Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Futebol"

A provável escalação do Inter em 2012

29 de dezembro de 2011 16

Luiz Zini Pires e Leandro Behs projetam o time, sugerem uma escalação e comparam as equipes da última e da próxima temporada.

Assista ao vídeo:

Bookmark and Share

Sócrates vai nascer hoje

04 de dezembro de 2011 6

Sócrates morreu num final de semana. Justo nos dias em que o Brasil se fecha em casa e se conforta com o futebol da TV.

Nos seus últimos meses, o ex-jogador sonhava com o Brasil, com a Copa do Mundo de 2014, com a televisão e sempre, claro, com o futebol, que fez dele um dos jogadores mais conhecidos das últimas três décadas.

Sócrates queria percorrer o Brasil e mostrar aos telespectadores como as 12 sede do Mundial estavam se preparando para a maior festa do futebol mundial. Não conseguiu.

Agora, a TV é sua testemunha.

Quem quiser saber quem foi Sócrates, no Corinthians, na Seleção e na vida, precisa buscar um canal no controle remoto. Sua história vai se misturar hoje com a espetacular decisão do Brasileirão, 10 jogos de alta temperatura, todos valendo alguma coisa.

A TV, manhã, tarde, noite, madrugada, vai nos lembrar quem foi Sócrates, seus gols, sua comemoração, o braço direito fixo no alto, o punho fechado, os precisos, preciosos e inimitáveis passes de calcanhar, a elegância dos seus lançamentos, os títulos, sua camisa amarela número 8 da Seleção e, sua ação política dentro e fora de campo.

Entre todas as partidas da última rodada nada vale mais do que Corinthians e Palmeiras. Vale o título de 2011. Onze heróis corintianos podem nascer hoje, antes mesmo da volta olímpica de campeão. Ao levantar a taça, caso mirem o firmamento, Sócrates estará lá em cima, já num andar superior, vendo, ouvindo e sentindo tudo.

Sócrates não morreu.

Os jogadores de futebol no Brasil têm este poder.

A torcida faz do craque um santo.

Hoje, em São Paulo, no Brasil, nascerão Pedros e Paulos. Sócrates também.

Bookmark and Share

VÍDEO: o Gre-Nal dentro de campo

02 de dezembro de 2011 1

Luiz Zini Pires e Leandro Behs falam sobre o que vale o Gre-Nal para alguns jogadores como o goleiro Victor e o zagueiro Rodrigo Moledo.

Bookmark and Share

Caio Jr. deve fechar com o Grêmio até terça-feira

01 de dezembro de 2011 60

Caio Jr. continua sendo o nome favorito para comandar o Grêmio em 2012. É um técnico com o perfil certo para o momento, segundo a direção gremista, mas ainda não está 100% acertado com o clube.

Paulo Pelaipe tem reunião marcada com o treinador na semana que vem, mas faltam detalhes finaceiros do contrato de um ano. Mas o técnico já disse que gostaria de trabalhar no Olímpico.

O Grêmio continua conversando com o técnico, que está na Espanha, mas ainda não se chegou aos valores exatos do contrato. A previsão é de que Cario Jr. se reúna com os dirigentes do clube gaúcho no começo da semana que vem para definir a situação. Caio foi demitido do Botafogo no dia 17 de novembro.

Além disso, o Grêmio se mostra desconfortável com os empresários do treinador que andam liberando informações para a imprensa.

Bookmark and Share

SeleInter 2011

10 de novembro de 2011 88

É seleção: Oscar, Kleber, Leandro Damião, Bolatti, Guiñazu e D’Alessandro

Com este elenco, como bem ilustra o anúncio da revista do Inter, edição deste mês, quem explica o sétimo lugar do time neste Brasileirão? Estariam no grupo as causas desta campanha mediana?

Bookmark and Share

Bola Dividida: o Inter e o caminho da Libertadores

02 de novembro de 2011 4

Bookmark and Share

Porto Alegre fica fora da Copa das Confederações

14 de outubro de 2011 361

Com muito desgosto, a Bola Dividida confirma: a Copa das Confederações não será realizada em Porto Alegre. Inúmeras negociações, quase todas no campo político, ainda estão tentando reverter a má notícia, mas a decisão já foi tomada pela Fifa.

No próximo dia 20 de outubro, em Zurique, serão divulgadas as cidades-sedes do torneio que reunirá oito seleções um ano antes do Mundial. Brasília, Salvador e Belo Horizonte são capitais praticamente certas.

O Rio depende do Maracanã. Porto Alegre brigava com Recife e Fortaleza, mas o impasse envolvendo o Beira-Rio sacramentou a decisão de tirar o evento de 2013 de Porto Alegre.

