Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Matriz da Nike nos EUA dá ok ao novo contrato com o Inter

04 de setembro de 2015 3
04camisa

Camisa do Inter, em associação com a Nike, lançada na temporada de 2013 (Nike/Divulgação)

 

Inter e Nike fecharam uma nova parceria. Bateram o martelo. A direção colorada espera apenas a minuta do novo contrato, que será assinado em duas semanas, no Beira-Rio.

A matriz da empresa, com sede no estado de Oregon, nos Estados Unidos, aprovou os números referendados pelos executivos brasileiros da marca. A Nike fatura cerca de R$ 70 bilhões por ano, atua em mais de 160 países e tem 75 escritórios espalhados pelo mundo. Patrocina também a Seleção Brasileira e o Corinthians no país. Entende que a associação com o Inter é estratégica. Tanto que oferecerá luvas quando a parceria for estendida. 

Como as conversas entre as duas partes avançaram muito nas últimas semanas, o contrato terá a validade de quatro anos. O clube queria dois. Mas a Nike melhorou os valores oferecidos e o número de peças que vai disponibilizar ao Inter. Títulos valerão bônus, prêmios especiais por conquistas regionais, nacionais e internacionais.

A primeira camisa da nova parceria, que começará oficialmente em janeiro de 2016, será lançada somente em maio do ano que vem, durante a disputa do Brasileirão. O time usará o fardamento de 2015 no começo da temporada do ano que vem. Os dirigentes colorados, porém, já conhecem o design do novo fardamento. A Nike trabalha seus produtos com grande antecipação.

Bookmark and Share

CBF convoca gaúcha para padronizar gramados dos estádios do Brasileirão

04 de setembro de 2015 1
04mari

A agrônoma Maristela Kuhn, que cuida da grama da Arena e do Beira-Rio e trabalhou com a Fifa nos 12 estádios da Copa do Mundo de 2014, tentará padronizar os principais gramados do futebol brasileiro (Agência RBS/BD)

A engenheira agrônoma gaúcha Maristela Kuhn é a coordenadora do novo projeto da CBF que vai cuidar dos gramados dos estádios utilizados pelos clubes das séries A e B do Brasileirão.

O dinheiro do investimento vem todo da Fifa e faz parte do legado da Copa do Mundo do Brasil de 2014.
A ideia é que todos os gramados tenham as mesmas dimensões, assim como as grandes e pequenas áreas, as marcas do pênalti, círculos centrais, altura e largura das goleiras, entre outras. Todos os estádios passarão por uma inspeção mais adiante.

A CBF deseja padronizar tudo, até mesmo o tamanho do corte das faixas que oferecem duas cores aos gramados em dias de jogos. Num primeiro momento, Maristela convocará 90 pessoas, todas envolvidas com a grama de mais de 40 estádios em diferentes regiões do país.

Os convidados, entre eles profissionais que atuam na dupla Gre-Nal, farão um curso de capacitação de três dias no Rio de Janeiro, com aulas práticas na sede da CBF, na Barra da Tijuca, e no Maracanã.

No ano que vem, a experiência será estendida e ocupará também funcionários de equipes das séries C e D do Campeonato Brasileiro.

Mais adiante, a CBF estuda oferecer prêmios, como máquinas e fertilizantes, aos clubes que melhor cuidarem dos pisos das suas casas. 
Maristela, que zela pelos excelentes gramados da Arena e do Beira-Rio, foi consultora da Fifa antes e durante o Mundial do ano passado. Ela, que também vai trabalhar nas Olimpíadas do Rio, foi sondada para colaborar com as Copas do Mundo da Rússia, de 2018, e do Catar, de 2022.

Bookmark and Share

Copa do Brasil: Beira-Rio terá ingresso a R$ 10 em Inter e Palmeiras

04 de setembro de 2015 3

11sasha

 

Na partida contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil, no dia 23 de setembro, uma quarta-feira, às 19h30min, em Porto Alegre, o Inter oferecerá ingressos com 75% de descontos.
O tíquete de R$ 40 custará somente R$ 10.

A barbada será estendida apenas aos sócios em dia com o o clube, que poderão usufruir de um grande lote promocional de ingressos.

O Inter deseja criar um clima de Copa Libertadores da América no Beira-Rio, no maior torneio mata-mata do país.
Os dirigentes acreditam que poderão mobilizar mais de 45 mil pessoas e esperam um novo recorde de público – que é de 44.884 torcedores contra o Tigres, do México.

O jogo de volta será disputado no dia 30 deste mês, às 22h, em São Paulo.

Bookmark and Share

Roger acerta duas vezes e leva três pontos

03 de setembro de 2015 17

A vitória sobre o Figueirense tem as duas mãos de Roger Machado. Ele acertou ao chamar o reserva Bobô, que marcou um gol de cabeça, o seu forte, e deu passe para outro. Fez a melhor apresentação depois de seis partidas, muitas delas entrando apenas no final.

