Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Fluminense 360 graus

20 de novembro de 2009 8

Jovem Maicon é um dos destaques da reação tricolor nas últimas rodadas. Será que ainda dá?/Marino Azevedo Agência Photocamera

Tem gente que já está me cobrando pela previsão que fiz lá na virada do turno, que o Fluminense já estava rebaixado (confira aqui). Estava mesmo, precisava de um milagre daqueles. E não é que vem conseguindo? Milagre, não, trabalho. E algum talento.

Vamos aos fatos que justificam o título do post:

2 de julho de 2008 – O Fluminense perde nos pênaltis para a LDU a final da Libertadores, em um Maracanazo de dar dó. O time era bom, merecia o título, mas bobeou quando não podia. Uma das derrotas mais doídas que eu já vi. O tricolor ia mal no Brasileirão por privilegiar a competição internacional, mas com o baque não conseguiu mais se levantar e quase caiu. Acabou salvo nas rodadas finais.

Fundo do poço? Nã nã nã nã…

Em 2009, o Fluminense gastou muito, mas gastou errado. Problemas internos, desmandos da patrocinadora cujo presidente se acha dono do time, salários atrasados e o pior, jogadores do clube sem receber, enquanto os pagos pela patrocinadora (os astros), recebendo em dia. Não podia dar certo. E não deu.

No Brasileiro, o Flu afundou, colecionando atuações ridículas, mas tão ridículas, que na virada do turno o time já dava pinta de rebaixado. E entrou no returno da mesma forma, segurando a lanterna igualzinho. Fred, o astro do time, afastado há tempos por uma lesão incurável, aparece surfando numa praia carioca. Agora sim, era o fundo do poço.

Mas aí, algo aconteceu!

E definitivamente não foi mudança de atitude de dirigentes, nada disso. A coisa foi interna, dentro de campo. Começou com empates que não levariam o Flu a lugar algum. E tinha a Sul-Americana, na qual o time ia avançando na base de um empate aqui, uma vitória magrinha ali, sem convencer. Mas, quase imperceptível, ia ganhando corpo, reagindo. Fred lembrou que é craque e desandou a fazer gols, um atrás do outro. O jovem Maicon veio da Seleção Sub-20 e tornou-se peça-chave. Conca, que sempre foi ótimo jogador, acordou. E o principal, na minha opinião: o jovem zagueiro Gum, que veio da Ponte para botar sangue nos olhos do elenco. Ele é o símbolo da reação tricolor. Raçudo, toda hora é visto lá na frente, fazendo gols e decidindo.

Resultado? O Flu ressurgiu. Vai escapar da degola? Já não sei mais, mas a situação, fruto da campanha pífia do turno, ainda é muito delicada. Talvez nem escape, mas ainda assim a reação já terá sido histórica. E a cereja do bolo (caso escape, claro): o Flu está na final da Sul-Americana, conseguiu isso fazendo atuações convincentes nos últimos quatro jogos, pelo menos. Vai brigar pelo segundo título do Brasil (o Inter é o atual campeão) e justamente contra quem?

Contra a LDU, a mesma equipe equatoriana que calou o Maracanã 16 meses e meio atrás, e que se classificou na noite dessa quinta, arrasando o River Plate genérico, o uruguaio, por 7 a 0. E o mais louco é que a grande final, no Maracanã, será dia 2 de dezembro, exatos 1 ano e 5 meses depois. E o Flu vai reencontrar muita gente que esteve naquele confronto. É um troço louco esse tal de futebol!

O mundo, literalmente dá voltas. A torcida do Flu que o diga. Rodou, rodou e voltou para o mesmo lugar. Pode terminar um ano perdido de alma lavada. E, de certa forma, completar aquela festa que ficou engasgada.

Postado por Rodrigo Braga, da redação

Comentários (8)

  • emerson diz: 20 de novembro de 2009

    Apesar de merecer sair dessa situação pelo futebol apresentado, seria bom que o Flu caísse para disputar aquela série B da qual conseguiu escapar. Ainda vai poder se gabar que ganhou três divisões do Nacional.

  • warela diz: 20 de novembro de 2009

    Bom dia BRAGA! Clubes tradicionais como o
    Fluminense, sempre mostram grande poder de
    superação nos momentos mais difíceis. Só espero que não aconteça outro MARACANAZO. Não sou tricolor mas torço pra que ganhe e torço principalmente pelo CUCA, que é bom treinador, bom sujeito e merece ganhar mais essa. BOM DIA

  • Eduardo M diz: 21 de novembro de 2009

    Com um pouco mais de competencia na sua direção , o Fluminense se tornaria um clube bem estavel e estruturado. Tem um patrocinio superior a R$ 15 milhões por ano , recebe mais de R$ 5 milhões da Adidas , R$ 30 milhões de cotas totais de TV e tem uma divisão de base muito forte , com revelações constantes que , tanto reforçam o time como o caixa. Além disso tem uma torcida fanatica , muito forte na classe A.

  • TRICOLOR diz: 20 de novembro de 2009

    Deus te ouça. A bênção, João de Deus.

  • Sandro diz: 20 de novembro de 2009

    Também considerava o Flu ja rebaixado e agora vejo com grandes chances de fazer m milagre. Porém, o time sofreu uma perda considerável agora,Maicon se contundiu e não joga mais este ano, e a verdade é que se o Fred desandou a Fazer gols, esse guri deu outra cara ao FLuminense. Acho que o Fluminense vai sentir muito a falta dele e o Fred ja sentiu isso no jogo desta quarta. Por outro lado, o Botafogo ta fazendo tudo que pode para salvar o Flu…Se perder ou empatar para o São Paulo eu quero ver..

    Do blogueiro: Concordo contigo, Sandro.

  • marco diz: 20 de novembro de 2009

    Um time conquista o brasil as vezes, quando o mesmo está representando o país. Mas muitas vezes é o simples fato do romantismo que envolve a situação do clube,coisa de filme, a virada impossivel, saindo lá da ultima colocação e lutando pra sair do rebaixamento. O carisma do tecnico, a garra dos jogadores, que deveriam ter se portado assim desde o começo da competição, faz deles agora, heróis, idolos de uma torcida. Capaz de na ultima rodada, o jogo do Flu ser o de maior audiencia na tv.

  • Eduardo M diz: 21 de novembro de 2009

    A maior de todas as mudanças foi a volta da utilização das promessas de Xerem. Quem puder , vá conhecer o CT de Xerem. Totalmente voltado para as categorias de base , com dois hoteis , nove campos e uma infra-estrutura de fazer inveja. O Fluminense é o maior celeiro do país no século 21. Basta listar os jogadores que sairam de lá. E agora , hoje , foi divulgado uma noticia de que o clube vendeu por R$ 13 milhões a promessa Wellington , de 16 anos , para o Arsenal.

  • Julio de Blumenau diz: 20 de novembro de 2009

    É isso, futebol brasileiro com suas surpresas. Time de série B, conquistando título internacional. Ou alguém duvida que a estrela de Cuca não brilhará nesta final de Sul-americana?

Envie seu Comentário