Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Felipão"

TROCA DE PERFIL

19 de maio de 2015 1

Sai Felipão , chega Cristóvão Borges e o Grêmio dá mais um passo no processo de reformulação. A mudança de perfil no grupo de jogadores foi anunciada como a solução para amenizar os problemas financeiros do clube no início da temporada. Saíram nomes rodados como Zé Roberto, Pará e Dudu e começaram a surgir Araújo, Júnior, Lincoln e Pedro Rocha. Mas a renovação parou no meio do campo, mais precisamente após o jogo contra o Veranopólis quando Felipão abandonou o banco, deixando evidente a insatisfação com o que tinha à disposição. Vieram três reforços e parecia que as coisas iriam melhorar, mas apenas Maicon deu a resposta esperada. Braian e Cristian Rodríguez decepcionaram. O Grêmio perdeu o Gauchão jogando mal nas finais e começou o Brasileiro sem conseguir superar Ponte e Coritiba.

Felipão deixa o Grêmio sem dar a resposta esperada. Quando foi anunciado no ano passado, ele era a esperança, quase uma certeza, da retomada dos tempos vitoriosos. Mas esse Felipão que sai não foi nada parecido com aquele que nos anos noventa marcou o nome na história do clube. Sai desgastado, com fama de intratável e o pior, sai sem que a torcida se mostre revoltada. Muito pelo contrário, parece que essa mudança era algo que todos, não só torcedores, mas a direção, esperava que acontecesse para iniciar uma mudança.

FOTO: Fernando Cazaes/Photocamera/Divulgação

Agora é esperar por Cristóvão Borges que teve um bom trabalho no Bahia e no Fluminense e que chega com um perfil diferente, pois sempre foi um homem de conversa. E dessa conversa o Departamento de Futebol do Grêmio precisará buscar novas ideias para alterar a cara e a filosofia de um trabalho que já não rendia.

 

 

COM A ESTRELA DE FELIPÃO

01 de abril de 2015 0

Quatro vezes campeão do torneio, o Grêmio estreia na Copa do Brasil enfrentando o Campinense apostando no crescimento do time que não perde há nove jogos e vem de seis vitórias seguidas e principalmente na estrela de um treinador que é especialista nessa competição. Afinal, Felipão também tem quatro conquistas: Criciúma (89), Grêmio (94)  e Palmeiras, duas vezes (98 e 2012).

Foto: Leonardo Acosta/Rádio Gaúcha

O Grêmio tem capacidade até de liquidar o confronto no jogo de ida, mas a previsão é de um jogo duro, com um nível de dificuldade maior do que o enfrentando no Gauchão. O adversário não mete medo, mas o piso duro e as dimensões do gramado do Estádio Amigão são dois elementos que podem atrapalhar bastante. Mas que não serão nada de inédito na trajetória do Grêmio e de Felipão. Basta saber encarar, como o Grêmio soube encarar quando foi um time que quando faltava bola, ganhava na força de vontade.

 

 

NA FOGUEIRA

13 de março de 2015 0

A escala/sorteio de Francisco Silva Neto para o jogo em Pelotas é um risco desnecessário. Após ter sido chamado de colorado por Felipão, em Erechim, o árbitro vê prolongada a discussão em  torno do seu nome pelo menos até segunda-feira. Não interessa que o Inter vá com os reservas, Francisco Silva Neto não poderá falhar, pois está na fogueira e para o Brasil esse jogo vale muito, pois a liderança, de acordo com o jogo de sábado, estará em jogo.

Foto: Mateus Bruxel/Agência RBS

Talvez fosse a hora de preservar o árbitro depois da confusão de quarta-feira em Erechim, mas os homens da arbitragem entendem que o jogo de domingo é a grande chance de Francisco Silva Neto mostrar que está acima da nossa rivalidade.

QUAL O GRÊMIO IDEAL ?

10 de março de 2015 1

Com as contratações de Maicon, Cristian Rodríguez e Braian Rodríguez e os retornos de Ramiro, Geromel e Giuliano, o Felipão ganha muitas opções para montar o time do Grêmio. Isso sem falar de Yuri Mamute, que em dois jogos mostrou uma efetividade que ainda não havia apresentado nas passagens anteriores pela equipe principal.

Foto: Diego Vara/Agência RBS

Num exercício de futurologia, dá para projetar a escalação ideal do Grêmio para o primeiro semestre: Marcelo Grohe, Matías Rodríguez(enquanto outro lateral não é contratado), Rhodolfo, Geromel e Marcelo Oliveira; Walace, Ramiro, Giuliano e Cristian Rodríguez, Yuri Mamute e Braian Rodríguez.  Lógico que isso provoca muita discussão, pois nomes como Júnior, Felipe Bastos, Douglas, Maicon e Luan sobrariam. E aí é a vez de Felipão mostrar qual a melhor saída para ter um time de qualidade e competitivo.