A estrela do treinador voltou a brilhar quando trocou Pedro Rocha por Fernandinho, machucado. O jovem e ousado atacante definiu o 2 a 0. Desenhou o gol mais bonita desta quinta-feira noturna, em Florianópolis. Fez também a grande jogada da partida, ao driblar os adversários, entrar na área e chutar cruzado, mas Muralha praticou uma defesa segura.

Eu, como escrevi várias vezes, prefiro Pedro Rocha entre os titulares. Bobô só como opção no banco. Os dois jogaram, ambos marcaram gols. Uma partida, porém, não prova nada. Vale a sequência.

A vitória foi importante, decisiva. Animou. Levou o Grêmio aos 41 pontos, encostou no vice-colocado Atlético-MG, que tem um ponto a mais, e ainda permanece distante do líder Corinthians, com oito unidades a mais. O jogo marcou a 19º apresentação da revelação Roger no Brasileirão. Seu aproveitamento é de 65%. O campeonato não está definido. 

O Grêmio sofreu pouco com o Figueirense, só em lances esporádicos. Sofreu mais com a ausência de Maicon, Douglas e Luan. Sem o trio, o time toca menos a bola, tem posse inferior, não cria o suficiente e aparece pouco na frente do gol. Mas os cinco reservas foram capazes de ajudar a conter o dispersivo Figueirense, dominar a partida e vencer. Pode ter faltado inspiração, vontade não.

Geromel foi o nome do jogo, perfeito na defesa, ganhou todas pelo alto. Ele é um dos melhores zagueiros do país. Pedro Rocha e Bobô foram bons coadjuvantes. Edinho lutou. Os laterais nada contribuíram nas jogadas ofensivas outra vez, apenas marcaram. Maxi Rodríguez errou passes demais. O goleiro Tiago precisa corrigir as saídas de gol, mas fez boas defesas por baixo, duas especialmente difíceis. Bressan ainda busca entrosamento com os colegas de zaga.

O Grêmio jogará sete vezes pelo Brasileirão neste setembro. Começou a maratona. Roger precisará contar com todo o grupo, o mesmo grupo que se comportou bem quando foi convocado em Florianópolis.

Antes do Corinthians, quarta-feira, em São Paulo, o Grêmio espera o Goiás, no domingo, na Arena. Não há como não pensar nos três pontos na próxima partida.

Bookmark and Share

Roger erra ao escolher Bobô como titular

03 de setembro de 2015 28
03pedro

Pedro Rocha, uma das opções do banco de reserva gremista em Florianópolis (Agência RBS/BD)

Confesso. Não entendi Roger Machado, que faz um trabalho exemplar no Grêmio. O treinador confirmou Bobô no centro do ataque, ao lado de Fernandinho e Giuliano. Manterá Pedro Rocha no banco de reservas nesta quinta-feira contra o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

No esquema tático gremista, que já deu certo, Pedro Rocha foi destaque, marcou gols e contribuiu em vitórias importantes. Quando chamado, Bobô sempre decepcionou. Pode ser que a Europa ainda navegue nas suas pernas, que a adaptação ainda não chegou.

Mas Bobô e Rocha são diferentes.
O primeiro joga mais na área, tem menos qualidade técnica e mobilidade. Lembra os atacantes de um passado recente do futebol.
O segundo move-se por todo o ataque e não tem medo de grande área. Perde gols, mas faz. Atacante vive nesta vida de erros e acertos na cara do goleiro. É jovem, vai melhorar muito.

Pedro está mais acostumado com o sistema de jogo do treinador.
Conheço os dois atacantes. Sou mais Pedro Rocha, um jogador mais dinâmico. Pode ser mais útil ao time, seja marcado gols, servindo os companheiros na grande área, na zona do gol, ou abrindo espaço para que outros colegas estufem as redes. 

Bookmark and Share

Os cinco times estrangeiros preferidos do jovem brasileiro

03 de setembro de 2015 1
1-messi

Ídolo no Brasil, o argentino Messi, do Barcelona, é o melhor jogador do mundo (Sakis Savvides/AFP/BD)

Estudo da Sponsorlink, do Ibope Repucon, revelou que 62% dos brasileiros dizem ter interesse pelo futebol.

Destes, 77% preferem assistir tudo pela TV.

O mesmo Sponsorlink informa que 25,4% dos internautas brasileiros, entre 16 e 29 anos, torcem para o Barcelona.

Real Madrid (11,9%), Manchester United (6,1%), Chelsea (4,6%) e Bayern de Munique (3,4%) aparecem na sequência.

O Ibope Repucon mediu também o mercado da bola nos Estados Unidos, onde o Brasil joga dois amistosos, entre sábado e terça- feira, e o Inter programou uma pré-temporada em janeiro de 2016. Detectou que 32,1% da população do país diz gostar de futebol. Em novembro de 2011, eram 18,1%.

O número de fãs que acompanha o futebol pela TV também aumentou.
Eram 8,5% em 2011.
Hoje são 12,6%.

