Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2009

Figueira tropeça em si mesmo

31 de julho de 2009 10

Técnico Roberto Fernandes lamenta o tropeço alvinegro na Paraíba, que não permitiu ao clube assumir a vice-liderança/Roberto Scola

Quando eu digo aqui no blog que o principal adversário do Figueirense na briga para voltar à elite é a própria instabilidade da equipe, tem gente que me xinga. Mas tá lá: o mesmo time que é capaz de vencer a Ponte Preta em Campinas e de fazer atuações convincentes nos últimos jogos em casa, vai até o Nordeste fazer caridade (só pode) e ser goleado pelo Campinense, o pior time do campeonato.

Ao Figueira, que até tem um bom time (e sobretudo um promissor atacante, Rafael Coelho), falta um elenco mais consistente, até porque não dizer mais rodado. Derrotas como a de Campina Grande evidenciam isso. O Figueria tem tudo para voltar à Série A, mas precisa parar de tropeçar nos próprios pés.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Cala a boca, presidente!

31 de julho de 2009 2

O presidente Lula adora falar de futebol, isso não é segredo para ninguém. E é até folclórica a mania dele de dar pitacos no assunto. Como cidadão, afinal, ele tem todo o direito de fazer isso. O problema é quando ele diz o que disse nesta sexta-feira, durante uma entrevista. Preocupado com o desmanche do elenco campeão do Corinthians, time pelo qual é torcedor fanático, Lula sugeriu a criação de uma lei para impedir que os jogadores sejam negociados no meio do Brasileirão, na famosa janela de transferências. Nas palavras do presidente:

_ Alguma coisa nós vamos fazer: ou uma lei proibindo a venda de jogadores no meio do campeonato ou então mudar o calendário do futebol brasileiro para que o mercado seja compatível com a abertura de janela do mercado externo.

A ideia de adaptar o calendário brasileiro ao europeu (como na Argentina, por exemplo) até que não é ruim e já foi cogitada outras vezes por outras pessoas. Mas o presidente da República insinuar que poderia usar a hierarquia do cargo que ocupa para interferir nas leis do futebol (o que seria até passível de punição pela Fifa), beira o absurdo.

Mesmo agindo como torcedor apaixonado, a atitude de Lula me dá o direito de pensar que ele poderia não respeitar as regras do jogo em outras áreas, como na economia. Pois, gostem ou não, as regras são essas, e um canetaço não pode mudar o livre mercado _ quem quer, e pode, comprar, compra. E quem quer, e precisa, vender, vende. Se os clubes brasileiros precisam ser exportadores para sobreviver, o problema é bem maior, e nem vou me estender nele aqui. Como torcedor, é claro que gostaria que os craques ficassem aqui mais tempo. Mas nem por isso vou pedir interferência do governo no futebol. Na verdade, isso parece coisa de dois amigos do Lula, o Evo Morales e o Hugo Chávez, que adoram fazer de seus respectivos países o quintal de casa. Nosso presidente deveria resistir às tentações de imitar os colegas e de meter o bedelho em tudo.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

GP do Brasil de F-1 abre cota extra de ingressos

31 de julho de 2009 0

Com todos os ingressos já vendidos, o GP do Brasil de Fórmula 1 colocou nesta sexta-feira uma cota extra de tickets para a prova, marcada para o dia 18 de outubro, em Interlagos. Ou com a volta de Felipe Massa à Ferrari, ou com o alemão Michael Schumacher no comando do carro vermelho. De qualquer forma, imperdível.

Mas quem quer ir, precisa correr. E, mais do que isso, preparar os bolsos. Os bilhetes estão disponíveis somente no site oficial do evento www.gpbrasil.com.br e os preços variam de R$ 994 a R$ 2.200. As entradas disponíveis são para os setores B, M (ambos reta principal), D (S do Senna), E (curva do Sol), F e V (ambos reta oposta), com opções apenas para o dia da corrida ou os três dias do evento (incluindo treinos). O total de bilhetes não foi divulgado pela organização. O limite de compra por pessoa é de cinco bilhetes.