Bookmark and Share

Roth, a Libertadores e o Grêmio

14 de setembro de 2011 4

Bookmark and Share

VÍDEO: o Grêmio para o Gre-Nal

23 de agosto de 2011 1

Luiz Zini Pires e Luis Henrique Benfica comentam sobre como fica o Grêmio para o Gre-Nal, no próximo domingo, às 16h, no Olímpico.

Confira:

Bookmark and Share

VÍDEO: Fossati mostra mágoa com o Inter

08 de julho de 2011 10

Jorge Fossati, 58 anos, volta hoje ao Uruguai depois de três dias em Porto Alegre, onde negociou antiga pendência com o Inter. Na sala de um hotel da Capital, ele mostrou certa mágoa com dirigentes e não se vê campeão da Libertadores 2010.

Bookmark and Share

VÍDEO: Carlos Eduardo, ex-Grêmio: "Ainda volto para o Tricolor"

24 de junho de 2011 0

Em mais uma edição da coluna Bola Dividida em vídeo, Zini conversa com o atacante Carlos Eduardo, ex-Grêmio, que, entre outros assuntos, revela sua vontade de voltar para o Tricolor.

Confira!

Bookmark and Share

Marquinhos acerta com o Grêmio: só falta assinar

20 de maio de 2011 42

A negociação entre Grêmio e Marquinhos, com o Avaí e Santos do outro lado da linha, começou na semana passada. Grêmio dá o negócio como fechado. Só falta assinar os documentos. O negócio envolve a ida de Borges, sem ambiente no Olímpico, para a Vila Belmiro.

Marquinhos chegaria depois da Copa do Brasil. O jogador, que recebe R$ 100 mil por mês, com 50% bancado pelos paulistas, já conhece a proposta salarial dos gaúchos.

A nota completa você confere na coluna da Zero Hora impressa, neste sábado.

Bookmark and Share

VÍDEO: Zini entrevista Antônio Vicente Martins sobre o Gre-Nal decisivo do Gauchão

14 de maio de 2011 4

Em uma edição especial do Bola Dividida em vídeo, Luiz Zini Pires entrevista o vice-presidente de futebol do Grêmio, Antônio Vicente Martins, sobre a expectativa para a decisão do Gauchão 2011. “Um pouco de nervosismo sempre dá”, revela, entre outras coisas, o dirigente.

Confira:

Bookmark and Share

Duelo do Grêmio contra o Universidad Católica

26 de abril de 2011 0

Em mais um Bola Dividida, Zini recebe os repórteres André Silva, da Rádio Gaúcha, e Leandro Behs, de ZH, para falar sobre o jogo entre Grêmio e Universidad Católica, pelas oitavas de final de Libertadores 2011.


Confira o vídeo

Bookmark and Share

Jogadores do Inter teriam combinado reação às vaias

22 de abril de 2011 37

Os jogadores do Inter estão inconformados com a torcida. As vaias no primeiro tempo na partida com o Emelec fizeram muito mal. Nos dois gols, quarta-feira, os atletas não festejaram com os fãs no Beira-Rio. Comemoram entre eles no primeiro, quase não se abraçaram no segundo. Damião festejou solitariamente. Exibiram todo o seu desconforto. Tudo teria sido combinado no intervalo.


Eles acham que a torcida anda exigente demais. A sequência de títulos mudou o comportamento de uma parcela dos colorados, que não tem paciência, grita logo na primeira jogada errada. Vaia ainda no começo do jogo.

Nas cadeiras, uma parte se ergueu contra outra, que criticava. Pediu calma, que deixassem a vaia, se fosse o caso, para o final do jogo, decisivo, da Libertadores. Uns entenderam outros nem tanto.

Sempre calmo, o presidente Giovanni Luigi deixou a sua tranquilidade de lado e criticou o comportamento de parte da torcida no estádio. Deu voz aos jogadores, que não podem se indispor.

Mais tarde, nas entrevistas coletivas, os jogadores afirmaram que o apoio da torcida é uma troca. Hoje há um ruído entre as duas partes.

Bookmark and Share

Onze vezes Paulo Roberto Falcão

11 de abril de 2011 13

Jogador histórico do Inter, Falcão tem uma missão no clube em 2011. Levantar a Taça Libertadores.