Quatro  motivos:

1) A contratação de jogadores famosos, como Kaká, Gerrard e Villa pela Major Soccer League (MIS).

2) O desempenho da seleção dos EUA em competições internacionais.

3) A construção de novas arenas.

4) O crescimento do número de latinos no país (54 milhões de pessoas).

Bookmark and Share

Maior goleada do Brasileirão reanima o Inter

02 de setembro de 2015 5

Enfrentar o Vasco é quase como contar vitória antes dos 90 minutos. O Inter sabia. Mas não vacilou nesta quarta-feira. Trabalhou sério. Venceu. Cresceu na tabela.

Goleou os cariocas com uma facilidade de Gauchão, marcou seis vezes, quatro vezes no segundo tempo. Não teve pena, dó. Fez um bom jogo, intenso e aplicado. A torcida gostou, reconheceu e aplaudiu a maior goleada do campeonato. Os 15 mil fãs que compareceram ao Beira-Rio ganharam a noite.

O Inter foi veloz, compacto e decidido. A defesa esteve segura, bem protegida por Nilton, um dos destaques da partida e autor de um belo gol, e Dourado. Mas os homens da frente é que decidiram tudo e chamaram o 6 a 0. Sasha, o melhor em campo, e Valdívia, desta vez coadjuvante, ganharam mais liberdade. Livres, atacaram, criaram e marcaram. Destruíram a sempre atrapalhada defesa vascaína.

Valdívia festejou o grande gol da noite, acertou o ângulo da goleira do adversário, com um chute perfeito de fora da área. Sasha voltou a encontrar as redes. Lisandro López ocupou o posto de Vitinho e marcou duas vezes. O argentino é opção outra vez. Reserva, pode substituir qualquer um dos três jovens atacantes colorados.

Ver o Vasco é observar o fantasma da derrota. Pontuado por decadentes veteranos, como Rodrigo, Serginho, Guiñazu, Jorge Henrique e Nenê, lembra um time sem objetivos. Acostumou-se ao fundo da tabela da competição. É lanterna, já caiu, baixou de divisão, alguém só precisa avisar. Tombou também pela mão de Eurico Miranda, um dirigente do mundo arcaico do futebol brasileiro. Só nos últimos sete meses, contratou 33 jogadores e três treinadores. É um símbolo de má gestão.

É a terceira queda do Vasco em oito anos.

O Inter enfrentará o São Paulo, sábado, na capital paulista. Será um bom teste. Qual o Inter que se apresentará em campo?

A frágil equipe que foi batida pelo Avaí?

O time encorpado que liquidou com o Vasco?

Bookmark and Share

CPI do Futebol convoca jornalista que mais conhece as entranhas da Fifa

02 de setembro de 2015 1
02jennigs

O escocês Andrew Jennings (E) desafiou Ricardo Teixeira, João Havelange, Joseph Blatter e toda a bilionária estrutura da Fifa (Divulgação, Senado/Agência RBS/BD)

A CPI do Futebol no Senado recebe nesta quarta-feira o escocês Andrew Jennings em Brasília. O jornalista investigativo é o sétimo a colaborar com a CPI que deseja mais detalhes sobre os negócios da CBF, o Fifagate e o envolvimento dos sete membros do alto escalão da Fifa presos – entre eles o ex-presidente da CBF, José Maria Marin, encarcerado em Zurique.

Jennings é uma lenda, autor do best-seller Jogo Sujo, os Bastidores da Fifa (Editora Panda Books, 352 páginas, R$ 40). Nele, desenha o mapa da corrupção da entidade que comanda o futebol. Ele afirma que “João Havelange levou o crime organizado à Fifa e ele perdurou desde 1974 até agora”.

O presidente Joseph Blatter e seus advogados tentaram proibir a publicação do livro, que a coluna recomenda vivamente. Não foram bem sucedidos na Justiça. Jennings nunca é bem-vindo em torneios que levam o carimbo da Fifa e nem nas entrevistas coletivas de seus mais altos executivos.

A CPI deseja ouvir Jennings porque o escocês ajudou o FBI nas investigações e conhece em detalhes a maneira de agir dos dirigentes e os bastidores da Fifa.

Sobre o Fifagate ele diz, “penso que a coisa importante que fica das prisões é o fim da Fifa como conhecemos”.

Bookmark and Share

Florida Cup 2016: Inter estreia contra os alemães

02 de setembro de 2015 0
02sasha

Sasha será uma das atrações do Inter na pré-temporada nos Estados Unidos (Agência RBS/BD)

O Inter precisa começar a seguir com atenção dobrada as partidas do Bayer Leverkusen e do Schalke 04 na Bundesliga – o primeiro disputa também a Liga dos Campeões da Europa.

Uma das duas tradicionais equipes da Alemanha será o adversário do clube gaúcho na estreia da Florida Cup, na segunda semana de janeiro do ano que vem, nos Estados Unidos.

O segundo jogo do Inter ainda não tem uma definição.

