Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alô, Blumenau! Alemães investirão na Copa de 2014

31 de agosto de 2009 9

Eis que o destino sorri para Blumenau mais uma vez quando o assunto é a Copa do Mundo de 2014. Empresários e investidores alemães de diversos setores estão interessados em participar do investimento de cerca de 30 bilhões de euros (quase R$ 90 bilhões) que será gerado para os preparativos da Copa no Brasil, segundo levantamento da Câmara de Comércio e Indústria Brasil e Alemanha com base em dados de mercado.

O interesse alemão foi comunicado pelo ministro da Economia e Tecnologia da Alemanha, Karl-Theodor Freiherr zu Guttenberg, que participou segunda-feira da abertura do 27º Encontro Econômico Brasil-Alemanha, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Vitória (ES). De acordo com o ministro alemão, são diversas empresas interessadas em investir na Copa de 2014, como a ThyssenKrupp, que é a responsável pelo maior investimento estrangeiro no Brasil na atualidade: a Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), parceria de 4,5 bilhões de euros com a mineradora Vale em Santa Cruz, no Sul Fluminense.

_ São investidores nas áreas de tecnologia da informação, segurança, construção de estádios entre diversos setores que têm o apoio do governo alemão _ afirmou o ministro.

O vice-ministro de Economia da Alemanha, Bernd Plaffenbach, contou que 15 empresas alemãs se reuniram com autoridades brasileiras no domingo para demonstrar o interesse em colaborar com os preparativos para a Copa do Mundo de 2014.

_ O Brasil é um mercado futuro para a economia alemã. A indústria alemã está preparada e à disposição para investir no Brasil _ afirmou, sem saber, no entanto, qual seria a quantia nem o prazo para o investimento alemão no país.

De qualquer forma, está aí uma bela oportunidade para Blumenau usar o bom relacionamento com o empresariado alemão e trazer para cá parte desse investimento. A não ser, claro, que a cidade não esteja interessada em surfar na provável maior onda de desenvolvimento que esse país já viu, tamanho será o investimento estrangeiro na Copa. Continuo defendendo que Blumenau deve brigar para receber a seleção alemã. Tornaria muito mais fácil, por exemplo, arrumar parcerias para ter, finalmente, o tão sonhado estádio municipal. Além de tantos outros benefícios.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Comentários (9)

  • Jorge Beber diz: 1 de setembro de 2009

    Olha Rodrigo, acho que o pessoal te enganou, mesmo! Pois como os outros comentários neste assunto! Todos apontam que Blumenau não tem relacionamento com alemanhã faz tempo, e olha no futebol?!?!?! Está ai um bom tema para o JSC mostrar qual é a realidade do contato Blumenau e Alemanha! E neste assunto ainda acho que o comentario do blog sobre os investimento aqui pela Alemanha, seriam ótimos, mas a realidade não é tão fácil como vc apontou, e isto eu não concordo!

    Do blogueiro: Jorge, que não é fácil não tenho dúvida. E que no fundo as relações comerciais não são lá grandes coisas também sabia. Só acho que é possível usar a tradição germanica não só da cidade, mas da região, para atrair parte desses investimentos e, se possível, a seleção alemã na Copa. É difícil, mas se ninguém tentar aí é que fica impossível, certo? Meu papel é tentar incentivar, e vou seguir fazendo isso. Abraço.

  • Eduardo M diz: 1 de setembro de 2009

    A Companhia Siderurgica do Atlantico , ou CSA , não fica no Sul Fluminense. Fica na cidade do Rio e , quando pronta , será a maior planta siderurgica da América Latina e fará do estado do Rio de Janeiro o maior produtor de aço do país. A empresa será 100% voltada para exportação e fica numa região próxima ao porto de Sepetiba e ao futuro porto do Sudeste , de propriedade de Eike Batista

  • Ricardo Dalmarco diz: 1 de setembro de 2009

    Olha, não acredito muito na política, principalmente perto das eleições. Mas acredito que se algué fizer um projeto, apresentar uma proposta para hospedarmos a Seleção da Alemanha conseguiremos, somos uma das ou até mesmo a melhor cidade com uma cultura alemã. Além de ajudar o nosso time, o Metropolitano!

  • Jorge Beber diz: 1 de setembro de 2009

    Assim como o Claudio bota nas colunas dele sobre a cidade ter um estádio para ter um time de futebol! Uma coisa não tem haver com a outra!

    Do blogueiro: Ah, Jorge, aí eu discordo. Tem tudo a ver. Ficaria muito mais plausível alguém (não digo nem os alemães, qualquer investidor) colocar grana no projeto se ele tivesse alguma ligação com a Copa de 2014. É certo que uma coisa não está essencialmente ligada a outra (pode até acontecer sem isso, apesar de mais complicado), mas que ajudaria, isso não tenho nenhuma dúvida.

  • Vinícius diz: 31 de agosto de 2009

    Olha, Braga, estou trabalhando como assessor aqui no Encontro Brasil-Alemanha e posso te assegurar que tem muita gente aqui fazendo lobby para suas cidades para atrair investimentos do empresariado alemão. Tem do RS, do PR, de SP e principalmente do RJ e aqui do ES. De Santa Catarina, e Blumenau, não lembro de ter visto ninguém não.

  • Vieira diz: 31 de agosto de 2009

    Charles, é triste ver pessoas resumirem um investimento de Copa do Mundo apenas em beneficiar o futebol ou esporte amador. É mais dinheiro do que a cidade jamais sonhou receber, cidades que foram beneficiadas direta ou indiretamente por Copa do Mundo ou Olimpíadas melhoraram 1000% em todos os aspectos. Isso é desenvolvimento e qualidade de vida para o nosso futuro e dos nossos filhos. Enquanto o pensamento pequeno e mesquinho continuar prevalecendo, nada vamos conseguir mesmo.

  • Magal diz: 31 de agosto de 2009

    Concordo com o Jorge, Blumenau não tem relacionamento algum com empresariado alemão, apenas com gente inexpressiva. É por isso, Braga, que nunca ninguém apareceu para abraçar essa ideia de se beneficiar pelo advento da Copa. Pois sabem que nada conseguirão diante de lobbys mais poderosos e influentes.

  • Charles diz: 31 de agosto de 2009

    Olha, acho mais fácil Pomerode conseguir algum investimento. Há tempos Blumenau não tem investimento algum com a Alemanha. Nem em turismo somos bons. Quem dirá futebol ! Blumenau tem que desistir de investir em futebol e tentar profissionalizar mais o esporte amador, esse sim forte e temos muita tradição (por enquanto)…

  • Jorge Beber diz: 31 de agosto de 2009

    Rodrigo, gostaria de saber quais são os relacionamentos que Blumenau mantem com a Alemanha? Me mostra nos ultimos 15 anos quais foram as ações efeituvas entre empresários, políticos que deram frutos para Blumenau devido a este “relacionamento”? Não temos este “relacionamento” ele não existe! Não fale ou melhor escreva coisa por escrever procure fundamentos!

    Do blogueiro: Ué, então passaram estes anos todos me enganando?

Envie seu Comentário