1) Os jogadores precisam sabem quem é Falcão, especialmente os líderes. Torcedores acusaram alguns jogadores importantes pelos maus resultados que detonaram o trabalho de Tite, Jorge Fossati e Celso Roth. Na apresentação, nesta segunda-feira. Falcão enquadrou alguns. Pediu a presença de seis jogadores em sua apresentação, mas apenas cinco apareceram: Rafael Sobis, D’Alessandro, Bolívar, Kleber e Tinga. O volante Guiñazu foi o ausente. (“Eles simbolizam a ideia de coletivo, futebol só se faz com isto, assim como com os conselheiros e sócios-torcedores”, disse o novo ténico). Falcão  deixou os jogadores em pé enquanto fazia a sua apresentação. Ele e os dirigentes estavam sentados. Os jogadores, atrás, sérios, ouviam. Falcão mostrou quem é quem, cada um no seu lugar, cada um no seu quadrado.

2) Uma das primeiras atitudes do técnico é encontrar seu líder, o seu homem de confiança, o jogador que será seu espelho em campo. O capitão é Bolívar. Vazou a informação (informação) de que D’Alessandro seria o novo capitão. Falcão não confirmou. Ele ainda precisa saber quem é quem no vestiário, tem a informação, mas deve esperar um pouco.

3) Falcão é referência no Inter. É o futebol, bonito e competitivo, em seu estado bruto. Os torcedores não esperam o mínimo dele. Querem o máximo. A exigência dos vermelhos na primeira passagem como técnico, nos anos 1990, era uma. Hoje é outra, completamente diferente. Não há outro caminho fora o título da Libertadores. É o mínimo que a torcida espera.

4) O Brasil vê o Inter com outros olhos. Vê Falcão como espelho, a exigência é outra. Se Celso Roth se importava com um futebol só pegador, sem o brilho, Falcão exige as duas qualidades. O país aguarda um novo Inter, capaz de mostrar em campo os conceitos que Falcão desfilava como comentarista da TV Globo.

5) O Inter tem um dos melhores grupos do futebol brasileiro. A base é da temporada passada, com acréscimos qualificados. Falcão não poderá se queixar de falta de qualidade. Há uma série de bons jogadores, capazes de formar um time competitivo, de fazer a diferença nas decisões. A bola está com Falcão. Há 101% de confiança no seu trabalho.

6 ) O novo técnico tem problemas nas laterais. Nei não completa a jogada ofensiva. Kleber, que completa, não chega ao fundo. Sem as jogadas pelos lados, especialmente com os laterais, Leandro Damião perde 50% do seu poder. Damião precisa da bola aérea. A cabeça é a sua arma. Dois atacantes, às vezes três, é conceito de futebo.

7) Falcão sabe, como você e eu, que a dupla de zaga, Bolívar e Índio, especialmente Índio, não atravessa grande fase. Bolívar vem de cirurgia. Índio não parece o mesmo jogador de outras temporadas. Ele precisa mudar a zaga. O jovem Juan é opção. Roth queria fixar Rodrigo e Sorondo. Não teve tempo.

8 ) D’Alessandro é um problema, mas ao mesmo tempo é a solução. É um cara difícil, não é um líder, mas é um agitador no vestiário. O acusam de ter ajudado a derrubar Tite. Ele nega. O técnico não negará a informação. Os dois quase se pegaram num vestiário. Falcão precisa do jogador, ele é o diferente no time, ele. em forma. desequilibra. É um jogador de grandes decisões.  D’Ale não tem pinta de capitão. Mas às vezes os jogadores se revalm quando assumem a liderança em campo.

9) Falcão sabe, porque não um conceito de futebol igual do de Roth, que um time sem dois atacantes não funciona. E ele tem dois especialista, Sobis e Damião, que podem fazer todos os gols que o Inter precisa. Sobis é experiente, é conhecido. Damião é revelação, é jovem de Seleção.

10) Dizem os cariocas e os paulistas que o gaúcho é apaixonado por volante. Sim, mas pelos que tratam a bola com carinho, como Falcão. Ele sabe que é fácil resolver o meio de campo de um clube que tem Bolatti e Guiñazu como homens de marcação. Não precisa mais. Ex-volante, o técnico entende o significado da marcação no futebol. A marcação não significa abdicar do bom futebol.

11) Comparar agora Renato e Falcão é bobagem, “nonsense“. São ídolos, jogadores de estilos distintos. No banco de reservas, Falcão ainda precisa de um tempo para mostrar como voltou. Hoje ele é uma aposta. Mas poucos duvidam do seu sucesso. Eu sou dos que apostam em Paulo Roberto Falcão.

Bookmark and Share

Olympique, da França, quer o volante Adilson

19 de janeiro de 2011 30

O volante Adilson, 23 anos, pode ser a primeira venda do Grêmio 2011. O Olympique, de Marselha, deve fazer uma oferta nos próximos dias. Os dirigentes do clube francês marcaram uma reunião nesta terça-feira para definir a contratação. Os homens do futebol do Grêmio já sabem do interesse.

