Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de outubro 2009

De bicicleta, Avaí coroa a temporada

31 de outubro de 2009 8

William marcou golaço de bicicleta na vitória sobre o Atlético-PR na Ressacada e garantiu o Avaí na elite do futebol brasileiro em 2010. E a Sul-Americana ficou logo ali/Ricardo Duarte

Fim de papo. A vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-PR deu a certeza de que o Avaí estará na Série A do Brasileirão em 2010. Não que alguém sinceramente ainda duvidasse disso, mas agora é fato, vale comemorar.

E para coroar, William fez um dos gols mais bonitos da história da Resssacada. Bicicleta legítima e cheia de estilo, com certeza um dos 5 gols mais bonitos do campeonato. O Avaí venceu sem sustos, dominou e nem de longe parecia aquele time que perdeu quarta-feira para o Grêmio em Porto Alegre. Por certo o puxão de orelhas do Silas na rapaziada surtiu efeito.

E tem outra questão: além de se garantir na elite, o Avaí deixou para trás um dos únicos times que ainda podem atrapalhar os planos do Avaí de estar na Sul-Americana no ano que vem, a primeira competição internacional do time azurra. Nas cinco rodadas finais, o Avaí não precisará de muito esforço para garantir essa vaga. Mas precisa jogar como neste sábado, mostrando porque está onde está na tabela.

Parabéns, Leão. Parabéns, William (pelo gol de placa – alô, direção avaiana, merece!). O Avaí já fez a parte dele para ter clássico na elite em 2010. E o sábado tornou esta possibilidade ainda mais real.

Postado por Rodrigo Braga, de casa

Figueira não bobeia e está de volta à briga

31 de outubro de 2009 5

Era importante demais ganhar, sobretudo depois do que aconteceu na sexta-feira (veja post abaixo). E o Figueirense não deu bobeira e não só ganhou como atropelou o frágil Brasiliense em Taguatinga. 4 a 0 ao natural, se fosse 7 ou 8 não seria nenhum absurdo, tantas foram as chances claras perdidas.

Deram chance e o Figueirense está de volta ao páreo (mais uma vez). Briga com Atlético-GO e Portuguesa (mostrou força ao fazer 3 a 0 no Guarani, em Campinas). Ceará e o próprio Guarani, apesar do tropeço, só perdem a vaga se bobearem demais). E o time goiano pega exatamente eles, Ceará e Guarani, nas próximas rodadas, ambos em casa. Se ganhar, encaminha o acesso, mas deixa os adversários em situação ruim. Se tropeçar, se complica demais.

Ou seja, acredito que se continuar fazendo a parte que lhe cabe, o Figueirense sobe. São 3 jogos em casa e 2 fora, e o time catarinense precisa fazer mais do que 10 pontos. Se fizer, dificilmente perde a vaga. São cinco finais de Copa, a primeira sexta, no Scarpelli, contra o Campinense. E que ninguém se iluda, pois o jogo será dureza. O time paraibano luta pra não cair, e a esta altura costumam ser exatamente esses os adversário mais perigosos.

Postado por Rodrigo Braga, de casa

Palpites do fim de semana

31 de outubro de 2009 2

Vamos aos palpites do fim de semana, como de costume. Meio na pressa, vai só o placar, sem arumentos. Quem quiser mandar os próprios, espaço liberado.

Flamengo 2 x 1 Santos

São Paulo 3 x 1 Barueri

Avaí 2 x 0 Atlético-PR

Palmeiras 1 x 1 Corinthians

Internacional 2 x 2 Botafogo

Coritiba 3 x 1 Vitória

Goiás 1 x 2 Atlético-MG

Santo André 1 x 1 Grêmio

Náutico 2 x 1 Sport

Cruzeiro 1 x 2 Fluminense

Série B

Fortaleza 2 x 2 Vasco

Brasiliense 1 x 3 Figueirense

Copa SC

Joinville 3 x 1 Brusque

At. Ibirama 2 x 1 Criciúma

Metropolitano 2 x 1 Joinville (é da próxima rodada, mas já coloco aqui)

Postado por Rodrigo Braga, de casa

Todo mundo ajudou. Só falta o Figueira se ajudar

30 de outubro de 2009 16

Rodada do tipo melhor impossível para o Figueirense. No exercício de secação dos torcedores da Capital nesta sexta à noite, deu tudo certo. O Atlético-GO tomou uma piaba de 5 a 1 do Duque de Caxias, o Ceará só empatou com o Ipatinga sem gols e no encontro dos dois últimos carrascos alvinegros, a Ponte Preta perdeu no finalzinho para o Vila Nova no Serra Dourada, em Goiânia: 3 a 2. 