Atlético-MG, Corinthians, Fluminense e Shakhtar Donetsk também participarão do torneio.

Bookmark and Share

Herdeiro do autor do hino gremista perde ação na Justiça

01 de setembro de 2015 0

Herdeiro de Lupicínio Rodrigues, Lupicínio Jorge Quevedo Rodrigues, o Lupinho, perdeu na 2ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre ação em que pretendia direitos sobre utilização do Hino do Grêmio para fins comerciais.

A ação foi tentada contra um licenciado do clube, que usa os símbolos históricos gremistas e palavras como “tricolor” e “imortal”.

Lupicínio Rodrigues (1914/1974) é autor do hino do Grêmio, composto nos anos 1950.

02lupi

Lupicínio é o autor do Hino do Grêmio (Reprodução/Agência RBS/BD)

Bookmark and Share

Copa do Brasil ensina a dupla Gre-Nal

01 de setembro de 2015 5
01gabriel

Gabriel de Jesus, o jovem goleador do Palmeiras ( Marcello Zambrana/AGIF / Agência O Globo/BD)

Superar as duas próximas fases significa R$ 1,8 milhão para Grêmio ou Inter, pois a Dupla se enfrentará nas semifinais, caso eliminem Fluminense e Palmeiras. O título representa R$ 4,8 milhões. Um vice, R$ 2 milhões a menos.

As quantias não refletem a importância das três fases mais decisivas da Copa do Brasil, que começou com 87 equipes. O dinheiro, que emana da CBF, é distribuído entre os jogadores como prêmio. O grosso chega por outro lado, parte reflete as bilheterias de estádios tomados.

O torneio é o mais emocionante do país. Será assim na 27ª edição do mata-mata que envolve grandes times, mesmo sem os dois melhores de 2015, Corinthians e Atlético-MG.

Ao irregular Inter tocou o Palmeiras, que mais progrediu no segundo semestre e quem mais investiu no ano.

O estável Grêmio ganhou o Fluminense, que navega na irregularidade, trocou de técnico e, no desespero, contratou o decadente Ronaldinho.

A Copa do Brasil não reflete o desempenho dos times do Brasileirão. O Figueirense, 14º, eliminou o Atlético-MG, segundo. São dois jogos, quem afunda no primeiro dificilmente volta à superfície. Quem joga em casa antes sai em vantagem.

No trágico futebol brasileiro dos últimos tempos, não há um só que possa gritar seu favoritismo.

Bookmark and Share

Pré-temporada do Inter será acompanhada em mais de 127 países

01 de setembro de 2015 0

02alisson

Alisson, goleiro do Inter e reserva da Seleção Brasileira (Alexandre Lops/Inter/BD)

Inter terá a companhia de Atlético-MG, Corinthians, Fluminense, Shakhtar Donetsk, Bayer Leverkusen e Schalke 04 na Florida Cup, no sul dos Estados Unidos. A competição está confirmada, bem como os convidados. Será disputada entre os dias 9 e 21 de janeiro do ano que vem.

Em sua primeira edição, a disputa foi exibida em 127 países. Na segunda, o número deve aumentar.

– Participar do Florida Cup é uma honra para o Internacional. Além de estarmos num seleto grupo, com grandes clubes, teremos oportunidades únicas de negócios e reforçaremos a internacionalização da nossa marca. Também participaremos de uma série de eventos estratégicos que vão aumentar a nossa gama de mercado nos Estados Unidos – disse o vice-presidente do Inter Luiz Henrique Nuñez.

– A meta é transformar o Florida Cup no maior e mais importante torneio de preparação do mundo no mês de janeiro – garantiu Ricardo Silveira, presidente da 2SV Sports, que organiza a competição.

Eram quatro os integrantes do torneio em 2015. No ano que vem, o número dobrará.

Os oito treinadores das equipes participantes da Florida Cup escolherão o melhor jogador da competição.

Bookmark and Share

O que os jogadores podem falar aos árbitros no Brasileirão

01 de setembro de 2015 4
01correa

Sergio Correa, o comandante da arbitragem na CBF (Rafael Ribeiro/ Divulgação/CBF)

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sergio Corrêa, afirmou que não está proibido conversar, argumentar e dialogar com o árbitro e bandeirinhas durante as partidas.

Os jogadores não precisam ficar calados o tempo inteiro.

O que não pode é:

1) Dedo em riste.
2) Cercar o árbitro e protestar.
3) Ofender.

Bookmark and Share

Romildo oferece voz à oposição gremista

01 de setembro de 2015 2
01romildo

Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio (Agência RBS/BD)

O encontro chama-se Gestão em Campo e começa às 18h desta terça-feira, no Auditório da Arena.

Num gesto pouco comum, o presidente do clube convida diferentes grupos políticos para conhecer as principais realizações da governança gremista.

Romildo Bolzan Junior promete apresentar um panorama geral do clube e abrir um espaço para o debate com integrantes de movimentos de situação e oposição.