O número que ronda a negociação é de 6 milhões de euros. A janela europeia vai até o dia 31 deste mês.

Antes do assédio do Olympique, o Colônia, da Alemanha, também mostrou interesse pelo jogador criado na base do Grêmio.

O Grêmio tem 55% dos direitos federativos do jogador, os outros 45% pertencem ao volante e ao empresário Cristiano Mânica.

O negócio pode ser fechado até domingo.

Bookmark and Share

Ronaldinho carioca, paulista ou gaúcho?

01 de janeiro de 2011 9

Entre Grêmio e Milan, Assis Moreira bateu em outras portas nas últimas semanas/meses. Foi atraído por outros clubes. Esteve no Palmeiras. Quem fez a ponte foi o Felipão.Passeou pela Gávea. Quem estava disposto a ouvir foi a Traffic, ao lado de outros patrocinadores.

Em todas pediu algo como R$ 1 milhão a cada mês, livres, fora os ganhos com a publicidade.

O mundo do futebol profissional não faz amigos. Nem espera amizades, além de um aperto de mão mais forte, talvez um brinde com um vinho de qualidade, que tal um Zinfandel da Califórnia? O mundo do futebol gera negociantes.

Paga quem pode, que tem 8 milhões de euros. Recebe quem tem valor.

O gremista Felipão quer levar Ronaldinho, sonho gremista, para o Palmeiras. Nada pessoal, apenas negócio. Felipão cuida do seu lado, procura fazer seu time, sua nova família. O Grêmio é uma entidade distante.

A Traffic, que negocia parceria com o Grêmio, vê justamente em Ronaldinho, paixão do novo parceiro, sua grande tacada de 2011. Parceiros? Tudo bem. Negócio é negócio. A Traffic tem interesses em vários clubes. Não vive por um. Vive por alguns.

Assis Moreira, irmão, cabeça e voz do craque, é exímio negociador. Não se pauta pela paixão, muito pelo contrário. É escravo das cifras como qualquer outro empresário do ramo da bola. Não namora cores, se apaixona por contratos publicitários.

Seu irmão Ronaldinho é mercadoria no mundo do futebol, embora sem o mesmo valor de três temporadas atrás. Ninguém o quer pelo porte atlético. O deseja pela bola no pé. Aos 30 anos, pode fechar o último grande contrato da  sua carreira do atacante, que soma mais de uma década. O Mano sabe, e melhor que eu e você, somados.

Assis Moreira não está interessado somente nas três cores do Grêmio, nunca esteve.

Seu interesse é por um pote de ouro no fim do túnel das negociações, seja do Grêmio, do Flamengo, do Palmeiras ou de qualquer outro clube brasileiro ou europeu.

Assis Moreira não é do Grêmio ou do Flamengo, do Palmeiras ou do PSG.

Ele é Euros Futebol Clube.

Ele é agente de futebol. Quer valorizar a sua mercadoria enquanto pode. Não terá mais três anos, talvez nem dois.

Bookmark and Share

Um Beira-Rio que você nunca viu

30 de dezembro de 2010 1

Emídio Ferreira, vice-presidente de Patrimônio do Inter, e Ricardo Gothe, secretário da secretaria municipal de Porto Alegre da Copa do Mundo de 2014, passearam pelas sociais do Inter na tarde quente do penúltimo dia de 2010.

Ao fundo, se vê o avanço das obras. Em abril, talvez no final do mês, o torcedor já verá os primeiros sinais reais das novas arquibancadas exigidas pela Fifa.

O Inter prepara um novo Beira-Rio para o Mundial de 2014.

O Beira-Rio será o estádio da Copa.

A Arena Gremista, por enquanto um projeto, só terá chance se o Inter desistir de reforçar seu estádio.

Bookmark and Share

Vídeo: Clementino fala do carinho dos gremistas

04 de dezembro de 2010 3

Conversei com Diego Clementino numa café ao lado da Redação de ZH. Não o conhecia. Em 60 minutos de conversa, me pareceu uma pessoa simples, humilde e disposta a encontrar uma novo rumo para a sua carreira no Olímpico.

Domingo, você poderá saber um pouco mais sobre o talismã tricolor, sua vida no Irã, sua família, sua fama entre os gremistas, etc, neste mesmo blog.

Bookmark and Share

Acerto com a Traffic acontecerá após posse de Odone

26 de novembro de 2010 26


A associação entre Grêmio e Traffic, a maior agência de marketing esportivo da América Latina, está praticamente certa. Falta apenas acertar os detalhes do modelo da parceria, que envolve dinheiro e empréstimo de jogadores – o grupo administra a carreira de mais de 90 atletas brasileiros.