Ou seja, todo mundo deu uma mãozinha para recolocar o Figueira na briga. Falta apenas o próprio time catarinense se ajudar e fazer a parte que lhe cabe, vencendo o Brasiliense neste sábado, em Taguatinga. Se a vitória lá já era importante, agora ela toma ares de final de Copa. É tudo ou nada. Vencer recoloca o time de Márcio Araújo no páreo pelo acesso, tropeçar significaria desperdiçar uma chance de ouro e praticamente botar um pé na cova.

Até porque a Portuguesa joga sábado também em Campinas contra o Guarani, que com uma vitória praticamente já garante o acesso. Parada indigesta. Num cenário nada improvável de que apenas o Figueira vença entre os postulantes às vagas que restam, o time volta a ficar a dois pontos do G-4. E detalhe: os dois próximos jogos do Atlético-GO são contra Ceará e Guarani (de fato o time goiano pode ter dado uma vacilada fatal nesta sexta).

Em resumo, se fizer sua parte, o Figueira volta para a briga faltando cinco rodadas. Nos resta aguardar que Figueirense entrará em campo no Distrito Federal.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Nadadora blumenauense é aposta para o Rio-2016

30 de outubro de 2009 2

Júlia Volkmann (C) comemora com Joanna Maranhão (acima) a prata nos 200m medley no Troféu Maria Lenk/Arquivo pessoal

Acompanhada de perto desde as primeiras braçadas aqui em Blumenau pelo Santa, a nadadora Júlia Volkmann, 17 anos, começa a despeontar no cenário nacional. Nesta sexta-feira, Júlia é destaque de uma reportagem do site globoesporte.com (veja aqui) que cita um trio de Júlias vistas como promessas da natação brasileira para as Olimpíadas de Londres, em 2012, e principalmente para os jogos do Rio, em 2016.

Multicampeã em todas as categorias que passou por aqui, Júlia treina no Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, desde o ano passado. Lá, treina com Fernando Vanzella, técnico, entre outros, de Thiago Pereira. E nesse período já tem no currículo o título brasileiro júnior nas provas de 200m (com direito a recorde do campeonato) e 400m medley e 100m livre. Na reportagem do site, Júlia cita o começo em Blumenau aos 5 anos, a saudade da família e sobre os desafios na carreira.

Vale a pena conferir e torcer pela Júlia, certamente um nome que ainda ouviremos muito nos próximos anos.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

A hipocrisia da mala branca

29 de outubro de 2009 10

Vou dizer uma coisa para vocês: papai-noel não existe, mas a mala branca, sim. E nessa reta final de Brasileirão ela vai comer solta /Divulgação

Aqui no jornal temos alguns torcedores do Flamengo. Hoje, estão todos de cabeça inchada pelo vareio que tomaram do pequenino Barueri, quarta. E espantados pelo futebol do time paulista, caçula do Brasileirão.

_ Mas como marca esse time! _ ouvi um dizer.

_ E aquele 11, joga muito! _ disse outro. O 11 no caso é o Thiago Humberto, ótimo jogador, de fato.

Tirando o fato de que geralmente torcedores de times do Rio e do Rio Grande do Sul têm o hábito de só olhar para o próprio umbigo, ignorando o que acontece em outros estados, o Barueri é sim um bom time, mas não é um fenômeno de empenho em campo. O que aconteceu na vitória sobre o Flamengo foi outra coisa muito comum em períodos decisivos do Brasileirão, mas que as pessoas insistem na hipocrisia de negá-la. A mala branca.