Este ano o GP do Brasil será a penúltima etapa da temporada da F-1, que acabará no novo circuito de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, dia 1º de novembro.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Avaí é o melhor time do Brasileirão hoje

30 de julho de 2009 18

Muriqui marcou de pênalti na goleada do Avaí sobre o Vitória, na Ressacada/Flávio Neves

Até onde vai o Avaí, já não me arrisco a dizer. Mas me apego apenas aos números para afirmar que o time catarinense é, no fim da 15ª rodada, o que joga o melhor futebol da competição. Cinco vitórias seguidas é um feito para poucos. E a goleada de 4 a 0 sobre o bom time do Vitória apenas coroou a ótima fase da turma de Silas.

Até onde vai o Avaí eu não sei. Mas que a torcida azurra está adorando, isso é certo que está.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Cielo: o torpedo é brasileiro

30 de julho de 2009 3

César Cielo tornou-se o primeiro homem na história a nadar os 100m livre abaixo dos 47 segundos/EFE

Há dias quero fazer um post para comentar o Mundial de Natação em Roma. Prometo fazer isso no fim de semana, dar minha opinião sobre os polêmicos trajes que só faltam nadar sozinhos. Agora, quero apenas fazer minha modesta homenagem a César Cielo, um monstro das piscinas.

Cesão é um exemplo de obstinação. Já tinha nos mostrado isso com o ouro em Pequim, repetiu a dose quase um ano depois, na piscina do Foro Itálico de Roma. Campeão mundial na prova mais nobre da natação, os 100 metros livre. E com recorde mundial. E o principal: o primeiro ser humano que já habitou este planeta a nadar a distância abaixo da marca dos 47 segundos. Ele queria cravar 46seg89, acordava todo dia olhando para a marca escrita em um papel no teto do quarto onde mora nos EUA. Fez 46seg91, e apesar da marca histórica, fez cara de quem queria mais. E ele ainda é favorito nos 50 metros livre, sábado.

O que Cielo faz nas piscinas serve de motivação para quem nada em qualquer piscina dos quatro cantos do país. E o melhor: a obstinação dele, abrindo mão de tudo para focar apenas no objetivo, que, façamos justiça, é 100% adquirida na convivência com o espírito competitivo dos treinamentos nos EUA, pode se espalhar pelos nossos atletas, muitas vezes talentosos mas derrotados pela própria falta de confiança.

Ave, César! Roma tem um novo imperador.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Schumacher é um gênio

29 de julho de 2009 4

Schumacher aceitou convite porque pressentiu chance de vencer corridas e aumentar a fama de mito das pistas/EFE

A notícia que abalou o circo da Fórmula 1 nesta quarta-feira é simplesmente um genial golpe de marketing. Michael Schumacher, o maior nome da categoria em todos os tempos, vai voltar a pilotar a Ferrari, quase três anos após a aposentadoria, para substituir Felipe Massa. A princípio, apenas no GP da Europa, em 23 de agosto, em Valência, mas como é pouco provável que o brasileiro _ que felizmente recupera-se bem do acidente grave sofrido sábado, na Hungria _ volte a pilotar em 2009, a estada do alemão pode durar um pouco mais.

Schumacher aceitou o convite também porque tem grande consideração por Massa e pela Ferrari. E também porque não consegue ficar longe da emoção das corridas (andou até tentando pilotar motos, mas quase não parou em pé). Mas, principalmente, porque é um gênio. Raciocinem comigo: a equipe italiana não tem mais muito o que fazer na temporada, portanto ele correrá sem nenhuma pressão, só se divertindo e como atração principal em todas as corridas.

Só que _ a prova da Hungria já mostrou isso _ a tendência é que as equipes grandes acabem com a supremacia de Brawn e Red Bull na metade final do campeonato, voltando a andar na frente. Ou seja, enquanto Massa e Raikkonen pilotaram uma carroça com carenagem de Ferrari até agora, a chance de Schumacher ganhar uma corrida ou outra é bem razoável, o que contribuiria para aumentar a fama dele de gênio das pistas.

Na minha opinião, será muito legal ver Schumacher de volta, nem que seja apenas por uma corrida. Vamos ver como ele se sai diante de nomes da nova geração, como Lewis Hamilton e Sebastian Vettel (que muitos julgam ser o sucessor dele), e do favorito da temporada, Jenson Button. Porém, minha maior curiosidade é ver Rubens Barrichello pela primeira vez andando com um carro melhor que o do alemão. Como será que ele se sairá?