O interessante desse novo momento é que os garotos, apostas no início da temporada, perdem espaço. Júnior, que parece não ter a aprovação do técnico, e Yuri Mamute, esse bem mais rodado, seriam as opções.  O Grêmio ganha um time mais encorpado e casca-grossa, muito próximo do estilo que Scolari gosta de implantar por onde passa. E outro detalhe é Douglas trazido como homem de confiança corre o risco de sair e pode deixar de ser intocável.

 

A LUZ ALTA DE FELIPÃO

24 de fevereiro de 2015 0

Tá certo que o Grêmio vive uma grave crise financeira que obriga a direção a fazer muitos sacrifícios em nome do futuro do clube. Essa pobreza está afetando diretamente a formação do time e os reflexos já estão sendo notados com a fraca campanha no Gauchão. Com o empate de ontem com o Juventude, o tricolor passou para a modesta  oitava colocação com dez pontos e completou três jogos sem vencer dentro de casa.

Foto: Ricardo Duarte/Zero Hora

Mas, apesar de toda crise, o Grêmio pela sua grandeza precisava, naturalmente, ocupar uma posição melhor. Até agora, o time venceu apenas os três times que estão na zona de rebaixamento: União Frederiquense, Avenida e Passo Fundo. O que é muito pouco diante da estrutura do clube onde  o salário de apenas um jogador  tem praticamente o mesmo valor de uma folha de pagamento da maioria dos times do interior.

Esse rendimento abaixo do esperado passa por muitas decisões de Felipão. No jogo de ontem, por exemplo, não deu pra entender a escalação do lateral Marcelo Hermes no meio-campo. Sabendo-se que o Juventude jogaria fechado, superlotando a faixa central, o melhor não seria ter uma alternativa mais ofensiva ? Outra pergunta é: o que aconteceu com Walace para perder a condição de titular ? A grande revelação gremista do ano passado, atualmente, é reserva de Araújo, que, por sua vez, é reserva de Marcelo Oliveira.  Porque Lincoln foi arquivado ?  E Éverton, porque não recebe uma sequência de jogos ?

E projetando o Gre-Nal de domingo, Felipão disse que também vai com time misto. Segundo o treinador, basta colocar mais dois garotos da base que o Grêmio teria um mistão. Percebe-se que isso foi uma ironia diante das carências gremistas e que foi uma luz alta para a direção que não contrata, mas ao mesmo tempo foi uma crítica a qualidade do time que tem justamente em Felipão o seu responsável.

 

S.O.S. FELIPÃO

16 de fevereiro de 2015 0

Não concordo com o Cacalo que, no Sala de Redação, disse que o gesto de Felipão no jogo de sábado (abandonou o banco antes do término do apito final) seria um pedido de socorro. Segundo o ex-presidente gremista, o treinador está abandonado e não sabe a quem recorrer para resolver os problemas do time. Não, não concordo. Felipão deu um sinal de insatisfação com o andamento das coisas e começa a preparar a saída.  Ou seja, ou o Grêmio muda ou o Felipão se muda. Possivelmente, o destino do treinador será o Japão. Mas isso pode ser mudado. Pode ser consertado. Tudo depende da força de mobilização de Fábio Koff, uma marca dentro do clube que anda ausente e de quem se espera muito.

Foto: Ricardo Duarte/Zero Hora

Enquanto a Sétima Cavalaria não chega para salvar Felipão, o Grêmio está na décima posição com apenas seis pontos. E precisa se mexer para não sofrer uma terceira derrota seguida. Afinal, o jogo de quarta-feira em Passo Fundo é difícil, nem tanto pela qualidade do time da casa, mas principalmente pela fragilidade do time gremista e pelas incertezas que o treinador apresenta em relação à melhor formação.

O SOBE E DESCE

28 de janeiro de 2015 0

Felipão desiste temporariamente de Erik. O meia de 19 anos que foi puxado da base na reta final do Brasileiro do ano passado perde espaço e fica fora do grupo que disputará o Gauchão.  Ele apareceu no segundo tempo do jogo contra o Bahia na penúltima rodada e não entusiasmou. Inicialmente chamou atenção pela qualidade na cobrança de faltas, mas o repertório do garoto promovido para ser uma opção para a saída de Dudu parece não ser  bastante suficiente para continuar sendo uma aposta. Chegou a ser testado no amistoso contra o Novo Hamburgo, mas perdeu espaço para Éverton e Lincoln, apostado como a nova jóia tricolor e para Everaldo e Paulinho, que voltaram de empréstimos.

Foto: Eduardo Deconto

O problema agora é saber como Erik vai reagir. O que será que passa na cabeça de um garoto que acreditava ter ultrapassado uma etapa fundamental para vencer na carreira de profissional  ?   O “Robinho gremista” deverá ser emprestado para adquirir mais experiência e tentar mostrar que merece uma nova chance no Grêmio.