Quando surge o assunto, as pessoas se fazem de chocadas, comentaristas pregam o politicamente correto e o Paulo Schmitt (esse sim uma mala!), do STJD, ressurge das cinzas para prometer apurar e punir os culpados (o que nunca acontece). Tudo hipocrisia barata.

Não sabe o que é mala branca? Didaticamente, é quando um time, geralmente através de algum jogador que conhece bem o outro time, liga e oferece um “reforço” no bicho para que o outro vença o adversário, o que, no caso, favorece o autor da proposta. Exemplo: o Barueri, sem muitos anseios nessa altura do campeonato, ganha um troquinho a mais para bater o Flamengo e, no caso, ajudar o Cruzeiro. Isso aconteceu, tanto é que, inocentemente, o atacante Val Baiano admitiu. Depois, quando viu o tamanho da repercussão, recuou. O futebol anda muito “dodóizinho” mesmo. Uma chatice.

A mala branca existe e sempre existiu, seja no Brasil, na Europa, no Vietnã ou em Marte. Ou alguém aí acha que o próprio Flamengo, “vítima” do empenho vitaminado do Barueri, também não reforçou o caixa do Santo André, que jogou demais e por muito pouco não arrancou pontos do Cruzeiro no Mineirão? Ou tem dúvida de que sábado uma vitória do mesmo Barueri sobre o São Paulo, no Morumbi, não levará premiações extras vindas do Rio, de Belo Horizonte, de Porto Alegre e do lado verde da capital paulista?

Não há nada de errado em um time estar mais motivado a vencer, mesmo que isso seja feito através de ajuda financeira de outro interessado. Não aceito a comparação com suborno feita por alguns. Não sejamos hipócritas! Se motivação a mais é ilegal, então vamos acabar com aquelas baboseiras de discursos melosos no vestiário, recadinhos da família, recortes de jornal, palestra de auto-ajuda e tantas outras. Mesmo que alguns insistam em dizer que ela não existe, a mala branca vai comer solta nessa reta final de Brasileirão, engordando o Natal de muita família de jogador de time pequeno.

Só uma coisa: favor não confundir as malas. A branca é essa aí (tolerada por este blogueiro), nada a ver com a mala preta, esta sim condenável, quando um time é pago para fazer corpo mole, perder para favorecer um terceiro. Mas essa aí também existe, não tapem o sol com a peneira.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Silas manda bem e enquadra turma do Feliz 2010

29 de outubro de 2009 2

O técnico Silas ficou visivelmente irritado com a derrota para o Grêmio, no Olímpico. Nada a ver com o resultado, normal, e sim com a forma como ele ocorreu. O Leão não jogou nada, foi presa fácil para o Grêmio que, como eu havia previsto, também não jogou lá grandes coisas. Mesmo com a menos, nem fez muito esforço para fazer pevalecer a sua superioridade lógica, afinal tem mais time, mais elenco e jogava em casa.

Mas, como eu disse, Silas ficou irritado como poucas vezes ocorreu na passagem pela Ressacada. Chegou a dizer que “quem quiser antecipar as férias, que o faça”, deixando claro que não vai mais admitir corpo mole. E o técnico está certíssimo. Esse é o ônus da boa campanha avaiana. Sem muitos desafios nas rodadas finais, os jogadores, mesmo no inconsciente, pensam nas férias, nas festinhas de fim de ano, no futevôlei, sei lá mais no que. Difícil evitar isso, mas Silas terá que fazê-lo, porque do contrário periga o Avaí terminar até sem vaga na Sul-Americana, tamanho o equilíbrio nessa reta final (os times que estão abaixo começam a somar mais pontos e a se aproximar).

Por isso o Silas mandou muito bem ao dar essa chacoalhada no elenco. Algo precisava ser feito, e foi. Mas que não fique apenas no discurso. Se há quem já estaja com a cabeça em 2010, que dê espaço para quem está comprometido em não tirar o brilho da campanha do Leão nessas seis rodadas que restam.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Avaí perde no Olímpico e eu digo o quê?