A Traffic apresentou quatro modelos de negócios. O Grêmio exibiu um quinto. Falta acertar o que agrada aos dois. O martelo será batido após a posse da nova gestão em dezembro.

Bookmark and Share

Nem Ronaldinho, nem Pato. É Cristiano Ronaldo

19 de outubro de 2010 4

O Real Madrid liquidou o decadente Milan com dois estranhos gols em dois rápidos minutos:

1) Cristiano Ronaldo acertou o chute de falta, a barreira abriu e a bola entrou.

2) O canhoto Ozil bateu fraco de pé direito, a bola desviou num zagueiro, enganou o goleiro e entrou.

O Milan foi dominado sem dó nem pena. Pato e Ronaldinho sumiram na marcação, Robinho ficou sentado no banco até os 26 minutos do segundo tempo. O Milan não conseguiu segurar o Real Madrid no Santiago Bernabeu. Não tem qualidade para tanto.

O jogo foi de Cristiano Ronaldo. Marcelo foi bem outra vez. É jogador de Seleção. Sabe marcar e servir. É lateral esquerdo, poder ser ala, um meia canhoto.

O Madrid de Mourinho começa a Liga dos Campeões com fôlego de favorito. É começo, mas a arrancada recomenda.

Bookmark and Share

Imortal tricolor renasce no Pacaembu

11 de setembro de 2010 104

O Grêmio fez um primeiro tempo da melhor qualidade, um dos seus melhores em 2010. Fez 1 a 0, com um gol espetacular de Douglas. Poderia ter ampliado.

0 2 a 0 não seria injusto.

No segundo, com 10 em campo, resistiu com a pegada dos que se negam a entregar o jogo, Victor defendeu um pênalti inexistente, e venceu o Corinthians, em São Paulo. Vitória justa.

O Grêmio subiu quatro posições no sábado. Nos últimos 15 pontos, venceu 11. Renasceu na competição. O Palmeiras é o próximo adversário, Quarta. Num Olímpico de 40 mil tricolores?

Há outro time em campo. O apático de Silas sumiu, nasceu o de Renato, e o novo é competitivo, determinado, organizado, lembra um time que procura ao sucesso. A garra voltou. O Corinthians sentiu. Falta encontrar a regularidade.

Renato usou um esquema inteligente, adotou dois volantes, liberou Douglas, deixou Borges e Jonas na frente, atacou e defendeu com qualidade, com rapidez.

Depois, com 10 homens, teve sorte ao seu lado, foi ajudado pela ineficiência ofensiva do Corinthians, e, claro, pelas defesas de Victor pela dedicação do time.

O Grêmio patrolou os paulistas, ajudados por um juiz caseiro e ineficiente, amparado no cartão amarelo, que não perdiam no Pacaembu desde 2009. O Grêmio teve o seu melhor sábado depois de muito tempo.

Bookmark and Share

Dia da pedra fundamental da Arena Gremista

08 de setembro de 2010 18

O dia de lançamento da pedra fundamental da Arena Gremista já está definido.
Será dia 20 de setembro, uma segunda-feira.

Uma das ideias para o grande dia é fazer uma carreata entre o Estádio Olímpico e o Bairro Humaitá, local da nova casa gremista, distante 12 quilômetros um do outro.

Outra é reunir um grupo de ex-jogadores, nomes que fizeram história no clube.
Eles trariam pedaços de grama do Olímpico e plantariam na área reservada ao campo de jogo da Nova Arena.

Dia 19 de setembro, o Grêmio enfrenta o Avaí, em Florianópolis.

Bookmark and Share

Renato X Douglas, a bronca no rachão

07 de setembro de 2010 12

Foi tudo brincadeira.

Douglas e Renato disputavam o rachão de terça-feira à tarde no Olímpico, animado como uma decisão de Copa do Brasil.

Estava tudo igual, empate no placar.

Ao tentar dominar a bola, Renato perdeu o controle, ofereceu o contra-ataque e o time de Jonas e Victor, que marcou e venceu a pelada.

Em campo, Douglas deu uma bronca em Renato. Tudo na boa, dentro do espírito que molda um rachão, de longe o treino preferido de todos os boleiros.

A resposta bem-humorada de Renato chegou depois do banho, na entrevista coletiva:

– O Douglas reclamou que eu dominei mal a bola. Respondi: “É verdade, estou voltando de lesão. Quando eu estiver bem, alguém pode sobrar do time. E cuida a tua 10″.

* Colaborou Diego Guichard

Bookmark and Share