Segundo Romildo, “a iniciativa faz parte da política de transparência buscada pelo Conselho de Administração, numa tentativa de reforçar a relação de confiança com seu colegiado e sócios”.

No encontro, o CEO Gustavo Zanchi falará sobre as diretrizes da gestão, e o executivo Beto Carvalho tratará do marketing como ativador do negócio futebol.

O departamento de futebol ganhará um capítulo à parte nas apresentações e nas discussões.

Bookmark and Share

Luxa perde o emprego e o rumo no futebol

31 de agosto de 2015 4
01vanderlei

Um dos melhores técnicos dos anos 1990, Vanderlei Luxemburgo perdeu o rumo no novo século (Agência RBS/BD)

A torcida gritou “adeus Luxa” no jogo de domingo. Havia pedido antes, quarta-feira passada, na derrota para o Palmeiras. O clima era o pior possível.

Nesta segunda-feira, a direção do Cruzeiro, ameaçado de rebaixamento e fora da Copa do Brasil, demitiu Vanderlei Luxemburgo. A pressão da torcida chegou aos dirigentes.

Em 19 partidas em sua segunda passagem pelo clube, Luxa acumulou 10 derrotas, três empates, seis vitórias. Seu time marcou 16 gols. Sofreu 21.O técnico era criticado pelo seus métodos de trabalho, que pareciam superados, segundo a análise da crônica esportiva de Minas Gerais. Os treinos repetiam modelos superados, diziam. O treinador não conseguiu organizar uma equipe competitiva. Teve pouco tempo. Não se ergue um grande time em 19 partidas.

Foi a segunda demissão de Luxa na temporada. Perdeu o emprego no Flamengo antes de ser chamado pelos mineiros. Os últimos trabalhos do treinador, um astro nos anos 1990, foram muito criticados e não tiveram sequência. Ele foi demitido do Grêmio, do Flamengo, do Fluminense e do Cruzeiro.

O treinador foi sondado pelo Inter antes da chegada de Diego Aguirre, no verão passado, mas não aceitou a proposta. Preferiu ficar no Rio.

O Cruzeiro será comandado interinamente pelo auxiliar técnico e ex-jogador Deivid.

Bookmark and Share

Copa do Brasil: dupla Gre-Nal vai sofrer nas quartas de final

31 de agosto de 2015 8

 

01rionaldinho

A técnica continua a mesma, mas o preparo físico de Ronaldinho, que enfrentará o Grêmio, irrita o Fluminense (Nelson Perez/Fluminense/BD)

Seria melhor encontrar o Vasco, um dos times mais irregulares da temporada. Pegar o Figueirense, que luta para ficar acima da linha do rebaixamento da Série A. Mas o sorteio das quartas de final da Copa do Brasil afastou cariocas e catarinenses do caminho da dupla Gre-Nal.

O Inter, que vive uma fase irregular, enfrentará o Palmeiras, equipe que luta pelo G-4, um posto na Copa Libertadores da América 2015. O Grêmio pegará o Fluminense, também em busca de um lugar entre os quatro melhores do Brasileirão.

O Palmeiras parece um adversário mais difícil. Está mais articulado, tem um grande grupo de jogadores, investiu pesado em contratações e conta com um dos dois melhores treinadores do país, Marcelo Oliveira. A fase é boa. Aparece com um dos melhores times do Brasil neste segundo semestre de 2015.

O Fluminense ainda não encontrou a regularidade com o treinador Enderson Moreira. Fred vive lesionado. Vaiado nos jogos, Ronaldinho dá sinais que é ex-jogador. Quem brilha é Cícero.

De longe, distante dos 180 minutos decisivos, três semanas antes dos confrontos, o Grêmio, que vem de uma sequência sem brilho, enfrenta um adversário menos qualificado do que o Inter.

Se a dupla superar os adversários, teremos dois Gre-Nais na fase semifinal da competição.  Pena. Um Gre-Nal na fase final seria muito melhor.

Abaixo os retrospectos de Palmeiras e Inter e Grêmio e Fluminense pela Copa do Brasil:

Inter e Palmeiras: 1992 (Semifinal): um confronto

Palmeiras 0 x 2 Inter (27/11/1992)
Inter* 2 x 1 Palmeiras (08/12/1992)

*Classificado

Grêmio x Fluminense: Quatro confrontos, com três classificações do Grêmio e uma do Fluminense.

2001 (Oitavas de final)
Grêmio* 1 x 0 Fluminense
(02/05/2001)
Fluminense 0 x 0 Grêmio
(09/05/2001)

2004 (Oitavas de final)
Fluminense 2 x 2 Grêmio
(14/04/2004)
Grêmio* 4 x 1 Fluminense
(05/05/2004)

2005 (Oitavas de final)
Fluminense 3 x 0 Grêmio
(20/04/2005)
Grêmio 0 x 1 Fluminense*
(04/05/2005)

2010 (Quartas de final)
Fluminense 2 x 3 Grêmio
(29/04/2010)
Grêmio* 2 x 0 Fluminense
Olímpico (05/05/2010)

*Classificado

Bookmark and Share

Uma conversa franca e direta com Yago Pikachu

30 de agosto de 2015 2
30pkch

Yago Pikachu acha que tem bola para voos maiores no Brasil (Jorge Rodrigues/Eleven/BD)

Por celular, desde a Redação de ZH, em Porto Alegre, questiono um dos jogadores brasileiros mais badalados dos últimos meses.