28 de outubro de 2009 27

Argentino Maxi López marcou um dos três gols do Grêmio na vitória sobre o Avaí, no Olímpico/Diego Vara

Tá certo, errei feio, admito. O Avaí foi dominado e acabou sendo presa fácil para o Grêmio, que, diferente do que eu pensava, não mostrou desânimo algum. O time da Capital, esse sim, pareceu com preguiça, mesmo jogando com um a mais boa parte do jogo.

Democrático que sou, abro o espaço para os torcedores se manifestarem. Quem quiser ir à forra, à vontade. Mas por favor, não me venham com aquele papinho de imortal, tradição, sei lá o que mais. O Grêmio foi melhor, mereceu vencer e ponto. O resto é papo furado.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Goleada no Augusto Bauer: Brusque 4 x 1 Metrô

28 de outubro de 2009 9

- Próximo jogo do Metropolitano, que folga na rodada de sábado, será segunda-feira, feriado de Finados, contra o Joinville. Será a volta do Verdão ao Sesi. Clube pediu à Federação a antecipação do jogo das 20h30min para as 17h, o que deve ser confirmado nesta quinta.

- O Brusque, que venceu a primeira esta noite, também enfrenta o Joinville, só que no sábado, às 16h, na Arena. Segunda-feira, o Brusque recebe o Figueirense B.

 

- Atacante Giovane, o nome do jogo: “foi uma noite feliz. Passei pelo Metropolitano, não fui bem e só marquei um gol. Hoje mostrei meu valor”.

- Capitão Fabinho, após o jogo: ” tomamos muitos gols bobos”.

- Termina o jogo. Goleada do Brusque, com show do atacante Giovane, autor dos quatro gols do time da casa. Brusque reage e vence a primeira. Metropolitano, com a pior atuação no campeonato, desperdiçou a chance de encostar no líder.

- Instantes finais do jogo, a torcida brusquense faz festa e o Brusque pressiona em busca do quinto gol. Time blumenauense, perdido em campo, torce pelo fim do jogo.

- Gooooolll do Brusque!!!! Inacreditável, Giovane mais uma vez consolida a goleada no Augusto Bauer. Quarto dele, aos 41. Falha do goleiro André Zuba.

- Independente do placar, Metropolitano faz, e longe, a pior partida dele na Copa SC. Atuação sofrível, sem nenhum brilho.

- Goooollllllll do Brusque!!!! Giovane, ele é o cara do jogo!!! Terceiro dele, aos 38, dessa vez um chutaço. 3 a 1 Brusque em noite de Giovane, ex-Metrô, aliás

- No Metropolitano, Roberval Davino tira o zagueiro Ferruge e coloca o atacante Lucas para partir em busca do empate. Brusque também mexeu, entrou Aílton no lugar de Dênio.

- Gooooooollllllllll do Brusque!!!! Giovane, outra vez, aproveitando, aproveitando chute do lateral Pereira. Time da casa na frente outra vez aos 28.

- Gooooooollll do Metropolitano!!!! Ricardo Lobo bate bem, sem chances para o goleiro Fabiano. Agora tudo igual no Augusto Bauer.

- Pênalti para o Metropolitano. Maicon sofreu, aos 23. Pênalti claro após bela jogada do time blumenauense.

- Brusque mexe. Sai Kanu, entra Chimbica (isso mesmo).

- Metropolitano segue assustando pouco no ataque.

- A propósito: Aleluia! Confirmada a volta do Metrô ao Sesi. Detalhes em www.santa.com.br/valefc

- No lance do gol do Brusque, um foguete foi atirado no gramado por um torcedor do Metropolitano. O garoto de 16 anos foi identificado e está proibido de ir ao Sesi na segunda-feira assistir ao jogo Metropolitano x Joinville. Belo exemplo!

- Começa o segundo tempo de Brusque 1 x 0 Metropolitano, gol de Giovane aos 43 do 1º tempo. Metrô mudou, entrou o meia Maicon e saiu o atacante Jorge.

- Times começam a voltar ao campo.

- Termina o primeiro tempo. Brusque foi melhor e merece sair vencendo. Metropolitano ousou pouco, teve falhas na defesa e sente falta da criação do atacante Juliano, vetado por causa de uma complicação estomacal. Jorge, o substituto, teve atuação apagada na primeira etapa.

