Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Bola na Rede. Cléber Grabauska"

AVISO AO XAVANTES

03 de novembro de 2015 0

Infelizmente o Brasil de Pelotas não conseguiu chegar à decisão da Série C. Perdeu nos pênaltis para o Vila Nova-GO e parou nas semifinais. Mas não interessa. O mais importante – a vaga para a Série B – já havia sido conquistado. Agora a missão passa a ser planejar 2016.

Foto: Porthus Junior/Agência RBS

Como o próprio técnico Rogério Zimmermann  disse, a partir de agora Xavante passa a integrar uma nova turma. E os as responsabilidades são maiores. Talvez, o time de Pelotas tenha subido rápido demais.  Mas, já que chegou, tem que lutar para permanecer. E para que isso aconteça e, ao mesmo tempo,  o clube siga forte, considero que a direção precisa desde já trabalhar em três frentes.

A primeira seria reconstruir o estádio Bento Freitas sem que esse investimento inviabilize o clube e tire recursos do futebol. Segundo, iniciar imediatamente o trabalho de reformulação do grupo de jogadores. Afinal, além de mais qualidade, o time precisa de jogadores mais jovens. De cabeça, posso citar pelo menos seis jogadores que já podem ser considerados veteranos: Nena, Gustavo Papa, Fernando Cardozo, Leandro Leite, Márcio Hahn e Teco . Nomes que foram importantes na atual temporada, mas que precisam ser reavaliados. E por, fim, a terceira  missão seja a  mais importante no futebol : garantir a permanência de Rogério Zimmermann no cargo de técnico.  Ele foi o grande comandante da campanha Xavante e merece uma valorização. E esse, com certeza, também é o pensamento dos dirigentes. Resta saber se  é o desejo do treinador.

O GRÊMIO NÃO PODE PERDER TEMPO, NEM DINHEIRO

09 de outubro de 2015 1

O plano do Grêmio para 2016 é manter a atual base e buscar reforços pontuais. Mas esse planejamento já enfrenta alguns problemas, pois durante a semana se soube que Erazo já tem pré-contrato com  o Estoril, de Portugal, e nesta sexta-feira surgiu a informação que o Santos não pretende  liberar Galhardo. Menos mal que os dois jogadores em questão não são fundamentais. O lateral cresceu com a chegada do Roger Machado, mas não é um titular imprescindível. E o mesmo vale para Erazo que veio como complemento de grupo e acabou herdando a vaga de Rhodolfo.

Foto: Lauro Alves/Agência RS

Considero que o Grêmio não pode perder tempo, nem dinheiro com esse tipo de problema. Caso os dois possam continuar, excelente. Porém, se for obrigado a abrir mão de um deles, ou dos dois, não tem problema.  A direção gremista tem tempo suficiente para vasculhar o mercado e encontrar boas soluções. Ou, quem sabe, trazer alguém ainda mais qualificado. O que o Grêmio não pode abrir mão é daqueles jogadores que são indiscutíveis e entre eles coloco Pedro Geromel e Maicon. Esses, de fato, titulares que fazem a diferença e merecem todo esforço dos dirigentes do tricolor.

 

 

INTER PRECISA TRANSFORMAR 45 EM 90 MINUTOS

02 de outubro de 2015 0

O Inter saiu do gramado do Alianz Parque, quarta-feira, eliminado da Copa do Brasil, mas não completamente derrotado. O futebol e o poder reação demonstrados no segundo tempo diante do Palmeiras deixam a impressão de que ainda é possível sonhar com alguma coisa nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Sonhar não custa nada. O problema é realizar. E a primeira missão já é neste sábado diante do Sport, de Paulo Roberto Falcão, no Beira-Rio.A esperança da torcida é de que o Inter consiga transformar aquele segundo tempo  de quarta-feira numa partida intensa e de qualidade o tempo todo contra os pernambucanos.  Ou seja, que consiga transformar 45 em 90

Foto: Paula Menezes/Agência RBS

D`Alessandro segue fora. Vitinho volta e Ânderson, depois de marcar o primeiro gol com a camiseta colorada, parece que reacendeu, pelo menos em Argel Fucks, a esperança de que ele ainda é capaz acrescentar um pouco de qualidade ao time colorado. A tendência é de que ele siga na equipe, até porque Welington Martins está suspenso. E principalmente pelo fato de que não se pode utilizar três volantes num jogo onde a obrigação é vencer. Não me incluo entre os que  consideram que finalmente Anderson desencantou. O gol contra o Palmeiras ainda é muito pouco diante do pouco futebol que demonstrou em 35 partidas na temporada.

