Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 21 dezembro 2009

Trio do Metrô de malas prontas para o Japão

21 de dezembro de 2009 19

Destaques do Metrô na Copinha, Amaral Rosa (E) e Rafael têm proposta para defender time da primeira divisão japonesa em 2010/Jandyr Nascimento

Empresários japoneses, acompanhados pelo ex-jogador Cesar Sampaio, estão em Blumenau desde hoje cedo. Passaram a tarde acompanhando o treino da equipe, no Sesi, e nesta terça-feira estarão pela manhã no CT da Itoupava Central.

Observaram, confirmando informações apuradas pela equipe do Santa ainda na quinta da semana passada, a dupla de zaga do time, Amaral Rosa e Rafael. A novidade é que, não eles, mas outros empresários da terra do sol nascente, teriam interesse também no atacante Ricardo Lobo.

Amaral e Rafael estão de malas prontas para jogar no Montedio Yamagata. Não é um dos grandes do país (ficou em 14º lugar na última J-League), mas sem dúvida é uma boa oportunidade, financeiramente falando, para os dois, destaques do Metrô no vice-campeonato da Copa SC e, na opinião deste blogueiro, candidatos fortes a melhor dupla de defesa do próximo Catarinense.

Sem falar na chance de crescimento profissional, pois não parece tão difícil se destacar por lá e despertar interesse de clubes maiores. Nem se compara, por exemplo, com a aventura anterior de Rafael, no inexpressivo Gaz Metan, da Romênia, de onde ele pediu desesperadamente para voltar correndo ao Brasil.

Já o atacante interessaria ao Tochigi soccer, lanterna da Segundona japonesa (não caiu porque por lá não há Série C). No caso dele, a ideia é um empréstimo por um ano e a decisão está nas mãos do jogador. Lobo tem até esta terça para dizer se topa ou não a aventura nipônica

Sampaio _ ex-jogador de vários clubes e da Seleção _ apressou-se em dizer que veio apenas trazer os japoneses (jogou muitos anos no país e tem bons contatos lá), uma vez que está ligado ao Rio Claro-SP, desde que deixou o Mogi-Mirim-SP e desfez a sociedade com Rivaldo na empresa CSR, que entre outras coisas agencia atletas.

É óbvio que o clube precisa de dinheiro e não há outra forma que não vendendo atletas que se destacam. É triste para a torcida, mas impossível condenar a direção por isso. É quase uma questão de sobrevivência, infelizmente. No caso dos zagueiros, o clube tem contrato longo com ambos. Amaral Rosa renderia 50% do valor de uma eventual negociação aos cofres verdes. Se Rafael sair mesmo, o clube dividirá os mesmos 50% entre a MIP, empresa que gere o Metrô atualmente, e o grupo antigo de empresários que iniciou o trabalho há quase oito anos. Ou seja, a grana de fato para o Verdão seria menor.

Mas, se perder mesmo dois ou três jogadores titulares agora, sobretudo a dupla de zaga, considerada pelo técnico Roberval Davino como parte da espinha dorsal do elenco para o Catarinense, o Metropolitano precisará trabalhar rápido para repor, ou então tirar da manga um ótimo plano B.

O primeiro nome será confirmado nesta terça-feira. Trata-se do atacante Erivelton, que já treinou nesta segunda e deve assinar hoje. O jogador veio do Guarani e é indicação do técnico Roberval Davino.

Vamos aguardar o desenrolar da história.

Postado por Rodrigo Braga, da redação