- Gooool do Brusque! Giovane, aproveitando bobeira da defesa verde, goleiro André Zuba soltou nos pés do atacante brusquense. 1 x 0 aos 43 do 1º tempo.

- 35 minutos no Augusto Bauer. Jogo esfria e prevalecem lances sem muito perigo.

- Brusque começa melhor na partida e pressiona em busca do gol. Time blumenauense tem dificuldades para encaixar um contra-ataque.

- O Brusque marca com Kanu, mas a arbitragem marca impedimento. Jogadores do time da casa reclamam com o árbitro.

- Quer participar? Mande seu palpite sobre o resultado da partida pelos comentários.

- Começa o clássico do Vale no Augusto Bauer. Muita gente chegando ainda ao estádio.

- Escalações confirmadas:

Brusque

Fabiano; João Neto, Thiago Couto, Rodrigo Ramos e Pereira; Joziel, Xipote, Paulinho e Dênio; Giovane e Kanu. Técnico: Suca.

Metropolitano

André Zuba; Amaral Rosa, Ferruge e Rafael; Deleu, Fabinho, Serginho, Nequinha e Ceará; Jorge e Ricardo Lobo. Técnico: Roberval Davino.

 

- O jogo começa às 20h no Estádio Augusto Bauer, válido pela quarta rodada do turno da Copa SC. O Metropolitano já jogou 3 vezes, ganhou duas e perdeu uma (vem de vitória de 3 a 1 sobre o Avaí B, em Jaraguá do Sul. O Brusque, atual campeão da Copinha, jogou apenas duas vezes, e perdeu ambas.

- No jogo que abriu a rodada esta tarde, na Ressacada, o Avaí B bateu o Joinville por 3 a 2, tirando os 100% do líder. O resultado foi ótimo para o Metropolitano, que se vencer esta noite iguala o JEC em pontos. Para assumir a liderança, o Verdão precisa vencer por três ou mais gols de diferença. Às 20h30min, fechando a rodada, jogam Criciúma x Figueirense B, no Heriberto Hülse. O Atlético de Ibirama, lanterna com três derrotas até aqui, folga na rodada.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Tenistas russas são atração de torneio em Itajaí

27 de outubro de 2009 2

Ksenia Laskutova, a caçula da família, tem 13 anos e já brilha na categoria de tenistas de até 18/Bruna Fausel/Divulgação

Tenista russa é sinônimo é talento e beleza em quadra, às vezes nessa ordem, outras tantas na ordem inversa. Este blogueiro nunca escondeu, é fã declarado da Maria Sharapova, a musa-mor de todas as musas espalhadas pelas quadras do planeta que vieram da gelada Mãe Rússia, terra da vodca, do Vladimir Putin, do Crime e Castigo de Dostoievsky, da perestroika do Gorbachev e do Salenko, artilheiro da Copa de 1994 que marcou 5 dos 6 gols em um único jogo, contra Camarões (desse vocês não lembravam, ein?)

E não é que duas irmãs russas são a maior atração da Copa SC Júnior, que está rolando durante esta semana no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí? Mas calma aí, leitor, porque a duplinha pertence (ainda) ao grupo do qual o que chama a atenção é o talento da escola russa no esporte da bolinha amarela. Até porque ainda são crianças. Uma tem 13 anos, a outra, 15. Nesse caso, respeito é bom, elas devem gostar e este blog apoia integralmente.

As irmãs Ksenia e Victoria Laskutova já alcançaram sem muitos problemas as quartas-de-final da categoria 18 anos da competição. E mesmo jogando com jogadoras mais velhas, costumam repetir placares desconcertantes como o desta terça-feira, quando Victoria, a mais velha, despachou a canadense Marika Akkerman por 6/1 e 6/0. A caçula teve um pouco mais de trabalho para passar pela tenista da casa Stefania Haddad, em jogo de quase três horas, por 6/1, 4/6 e 6/4.

Quer ver as tenistas russas em ação? Ainda dá tempo. O torneio prossegue até domingo, no Itamirim, com início sempre às 9h. A entrada é franca.

Postado por Rodrigo Braga, da redação