 

 

INTER SE CLASSIFICA SEM FAZER FORÇA

27 de agosto de 2015 0

A pretensão do Ituano de encarar o Inter e tentar reverter a derrota de 2 a 0 no Beira-Rio durou apenas cinco minutos. O gol de Valdívia, marcado bem cedo, serviu para selar a classificação colorada para as quartas de final da Copa do Brasil  e acabar com qualquer sonho do time paulista, que se viu obrigado a fazer um inatingível 4 a 1. Mesmo que o Ituano tenha abusado das faltas e  feito muita catimba, o time de Argel Fucks não precisou fazer força para assegurar a vitória de 2 a 1 e carimbar o passaporte para a próxima fase.

Foto: Divulgação/Internacional

No primeiro tempo, bastou  acalmar os nervos e D`Alessandro parar de se engalfinhar com Clayson para o Inter dominar o jogo e esfriar a reação dos donos da casa. Na etapa final, com Alex no lugar de D´Ale, visivelmente o colorado tirou o pé e administrou o resultado. Porém, num vacilo, pois Argel alertou sobre o perigo do jogo aéreo, o Ituano empatou numa cobrança de escanteio. Mas o gol foi infrutífero, pois sete minutos depois, Sasha, recebendo passe de Dourado, fez o 2 a 1 e depois disso o jogo, apesar da força dos paulistas, perdeu interesse.

O Inter, em Itu, não repetiu a boa atuação do jogo de ida, nem a do confronto de domingo diante do Atlético PR. Mas cumpriu a missão. Jogou sério, não fugiu do pau e mereceu vencer. Nílton e Vitinho, mais uma vez, foram destaques. E Eduardo Sasha, que começa a recuperar a melhor forma, também mereceu elogios. Porém, os laterais William e Geferson, com dificuldade na marcação, ficaram abaixo do esperado.

 

 

 

 

 

 

GRÊMIO: UMA VITÓRIA PROMISSORA

03 de junho de 2015 0

O Grêmio entrou ligado na tomada e quando o Corinthians viu já estava tomando 2 a 0. O primeiro tempo tricolor foi de velocidade, intensidade e muita qualidade. Quando o time de Tite cresceu e descontou, veio a resposta certeira com Luan marcando o terceiro gol e praticamente liquidando o jogo. Na segunda etapa, o Corinthians melhorou, foi pra cima, mas o time gremista conseguiu equilibrar e na reta final, o time gaúcho esteve mais próximo de marcar o quarto do que sofrer o segundo gol. A vitória de 3 a 1 foi um resultado extraordinário para o time do Grêmio e para o recém iniciado trabalho de Roger Machado. O time está mudando de cara e isso anima a torcida que não compareceu em grande número na Arena, mas saiu animada.

Foto: Felix Zucco/Agência RBS

Luan fez um grande primeiro tempo, marcou um gol, mas na etapa final foi dispersivo e caiu de rendimento. O goleiro Tiago, aposta de Roger, foi bem e no final fez uma defesa extraordinária. Na zaga, somente Galhardo destoou.Mas o grande nome do time foi Walace com uma atuação firme e segura. Pena que ele recebeu o terceiro amarelo e cumprirá suspensão sábado contra o São Paulo.