– Chamar Yago de Pikachu (um Pokémon do tipo elétrico da animação japonesa, como você pode ver na imagem menor da página) é pejorativo?

Em Belém, no Pará, acomodado num canto do vestiário do centro de treinamento do Paysandu, a mais de 4 mil quilômetros de distância, Pikachu responde com tranquilidade, como se tivesse narrado a sua história em cem entrevistas.

– Não é. Pode me chamar de Pikachu, não me importo mais.

– Você já se importou alguma vez na vida?
– Ah, sim, claro, quando era pequeno. Ficava brabo, não gostava, batia o pé, mas só piorava.

– Como nasceu o apelido? Yago não me parece um nome comum. Não há dois Yagos num só time de futebol.
– Eu era muito franzino, pequeno mesmo, quando tinha nove anos. Usava calção no meio das canelas, mas era muito agitado, rápido, corria muito, não parava um segundo. Um dia, num jogo de futsal, aqui mesmo em Belém, um técnico chamado Capitão da Tuna, que cuidava dos meninos, me chamou. Gritou: “Ei, você aí, Pikachu, entra, vamos jogar”. Saiu do nada o apelido, acho. Não tenho uma explicação.

– E pegou de verdade?
– Sim, todos riram e passaram a me chamar de Pikachu. “Passa a bola, Pikachu. Marca, Pikachu. Corre, Pikachu”. O nome colou. Eu não gostava muito no começo. Depois me acostumei. Fazer o que…

– E o que aconteceu quando você foi defender as categorias de base do Paysandu em 2005? Por que você não trocou de nome ao mudar de endereço?
– Fui junto com dois colegas. Eles me conheciam bem. Passaram a me chamar de Pikachu também nos treinos da base do Paysandu. Não gostei no começo, depois me acostumei. Todos me chamavam assim. Hoje não dou bola. Pode me chamar (risos).

Será que o apelido Pikachu atrapalhou sua carreira? Será que não existe preconceito?
– Não acredito. Em Belém, todos gostam de mim. Me chamam numa boa, sem agressividade, malícia. Me sinto importante, mesmo com o apelido do Pokémon.

Depois de quatro anos como profissional, o paraense Glaybson Yago Souza Lisboa ganhou status de celebridade no Pará.
É um orgulho estadual. Aos 23 anos e 1m68cm, já disputou 203 jogos pelo Paysandu, que o classifica como um dos maiores atletas do clube no século 21. Marcou 59 gols, nunca um defensor fez tantos gols quanto ele na região. Conquistou um título estadual e dois acessos à Série B. É parado na rua, dá autógrafo em todos os lugares, até no banheiro, e na cidade dizem que ele assinou um pré-contrato com o Flamengo, time que tem uma multidão de torcedores no norte do Brasil.

– Negativo. Não firmei compromisso com ninguém. Meu contrato termina no final do ano, serei livre, mas o meu futuro ainda não está totalmente desenhado. Sabe que minha rescisão de contrato custa hoje R$ 8 milhões?

– Por que os grandes clubes brasileiros estão interessados em contratá-lo?
– Soube do interesse do Goiás e do Palmeiras no primeiro semestre. Mas há muita especulação no mundo do futebol. Acho que sou um bom jogador, um lateral que ataca muito e faz gols. Confio muito em mim.

– Você sempre atuou na lateral direita?
– Nasci e me criei lateral, mas às vezes jogo na meia, mas sempre numa emergência. Lateral-direito é a minha posição.

– Você quer deixar Belém?
– Quero algo mais na minha carreira, mas vivo bem aqui. Sou casado, tenho uma filha de 13 meses, consegui uma boa casa, tenho meu carrinho. Sinto que as pessoas gostam de mim. Tá tudo legal.

– Seu empresário não tem planos para você?
– É meu pai, Carlos Lisboa (46 anos). Ele é da Polícia Militar de Belém. É duro comigo, dá muita bronca, sempre de olho nas minhas atuações.

PM? E ele deixou que você fosse chamado de Pikachu pelos colegas quando criança?
– (Risos) Nunca adiantou mesmo (risos).

Quarta-feira, o Paysandu foi batido pelo Fluminense e saiu da Copa do Brasil.

Pikachu perdeu uma grande vitrina, se é que ele ainda precisa.

Precisa?