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Palpites do Brasileiro

29 de julho de 2009 2

Atrasado, mas ainda em tempo. Então vamos direto ao assunto:

Coritiba 2 x 1 Botafogo

Jogando em casa, dá Coxa.

Náutico 1 x 1 Santos

Empate nos Aflitos. Ruim para os dois, por sinal.

Internacional 2 x 2 Barueri

A situação do Inter não é nada boa. Péssimo momento para enfrentar o perigoso Barueri.

Goiás 2 x 0 Atlético-PR

O Goiás vence a quinta seguida e entra de vez na briga pelo título simbólico do turno.

Cruzeiro 3 x 1 Sport

Em encontro de ressacas da Libertadores, dá Cruzeiro.

Palmeiras 3 x 2 Fluminense

Muricy estreia no Palmeiras, e de brinde vai ganhar a liderança, que ele se acostumou tanto quando dirigia o vizinho de muro do Verdão, o São Paulo.

Santo André 2 x 1 Corinthians

O Corinthians tem tantos desfalques que vai até ficar com saudade do Marcelinho Carioca, que hoje joga no rival.

Avaí 1 x 0 Vitória

Joguinho bem complicado para o time de Floripa. Mas, jogando em casa, acredito na quinta vitória seguida, um feito memorável.

São Paulo 2 x 1 Grêmio

Mesmo com desfalques, o tricolor, o paulista, vence o tricolor, gaúcho, que mantém a sina de não ir bem longe do Olímpico.

Flamengo 2 x 1 Atlético-MG

Conforme previsão feita no palpite do fim de semana, começará a queda do ainda Atlético-MG.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Seleção Brasileira virou balcão?

28 de julho de 2009 1

Tentei enxergar com alguma boa vontade a convocação, agora há pouco, do atacante Diego Tardelli, do Atlético-MG, para o amistoso da Seleção contra a poderosa Estônia, dia 12 de agosto. Eis minhas tentativas de entender a cabeça do Dunga: 1) É um jogo daqueles caça-níqueis mesmo, não custa nada dar uma chance ao garoto. 2) A maioria dos jogadores convocados normalmente estará voltando das férias e começando a temporada europeia, portanto ainda fora de ritmo. 3) Bom, contra a Estônia qualquer um tá de bom tamanho, é só pra ir até lá buscar o cheque mesmo…

Mas não deu. Não consegui me convencer. Aí, aflorou uma teoria que já ouvi muitas vezes, e que até hoje sempre tentei desqualificar: a Seleção, com seus amistosos de quinta categoria, não passa de um balcão de negócios para o mercado da bola. Vejamos: pouca gente entendeu a convocação do lateral André Santos para a Copa das Confederações. Mas o catarinense até que foi bem, e ao voltar ao país nem esquentou lugar no Corinthians: já migrou para o futebol turco. O mesmo caso se aplica ao volante Ramires, que foi do Cruzeiro para o Benfica, e para o atacante Nilmar, que voltou à Seleção e também ao futebol europeu. Só para ficar em três exemplos bem recentes, pois daria para citar outros tantos.

Ou seja, Diego Tardelli vai desfilar na vitrine europeia diante de uma plateia de estonianos embasbacados, crentes que o Ronaldinho, o Ronaldo Fenômeno e o Romário estão em campo, e de empresários que vão tentar encaixá-lo em times de segundo, terceiro e quarto escalão do Velho Continente. E como a temida janela de transferências só fecha no fim de agosto, tenho certeza que, quando setembro chegar, a torcida do Galo já estará órfão de seu artilheiro (que, para quem não sabe, é filho do técnico José Tadeu Martins, que fez história nos primórdios do Metropolitano, e é visto com frequência passando as férias em Balneário Camboriú).

Afinal, o balcão não falha nunca. E depois tem quem se admire com o fato de a Seleção não despertar mais paixão na torcida, como em outros tempos.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Romário está atolado em dívidas

27 de julho de 2009 4

Deu na imprensa: acossado por dívidas que podem superar R$ 8 milhões, Romário pode perder nesta terça-feira, num leilão, a cobertura de 776 metros quadrados onde mora, no Rio. O imóvel, que fica num condomínio de luxo da Barra da Tijuca, será vendido para pagar dívidas do ex-jogador, como uma indenização milionária a vizinhos do andar de baixo que tiveram prejuízos com uma obra do astro no final de 2000.

