no mês passado entre a Câmara de Vereadores da Capital, a direção do Inter e as lideranças das escolas de samba.

Antes, durante e depois da reforma do Beira-Rio, outros nomes, como Arthur Dallegrave (1930/2008), Eucaliptos, 17 de Dezembro, Mundial 2015, Torcedor Colorado, foram sugeridos aos vereadores.

17beira

A Copa do Mundo ajudou a mudar as feições do Beira-Rio, que ganhou o selo de qualidade da Fifa e novas ruas (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Alex supera D'Alessandro no Inter

17 de março de 2015 0

Alex superou o D’Alessandro em número de gols no Inter.

Marcou 73 em 243 jogos.
O argentino fez 72 em 307.

Os dois canhotos são os jogadores que mais defenderam o clube no atual grupo, seguidos pelo goleiro reserva Muriel, com 183 partidas.

Alex é uma das esperanças na partida decisiva no Equador.

D’Alessandro, machucado, será um torcedor atento na frente da TV nesta quarta-feira.

18alex

Alex é o pé esquerdo mais poderoso do Beira-Rio ( Alexandre Lops/Inter/BD)

Bookmark and Share

Arsenal segue os passos de Charles Aránguiz

17 de março de 2015 0

Olheiros do Arsenal no Brasil acompanham desde a Copa do Mundo de 2014 o desempenho de Charles Aránguiz, 25 anos, no Beira-Rio e na seleção do Chile.

O técnico francês Arsène Wenger, que comanda o time londrino desde 1996, gosta do futebol do volante. Recebe regularmente análise do desempenho do colorado, que pertence ao empresário gaúcho, radicado em São Paulo, Delcir Sonda.

Os londrinos podem oferecer R$ 21 milhões parcelados. No ano passado, Sonda calculava que os direitos federativos do jogador poderiam render R$ 25 milhões.

Em Londres, o atacante Alexis Sánchez faz força junto a Wenger para ter o conterrâneo Aránguiz ao seu lado na temporada 2015/2016 da Premier League.

Os dois são titulares da seleção chilena e disputarão a Copa América, entre junho e julho deste ano. 

17arag

O chileno Aránguiz é um dos alvos do Arsenal, da Inglaterra (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Grêmio terá dinheiro no cofre com venda de Douglas Costa

16 de março de 2015 4

Alvo preferencial do Chelsea, Douglas Costa, 24 anos, deve ser negociado na janela de agosto. O Shakhtar Donetsk pede cerca R$ 90 milhões pelo meia canhoto, que deixou Porto Alegre em 2010.

Os ingleses querem reforçar o time depois da prematura saída na Liga dos Campeões na semana passada. O preço não é problema.

Como formador do atleta, nascido em Sapucaia do Sul, o Grêmio tem direito de reivindicar até 5% do valor total do negócio ou R$ 4,5 milhões. O número mais preciso seria de 3%. Mas é preciso consultar a Fifa.

O dinheiro seria suficiente para quitar parte de uma folha de pagamento mensal do clube.

15doug

Douglas Costa treina no Olímpico em 2009 (Agência RBS/BD)

 

Bookmark and Share

Árbitro de Emelec e Inter é um argentino polêmico

16 de março de 2015 6

A Conmebol anunciou Mauro Vigliano como árbitro de Emelec e Inter, quarta-feira, no Equador. Aos 39 anos, um dos 10 argentinos que carregam o escudo da Fifa, Vigliano é um personagem polêmico. Não está entre os cinco melhores do país e nem integra a lista dos árbitros preferidos pelos dirigentes dos grandes clubes da Argentina. Mas tem bom cartaz na Associação do Futebol Argentino (AFA).

Em outubro passado, fracassou no superclássico entre Boca Juniors e River Plate (1 a 1). Expulsou injustamente o volante Gago, do Boca, e ainda errou ao marcar um pênalti em favor do River.

A atuação foi tão problemática que o diretor de arbitragem da AFA, Miguel Scime, criticou Vigliano publicamente. Afirmou que ele não apitará um clássico tão cedo.

16emelec

O Emelece jogou no Beira-Rio, fez boa partida, mas sofreu a virada do Inter (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Los 3 Rodríguez tricolores

16 de março de 2015 3

Os uruguaios Braian e Cristian e o argentino Matías atuaram juntos pela primeira vez, sábado, contra o Cruzeiro, na Arena. Cerca de 25 mil gremistas foram aplaudir seus jogadores na vitória de 1 a 0, gol de Braian.

Abaixo, a performance do novo trio gremista.

Braian Rodríguez, 28 anos, sofreu um pênalti, que Luan desperdiçou, e marcou um gol, depois de receber uma bola com açucar de Giuliano na frente da goleira e sem goleiro. O gol significou a vitória. Braian estava no lugar certo na hora do lance decisivo.

Mas o jogo exibiu todas as dificuldades do atacante com a bola nos pés. Ele errou quase todos os passes e tabelas. Foi mal de cabeça também. Não é o 9 que o Grêmio tanto sonha e aguarda. Um gol, porém, apaga tudo na cabeça do torcedor apaixonado.

Cristian Rodríguez, 29 anos, fez uma boa estreia. Foi atrapalhado pelo calor. Atuou ao lado de atletas que ele não conhecia nem de nome. Treinou pouco. Vai melhorar muito. Na noite de domingo, ele foi cortado da seleção do Uruguai por uma lesão muscular na perna direita.

Cristian é um jogador intenso, capaz de atuar entre uma área e outra, sabe passar e tem qualidade técnica. O meio-campo será organizado em torno dele, com Walace, Maicon e Douglas.