Bookmark and Share

Quem será o goleador do Campeonato Espanhol? Aposte

29 de agosto de 2015 2
29trio

Cristiano Ronaldo, Messi e Suárez, um trio dos sonhos de todos os torcedores ( Gerard Julien/ Josep Lago/AFP/BD)

Três jogadores lideram a lista de apostas: o argentino Messi e o uruguaio Luis Suárez, do Barcelona, e o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid.

Na primeira rodada da competição, no final da semana passada, apenas Suárez marcou.

Neste sábado, o Real Madrid espera o Betis.

O Barça enfrenta o Málaga.

Se voltar ao time, o brasileiro Neymar, recuperado de caxumba, reforçará o ataque catalão.

Juntos, os três sul-americanos fizeram 122 gols com a camisa do Barcelona na temporada passada, um recorde.

Messi é o melhor do mundo, Cristiano Ronaldo chega em segundo, Suárez é apenas um coadjuvante. 

Messi será outra vez o goleador da temporada.

Bookmark and Share

Jogadores querem disputar um máximo de 60 partidas por ano

29 de agosto de 2015 0
29itu

Contra o Ituano, quinta-feira, o Inter fez a 54ª partida da temporada depois de sete meses de futebol ( Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) negociou com a CBF uma pré-temporada de 30 dias. Não conseguiu um mês inteiro. Tentará chegar ao número ideal, respeitado em países mais evoluídos, em 2017. Os jogadores terão 25 dias de descanso entre dezembro e janeiro.

A Fenapaf luta para que os atletas disputem um máximo de 60 partidas por ano. Mas não é contra os clubes jogarem mais, desde que tenham um grupo capaz de se revezar nas competições. O que significa mais emprego no futebol.

O Bom Senso F.C., por seu lado, é taxativo. Luta por 60 jogos numa temporada de 10 meses. Não admite que os clubes ultrapassem esse número.

O Grêmio disputará neste domingo, às 11h, na Arena, a 51ª partida oficial em 2015. Enfrenta o Coritiba, que tem 47 jogos neste ano.

O Inter fará a 55ª apresentação, contra Avaí, que tem apenas 39 partidas.

 

 

Bookmark and Share

Argel quer recuperar Anderson

29 de agosto de 2015 1
29anderson

Anderson, a maior aposta do Inter na temporada 2015 (Agência RBS/BD)

Uma das marcas mais fortes do trabalho de Argel Fucks é a de recuperar jogadores que estão esquecidos na reserva e desacreditados por dirigentes e torcedores.

No Inter, o treinador reanimou Nilton e Vitinho.

Ofereceu nova oportunidade aos jogadores Léo e Zé Mário.

Aos dirigentes colorados, prometeu que vai recuperar Anderson, que ainda não jogou o que pode depois de desembarcar do Manchester United no começo da temporada. Só pediu um tempo.

Ao contrário dos antecessores, Argel não exigiu reforços quando chegou ao clube.

Bookmark and Share

O que falta no banco de reservas gremista

28 de agosto de 2015 4
29pp

Pedro Rocha perdeu a vaga de titular pela falta de gols (Agência RBS/BD)

O Grêmio apresenta 86% de aproveitamento como mandante no Brasileirão, o segundo melhor da competição.

São 10 jogos na Arena, com 26 pontos ou oito vitórias e dois empates. Marcou 21 gols e sofreu sete. Só Grêmio e Sport seguem invictos em casa. Os outros 18 equipes já perderam nos seus estádios.

Os números mostram a força do Grêmio, que neste domingo recebe o Coritiba.

Roger Machado encontrou o time ideal. Será bom e seguro mantê-lo. Acertou ao oferecer a camisa titular ao canhoto Fernandinho e sentar o jovem Pedro Rocha na reserva.

Os dois principais problemas do time moram no banco de reservas. Encontrar um reserva para Douglas e para o ataque.

Maxi Rodriguez não consegue fazer o papel de Douglas ou qualquer outro exigido. Quando entra, dispersivo, erra passes em sequência.

Pedro Rocha, Bobô e Braian Rodríguez passam longe do atacante ideal, embora o primeiro já fez bons jogos e precisa ser tornar a primeira opção, a primeira substituição durante os 90 minutos.

Se contasse com um meia mais qualificado e um atacante verdadeiramente goleador, o Grêmio poderia sonhar com uma temporada mais feliz.

Bookmark and Share

Grêmio lançará camisa vintage

28 de agosto de 2015 5
28gremio

Grêmio oferecerá aos torcedores réplicas da camisa do histórico time dos anos 1990 (Agência RBS/BD)

Grêmio e Umbro, que assina os uniformes do time desde o ano passado, fizeram uma parceria especial. Vão aproveitar setembro, mês de aniversário do clube – 112 anos no próximo dia 15 – para lançar uma camisa comemorativa do título de 1995 da Copa Libertadores da América.

Uma réplica da camisa oficial tricolor do bicampeonato do torneio estará disponível nas lojas especializadas a partir da terceira semana de setembro.

O preço não foi anunciado. Mas será inferior ao das três camisas de jogo da Umbro oferecidas nesta temporada.