O GRÊMIO NO MOMENTO

08 de dezembro de 2014 0

Após as coletivas de domingo e as primeiras informações de hoje,  o Grêmio começa a se mexer para montar o time de 2015. A ordem é fazer um grupo enxuto e reduzir a folha salarial em 30%. Dentro dessa realidade, as contratações precisam ser cirúrgicas. E Douglas, a primeira a ser cogitada, não é uma unanimidade. É um jogador de qualidade e o armador que o time precisa, mas que há muito tempo não tem um desempenho de excelência.  Quando esteve no Grêmio, já foi assim. Teve altos e baixos no Corinthians e no Vasco não conseguiu ser protagonista. Vem como indicação do treinador e cabe a Felipão tirar o máximo do novo camisa dez. Se irá conseguir, só o tempo dirá.

Arte Rádio Gaúcha

As outras notícias apontam para a saída de Barcos para o futebol mexicano. O interesse em contar com Marcelo Moreno e o descarte completo de Kléber Gladiador. Pará e Matheus Biteco podem servir para quitar a dívida do Grêmio com o Flamengo ainda referente a Rodrigo Mendes. Dudu e Alán Ruiz já foram. Zé Roberto pode ser liberado por conta do alto salário. E Walace, assim como Barcos, pode ser negociado para fazer caixa. Diante desse quadro, o Grêmio, de momento, para começar 2015, teria: Marcelo Grohe, Matias Rodríguez, Geromel, Rhodolfo e Marcelo Hermes, Fellipe Bastos e Ramiro, Luan, Douglas e Giuliano, e Marcelo Moreno.

 

FICAR OU NEGOCIAR ?

05 de dezembro de 2014 0

O Grêmio ainda não sabe o que vai fazer com Kléber Gladiador que está voltando de empréstimo do Vasco da Gama. A verdade é que o clube precisa urgentemente se livrar de uma despesa desnecessária, pois além de custar muito, o atacante não deu a resposta esperada. E para fechar o pacote, ele e Felipão parece que não vivem harmoniosamente desde os tempos do Palmeiras.

Foto: Banco de Dados ZH

Pois, além de Kléber, o Grêmio precisa decidir qual será o destino de Marcelo Moreno.  A expectativa é de que ele permanecesse no Cruzeiro, onde foi um dos destaques na conquista do Campeonato Brasileiro. Mas, de Belo Horizonte vem a notícia de que o time mineiro sonha com Fred, do Fluminense,  e está reformulando o ataque.  Além de Moreno, Borges e Dagoberto também podem sair. E o que parecia encaminhado, agora já não está.

Com Marcelo Moreno à disposição, muitos torcedores gostariam de vê-lo novamente em ação com a camiseta gremista. Considero que ele é mais útil que Kléber Gladiador, mas do mesmo nível de Barcos, o atual titular.  E, além disso, tanto Barcos, como Marcelo Moreno não podem ser considerados jogadores fora de série. São bons atacantes  que tiveram bons momentos no Brasileirão, porém, sem serem unanimidades. Vale lembrar que antes de ser negociado com o Flamengo e o Cruzeiro, Moreno foi arquivado no Grêmio , que apostou em Kléber e acabou se decidindo por Barcos. O argentino depois de um período de muita cobrança, cresceu com Felipão e parece ser o homem de confiança do treinador gremista.

A HORA DE FELIPÃO

18 de novembro de 2014 0

No primeiro turno, Grêmio e Cruzeiro viviam situações bem diferentes em relação a atual.  Felipão recém chegava ao tricolor e fazia no Mineirão o terceiro jogo. Já o Cruzeiro liderava o Campeonato Brasileiro com ampla vantagem e mostrava um desempenho bem superior aos demais candidatos. Mas, mesmo assim, o Grêmio jogou bem no Mineirão. Não fosse Dudu perder duas grandes oportunidades, poderia até ter vencido o jogo. E numa das melhores atuações do começo de trabalho de Felipão, o Grêmio acabou sendo castigado com um gol no finalzinho e perdeu por 1 a 0.De lá pra cá, muita coisa mudou. O  Cruzeiro, mesmo com o título encaminhado, já não é mais a sensação do futebol brasileiro. Já o Grêmio parece que engrenou. Venceu o Gre-Nal e não tomou conhecimento do Criciúma sábado no Heriberto Hülse. A disputa está mais equilibrada e pela evolução que vem apresentando, o Grêmio tem condições até mesmo de vencer o líder do campeonato.

Foto: Lauro Alves/Agência RBS

O duelo de quinta, além da importância na tabela, tem um gostinho especial para Marcelo Oliveira e Luís Felipe Scolari, os dois técnicos com os melhores desempenhos na competição. Marcelo em 34 jogos alcançou 70 pontos com 21 vitórias , 7 empates e 6 derrotas. Aproveitamento de 69%. Felipão, em 21 jogos, tem 65% com 12 vitórias, 5 empates e 5 derrotas. E o treinador gremista é sem dúvida o grande destaque desce time que começa a crescer na hora certa e a tornar a vaga para a Libertadores como uma realidade bem próxima.  E uma vitória sobre o Cruzeiro, nesse momento de decisão, seria um golpe de mestre para confirmar essa evolução.