Matías Rodriguez, 28 anos, reencontrou o futebol que o fez famoso na La U, no Chile, e o levou a Europa. Marca bem, controla a lateral direita e ajuda o ataque com força e velocidade.

Matías vai melhorar mais quando conseguir oferecer um melhor acabamento às jogadas ofensivas.

16cebolaa

Cristian “Cebolla” Rodríguez estreou na Arena (Agência RBS)

Bookmark and Share

Francisco Neto mostra que não teme pressão

15 de março de 2015 21

Mais do que nos 22 jogadores de Brasil-Pel e Inter, todos, no estádio ou na TV, estavam de olho no árbitro Francisco Neto. Quarta-feira passada, em Erechim, ele foi chamado de “colorado” por Felipão. O deslize do técnico gremista, que gerou uma indesejada exposição nacional ao árbitro gaúcho, não afetou o desempenho de Neto neste domingo, na zona sul do Estado.

Ele fez um bom jogo, teve erros mínimos. O resultado não passou pelo seu apito. Mas Neto sofreu pressão de todos os lados. Os jogadores se dizem profissionais, mas, como de costume, não colaboram com o árbitro, ainda mais com um que foi pressionado quase a semana inteira.

A torcida do Brasil-Pel fez coro e o chamou de “colorado”. A boa atuação de Neto provou que a FGF fez certo colocar seu nome no sorteio. Neto cresceu profissionalmente no episódio. 

O canhoto Anderson dominou a bola no meio de campo, correu alguns metros e acertou um passe perfeito entre os atrapalhados zagueiros pelotenses. Taiberson ganhou na corrida da zaga e marcou o segundo gol. Antes, ainda no primeiro tempo, Valdívia, um dos destaques, marcou de pênalti, pênalti de concurso.

O Inter defendeu bem, acertou a zaga e o meio-campo. Controlou os 90 minutos. Atacou sempre com mais perigo e intensidade. A defesa colorada jamais permitiu a ação do ataque adversário.

Um gol em cada tempo derrotou o Brasil-Pel, viciado na bola aérea e sempre um adversário perigoso na sua terra. Os reservas do Inter jogaram como quem deseja algo mais. Todos pedem um posto entre os 11 preferidos do técnico Diego Aguirre. Nem todos têm condições de jogar entre os 11, só de sonhar.

A partida foi típica de Gauchão. Catimba, força, coragem e sequências de passes errados. Foi vibrante o tempo todos. Os dois times correram em nome da vitória. Não pensaram apenas na defesa. 

16val

Valdívia recebe a marcação do zagueiro do Brasil-Pel (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Presente de Giuliano ao uruguaio Braian Rodríguez alegra o Grêmio

14 de março de 2015 13

Braian Rodríguez sofreu um pênalti. Luan bateu e acertou o travessão. Braian Rodríguez fez o gol, depois do ótimo lance de Giuliano no final. Ele superou a boa defesa do organizado Cruzeiro com uma seqüência de dribles rápidos.

Braian ganhou a bola na cara do gol, sem goleiro. Marcou, garantiu a magra vitória, 1 a 0. Giuliano tem parte do gol. Giuliano, aos poucos, reencontra o drible, o chute, o passe.

Mas como uma atuação não se mede pelo gol, o uruguaio Braian Rodríguez não brilhou. Pelo contrário, errou quase todas as jogadas, os passes, as cabeçadas.

Na cabeça do torcedor, o gol absolve todas as falhas. Braian merece uma seqüência de jogos para mostrar quem é de verdade. Se é o centroavante que estava no lugar certo na hora certa ou atacante que falha na grande maioria das conclusões. A bola está com ele.

É preciso calma com um time novo como o do Grêmio. Os 11 jogadores jamais haviam jogado juntos. Precisam de tempo, mais jogos, novos desafios. Na Arena, neste sábado, no verão de março, faltou entendimento, bons passes, lançamentos certos, mobilidade e intensidade. O time sofreu com a lentidão geral e com o Cruzeiro, um dos melhores do Gauchão. Cerca de 25 mil gremistas alcançara, a Arena. Número baixo. As estreias mereciam  mais.

Cristian Rodríguez estreou bem, mas sentiu o calor, a troca de continente. Sabe jogar. Será extremamente útil. Maicon foi melhor ainda. É titular. Douglas foi substituído por má atuação. Sua irregularidade é um problema antigo. Giuliano criou as melhores jogadas ofensivas. Matías Rodriguez cresce a cada partida. Luan e Éverton ofereceram outra mobilidade ofensiva ao time no segundo tempo

Felipão encontrou uma base. A defesa está forte. Sobra gente qualificada no meio-campo, mas o ataque ainda é um problema. Buscar, encontrar, descobrir um camisa 9 qualificado é uma obrigação do Grêmio. 

Bookmark and Share

Justiça proíbe 44 torcedores de ver Grêmio e Inter nos estádios

14 de março de 2015 0

Na 11ª rodada do Gauchão, entre hoje, amanhã e segunda-feira, 44 encrenqueiros estão impedidos de frequentar os jogos de Grêmio, na Capital, e do Inter, em Pelotas.

Do total dos vândalos, 25 são colorados e 19 gremistas.
Na 10ª rodada, no meia da semana, eram 50 arruaceiros.

Cinco brigões foram identificados no Beira-Rio na noite de Inter e Emelec, quarta-feira da semana passada.

Mas há mais três na lista. O Promotor de Justiça José Francisco Seabra Mendes Júnior, da Promotoria do Torcedor, conseguiu identificar outros torcedores ao analisar os vídeos do jogo da Libertadores.

14gre

Câmeras deixam os torcedores mais seguros na Arena, acima, e no Beira-Rio (Agência RBS/BD)

Bookmark and Share