A cobertura é avaliada em R$ 8,9 milhões, mas a expectativa do leiloeiro é de que não seja vendida nesta terça. Tudo por causa de um jeitinho: os interessados não devem fazer lances para forçar o segundo leilão, dia 12 de agosto, quando o ponto de partida é a metade do valor. Ou seja, uma pechincha de R$ 4,45 milhões.

O problema é que a fila de credores é grande. Além de condenações por sonegação fiscal, o Baixinho deve R$ 1,2 milhão de condomínio, atrasado desde 2003. A ex-mulher, Mônica Santoro, há duas semanas o mandou para a prisão por não pagar a pensão alimentícia dos dois filhos. Há ainda uma dívida com uma construtora e o débito de R$ 772 mil de IPTU. Só depois é que os vizinhos, que motivaram o leilão, verão a cor do dinheiro do ex-jogador.

Ah, se faltar dinheiro para pagar as dívidas, a Ferrari e o Porsche de Romário, já penhorados, também vão a leilão. O reluzente jipão Hammer ele já vendeu. E pela metade do preço.

PS: Alguém me explica, por favor, como alguém que já ganhou tanto dinheiro consegue empilhar tantas dívidas? Minha engenharia financeira não é tão engenhosa a este ponto.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Resumindo a rodada do Brasileirão

27 de julho de 2009 6

Rodada quente no fim de semana no Brasileirão. Nos palpites, atuação mediana, alguns acertos, outros erros bem feios. Na média. Mas pretendo resumir a rodada em alguns tópicos:

- Vem cá, alguém vai parar o Avaí? O time “deu a famosa liga” que os técnicos por aí tanto falam. Continuo achando que não pode se iludir e precisa reforçar o elenco, afinal o campeonato é muito longo. Mas também sempre disse que o técnico Silas é realmente muito bom, e ele está mostrando isso. O foco precisa continuar sendo se manter na elite. Portanto, essa ótima fase pode ser a gordura decisiva lá no final.
- E o Obina? Quem diria… A torcida do Palmeiras, feliz da vida, reeditou o canto de que “Obina é melhor que o Eto`o”, famoso nos tempos de Flamengo. Melhor que o camaronês que está indo para a Inter de Milão ele pode até não ser, mas que o Obina do Palmeiras é muito melhor que o do Flamengo não tenho dúvida. E por uma razão muito simples: está bem mais magro porque no Palmeiras ele treina. Ronaldo se machucou no clássico, a primeira contusão dele no Corinthians. Ao que parece, nada grave. Grave mesmo, para a torcida, é o time vencedor do primeiro semestre estar sendo desmontado.
- O Atlético-MG perdeu, em casa, diante de quase 60 mil torcedores. Começou uma rodada antes que eu esperava a síndrome do cavalo paraguaio fazer efeito. Agora não tem jeito, é ladeira abaixo. Até o fim do returno aposto no Galo fora do G-4.
- O Flamengo ganhou pela primeira vez na vida na Vila Belmiro, e logo no milésimo jogo do clube em brasileiros. Pelo jeito, a saida do Cuca melhorou o clima na Gávea. Mas não a ponto de fazer milagre. O rubro-negro não brigará pelo título, no máximo por uma vaga na LIbertadores.
- E a situação é a seguinte. Atlético-MG começa a descer a ladeira. Internacional idem, pois não consegue resolver seus traumas de time que se julga perseguido até pela própria sombra. E aí Muricy Ramalho, que dominou os três últimos campeonatos (e não foram 4 porque em 2005 teve o Zweitão…), assume o Palmeiras nesta segunda-feira como… líder! Aí fica complicado segurar o homem.
- E antes que digam que eu já acho o Palmeiras campeão, um último comentário: devagarzinho, o São Paulo começa a se acertar e a figurar no grupo da frente. Ano passado foi exatamente assim que o tricolor levou o caneco. O time este ano não é como o de anos anteriores, mas mesmo assim o São Paulo chegando já faz muita gente tremer, pelo que acompanhei nos comentários neste domingo.

Postado por Rodrigo Braga, de casa