QUANDO RUSCHEL É MELHOR QUE ANDERSON

03 de junho de 2015 0

Diego Aguirre surpreendeu novamente. No treino que encaminhou o  Inter para o confronto diante do Palmeiras, quando todos esperavam um time mais completo em relação ao que, somente com quatro titulares, pegou o São Paulo, o treinador resolveu reativar a fórmula do revezamento e vai com uma formação bastante modificada.  Sem Geferson, que está na Seleção, o garoto Artur é uma novidade. Juan, Nilmar e Valdívia voltam. Ernando treinou como lateral direito.  William e Dourado trabalharam no time reserva.  Porém, a maior surpresa de todas é Alan Ruschel no time titular e Anderson, no reserva.  Justamente no momento em que o ex-jogador do Manchester United começava a dar sinais de recuperação, ele perde o lugar para Alan Ruschel.

Foto: Wendell Ferreira/Agência RBS

Tá certo que esse método de trabalho utilizado por Diego Aguirre proporciona espaço para todos do elenco. E , apesar de ser muito criticado inicialmente, ele funcionou e deu muito certo até aqui. Portanto, não deveria ser uma surpresa tão grande assim. Mas chama atenção quando um jogador que está pedindo passagem e sequência é preterido por outro que está há quase um ano e meio e ainda não mostrou serviço e, pior, quando foi escalado, raramente confirmou.  Pois é,  somente o revezamento explica que Alan Ruschel é uma opção melhor que Anderson.

 

 

NILMAR E MAIS DEZ

27 de maio de 2015 0

Apesar da dúvida declarada por Diego Aguirre na coletiva da terça-feira, não tenho dúvida de que Nilmar começa o jogo de hoje contra o Independiente Santa Fé.  Ele é o principal atacante do Inter, mostrou, sábado, diante do Vasco, que está recuperado e é a maior esperança de gols da torcida  num jogo decisivo que ganhou com a instabilidade, instalada em Porto Alegre desde ontem, uma dificuldade a mais para o colorado que larga em desvantagem após ter perdido em Bogotá.

Foto: Fernando Gomes/Agência RBS

Mas Nilmar sozinho não vai resolver o jogo. Pode até ser decisivo, mas precisará  muito da ajuda de D`Alessandro e da aproximação de Valdívia e de Eduardo Sasha. Quanto à possibilidade de começar o jogo com Lisandro López e Nilmar juntos, não considero a melhor saída, pois não existe entrosamento entre essa dupla que jogou apenas quinze minutos no primeiro jogo das quartas de final. Além disso, se a coisa complicar, Lisandro pode entrar para dar uma nova opção ofensiva durante o segundo tempo.

Hoje é o jogo da torcida e do coração.  É um jogo onde é proibido errar. O nervosismo vai atrapalhar, pois o Inter ao mesmo tempo em que precisará tomar cuidados defensivos, terá, desde o início a obrigação de atacar. É um jogo onde o time deverá ter muito empenho e muita paciência diante de um adversário que, mesmo sem ser apontado como favorito, mostrou que tem qualidade.

 

 

DUPLA GRE-NAL EM SEMANA DE DECISÕES

25 de maio de 2015 0

A semana que começa parece com a que terminou. O Inter respirando Libertadores e com ideia fixa no Independiente Santa Fé e o Grêmio correndo atrás de definições em relação ao Vice de Futebol e ao treinador.  A diferença é que agora não dá pra errar e hora de definição para os dois times.  E não dá pra errar.

Foto: Arte Rádio Gaúcha

Considero que o Grêmio, mesmo que o presidente Romildo Bolzan diga que não tem pressa, está demorando muito para escolher o substituto de Felipão e a tendência é que James Freitas siga como interino pelo menos até domingo contra o Goiás. Primeiro, a prioridade era definir o técnico e Cristóvão Borges parecia muito fácil. O acerto não aconteceu e a semana terminou com muito barulho por causa da sondagem em cima de Doriva.  Agora, parece que a direção faz um recuo estratégico e quer definir inicialmente quem comandará o futebol e depois partir para o nome do treinador. Mesmo que já tenha passado uma semana desde a saída de Felipão, essa ordem me parece a mais lógica. E a torcida que está ansiosa entenderá desde que a escolha do técnico fique próxima da expectativa geral.