A camisa vintage terá uma tiragem limitada.

 

 

Bookmark and Share

Dupla Gre-Nal entra na elite da Copa do Brasil 2015

27 de agosto de 2015 4

Entre os oito classificados, dois são intrusos, sem conquistas: São Paulo e Figueirense.

Os outros seis, Grêmio, Inter, Palmeiras, Santos Vasco e Fluminense, têm títulos da Copa do Brasil. São 10 taças ao todo. Só o Grêmio tem quatro, tetracampeão.

A edição 2015 do torneio encosta nas quartas de final e promete doses duplas de emoções. Não há favoritos.

Segunda feira, na Barra da Tijuca, no Rio, a CBF deposita os oito nomes num pote, faz o sorteio e programa os quatro jogos que serão disputados, ida e volta, no final do mês que vem. As chances do sorteio chamar um Gre-Nal são os mesmos do que gerar um Vasco e Flu ou um São Paulo e Palmeiras.

A nova fase será recheada de clássicos. A exceção será o jogo que envolverá o competitivo Figueirense, que superou o Atlético-MG.

Grêmio, contra o Coritiba (3 a 1), e Inter, Ituano (2 a 1), passaram sem sustos pelos adversários nesta quinta-feira. As vitórias eram esperadas. Ganharam as duas partidas. Fora e em casa. Sobraram, os paranaenses e os paulistas eram muito inferiores.

O Tricolor manteve seu ritmo. Luan marcou duas vezes. Duas? Ok, uma para ser correto, mas o gol de Douglas em cima da linha da cal da goleira foi todo de Luan. O atacante foi um dos nomes do jogo, apesar de ter errado alguns passes.

Recuperado pelas mãos de Argel Fucks, o novo treinador, o Inter venceu de novo. Valdívia marcou outra vez. Sasha também fez o seu.

Eu não quero Gre-Nal nas quartas de final. Prefiro dois clássicos na decisão, lá no topo. Se o clássico não aparecer no sorteio, não há mais partida fácil. Todos os oito times têm condições de ganhar, avançar, lutar pelo título. A fase dos azarões passou. Sumiu.

 

 

Bookmark and Share

O que o Banco Itaú/BBVA fala sobre as finanças de Grêmio e Inter

27 de agosto de 2015 2
27gre

A festa da torcida mista em dia de Gre-Nal, imagem que recebeu elogios em todo o país (Agência RBS/BD)

 

O Itaú BBA, banco de investimentos do Grupo Itaú, analisou o momento financeiro dos grandes clubes do Brasil.

Acompanhe o que o estudo fala sobre a dupla Gre-Nal, segundo os números da temporada passada. 

O texto que você lerá a seguir é obra dos executivos da consultoria do banco. 

Grêmio:

1) Em 2014, o Grêmio iniciou um processo de reequilíbrio financeiro, com aumento de receitas e corte de custos, que resultaram em melhor geração de caixa.

2) É um trabalho hercúleo e demorado. Nesse ínterim, os investimentos continuaram elevados e financiados. Uma hora a conta chega, e o clube precisa estar pronto para pagá-la.

3) Isso significa que o ajuste precisa ser mais forte e contínuo. Ainda é necessário cortar mais custos, reduzir investimentos e se preparar para alguns anos de possibilidades mais modestas, exceto se as categorias de base, que costumam apresentar bons valores, ajudem a suportar este momento.

Inter:

1) Este é mais um caso de “All In” financeiro em busca de títulos relevantes, notadamente no caso do Inter, da Libertadores de 2015.

2) O clube reduziu receitas para manter bons valores no elenco neste ano. Fez investimentos relevantes em 2014 que significarão mais custos em 2015 e aumentou a dívida bancária para suportar este período.

3) Neste momento sabemos que o clube foi eliminado na semifinal da Libertadores. E agora, o que fazer?

4) Entrará naquele momento de ajuste forçado, com venda de atletas e redução de custos. Inclusive, alguns como Nilmar já foram negociados. Mas sabemos que isto é sempre mais difícil de fazer quando há necessidade e pressão. Os atletas perdem valor, os custos pressionam a cada dia.

5) De exemplo de gestão a um comportamento comum e antiquado. Em quanto tempo o Inter se reencontrará com as melhores práticas?

Bookmark and Share

Dupla Gre-Nal conhece datas da Libertadores

27 de agosto de 2015 1

A dupla Gre-Nal, que sonha dia e noite com a Copa Libertadores da América 2016, sabe que os dois jogos da  primeira fase da competição serão disputados nos dias 3 e 10 de fevereiro.

A etapa de grupos começa só no dia 17.

O Grêmio vive no G-4 do Brasileirão.

O Inter é 10º na tabela.

Mas ainda faltam 18 rodadas ou 54 pontos.

Falta o atalho mais legal, a Copa do Brasil.

27inter

Inter e Atlético-PR. Libertadores de 1999, 1 a 1, Beira-Rio (Agência RBS/BD)

 

Bookmark and Share