Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cala a boca, presidente!

31 de julho de 2009 2

O presidente Lula adora falar de futebol, isso não é segredo para ninguém. E é até folclórica a mania dele de dar pitacos no assunto. Como cidadão, afinal, ele tem todo o direito de fazer isso. O problema é quando ele diz o que disse nesta sexta-feira, durante uma entrevista. Preocupado com o desmanche do elenco campeão do Corinthians, time pelo qual é torcedor fanático, Lula sugeriu a criação de uma lei para impedir que os jogadores sejam negociados no meio do Brasileirão, na famosa janela de transferências. Nas palavras do presidente:

_ Alguma coisa nós vamos fazer: ou uma lei proibindo a venda de jogadores no meio do campeonato ou então mudar o calendário do futebol brasileiro para que o mercado seja compatível com a abertura de janela do mercado externo.

A ideia de adaptar o calendário brasileiro ao europeu (como na Argentina, por exemplo) até que não é ruim e já foi cogitada outras vezes por outras pessoas. Mas o presidente da República insinuar que poderia usar a hierarquia do cargo que ocupa para interferir nas leis do futebol (o que seria até passível de punição pela Fifa), beira o absurdo.

Mesmo agindo como torcedor apaixonado, a atitude de Lula me dá o direito de pensar que ele poderia não respeitar as regras do jogo em outras áreas, como na economia. Pois, gostem ou não, as regras são essas, e um canetaço não pode mudar o livre mercado _ quem quer, e pode, comprar, compra. E quem quer, e precisa, vender, vende. Se os clubes brasileiros precisam ser exportadores para sobreviver, o problema é bem maior, e nem vou me estender nele aqui. Como torcedor, é claro que gostaria que os craques ficassem aqui mais tempo. Mas nem por isso vou pedir interferência do governo no futebol. Na verdade, isso parece coisa de dois amigos do Lula, o Evo Morales e o Hugo Chávez, que adoram fazer de seus respectivos países o quintal de casa. Nosso presidente deveria resistir às tentações de imitar os colegas e de meter o bedelho em tudo.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Comentários (2)

  • Adriano diz: 1 de agosto de 2009

    Esse aí é o nosso presidente. uma vergonha mesmo. É nas verdades inocentes que ele mostra o quanto gostaria de ser como os “muy amigos” Chávez e Morales.

  • Maria Fernanda diz: 1 de agosto de 2009

    Que comentário lamentável. Se você é incapaz de respeitar a pessoa Lula, um vencedor na vida, ao menos respeite o cargo que ele ocupa. Podia ter ficado ser ver um comentário infeliz e que revela o quanto o jornalista é parcial. Continue falando de futebol que você ganha mais. Passar bem

    Do blogueiro: Olha Maria, eu até respeito sim. Quem às vezes não se dá ao respeito é ele mesmo. E esse é um caso típico.

Envie seu Comentário