Do lado colorado, o cardápio reserva novo confronto contra a Libertadores. Um confronto mais decisivo que o de Bogotá, principalmente pela derrota no finalzinho.  Nilmar é reforço. Ernando deve passar para a zaga e Géferson, apesar do contra-tempo em São Januário, deve começar na lateral. São definições de Diego Aguirre que a exemplo de toda temporada vai para mais uma prova de competência. Uma rotina em que está se habituando a superar, pois, apesar das dúvidas, ele conseguiu chegar vivo até às quartas de final da Libertadores, conquistou o Gauchão e no Brasileiro, mesmo jogando com os reservas, faz uma campanha normal.

 

 

 

O CRUZEIRO É MAIS PERIGOSO

08 de abril de 2015 0

Mesmo que tenha se classificado em oitavo lugar no Gauchão, o Cruzeiro é um adversário mais perigoso do que o Novo Hamburgo. Digo isso baseado no rendimento do time que vi jogar contra o Inter em Gravataí e contra o Grêmio na Arena. Apesar das grandes restrições financeiras, o Cruzeiro montou uma equipe competente e  bem treinada por Luiz Antônio Zaluar, um carioca que faz o segundo Gauchão consecutivo pelo Cruzeiro.

Contra o Inter, conseguiu um empate, num confronto onde jogou de igual para igual. E diante do Grêmio, fez um bom primeiro tempo, mas perdeu o fôlego na etapa final e acabou sendo derrotado.

Os destaques do time são o goleiro Bruno Grassi, pegador de pênaltis, o volante Reinaldo, o meia Wágner, uma das boas revelações do campeonato, e o baixinho e veloz  Matheus, puxador de contra-ataques.

Foto: Lauro Alves/Agência RBS

O Novo Hamburgo se recuperou na reta final. Garantiu a vaga com três vitórias seguidas, sendo a última, diante do Caxias,  com um gol de Magrão no último minuto.  O Nóia foi o time mais badalado do  campeonato, mas não chegou a explodir. A classificação, pelo investimento feito, era obrigação e por pouco não aconteceu.

Contra o Grêmio irá desfalcado. Aliás, não terá o ataque completo, pois Leandrão e Márcio estão suspensos. E as peças de reposição. como em qualquer time do interior, não estão à altura.

 

 

 

ERROS E ACERTOS DE AGUIRRE

07 de abril de 2015 0

Não será nesta quarta-feira que o torcedor do Inter verá em campo o time que deverá enfrentar a Universidad de Chile, dia 16, pela Libertadores. Primeiro porque William, que não está inscrito, está confirmado na lateral-direita para pegar o Cruzeiro. Ernando, que seria a opção, começa na zaga. Sem Aránguiz, Jorge Henrique será mantido como segundo volante. E a linha de armação não terá Ânderson, nem Alex. Valdívia é o escolhido.

Foto: Divulgação/AssessoriaP2

A escalação de William, por melhor que o garoto esteja jogando, não parece ser a escolha certa. Afinal,  mesmo que o jogo desta quarta seja uma decisão no Gauchão, o jogo da semana que vem, no Chile, é mais importante. E pelo que se viu de Ernando como lateral, até agora, é insuficiente.

Na linha de volantes, Diego Aguirre espera pela recuperação de Aránguiz. Enquanto isso, mantém a característica da função escalando Jorge Henrique. E o seu parceiro não será Nílton, nem Nico Freitas. O garoto Rodrigo Dourado ganha espaço e está cavando um lugar no time titular. E esse é o grande acerto do treinador nessa escalação.

Mas em compensação, na linha de armação, Valdívia não parece ser a melhor escolha. Tá certo que ele foi bem contra o Passo Fundo, mas dificilmente começará o jogo em Santiago.  Alex, que também tinha chance de aparecer por ali,  parece que não será escalado junto com D´Alessandro. E Ânderson perdeu espaço após a expulsão da semana passada no jogo contra o Ypiranga.

Para completar, Géfferson é a aposta para o lugar deixado por Fabrício.  Trata-se de uma solução emergencial, pois Alan Ruschel não mostrou muita coisa nas várias chances que recebeu. E Alex já não ter pernas para fazer a função. Talvez num 3-5-2 com mais proteção, até pudesse funcionar, mas no esquema atual seria arriscado, pois a marcação não é a especialidade dele.